Publicada a portaria que institui a Rede Nacional de Identificação de Museus

Foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 10, a portaria que institui a Rede Nacional de Identificação de Museus – ReNIM (Portaria Nº 7, de 9 de janeiro de 2017) como forma de arranjo de governança pública colaborativa, voltada à interação e cooperação entre os seus componentes para o desenvolvimento do setor de museus brasileiro.

No mesmo dia, a Portaria Nº 6, de 9 de janeiro de 2017 instituiu a plataforma Museusbr para o mapeamento colaborativo, gestão e compartilhamento de informações sobre os museus brasileiros. A plataforma Museusbr integra o Mapa da Cultura, plataforma do Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais – SNIIC/MinC. Essa metodologia tem como objetivo a articulação de esforços para a produção de conhecimento sobre os museus brasileiros.

Constituem a ReNIM, no âmbito nacional, o Instituto Brasileiro de Museus – Ibram e o Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus – SBM e, no âmbito local, os Sistemas de Museus estaduais, distrital e municipais, e outros Órgãos públicos estaduais, distrital ou municipais competentes, responsáveis por políticas setoriais de museus.

Para fazer parte da ReNIM e assim contribuir para a integração dos vários níveis de gestão das políticas públicas setoriais de museus e para a democratização e transparência no processo de identificação de novas instituições, basta preencher o Formulário de Adesão à ReNIM e enviar assinado para o e-mail registro@museus.gov.br.

Museusbr – nova plataforma de informações sobre os museus no Brasil funcionará de forma colaborativa

O lançamento do novo Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC) marcou a abertura do Seminário Latino-Americano de Informações e Indicadores Culturais na manhã desta terça-feira (15), em Brasília.

Totalmente desenvolvido em software livre, o novo SNIIC integrará os diversos bancos de dados do Ministério da Cultura (MinC) e já está em funcionamento com informações das plataformas dos Pontos de Cultura, o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas e do Cadastro Nacional de Museus.

plataforma museusbrA interface do Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais voltada para o conhecimento sobre os museus do Brasil é a Museusbr. Inicialmente, os dados foram coletados pelo Cadastro Nacional de Museus mas, a partir de agora, contarão com a participação colaborativa, na qual qualquer ator da sociedade poderá contribuir para o mapeamento territorial dos museus.

Caso o diretor ou responsável por um Museu deseje alterar as informações sobre a sua instituição, basta criar uma conta de usuário na categoria agente cultural e este estará apto para realizar a atualização periódica dos dados do museu, inserção de imagens, divulgação de eventos, entre outros.

Apresentado ao público pelo coordenador-geral de Monitoramento de Informações Culturais do MinC, Leonardo Germani, a ferramenta reunirá informações do Brasil inteiro e, por meio de filtros de busca, possibilitará o acesso a publicações, gráficos, tabelas, artigos, mapas pesquisas, produtos de consultorias e divulgação de benefícios do Vale Cultura e dos recursos da Lei Rouanet. Ele destacou, ainda, que todo o Sistema está em permanente construção e que ainda há muitos desafios para a sua ampliação e aperfeiçoamento.

Além do presidente substituto do Instituto Brasileiro de Museus, Marcos Mantoan, também participaram do evento o secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura/MinC, Guilherme Varella, o diretor de Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca/MinC, Volnei Canônica, a secretária de Cidadania e Diversidade Cultural e Ivana Bentes e o secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura/Minc, Vinícius Wu.

Acesse a Plataforma Museusbr e participe!