Página 1 de 212

Obras de Portinari no MNBA integram exposição inédita em Roma

Café, 1935

Obra de Candido Portinari (Café, 1935) está em Roma para a exposição “A mão infinita”

Um recorte da coleção do artista Candido Portinari no acervo do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram) vai integrar a exposição que a Embaixada do Brasil em Roma inaugura no dia 7 de fevereiro.

A mostra é uma parceria entre o Ministério da Cultura (MinC) e o Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Com curadoria do MNBA, A Mão Infinita é a primeira mostra de Portinari realizada na capital italiana.

Serão expostos desenhos, pinturas, matrizes e fotografias, num total de 26 obras. O destaque é a tela Café, pintada em 1935.

Nascido em Brodowski, interior de São Paulo, Portinari (1903-1962) era filho de imigrantes italianos e estudou posteriormente na Itália. Suas obras retratam a gente da sua terra.

Para a diretora do MNBA, Monica Xexéo, “a mostra reforça os laços culturais entre dois povos irmãos”. A Embaixada do Brasil em Roma está localizada na Piazza Navona, uma das principais zonas turísticas da cidade. A mostra será realizada na galeria Cândido Portinari, no próprio prédio da embaixada.

A exposição faz parte das comemorações dos 80 anos de criação do MNBA e fica em cartaz na Embaixada Brasileira  da Itália, em Roma, até 22 de abril. Leia mais.

Texto: Ascom/Ibram
Imagem: MNBA/divulgação

Criado há 8 anos, Ibram investe no mapeamento e requalificação de museus

Criado pela Lei 11.906, de 20 de janeiro de 2009, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) comemora oito anos nesta sexta-feira (20).

Ibram_logo_baixaA autarquia é vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), sendo responsável pela consolidação da Política Nacional de Museus (PNM) e pela elaboração de políticas públicas para o desenvolvimento do setor museológico.

O Ibram também administra diretamente 30 museus federais  em nove estados: Espírito Santo (ES), Goiás (GO), Maranhão (MA), Minas Gerais (MG), Pernambuco (PE), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC) e São Paulo (SP).

Sempre considerando a diversidade museal brasileira, o Ibram tem buscado estabelecer um diálogo com os cerca de 3,6 mil museus do país, número resultante de mapeamento contínuo realizado pelo instituto, levando à cabo ações de fomento e financiamento, aquisição e preservação de acervos, bem como de integração entre os diversos públicos que compõem o setor.

O que está por vir
Para 2017, três ações são consideradas prioritárias para o Ibram: a requalificação dos museus de sua rede, o novo Registro de Museus e a realização do Fórum Nacional de Museus.

A requalificação dos museus Ibram é uma ação permanente de preservação do patrimônio histórico e cultural. Atualmente, há obras em andamento em oito museus da rede Ibram. Também estão em andamento processos licitatórios para requalificação de mais sete museus.

Logo-RegMuseus-300x86O Registro de Museus, lançado em dezembro de 2016, é uma importante ferramenta da Política Nacional de Museus e foi construído de forma colaborativa, no intuito de espelhar a realidade museológica brasileira da melhor forma possível.

Sua implementação traz benefícios como a maior confiabilidade das informações e maior visibilidade dos museus. Saiba mais.

Já o Fórum Nacional de Museus (FNM) é um evento que congrega a comunidade museológica, reunindo profissionais de museus, professores e estudantes de todo o país, para discutirem políticas públicas e outros temas relevantes para os museus brasileiros. Em sua 7ª edição, este ano o FNM acontecerá na cidade de Porto Alegre (RS).

Texto: Ascom/Ibram

Cultura lança cartilha sobre projetos para emendas parlamentares

Todos os anos, cada deputado e senador brasileiro pode apresentar emendas individuais à proposta orçamentária do Governo Federal. Para incentivar os parlamentares federais a apoiarem emendas para o setor cultural, o Ministério da Cultura (MinC) produziu a edição 2016 da cartilha Projetos para Emendas Parlamentares.

O objetivo é orientar os representantes sobre a formulação de emendas para a área da cultura, indicando projetos desenvolvidos pelo MinC e suas vinculadas que podem ser apoiados.

No capítulo dedicado a iniciativas do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Adote um Museu de sua Região, estão descritas as oportunidades de apoio a projetos de  promoção e fomento, implantação e modernização de museus.

O prazo para apresentação de emendas ao orçamento de 2017 encerra-se em 20 de outubro. Os museus interessados devem procurar os parlamentares de sua cidade ou região para apresentar projetos que poderão ser desenvolvidos pelas instituições com os recursos das emendas.

Para orientações adicionais, pode-se fazer contato com a Coordenação de Fomento e Financiamento do Ibram pelo telefone (61) 3521.4140 ou endereço eletrônico cff@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

CNIC autoriza captação de R$10 milhões para a área de museus

Terminou nesta quinta-feira, 9 de junho, a 245ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura – CNIC, que aconteceu em Brasília. Dez projetos culturais da área de museus foram analisados, sendo um pelo Ibram e outros nove por outras instituições vinculadas ao MinC, totalizando mais de R$10 milhões passíveis de serem investidos em ações culturais. Saiba maissobre esta reunião.

Ao Ibram coube a análise do projeto “Restauro e ambientação de mural de Di Cavalcanti”, do Clube dos 500, em Guaratinguetá, SP. Os outros projetos aprovados são: A Missão Francesa / 200 Anos – Coleção Museus Castro Maya; ABC Confaloni, Modernidade Inaugural e outras obras, Baía de Guanabara: águas e vidas escondidas; Cartas de amor – Veículos de Eros; Design na Aviação Brasileira; Exposição: A Cidade de Manaus – História, Gente e Cultura; Frutos da terra; HPETRUS: exposição de arte sacra neo barroca no Nordeste e Livro Museu da História da Medicina da APM.

Sobre a CNIC

Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público.

A comissão possui caráter consultivo e é responsável por subsidiar o Ministério da Cultura no enquadramento dos projetos culturais às finalidades e objetivos previstos pela Lei Rouanet para a captação de recursos por renúncia fiscal.

Museu do Diamante sedia Festival Internacional de Música Histórica

19.02 diamantinaO Museu do Diamante, vinculado ao Ibram/MinC e situado na cidade histórica de Diamantina (MG), será palco, a partir desta sexta-feira (19), da segunda edição do Festival Internacional de Música Histórica.

Realizado pelo Ministério da Cultura através da Lei Rouanet com o apoio do Instituto Brasileiro de Museus e outras instituições, o festival oferecerá a músicos e público em geral, durante dez dias, uma vasta programação gratuita em torno de um conceito ampliado da chamada “Música Antiga”, entrelaçado à história da musicalidade brasileira.

Este ano, o festival traz como tema “De la Mancha ao Sertão: o Ibérico na tradição musical do Brasil”. A ideia é, a partir da inspiração de Dom Quixote, personagem-símbolo da mitologia ibérica, mergulhar nas influências e contribuições da produção cultural Ibérica na construção da musicalidade armorial do sertão brasileiro.

Concertos, aulas-espetáculo, minicursos, debates e saraus compõem o programa geral do festival, que além do Museu do Diamante se espalhará por outros centros culturais, igrejas e lugares históricos de Diamantina.

Como explica o diretor artístico do evento, Marco Brescia, o festival pretende “transpor as agrestes paisagens manchegas ao infinito Sertão do Brasil, onde as tradições tardo-medievais da velha Ibéria se fazem iniludivelmente presentes”.

As inscrições gratuitas para a programação oferecida podem ser feitas através do site do II Festival Internacional de Música Histórica de Diamantina, que segue até o próximo dia 28.

Principal condecoração da cultura será entregue nesta segunda-feira

Esta segunda-feira, dia 9, é dia de festa para a cultura brasileira, dia de demonstrar respeito e reconhecimento, dia de agradecer e celebrar. É o dia da entrega da Ordem do Mérito Cultural (OMC), a maior condecoração da cultura brasileira que, como se um cortejo fosse, homenageia pessoas, entidades públicas e privadas, nacionais e estrangeiras, que se distinguiram por suas relevantes contribuições prestadas nesta área.

Este ano, em sua 21ª edição, a OMC renderá homenagens a 34 escolhidos, sendo o poeta Augusto de Campos o grande destaque. A cerimônia será realizada às 20h no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), e terá cobertura completa e transmissão ao vivo nos canais digitais do Ministério da Cultura (MinC).
Criada por decreto, em 1995, e outorgada pelo MinC, a OMC já premiou mais de 500 protagonistas do desenvolvimento da cultura brasileira, vivos ou in memorian, tais como: Milton Nascimento, Lygia Fagundes Telles, Luis Gonzaga, Athos Bulcão, Celso Furtado, Lúcio Costa, Ariano Suassuna, Zuzu Angel, Vinicius de Moraes, Nelson Rodrigues e Clarice Lispector, entre outros.
Processo de escolha
A escolha dos agraciados ocorre todos os anos por meio de seleção entre nomes previamente indicados. Qualquer pessoa pode fazer uma indicação, dentro do prazo estabelecido, preenchendo o formulário disponibilizado nos canais digitais do MinC ou pelos Correios.
Este ano o prazo foi até 30 de maio. As sugestões foram avaliadas pelo Conselho da Ordem do Mérito Cultural, presidido pelo ministro Juca Ferreira e integrado pelos ministros da Educação, da Ciência, Tecnologia e Inovação e de Relações Exteriores, além de uma Comissão Técnica nomeada pelo MinC.
Os homenageados pela OMC são divididos em três classes – Grã-Cruz, Comendador e Cavaleiro – e recebem uma insígnia na forma da cruz de São Tiago da Espada, esmaltada de branco e perfilada em ouro.
Texto: Vinicius Mansur / Assessoria de Comunicação – Ministério da Cultura

Transmissão de cargo de ministro da Cultura acontece na segunda (12)

A ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, passa a gestão do Ministério da Cultura (MinC) para Juca Ferreira nesta segunda (12), em cerimônia aberta ao público no Teatro Plínio Marcos (Complexo Cultural da Funarte), a partir das 10h30. O evento tem transmissão ao vivo via internet pela página do MinC.

Wanzeler ocupou o cargo por quase dois meses após a saída de Marta Suplicy, que reassumiu sua cadeira no Senado Federal. Juca Ferreira tomou posse no dia 1º de janeiro, durante cerimônia no Palácio do Planalto, na qual a presidenta reeleita, Dilma Rousseff, empossou outros 38 titulares de ministérios.

Ferreira ocupou, nos últimos dois anos, o cargo de secretário municipal de Cultura de São Paulo. Antes, havia sido ministro da Cultura, de julho de 2008 a dezembro de 2010, no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Presidência do Ibram
O escritor, curador, jornalista, advogado e gestor público Angelo Oswaldo, que presidia o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) desde julho de 2013, deixou o cargo para assumir a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, após convite do novo governador do Estado, Fernando Pimentel.

O então Assessor especial do Ibram Emerson José de Almeida Santos ocupa a presidência do órgão interinamente até a escolha de novo nome para o cargo.

Texto: Ascom/Ibram

6º Fórum Nacional de Museus começa dia 24 em Belém: confira os destaques

Peça gráfica para o Fórum Nacional de Museus 2014

Peça gráfica para o Fórum Nacional de Museus 2014

Entre os dias 24 e 28 de novembro, o Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, na cidade de Belém (PA), recebe centenas de participantes de todo o país para a 6ª edição do Fórum Nacional de Museus (FNM), que tem como tema Museus Criativos.

O FNM é realizado a cada dois anos pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Nesta sexta edição conta com a parceria na realização da Secretaria de Economia Criativa (SEC) do Ministério da Cultura (MinC).

Conferências, painéis, minicursos, grupos de trabalho, apresentação de pesquisas, estudos de caso, reuniões paralelas, além de atividades culturais compõem a grade de atividades do 6º FNM. Confira a programação completa.

A edição 2014 traz ainda três destaques em sua programação: a realização da IV Teia da Memória, encontro nacional de Pontos de Memória e iniciativas de memória e museologia social, o Encontro do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM) e a revisão do Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM).

Nos dois primeiros dias (24 e 25) acontecem seis minicursos, todos tratando de temas relevantes para o setor de museus e ministrados por servidores do Ibram. Conheça quais são e quem ministra.

Conferências
De 24 a 26 estão programadas três conferências no 6º FNM. A primeira, na noite de abertura (24), chama-se Museus Criativos: experiências e práticas inovadoras nos museus, tendo como conferencistas Marcos André Rodrigues de Carvalho, secretário de Economia Criativa do MinC, e Angelo Oswaldo, presidente do Ibram. Convidados internacionais compõem as demais mesas.

A austríaca Ulrike Fallmann é uma das conferencistas

A austríaca Ulrike Fallmann é uma das conferencistas

Entre os dias 25 e 27, seis painéis sobre assuntos que dialogam com o tema Museus Criativos estão programados. Inovação, sustentabilidade e gestão de museus são alguns dos temas propostos: Saiba quais são os painéis.

Experiências regionais
A cada abertura de conferência ou de painel do FNM, haverá também, durante 15 a 30 minutos, a apresentação de casos da região Norte do país, que evidenciem boas práticas e experiências regionais envolvendo temas de interesse do setor. A iniciativa visa valorizar diversidade de ações da região que, pela primeira vez, recebe o Fórum Nacional de Museus.

Reuniões temáticas
Incorporadas à programação, entre os dias 24 e 26, acontecem dez reuniões temáticas voltadas para áreas específicas do setor de museus: Rede de Educadores em Museus, Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus, Sistemas de Museus, Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico do Ibram, museus da Região Norte, Rede de Museus e Acervos de Arqueologia e Etnologia, Conselho Federal de Museologia, Conselho Internacional de Museus (Icom) Brasil, Comitê de Gestão do Ibram e diretores de museus Ibram.

Comunicações Coordenadas
49 trabalhos foram selecionados para apresentação durante o 6º Fórum Nacional de Museus. Resumos de pesquisas, relatos de experiência, em desenvolvimento ou já finalizadas, acadêmicos ou não, foram inscritos nas modalidades Apresentação Oral e Pôsteres. Veja os selecionados.

Encontros
Este ano será a primeira vez que a Teia da Memória integrará oficialmente a programação do Fórum Nacional de Museus. Em sua quarta edição, o encontro, dedicado às discussões relativas ao Programa Pontos de Memória, às iniciativas de memória e à museologia social, tem como objetivo proporcionar o intercâmbio, a reflexão e o debate acerca dos processos comunitários de memória que vêm se desenvolvendo no país. A programação está disponível para consulta.

Um dos manuais do Ibram que serão lançados em Belém

Um dos manuais produzidos pelo Ibram que será lançado em Belém

Já o Encontro do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM), no dia 24 e 25, promoverá a síntese dos encontros regionais ocorridos ao longo de 2014 e a discussão dos encaminhamentos futuros do programa.

Será uma oportunidade de reunir os coordenadores dos Eixos Temáticos do PNEM, os representantes das Redes de Educadores de Museus, articuladores do programa e demais interessados em colaborar com as diretrizes que nortearão o campo de educação em museus no Brasil.

Revisão PNSM
O Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM), conjunto de diretrizes que orientam o setor museal brasileiro, sendo resultado de ampla discussão durante o 4º FNM (2010), será revisado durante o Fórum 2014. Para tanto, foi elaborada uma metodologia de revisão e criados oito Grupos de Trabalho (GTs) que serão responsáveis pela sua aplicação. O resultado será apresentado na Plenária Final no dia 27 de novembro.

Eleição CNPC
Durante o 6º FNM haverá eleição para a formação de lista tríplice para escolha de titular e membro do setor de museus e memória para compor o plenário do Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC).

Programação cultural
A 6ª edição do FNM contará com o lançamento de campanhas, projetos e diversas publicações de interesse para o setor de museus: saiba quais serão as novidades apresentadas pelo Ibram.

Salomão Habib apresenta-se na abertura oficial do 6º FNM

Salomão Habib apresenta-se na abertura oficial do 6º FNM

Na noite de abertura do evento (24), o violonista Salomão Habib faz uma apresentação especial. Nos outros dias, as culturas populares terão destaque com a apresentação da dança indígena Toré, os tambores do Coletivo Casa Preta e o tradicional ritmo do Pará – o carimbó, recentemente reconhecido pelo Ministério da Cultura como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

Também haverá a performance do artista Rafael Bandeira e a apresentação Lítero-Musical Memórias do Pompéu do grupo Abrapalavra.

No último dia do evento (28), após a Plenária Final do FNM, os participantes  visitam museus e instituições de memória de Belém. Há ainda uma mostra de artesanato local, com curadoria de Emanuel Franco, exposições e exibições de vídeos, e a presença de estandes institucionais e comerciais.

Detalhes da programação do Fórum Nacional de Museus 2014 está disponível no blogue fnm.museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Imagens: Divulgação

Personalidades e projetos são agraciados com prêmios do MinC

Esta semana foi marcada por duas cerimônias de entrega de prêmios para projetos de valorização do patrimônio cultural e personalidades de destaque da cultura brasileira.

O Palácio do Planalto abriu as portas na quarta-feira (5), Dia Nacional da Cultura, para uma mais uma vez homenagear brasileiros e estrangeiros por suas contribuições à cultura nacional.

Em sessão solene, a presidenta Dilma Rousseff e a ministra da Cultura, Marta Suplicy, entregaram a Ordem do Mérito Cultural (OMC) a quatro instituições e a 26 personalidades, nas classes Grã-Cruz, Comendador e Cavaleiro. Esta foi a 20ª edição do prêmio, que neste ano teve como homenageadas especiais a arquiteta Lina Bo Bardi e a artista plástica Djanira da Motta e Silva. Ambas completariam um século de vida em 2014.

Entrega da OMC 2014 contou com a presença da presidente da República

Entrega da OMC 2014 contou com a presença da presidente da República

Para a presidenta Dilma Rousseff, a Ordem do Mérito Cultural permite valorizar e reconhecer a diversidade cultural existente no Brasil. “Os homenageados expressam essa diversidade que muito nos orgulha, esta mistura de sotaques, de propostas, de saberes e de manifestações culturais que compõem o mosaico que somos”, afirmou.

Desde sua criação, em 1991, a Ordem do Mérito Cultural já foi entregue, sempre no Dia Nacional da Cultura, a mais de 500 personalidades nacionais e estrangeiras e a 60 instituições. Conheça os ganhadores da OMC 2014 na página do Ministério da Cultura.

Iphan
Já na terça-feira (4), o Clube do Choro, em Brasília, foi palco da entrega do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – autarquia federal vinculada ao MinC.

Durante a cerimônia, os representantes dos seis projetos vencedores receberam uma placa comemorativa, simbolizando o reconhecimento pelos trabalhos de preservação, valorização e salvaguarda do Patrimônio Cultural Brasileiro, e o valor de R$ 25 mil.

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, participou da cerimônia, destacando que a preservação de nossa cultura é crucial para o Brasil. É um desafio muito grande, que deve ser enfrentado com muito empenho e criatividade. A cultura está ligada a nossa identidade como pais”.

A presidenta do Iphan, Jurema Machado, explicou que além de reconhecer iniciativas que são valiosas em todo o país, o prêmio faz uma coletânea do pensamento e da produção sobre o patrimônio. “São projetos que resultam de uma crença na humanidade verdadeiramente inacreditável aos dias de hoje”, destaca.

Conheça os projetos selecionados, oriundos dos estados do Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba e Rio de Janeiro.

Textos: Divulgação MinC e Iphan
Edição: Ascom/Ibram
Foto: Janine Moraes/MinC

Formação: Programa Conexão Cultural Brasil contempla museus e memória

Publicados ontem (31), no Diário Oficial da União (DOU), dois editais públicos do programa Conexão Cultura Brasil do Ministério da Cultura (MinC), voltados para internacionalização cultural do país. A meta é ampliar a presença de artistas e empreendedores brasileiros no mundo em atividades de formação (cursos e estágios), em instituições culturais e eventos de cultura e negócios.

ScienceMuseum_Londres

Science Museum, em Londres, está na lista de instituições que integram o programa

Um dos editais, o Conexão Cultura Brasil Intercâmbios, abre a oportunidade para cerca 400 pessoas fazerem cursos no Brasil e no exterior no período entre novembro de 2014 e março de 2015.

Dentre as diversas áreas contempladas com o novo programa estão artes visuais, restauração, cultural popular e patrimônio, museus e memória.

Como funciona
Para participar, o interessado deve entrar em contato com a instituição de ensino e ser pré-aprovado por ela. As instituições que já manifestaram interesse em receber os brasileiros são o Instituto Europeu de Design, a Federculture da Itália, a Universidade de Bolonha, o British Council, a Royal Shakespeare Company, o Barbican Centre, o SouthBank Centre, o The Globe Theatre, a BBC Scottish Symphony, o Science Museum e o Festival de Edimburgo.

O próximo passo é encaminhar ao MinC o documento da instituição estrangeira (carta-convite). Uma comissão com integrantes do ministério e de entidades vinculadas irá selecionar os ganhadores do incentivo. As inscrições para os dois editais serão feitas via sistema Salic Web.

O ministério irá financiar as passagens, as diárias dos brasileiros e os deslocamentos. A contrapartida dos selecionados é, ao voltar para o Brasil, multiplicar o conhecimento adquirido, ou seja, apresentar o que foi desenvolvido no exterior.

As dúvidas dos interessados poderão ser esclarecidas pelo email culturabrasilintercambios@cultura.gov.br e culturabrasilnegocios@cultura.gov.br. Continue lendo e conheça o edital Conexão Cultural Negócios.

Texto: Divulgação MinC
Edição: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação/Science Museum

Página 1 de 212