Página 3 de 3123

Parceria: TAM oferece até 20% de desconto aos participantes do 5º FNM

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) e a Associação Brasileira de Museologia (ABM) firmaram parceria com a empresa aérea TAM como companhia oficial do 5º Fórum Nacional de Museus (FNM).

Os participantes do evento, que acontece de 19 a 23 de novembro, em Petrópolis, no Rio de Janeiro, podem adquirir suas passagens com descontos de até 20%. A compra de passagens com desconto pode ser feita pela página web da TAM, utilizando o Código Promocional específico para o 5º FNM. O código está disponível na página oficial do evento.

As inscrições para o 5º Fórum Nacional de Museus podem ser feitas até o dia 9 de novembro. Conheça a programação.

Texto: Ascom/Ibram

 

5º Fórum Nacional de Museus abre inscrições para edição em Petrópolis (RJ)

Estão abertas a partir desta quinta-feira (11), as inscrições para o 5º Fórum Nacional de Museus (FNM), que será realizado entre os dias 19 e 23 de novembro, no Sesc Quitandinha, em Petrópolis (RJ). Interessados em participar podem se inscrever na página do FNM.

A programação será composta por mini-cursos, painéis, conferências, comunicações coordenadas e encontro de pontos de memória, além de eventos paralelos. O evento será encerrado com plenária final dos grupos de trabalho. Confira a programação completa.

Com periodicidade bienal, o Fórum Nacional de Museus é o principal evento do setor museal brasileiro e uma oportunidade para promover o intercâmbio de experiências entre profissionais, acadêmicos e estudantes de Museologia e áreas afins.

O tema deste ano será 40 anos da Mesa-Redonda de Santiago do Chile: entre o idealismo e a contemporaneidade. A ideia é discutir e consolidar as ações da Política Nacional de Museus como propulsoras da inclusão social, da cidadania cultural e da valorização do patrimônio cultural brasileiro.

O 5º Fórum Nacional de Museus é uma realização conjunta do Ibram e da Associação Brasileira de Museologia (ABM), e conta com o apoio do Sesc Rio. As inscrições para envio de trabalhos já foram encerradas.

Conselho Nacional de Políticas Culturais
Durante o 5º Fórum Nacional de Museus, irá acontecer também a eleição para escolha do representante da sociedade civil da área de museus que vai compor o plenário do Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC).

O CNPC é o órgão colegiado, integrante da estrutura do Ministério da Cultura (MinC) que tem por finalidade propor a formulação de políticas públicas, com o propósito de promover a articulação e o debate do governo e da sociedade civil organizada para o desenvolvimento e fomento das atividades culturais no território nacional. Saiba mais sobre o CNPC.

Texto: Ascom/Ibram

Resultado da Chamada de Trabalhos para o 5º Fórum Nacional de Museus

O Instituto Brasileiro de Museus, Ibram, torna público o resultado da seleção dos trabalhos para as Comunicações Coordenadas do 5º Fórum Nacional de Museus, que acontecerá nos dias 19 a 23 de novembro, em Petrópolis, estado do Rio de Janeiro.

Ao todo, foram submetidos 111 trabalhos, sendo 73 inscrições para Apresentações Orais e 38 inscrições para Pôsteres.

Foram previstas no edital 24 vagas para a modalidade Apresentação Oral e 40 vagas para Pôster. A Comissão de Seleção deliberou que trabalhos inscritos na modalidade Apresentação Oral, quando selecionados, mas não classificados entre as vagas, fossem indicados para Pôsteres (Tabela 3), cabendo aos autores, depois de informados, aceitar ou não a indicação.

Em breve os autores selecionados serão informados por e-mail sobre a data das apresentações e demais orientações e procedimentos para o envio dos trabalhos.

Veja aqui os trabalhos classificados.

Para ver a íntegra da Chamada Pública com as últimas retificações, clique aqui.
Últimas atualizações em 18/09/2012

 

 

Direito à memória: Moradores da Brasilândia vão criar museu comunitário

Seminário pró-museu acontece neste sábado, 12 de junho, na Associação Cantareira

Brasilândia, distrito situado na zona noroeste da cidade São Paulo, com cerca de 220 mil habitantes, próximo a serra da Cantareira, é uma das 12 localidades do país que vem sendo apoiada pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram/Ministério da Cultura, por meio do Programa Pontos de Mémoria, para a criação de um museu comunitário. Neste sábado, 12 de junho, será realizado um seminário ampliado para toda a comunidade. O evento reunirá lideranças comunitárias das vilas que compõem a região e representantes do Ibram/MinC, na Associação Cantareira (Rua Jorge Pires Ramalho, 71 – Vila Isabel, Brasilândia), das 9 às 15h.

O Ponto de Memória da Brasílândia participará, junto aos dos demais  Pontos de Memória do país,  do 8ª Fórum Nacional de Museus, que acontece em Brasília de 12 a 17 de julho, com uma exposição dos acervos que vêm sendo levantados pelos moradores.

Brasilândia -  A região  é resultado do desmembramento de inúmeros sítios e chácaras existentes nas primeiras décadas deste século. Em um destes sítios viveu o Sr. Brasilio Simões, cultivador de cana-de-açúcar e fabricante da Caninha do Ó, conhecida aguardente da época. Com o desenvolvimento do país e de São Paulo, a região também sofreu modificações. Os sítios foram desmembrados em pequenas vilas e grande parte foi adquirida por diversas companhias loteadoras.

Com as reformas urbanas no centro da cidade, ocorreu o êxodo dos proletários em direção à periferia. Fugindo dos altos aluguéis, esses moradores passaram a adquirir lotes residenciais na iniciante Brasilândia. Somavam-se ainda à região famílias vindas do interior, em busca de melhores condições de vida.

Atualmente é rodeada pelos bairros da Vila Penteado, Jardim Guarani, entre outros, e faz limite com a Freguesi do Ó, além de estar próxima a Serra da Cantareira. A região reúne dezenas  de  movimentos sociais e culturais.

Pontos de Memória: Pautado na gestão participativa e no protagonismo comunitário, o programa vem apoiando, além São Paulo – SP, a consolidação de museus comunitários nas cidades de Belém – PA , Belo Horizonte – MG, Brasília – DF, Curitiba – PR, Fortaleza – CE, Maceió – AL, Porto Alegre – RS, Recife – PE, Rio de Janeiro, Salvador – BA.

A iniciativa trabalha a favor do empoderamento social daqueles grupos que ainda não tiveram a oportunidade de contar suas histórias e memórias através dos museus, incentivando a apropriação desse equipamento pelas comunidades, de forma que se sintam representadas.

É resultado de parceria do Ibram com o Programa Mais Cultura e Cultura Viva, do Ministério da Cultura, com o Programa Nacional de Segurança com Cidadania – Pronasci, do Ministério da Justiça, e com a Organização dos Estados Ibero-americanos – OEI.

Mais informações com Sara Schuabb no (61) 2024 6211/ 9977 2067/ Programa Pontos de Memória/Instituto Brasileiro de Museus – Ibram.

Página 3 de 3123