Página 20 de 30« Primeira...10...1819202122...30...Última »

Ibram faz balanço de ações em 2011 e apresenta perspectivas para 2012

Em 2011, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), responsável pela Política Nacional de Museus e pela melhoria dos serviços do setor museal, promoveu diversas ações de divulgação, fomento e incentivo à universalização do acesso à memória do Brasil.

O Programa de Fomento aos Museus Ibram 2011 lançou dez editais, sendo seis inéditos, destinando 16 milhões de reais de prêmios e projetos relacionados a museus. Além do fomento à implantação e modernização de museus e a projetos educacionais e de memória social, houve incentivo a artistas contemporâneos e premiações para roteiristas, jornalistas e carnavalescos que divulgassem a temática museal em diversas mídias. No total serão mais de 200 iniciativas contempladas.

A inauguração do Centro Nacional de Estudos e Documentação da Museologia (Cenedom) e o lançamento das publicações Museus em Números e Guia dos Museus Brasileiros demonstram a preocupação do Instituto em fazer um diagnóstico do setor para balizar a formulação e a avaliação de políticas públicas e pesquisas sobre os museus brasileiros.

O Guia dos Museus Brasileiros traz dados como ano de criação, endereço, horário de funcionamento, tipologia de acervo, entre outras informações de mais de 3 mil museus mapeados pelo Ibram.

Já nos dois volumes da publicação Museus em Números é feito um panorama estatístico nacional e internacional do setor de museus com textos analíticos e dados sobre as instituições cadastradas pelo Ibram.

Entre as ações de difusão e promoção dos museus, destacam-se as atividades realizadas durante a 9ª Semana Nacional de Museus e a 5ª Primavera dos Museus. A 9ª Semana teve o tema “Museu e Memória”, foi realizada em maio e incluiu a participação de 994 instituições em 3.050 atividades inscritas. Com o tema “Mulheres, Museus e Memórias” significativa ampliação com relação a 2010, a 5ª Primavera dos Museus aconteceu em setembro e reuniu 592 instituições, tendo 1.779 atividades inscritas.

Acervos, museus e investimentos

Além de realizar mais de 70 exposições temporárias e itinerantes nos 30 museus federais que fazem parte de sua estrutura, o Ibram estimulou a circulação e o intercâmbio de acervos e coleções inclusive internacionalmente.

Quase 200 obras foram enviadas ao Festival Europalia (foto), que teve o Brasil como tema deste ano. Além disso, o Ibram também colaborou acompanhando a fase de pré-produção e produção do evento.

A participação dos museus e departamentos vinculados ao Instituto também foi essencial para a realização da exposição Mulheres, Artistas e Brasileiras, exibida entre março e maio no Palácio do Planalto.

Na sede do Instituto e também nos museus que integram sua estrutura foram realizados seminários, mesas redondas e palestras. Merece menção também a reabertura da Galeria de Arte Brasileira do Século XIX, no Museu Nacional de Belas Artes e do Palácio Rio Negro, que estavam fechados para reformas.

Outro destaque do ano foi a ampliação do projeto de museologia social, com o aumento do número de oficinas de qualificação e a realização de exposições marcando o lançamento de diversos Pontos de Memória.

Além disso, o presidente do Ibram foi reeleito para a presidência do Ibermuseus. Dessa maneira, o Brasil permaneceu à frente do grupo de 22 países que participam desse programa de cooperação inetrgovernamental para a criação e o fortalecimento de políticas públicas de museus na Ibero-América.

Para 2012, a expectativa é que as realizações serão ainda mais significativas. Somado ao orçamento de R$ 129.508.063 previsto para o Ibram, há expectativa de aprovação das emendas propostas pelos parlamentares e que devem ser votadas nos próximos dias. Se aprovadas, as emendas ampliarão em 42% o orçamento do Instituto.

Entre as atividades previstas para o ano vindouro estão a realização do Fórum Nacional de Museus (de 16 a 20 de julho), da 10ª Semana Nacional de Museus (de 14 a 20 de maio) e da 6ª Primavera dos Museus (em setembro).

O Brasil também sediará uma reunião com especialistas em patrimônio museológico e coleções para discutir um marco regulatório internacional para o setor, sob a coordenação do Ibram, conforme proposta aprovada pela Unesco. Além disso, terão início as reuniões do projeto Conexões Ibram, que objetiva a disseminação e o desenvolvimento de temas estruturantes para a área museal em estados e municípios.

Em 2012, uma nova edição do Programa de Fomento Ibram dará continuidade à política de fomento e incentivo a projetos que versem sobre a área museal. Também serão prioridade a continuidade do Programa de Qualificação em Museologia e a ampliação, em pelo menos 20%, do número de exposições nos 30 museus integrantes da estrutura do Ibram.

O Instituto pretende, ainda, aprovar o Projeto do Legado Cultural para o Setor Museal, que prevê a destinação de R$ 200 milhões por ano, até 2014, para a modernização, qualificação e garantia de atratividade dos museus brasileiros para os megaeventos esportivos que serão realizados no Brasil.

Texto: Ascom/Ibram

Museu Histórico Nacional (RJ) exibe Água e Tristeza do Infinito

Com curadoria artística de Marcello Dantas e curadoria científica de Gustavo Accacio e Mário Domingos, O Museu Histórico Nacional/Ibram recebe a exposição Água, que trata da relação entre a água e o planeta, aliando ciência, arte e tecnologia. A exposição estará aberta ao público de 23 de novembro a 22 de março de 2012.

Serão apresentadas instalações interativas, obras de arte, peças de acervo museológico, aquários virtuais e instalações audiovisuais, que ocuparão os 1mil m² de galerias ao redor do Pátio dos Canhões.

A exposição ficou em cartaz seis meses em São Paulo e atraiu 240 mil visitantes. Entre as principais atrações, está a simulação de uma enchente de grandes proporções numa casa, podendo mo público nela entrar em pleno temporal.

Idealizada e realizada pelo Instituto Sangari, Água tem patrocínio da IBM e o co-patrocínio da AMIL e do Movimento Cyan da AMBEV. A exposição tem ingresso em separado, com direito a visitar as exposições do Museu. Quem não quiser visitar a exposição, continua adquirindo o ingresso normal do MHN. Saiba mais.

Óleo sobre tela
Segue em cartaz a exposição Tristeza do Infinito, realizada com o apoio da Associação de Amigos do Museu Histórico Nacional, reunindo trinta telas à óleo do artista plástico e restaurador Luiz Fernando de Carvalho Abreu.

Sob a inspiração da leitura de textos poéticos de Cruz e Souza, o artista transformou a leitura em ação, criando desenhos, composições, transparências e figuras que “falam, sentem e transmitem ao expectador a tristeza do infinito”. A exposição estará em cartaz até 26 de fevereiro de 2012.

Luiz Fernando de Carvalho Abreu é carioca, formado pela Escola de Belas Artes/UFRJ com especialidade em restauração. Com exposições individuais e coletivas, realizadas no Rio de Janeiro e em Barcelona, Luiz Fernando é responsável pela Oficina de Pintura do Laboratório de Restauração do Museu Histórico Nacional desde 1985.

Textos e fotos: Divulgação Museu Histórico Nacional

Prêmios Ibram Darcy Ribeiro e Arte Contemporânea têm resultado final

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) publicou no Diário Oficial da União de  16 de dezembro, o resultado final dos editais Darcy Ribeiro e Prêmio Ibram de Arte Contemporânea – parte do Programa de Fomento aos Museus Ibram 2011.

Está em sua 4ª edição, o Prêmio Darcy Ribeiro é voltado para práticas de educação não formal que objetivam a convergência entre cultura, arte e educação de modo a contribuir na ampliação do acesso às manifestações culturais e ao patrimônio cultural brasileiro. 

Em 2011, foram reconhecidas quatro iniciativas: Dengo – Ação Educativa do Museu da Língua Portuguesa (SP), Projeto Casas Comerciais em Panambi no Século XX (RS) e Programa Arte Animal (SC). Foi concedida menção honrosa ao Projeto de Educação Patrimonial Fala (SP). Os prêmios são de R$ 15 mil, R$ 10 mil e R$ 8 mil para o primeiro, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

Já o Prêmio Ibram de Arte Contemporânea premiou dez artistas brasileiros que apresentaram projetos para produção de obra inédita. O objetivo é ampliar, estimular, viabilizar práticas artísticas contemporâneas e fomentar o processo artístico nacional. Divido em duas categorias, os prêmios são de R$ 100 mil e R$ 60 mil. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

Pontos de Memória inauguram exposições no Paraná e Rio Grande do Sul

Os Pontos de Memória Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre (RS), e Museu de Periferia (MUPE), no Sítio Cercado, em Curitiba (PR), inauguram, esta semana, exposições sobre a história dos dois bairros.

O evento de lançamento da exposição Lomba do Pinheiro: patrimônio inventariado e itinerários culturais será na quinta-feira, 15 dezembro, às 19h.

A mostra apresenta, por meio de fotografias, jornais, cartas e depoimentos de moradores, o resultado do processo de inventário realizado nos últimos dois anos por lideranças comunitárias. Na ocasião também será apresentado um mapa com a identificação de vilas, comunidades indígenas, sítios arqueológicos, pedreiras, vinícola, dentre outros patrimônios locais.

Na sexta-feira, 16 de dezembro, a partir das 15h, o MUPE inicia a mostra Memórias e Sonhos do Sítio Cercado. A partir de fotos, documentos e objetos reunidos por moradores, a exposição fará uma cronologia da formação do bairro desde o período rural até os movimentos de luta por moradia e melhoria das condições de vida.

Os Pontos de Memória são apoiados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) por meio do Programa Pontos de Memória, que conta com a parceria do Programa Mais Cultura e Cultura Viva, do Ministério da Cultura; do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci/MJ) e da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI).

Novos pontos 
Como parte do Programa de Fomento aos Museus Ibram 2011, foi publicado no dia 14 de dezembro, o resultado do Prêmio Pontos de Memória, que apoiará 45 iniciativas de memória social no Brasil e três no exterior. Saiba mais.

Texto: Ascom/MinC
Foto: Ponto de Memória Sítio Cercado/Divulgação

Concurso 2010: Ibram convoca candidatos aprovados para inspeção médica

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC)  convoca os candidatos aprovados no Concurso Ibram 2010 para inspeção médica oficial, tendo em vista a publicação da Portaria MPOG nº 491, de 10 de novembro de 2011, publicada no D.O.U. nº 217, pág. 119, Seção 1, em 11 de novembro. Veja a lista dos convocados

Os candidatos ao comparecer à inspeção médica deverão estar munidos de documento de identificação pessoal e dos resultados dos exames relacionados na Portaria IBRAM nº 13, de 30.07.2010.

Solicita-se ainda que os candidatos agendem a data da perícia através do endereço eletrônico eli.silva@museus.gov.br até a data de 30 de dezembro de 2011. Somente serão atendidos os candidatos que realizarem o agendamento. Saiba mais.

MNBA inaugura duas novas exposições no Rio de Janeiro

A admiração pelo universo estético europeu do século XVII e a releitura de um dos mais relevantes períodos artísticos motivou a produção coletiva de três artistas de Niterói (RJ) para a exposição Guilda de São Francisco, que o Museu Nacional de Belas Artes/Ibram exibe de 30 de novembro de 2011 a 5 de fevereiro de 2012.

Célio Belém, Claudio Valerio Teixeira e Milton Eulálio enveredam na arte do século XVII, tendo por base, entre outras, a obra do pintor flamengo Peter Paul Rubens (1577-1640). Os três artistas buscaram uma aproximação daquele período artístico, lançando mão de técnicas centenárias como o uso do método indireto, a imprimatura, a construção em grissaille e a velatura de acabamento.

O titulo da exposição remete as corporações profissionais da Idade Média, denominadas guildas, que agregavam profissionais de determinados ofícios na defesa de seus interesses.

No mesmo período, acontece a exposição individual do artista Claudio Valerio. Serão exibidos 27 desenhos, de pequenas e grandes dimensões, resultado da retomada da produção de trabalhos concebidos originalmente para uma mostra realizada em 1978 – e que, agora, acrescidos de outros desenhos, constituem sua nova exposição.

Em plena ditadura militar, em 1978, os trabalhos expostos na Funarte Rio exibiam, em tons realistas alguns problemas que afligiam o país. Observador dos percursos da arte e do momento, Claudio Valério traçou representações do clima que se respirava sob os olhares de personagens imortalizados na obra do mestre espanhol Velásquez. Saiba mais.

Texto e imagem: Divulgação Museu Nacional de Belas Artes

Prêmios Roteiros Audiovisuais e Pontos de Memória têm resultado divulgado

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) publicou no Diário Oficial da União de 14 de dezembro, os resultados finais de dois concursos do Programa de Fomento aos Museus Ibram 2011.

O Prêmio Ibram de Roteiros Audiovisuais, em sua primeira edição, contemplou 13 roteiros inéditos para produção audiovisual com, no mínimo, 60% de ambientação em museus, nas categorias Longa Metragem, Curta Metragem e Documentário, e sete projetos nas categorias Produção de Mídias Digitais e Roteiro de Cine-TV com argumentação museológica. Foram contemplados projetos de todas as regiões do país. Os prêmios variam de R$ 5 mil a R$ 100 mil.

O Prêmio Pontos de Memória irá para 45 iniciativas nas categorias Pontos de Memória no Brasil, distribuídas  entre 12 estados e DF, e  Pontos de Memória no Exterior,  com projetos da Espanha, Uruguai e Bélgica. Os premiados receberão, respectivamente, R$ 30 mil e R$ 50 mil. O prêmio busca reconhecer iniciativas de práticas museais e de processos dedicados à memória social que se identifiquem com a perspectiva da museologia social, da diversidade sociocultural e da sustentabilidade.

Os proponentes interessados têm cinco dias úteis para entrar com recursos. Todas as informações necessárias para o procedimento estão disponíveis nos respectivos editais. Saiba mais sobre o Programa de Fomento aos Museus Ibram 2011.

Texto: Ascom/Ibram

Museu Imperial tem atividades e horários especiais no fim do ano

À época de d. Pedro II, o período das festas de final de ano era um dos mais movimentados em Petrópolis. O imperador gostava de chegar à cidade ainda em novembro e passar o Natal e o verão com a família em seu Palácio Imperial. Da mesma forma, outros nobres se refugiavam na Serra nessa época do ano.

Em homenagem a essa tradição, o Museu Imperial/Ibram oferece ao público uma edição especial de Natal do espetáculo Som e Luz. A apresentação acontece no dia 18 de dezembro, às 20h, e contará com ingressos ao preço promocional de cinco reais. 

Além do espetáculo especial, quem estiver na cidade poderá também desfrutar do Som e Luz regular, que acontece às quintas, sextas e sábados, às 20h, com ingressos a 20 reais, e de Um Sarau Imperial, nas sextas, às 18h30, com entrada a 10 reais. Contudo, devido aos feriados, não haverá apresentações do Som e Luz nos dias 24 de dezembro (véspera de Natal) e 31 de dezembro (Réveillon).

No período, também haverá horários especiais de visitação. Nos dias 24 e 31 de dezembro, o palácio estará aberto das 11h às 14h. Já em 25 de dezembro e 1º de janeiro, não haverá visitação. Mais informações aqui.

Fonte: Divulgação Museu Imperial

Após consulta pública, MinC apresenta 53 metas do Plano Nacional de Cultura

Na terça-feira, 13, a Ministra da Cultura, Ana de Hollanda, apresenta as 53 metas do Plano Nacional de Cultura (PNC), cuja implementação se dará ao longo dos próximos dez anos.

Por 50 dias, o MinC recebeu contribuições da sociedade e de gestores públicos para elaborar os objetivos. A consulta foi feita ao público via plataforma digital e seminários promovidos pelo Ministério. A participação da população pela página pnc.culturadigital.br foi intensa, como atestam os números: 8.979 visitas de 6.273 pessoas, que geraram 488 comentários sobre as propostas e redundaram em outras 32 sugestões.

As metas expressam o compromisso com os principais temas das políticas públicas de cultura, como reconhecimento e promoção da diversidade cultural, criação, fruição, difusão, circulação e consumo, educação e produção de conhecimento, ampliação e qualificação de espaços culturais, fortalecimento institucional e articulação federativa, participação social, desenvolvimento sustentável da cultura, e mecanismos de fomento e financiamento.

Com essas 53 metas, aprovadas na reunião do CNPC de 29 de novembro de 2011, pretende-se aumentar, entre outras coisas, a quantidade de espaços culturais, privilegiando municípios menores ou territórios de cidadania, superar em mais que o dobro o número de livros lidos fora da escola e implementar projetos de apoio à sustentabilidade econômica da produção cultural local.

Serviço
Apresentação e assinatura de portarias das 53 metas do Plano Nacional de Cultura
Terça-feira, 13 de dezembro, às 10h. Sala Cássia Eller, no Complexo Cultural Funarte (Próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães)

Fonte: Ascom/MinC

Página 20 de 30« Primeira...10...1819202122...30...Última »