Página 8 de 8« Primeira...45678

Videoarte ocupa Museu Nacional de Belas Artes (RJ) até dezembro

A mostra coletiva O Circo dos Sonhos, dos artistas Andrei Muller, Flávio Vasconcellos e Gustavo Speridião, que formam o trio artístico Gráfica Utópica, abre dia 29 de outubro, às 12h, no Museu Nacional de Belas Artes (RJ). A exposição segue até 11 de dezembro.

O coletivo, formado em 2001 por três artistas da Escola de Belas Artes da UFRJ, apresenta o filme O circo dos Sonhos, média-metragem que sintetiza o trabalho do grupo e os meios disponíveis para a produção de vídeo arte -  que recebeu o Prêmio Rumos do Itaú Cultural em 2009. A mostra contará também com uma sequência de 26 fotografias digitais em preto e branco.

Em paralelo, haverá o projeto 8 Domingos de Vídeo Arte no MNBA, que contará com exibição no auditório do museu. Mais informações aqui.

Salão de artes
Também em cartaz no museu de 28 de outubro até 3 de novembro, o XVIII Salão de Artes Plásticas do Corpo de Fuzileiros Navais vai exibir pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e peças de arte decorativa. O evento busca estimular e difundir manifestações de artes plásticas e seus participantes são artistas da comunidade em geral e da Marinha do Brasil em particular.

Fonte: Divulgação MNBA/MinC

Prorrogada a exposição Rio no Museu Nacional de Belas Artes (RJ)

Devido ao grande sucesso de público, o Museu Nacional de Belas Artes/Ibram prorrogou a exposição Rio: a arte da animação até o dia 6 de novembro.

Está em exibição na Sala Bernradelli um acervo relativo à produção do longa-metragem de animação Rio, dirigido pelo carioca Carlos Saldanha, incluindo desde as primeiras páginas do roteiro até o resultado final. Storyboards, esboços dos personagens e cenários, além de todo processo de montagem computadorizada do filme estão à mostra.

A visitação pode ser feita de terça a sexta, das 10h às 18h. Aos sabados, domingos e feriados, das 12h às 17h. No domingo a entrada é franca e nos outros dias custa 8 reiais. A bilheteria funciona até 30 minutos antes do fechamento. Saiba mais.

Fonte: Divulgação MNBA/Ibram

Alunos da comunidade do Morro do Borel visitam o MNBA

O Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, recebeu no último dia 30 a visita de um grupo de crianças com entre 9 e 10 anos do 4º ano do ensino fundamental.  Moradoras da comunidade do Borel, na Tijuca, e alunas do Centro Integrado de Educação Pública (CIEP) Dr. Antoine Magarinos Torres Filho, elas conheceram um museu pela primeira vez.

Para a historiadora e escritora Lili Rose, voluntária que promove atividades culturais nas escolas de comunidades pobres cariocas, a visita representou uma oportunidade fundamental para que as crianças pudessem experimentar, de modo consciente e direto, o contato com os bens históricos e artísticos.

“O acervo do MNBA é riquíssimo e eles ficam encantados com tudo que veem. Com isso, é desenvolvido neles um sentimento coletivo de auto-estima, vital para a tomada de posição da comunidade em relação a seu papel no presente e no futuro”, explica.

Responsável pela turma pelo terceiro ano consecutivo, a professora Elane Ronchini  resume o significado do primeiro encontro dos alunos com o museu: “Já passamos por momentos difíceis na comunidade, como quando tínhamos de ficar presos na escola para não sermos atingidos em trocas de tiros. Estar com eles aqui no MNBA é uma forma de comemorar uma nova e feliz realidade”.

Ação Cultural Petrobras/MinC destinará recursos ao Museu Nacional de Belas Artes/Ibram

Recursos serão usados na continuidade das obras de qualificação do museu. Foto: Jaime Acyoli

O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram) será um dos beneficiados da edição 2011 da Ação Cultural Petrobras/Ministério da Cultura. O museu sediado no Rio de Janeiro receberá R$ 2 milhões para promover o restauro dos elementos arquitetônicos e artísticos, readequação de infraestrutura e recuperação da estrutura museológica. O MNBA é um dos museus integrantes do Instituto Brasileiros de Museus (Ibram/MinC).

A edição 2011 da Ação Cultural foi anunciada nesta terça-feira (5/7) pela Petrobras e pelo Ministério da Cultura. No total, serão R$ 14,5 milhões destinados ao apoio de 10 projetos (entre eles, seis editais). A edição marca a continuidade da parceria entre as duas instituições, iniciada em 2003 para apoio a ações na área da cultura.

Veja aqui os editais e projetos contemplados neste ano. O regulamento está disponível no site do Ministério da Cultura (www.cultura.gov.br).

MNBA/Ibram sedia a exposição “Rio: a arte da animação”

Quem viu o filme Rio (e mesmo quem não viu) agora tem a chance de ver também a exposição.  Por trás dos bastidores do sucesso mundial do desenho animado que tão bem representou a Cidade Maravilhosa, existe um primoroso processo de criação.  E é esta experiência diferenciada que aguarda os visitantes da mostra Rio: a arte da animação, que estará aberta ao público de 8 de julho a 4 de setembro no Museu Nacional de Belas Artes/Ibram. A abertura da mostra, no dia 7, terá a presença do diretor do filme, o carioca Carlos Saldanha.  

Mostra exibe esboços dos personagens e cenários da animação "Rio"

O acervo inclui desde as primeiras páginas do roteiro até o resultado final do filme como chegou às telas. Estarão expostos storyboards, esboços dos personagens e cenários, além de todo processo de montagem computadorizada, mostrando que programas de computação gráfica de última geração se unem a técnicas artesanais (guache, pastel, carvão e modelagem em argila) ainda indispensáveis para compor a qualidade estética observada nas telas.

Mais informações:  www.mnba.gov.br

Assessoria de imprensa do MNBA: Nelson Moreira Jr., (21) 2532-7503

Leitores da saga literária “Percy Jackson” visitam MNBA

Um público diversificado esteve presente no último sábado, 18 de junho, no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio, para acompanhar as comemorações programadas para o lançamento do livro O Herói Perdido, do escritor norte-americano Rick Riordan. O autor é o criador da série Percy Jackson, um conjunto de cinco livros que contam histórias de aventura de um menino semi-deus.

A parceria inédita entre o Museu Nacional de Belas Artes e a Editora Intrínseca trouxe mais de 120 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos, para acompanhar a visita guiada pelo professor de história Vitor Correia à galeria de moldagens do museu, onde puderam apreciar (a maioria, pela primeira vez) as estátuas e representações de figuras mitológicas que pertencem ao acervo do MNBA.

O evento permitiu aos leitores cariocas conhecer não só as obras, cultura, arte e mitologia greco-romana – tema principal dos livros de Rick Riordan e que fazem parte nova saga Os Heróis do Olimpo, lançada em conjunto a publicação –, mas também possibilitou aos visitantes relacionar as informações recebidas e as obras vistas no museu com a história do livro.

Para Leonardo Freitas, estudante de 17 anos, a exposição foi de grande importância para ajudar a compreender o universo vivido pelo personagem. Muitos pais que marcaram presença no evento elogiaram a iniciativa. “A oportunidade foi única e diferente. Acredito que esse tipo de atividade cultural poderia acontecer mais. Parabenizo o MNBA”, disse João Rodrigues, pai de um menino de 13 anos.

Fonte: Assessoria de Imprensa do MNBA

Mitologia grega em destaque no MNBA

A inspiradora mitologia grega é um tema recorrente na obra do americano Rick Riordan e para comemorar o lançamento da nova série do escritor,  uma parceria entre a Editora Intrínseca e o Museu Nacional de Belas Artes, no próximo dia 18 de junho,  sábado,  vai levar dezenas de  leitores  para uma  visita guiada na Galeria de Moldagens I. 

A  partir das 14h,  os  leitores que estiverem presentes ao lançamento do livro O Herói Perdido na Livraria Saraiva, filial da Rua do Ouvidor(no centro do Rio de Janeiro), serão conduzidos por um professor de história da arte até o MNBA.  Chegando ao Museu, eles farão uma visita guiada na imponente Galeria de Moldagens I que abriga reproduções de esculturas de figuras e divindades greco-romanas, cujos originais estão em vários museus europeus.

Um dos espaços mais conhecidos e visitados do MNBA, a Galeria de Moldagens  exibe esculturas que foram produzidas entre 1812 e 1928, em oficinas ligadas aos museus franceses. Utilizadas no ensino da arte ao longo de décadas, estas cópias foram incorporadas por sucessivos diretores da Academia Imperial de Belas Artes e o próprio D. Pedro II doou várias moldagens,  formando um acervo que, em grande parte,  foi transferido posteriormente para o Museu Nacional de Belas Artes.  As obras  em exposição no MNBA  formam a maior e melhor coleção de moldagens deste período  no Brasil. 

Visite o site:  www.mnba.gov.br

Exposição de fotos no MNBA retrata sociedade brasileira de 1840 a 1920

Num capítulo importante do FotoRio, a exposição Um retrato da sociedade brasileira: Coleção Francisco Rodrigues de Fotografias 1840-1920 pode ser vista a partir de 16 de junho no Museu Nacional de Belas Artes/Ibram, no Rio de Janeiro. A mostra engloba 190 imagens e dez albuns de família que registram um segmento importante da história da sociedade nordestina.

Dentre as curiosidades expostas destacam-se fotos de ilustres personagens (como Carlos Gomes, Joaquim Nabuco e Castro Alves) e de crianças mortas, conhecidas como “anjinhos”, retratadas como se vivas estivessem.

As obras integrantes da exibição pertencem à Fundação Joaquim Nabuco, órgão do Ministério da Educação sediado no Recife. A coleção é fruto do esforço do cirurgião-dentista Francisco Rodrigues (1904-1977) que deu sequência ao trabalho do próprio pai, Augusto Rodrigues, que se dedicara a formar uma galeria de notáveis figuras do século 19. No seu ímpeto, Francisco Rodrigues conseguiu superar o seu antecessor, pois ampliou imensamente o que foi iniciado pelo pai, revelando-se um colecionador dotado de aguda visão sociológica e conferindo à Coleção o perfil histórico e social como ela hoje é conhecida: um símbolo da diversidade social brasileira.

O acervo é originário do antigo Museu do Açúcar, vinculada ao extinto Instituto do Álcool e do Açúcar, e incorporado em 1974 ao acervo da Fundação Joaquim Nabuco. A coleção completa reúne a impressionante soma de 17 mil fotografias, todas elas hoje preservadas no Centro de Estudos e de Documentação da História Brasileira da Diretoria de Documentação da Fundação Joaquim Nabuco.

A exposição Um retrato da sociedade brasileira: Coleção Francisco Rodrigues de Fotografias 1840-1920 tem curadoria das pesquisadoras Ana Maria Mauad, da Universidade Federal Fluminense, e de Rita de Cássia Araújo, da Fundação Joaquim Nabuco, ambas doutoras em História Social; e do fotógrafo e antropólogo Milton Guran, coordenador geral do FotoRio.

Organizada em vários ambientes, a mostra é fruto de um acurado trabalho de pesquisa, museologia e seleção de imagens, procurando justamente realçar a diversidade do seu imenso acervo original. Inicialmente, há um “mosaico de diversas formas de sociabilidade”; em seguida, podem ser vistas imagens de notáveis com seus respectivos indicativos de riqueza e distinção social. Há também ambientes dedicados à fotopintura, às fotografias de família e aos versos dos retratos, além de espaço para relíquias como daguerreótipos, ambrótipos e ferrótipos.

Exposição Um retrato da sociedade brasileira: Coleção Francisco Rodrigues de Fotografias 1840-1920
Abertura: 16 de junho de 2011, às 16h
Visitação: até 17 de julho de 2011, de terça a sexta das 10h às 18h; sábados e domingos: das 12h às 17h
Preço: R$ 5 (meia-entrada: R$ 2)
Visite o site: www.mnba.gov.br

Fonte: Assessoria de Imprensa do MNBA - Nelson Moreira Jr, telefone (21) 2532-7503

MNBA oferece visita guiada especial na sexta-feira, 27 de maio

O Museu Nacional de Belas Artes terá programação diferenciada nesta sexta-feira, 27/5. O museu estenderá seu horário de funcionamento para realização de visita guiada especial (das 18h às 19h30min) à Galeria de Arte Brasileira do Século XIX. Será cobrado preço único de R$ 2.

A maior galeria do MNBA tem atrações como telas de Almeida Junior (autor de Descanso do modelo, no detalhe), Belmiro de Almeida, Taunay, Debret e Eliseu Visconti, entre muitos outros. Informações: www.mnba.gov.br

Alunos do Morro do Borel visitam o MNBA

Apesar da chuva que caia na cidade do Rio de Janeiro, foi com muita alegria que o Museu Nacional de Belas Artes iniciou suas atividades na 9ª Semana de Museus. A diretora Mônica Xexéo e os educadores do MNBA receberam na manhã de terça feira (19) um grupo de alunos e professores do Morro do Borel, pacificado pelas UPPs (unidades de polícia pacificadora) recentemente.

Na visita, os estudantes inauguraram a sala educativa e de acolhimento do MNBA e participaram de um projeto pedagógico onde puderam brincar, contar histórias e compartilhar a expectativa de entrar em um museu pela primeira vez. Após, na Galeria de Arte Brasileira do Século XIX, ficaram impressionados com o tamanho e beleza de pinturas como: “Batalha do Avaí”, “Batalha dos Guararapes” e dos retratos de Dom Pedro I e Dom Pedro II.

Também foram ao MNBA, para visita guiada, cerca de 30 alunos do SESI de Macaé e pessoas de diferentes idades, que participaram do projeto “Um pintor de lembranças”, elaborado pela técnica do MNBA e pedagoga, Simone Bibian. Com fôlego total, a semana segue com diversas atividades pela frente.

Visite a página do museu:  www.mnba.gov.br

Página 8 de 8« Primeira...45678