Página 3 de 812345...Última »

Copa Fifa 2014: MinC vai investir mais de R$ 50 milhões na cultura brasileira

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, anunciou nesta quinta-feira (8), que serão investidos mais de R$ 50 milhões em cultura durante a Copa do Mundo 2014 e que o objetivo é ampliar a imagem que o mundo tem do Brasil, apresentando sua riqueza e diversidade.

Ministra (de vermelho) fez anúncio ontem (8) em São Paulo

De acordo com a Ministra, são cerca de R$ 19 milhões para a cultura, R$ 17,5 milhões para a revitalização de equipamentos escolhidos pelas cidades-sede, R$ 20 milhões da Petrobras para museus, R$ 2 milhões para a ação flash mob e R$ 12 milhões para o espaço cultura fan fests, que terão lugar nas cidades-sede.

O anúncio foi feito durante o lançamento, na Arena Corinthians (Itaquerão), em São Paulo (SP), do Concurso Cultura 2014. O edital tem como objetivo ampliar a agenda de atrações culturais das 12 cidades-sede da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014. A ideia é proporcionar uma programação cultural ininterrupta de 10 de junho a 15 de julho do próximo ano, no “maior festival de cultura das Américas”. Leia mais na página do MinC.

Para o setor de museus os destaques estão no eixo Brasil Diverso, nos grupos Patrimônio e Cultura Viva, e no eixo Brasil das Artes Visuais, no grupo de Artes Visuais. Nestes eixos as ações buscam contemplar ações relacionadas à realização de exposições em museus, implantação de roteiros turísticos incluindo museus e promoção de atividades culturais em Pontos de Memória.

As inscrições para o edital podem ser feitas a partir desta sexta-feira (9), até o dia 23 de setembro de 2013, e deverão ser feitas exclusivamente pelo sistema SalicWeb. Podem participar pessoas físicas e jurídicas de direito privado, com ou sem fins lucrativos, e grupos não constituídos juridicamente.

Texto: Ascom/MinC
Foto: Luiz Murauskas (Ascom/MinC)

Museus Ibram articulam rede de cultura local no bairro de Santa Teresa (RJ)

Os museus Casa de Benjamin Constant e Chácara do Céu, ambos situados no bairro de Santa Teresa (RJ) e integrantes da estrutura do Ibram/MinC, estão articulando, junto a  instituições e produtores culturais do bairro, a criação de uma rede de cultura local.

Museu Casa de Benjamin Constant sediou primeira reunião para articular rede de cultura

A primeira reunião foi realizada durante a 11ª Semana de Museus nos jardins do Museu Casa de Benjamin Constant. O evento serviu para os museus darem corpo à missão de estimular as ações culturais em seu território, além de mapearem a atual situação da cultura em seu entorno.

A segunda reunião está marcada para o dia 6 de junho, às 10h, no Centro Cultural Laurinda Santos Lobo (Rua Monte Alegre, 306, Santa Teresa).

O objetivo deste segundo encontro é dar início ao planejamento das ações e parcerias discutidas na primeira reunião, além de abrir espaço para que outras instituições culturais do bairro possam participar. Outras informações pelo endereço eletrônico museubenjaminconstant@gmail.com.

Texto: Ascom/Ibram

Ministra dá posse aos novos integrantes da CNIC para biênio 2013/2014

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, deu posse ontem (31), em Brasília, aos integrantes da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) para o biênio 2013/2014. Composta por representantes de artistas, empresários, sociedade civil e do Estado, a comissão é um órgão colegiado consultivo que tem, entre outras funções, a de subsidiar as decisões do MinC na autorização de projetos culturais para captação de recursos por intermédio do mecanismo de renúncia fiscal da Lei Rouanet.

Marta Suplicy e os novos integrantes da CNIC para 2013/2014

A Comissão é formada por 7 titulares e 14 suplentes. No Segmento Patrimônio foram eleitos representantes do Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus (ICOM), Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos) e do Instituto de Arquitetos do Brasil. Veja portaria com lista completa.

Na ocasião, a ministra destacou a importância da comissão para o desenvolvimento da cultura brasileira. “A Lei Rouanet é um mecanismo muito importante para o país. Peço o empenho de todos para que ela seja a mais republicana possível. Vocês são responsáveis por R$ 1,7 bilhão de recursos, que serão destinados ao incentivo este ano. Esses recursos são públicos, temos que tentar dar chance para que cheguem aos que mais precisam”, disse Marta Suplicy. Continue lendo na página do Ministério da Cultura.

Texto e foto: Divulgação MinC
Edição: Ascom/Ibram

Ibram esteve presente no Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas

O Ibram/MinC participou do Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, realizado entre os dias 28 e 30 de janeiro, em Brasília (DF). Cerca de 100 novos dirigentes municipais procuraram o atendimento do instituto para conhecer um pouco mais o trabalho do órgão e buscar informações sobre os museus.

Ministra da Cultura (de branco) falou aos novos gestores no dia 29

O que mais interessou os novos administradores foram os editais Mais Museus e Modernização de Museus. Muitos não conheciam e saíram satisfeitos com a possibilidade de implantar museus em suas cidades e modernizar os já existentes. Veja aqui o folder distribuído aos novos gestores.

Durante os três dias de evento, os diretores do Ibram Cícero de Almeida e Eneida Braga, além do presidente  José do Nascimento Jr., se revezaram e tiraram as dúvidas dos novos gestores e de seus assessores. “É importante participar de eventos como esse, que nos mostram um pouco mais da realidade dos municípios brasileiros e nos fazem trabalhar mais focados nas necessidades do país”, avaliou Nascimento.

Na tarde do dia 29 de janeiro, a ministra da Cultura, Marta Suplicy esteve presente no encontro e falou sobre o Vale-Cultura, o Sistema Nacional de Cultura (SNC) e as ações da Pasta para a Copa do Mundo de Futebol de 2014. Saiba mais.

Desenvolvimento sustentável
O Encontro Nacional dos Novos Prefeitos e Prefeitas tem por objetivo subsidiar os gestores municipais com informações sobre programas e ações federais que ajudarão a iniciar os mandatos ou dar continuidade à gestão municipal com foco no desenvolvimento sustentável.

O evento, cujo tema foi Municípios Fortes, Brasil Sustentável, reuniu os principais ministérios e órgãos do governo federal, que apresentaram suas políticas divididas em quatro eixos: desenvolvimento social; desenvolvimento econômico; desenvolvimento ambiental e urbano; e  participação social e cidadania.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação MinC

Lei que cria Vale-Cultura é sancionada pela presidenta Dilma Rousseff

A presidenta Dilma Rousseff sancionou, no dia 27 de dezembro, a lei que cria o Vale-Cultura. A partir da sanção, abre-se prazo de 180 dias para regulamentação da nova lei. No segundo semestre de 2013, o Vale-Cultura já deverá estar em uso para aquisição de produtos culturais.

A ministra Marta Suplicy destacou que o Vale-Cultura é um “alimento para a alma”.  “Vale para livro, vale para dança, vale para toda atividade cultural. É um benefício em duas pontas. Na primeira, coloca na mão do trabalhador a escolha do que ele quer consumir de cultura. Para o produtor de cultura, é importante porque ele vai ter mais pessoas podendo assistir sua produção”, disse a ministra.

Na prática, o Vale-Cultura será parecido com o Vale-Transporte ou o Vale-Refeição. O trabalhador receberá um cartão magnético, complementar ao salário, que poderá utilizar para entrar em teatros, cinemas, comprar livros, CDs e consumir outros produtos culturais.

O valor mensal do Vale-Cultura será de R$ 50, concedido a trabalhadores contratados com carteira assinada que ganham até cinco salários mínimos.

Os trabalhadores que ganham mais de cinco salários mínimos também poderão receber o benefício, desde que garantido, pelo empregador, o atendimento à totalidade dos empregados que ganham abaixo desse patamar.

As empresas que aderirem ao programa terão isenção de impostos de R$ 45,00 por vale doado. O trabalhador contribuirá com R$ 5,00. Saiba mais na página do Ministério da Cultura.

Texto: Ascom/MinC

Museus: ministra da Cultura assina na França memorando de entendimento

Durante missão em Paris, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, assinou na quarta-feira (5), memorando de entendimento que prevê a integração das políticas de museus do Brasil e da França. O documento foi assinado em conjunto com a ministra francesa da Cultura e Comunicação, Aurélie Filippetti.

Na ocasião, o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), José do Nascimento Jr., e o diretor da Escola do Louvre, Philippe Durey, também firmaram convênio para o intercâmbio de profissionais e estudantes da área museológica a partir de 2013. O projeto de cooperação terá duração inicial de três anos, podendo ser renovado por igual período.

Segundo José do Nascimento Jr., o foco para os brasileiros é aprender com as áreas de conservação, exposição e gestão da França. “De outro lado, os franceses têm interesse na ação social dos museus no Brasil. É uma parceria muito produtiva”, disse.

Unesco - Ainda como parte da agenda de trabalho na capital francesa, a ministra da Cultura e o presidente do Ibram participaram de reunião com a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova, durante a qual tratou-se da proposta de iniciativa do Ibram para a criação de um instrumento normativo internacional sobre patrimônio museológico e coleções.

A ministra Marta Suplicy anunciou o repasse de US$ 220 mil para o financiamento do estudo preliminar necessário à aprovação de uma Recomendação da Unesco sobre Proteção e Promoção dos Museus e Coleções.

O instrumento teria por objetivo proteger e promover o patrimônio musealizado, as coleções e as instituições que os abrigam, além de reposicionar os museus como elemento central para a promoção da cultura.

Durante os encontros, José do Nascimento Jr. e a ministra Marta Suplicy convidaram a França a participar da 23ª Conferência do Conselho Internacional de Museus (ICOM), que acontecerá na cidade do Rio de Janeiro, em agosto do próximo ano. A ministra francesa também foi convidada a participar de seminário de política e gestão museológica a ser realizado em 2013.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Ministério da Cultura

Matérias relacionadas
Diretor da Escola do Louvre faz palestra na sede do Ibram
Unesco referenda proposta brasileira para proteção ao patrimônio musealizado

Marta Suplicy visita 5º FNM e garante maior investimento em museus para 2013

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, participou na tarde de ontem (22), do 5º Fórum Nacional de Museus, em Petrópolis (RJ). Em fala à plenária, a ministra ressaltou a importância do fórum como “espaço de estímulo à criação de redes entre os profissionais do setor”, além do intercâmbio com estudantes de Museologia e áreas afins, e da divulgação dos museus brasileiros.

A ministra lembrou o crescimento do número de museus no Brasil – já são cerca de 3.260 mapeados pelo Ibram – e da visitação a exposições, além do aumento do investimento no campo museal nos últimos dez anos. Leia a íntegra do discurso.

“As políticas adotadas desde 2003 conseguiram ressignificar a importância dos museus, mostrar o quão rentável é para o investidor e para a sociedade o investimento em cultura”, disse. “Nosso esforço agora é garantir e elevar o campo museal para o padrão de excelência que almejamos, profissionalizando e valorizando os seus agentes em todos os elos da cadeia”.

Foram citadas também ações como o Programa de Fomento aos Museus, que vai destinar, até o fim de 2013, cerca de R$ 20 milhões a instituições museais, por meio de prêmios e editais, além da destinação de R$ 7 milhões aos museus ligados ao Ibram. Continue lendo no blogue do 5º Fórum Nacional de Museus.

No museu

Suplicy recebeu do diretor do Museu Imperial réplica de pena de ouro usada pela Princesa Isabel para a assinatura da Lei Áurea (1888)

Mais cedo, Marta Suplicy visitou o Museu Imperial, vinculado ao Ibram/MinC, onde participou de almoço na companhia do presidente do Ibram, José do Nascimento Jr. do diretor do museu, Maurício Ferreira Jr., da secretária de Cultura do Rio de Janeiro, Adriana Rattes, membros da família Imperial, entre outros convidados.

Ao conhecer o acervo do Museu Imperial, Marta Suplicy afirmou que o setor museal receberá um incremento de 30% nos investimentos em 2013. A ministra comemorou ainda a aprovação pela Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (21), do Projeto de Lei do Vale Cultura que, em sua opinião, vai atuar como um “bolsa-alma”, garantindo acesso à cultura a milhões de pessoas.

O 5º Fórum Nacional de Museus encerra-se hoje (23), no Sesc Quitandinha, em Petrópolis, e reuniu cerca de mil participantes, entre profissionais, gestores, estudantes e militantes da área de museus e memória.

Texto: Ascom/MinC e Ascom/Ibram
Fotos: Tiago Silva e Fabrício Cruz

Matéria relacionada
Ministra da Cultura visita Museu Imperial e FNM

Documentário sobre Portinari é apresentado no Museu Nacional de Belas Artes

João Candido Portinari, na exibição de documentário sobre a vida de seu pai

Um documentário sobre a vida do artista plástico Cândido Portinari, que faz parte da série Os Grandes Brasileiros, foi exibido na noite desta quinta-feira (8),  no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram), no Rio de Janeiro (RJ).

O evento, para convidados, contou com a presença de João Cândido Portinari, filho do artista, além de autoridades, como o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), José do Nascimento Junior.

Intitulado Portinari do Brasil, o vídeo de 56 minutos de duração conta a história do artista nascido em 1903, na cidade de Brodowski, interior de São Paulo, juntamente com reproduções de suas obras.

O filme reconta fatos decisivos na vida de Portinari como o primeiro curso de pintura, o primeiro quadro, Retrato do Compositor, em que pintou Carlos Gomes para homenagear seu pai, a viagem para o Rio de Janeiro, a Escola Nacional de Belas Artes, a viagem para a Europa, a união com Maria, o nascimento do único filho João Candido.

Os amigos intelectuais como Carlos Drummond de Andrade, José Lins do Rego e Manuel Bandeira, além da tentativa de entrar para a vida política através do Partido Comunista e também a lenta morte por envenenamento provocado pelas próprias tintas que usava em suas telas.

Sobre suas pinturas destaque para sua maior criação, os painéis Guerra e Paz, que fica na sede da ONU, em Nova Iorque (EUA). O filme descreve todo o método de trabalho e execução da obra. Durante quatro anos Portinari realizou 180 estudos em murais e maquetes, pintando 14 painéis separados que acabaram sendo montados sem sua presença, já que havia sido impedido de entrar nos Estados Unidos por ser comunista.

Os Grandes Brasileiros
O filme sobre Portinari integra a série produzida pela FBL Criação e Produção. A direção-geral do documentário é assinada por Rozane Braga e tem direção de Sonia Garcia e roteiro de Maria Gessy.

A série Os Grandes Brasileiros já retratou nomes como Barbosa Lima Sobrinho, Tancredo Neves, o jornalista Sérgio Cabral, Ziraldo, Darcy Ribeiro, José Sarney e Roberto Marinho.

Texto: Marcos Agostinho, Ascom/MinC
Edição: Ascom/Ibram
Foto: MNBA/Ibram

Ministra pede recursos para museus em audiência na Câmara dos Deputados

A ministra da Cultura, Marta Suplicy participou, no dia 7 de novembro, de audiência na Comissão de Educação e Cultura (CEC) da Câmara dos Deputados, em Brasília, após café da manhã com a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura.

Ministra da Cultura durante audiência na Câmara dos Deputados em Brasília

Suplicy, que assumiu a pasta no último dia 12 de setembro, pediu apoio aos deputados para ampliar as verbas destinadas à Cultura. Ela afirmou que o ideal seria não depender das Emendas Parlamentares, mas que o ministério precisa desse reforço financeiro.

Um dos pontos destacados foi a implementação de museus. “Estamos pedindo 250 milhões de reais para os museus. Todos os estados têm museus e precisamos de orçamento, principalmente para os estados que têm cidades-sede para a Copa 2014 ou que estejam até três horas das sedes”, esclareceu a ministra. “O visitante vê o jogo e depois vai passear: queremos que estes lugares tenham estrutura. A nossa parte no MinC é garantir isso”.

Museu Afro-Brasileiro
Marta Suplicy pediu também apoio à construção, em Brasília, de um museu destinado à cultura afro-brasileira, às margens do Lago Paranoá, terreno cedido pelo Governo do Distrito Federal (GDF). O deputado Stepan Nercessian (PPS-RJ), titular da CEC, se comprometeu com R$ 1 milhãopara a construção do Museu Afro em Brasília. Para o deputado, o gesto é simbólico: “O Museu Afro em Brasília não deve ser um projeto de uma bancada ou de um partido. Todos os deputados deveriam tirar algum dinheiro para ajudar nessa realização”, afirmou.

O Deputado Ângelo Carlos Vanhoin (PT-PR), suplente da comissão, ressaltou a importância da preservação da memória do país e do trabalho realizado pelo Insituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

Entre os presentes, representantes de autarquias e órgãos da Cultura, José do Nascimento Junior, presidente do Ibram, Andressa Pappas, coordenadora de Desenvolvimento Sustentável do Audiovisual, Eloi Araújo, presidente da Fundação Palmares/MinC, Jurema Machado, presidente do Iphan/MinC, e Sergio Mamberti, secretário de Políticas Culturais/MinC. Leia mais no portal do Ministério da Cultura.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Matéria relacionada
Marta debate orçamento na Câmara

Secretaria de cultura inicia ciclo de debates com setor de museus do RJ

Como parte do processo de construção participativa do Plano Estadual de Cultura, a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro (SEC-RJ) deu início ao ciclo de Debates Setoriais com o setor museal local.

Primeiro debate presencial aconteceu durante a passagem do projeto Conexões Ibram pela capital fluminense

O trabalho teve início em abril deste ano, quando foram formados Grupos de Planejamento Setorial (GPS), que produziram diagnósticos e propostas para 12 setores da cultura no estado. Nas reuniões, foram escolhidos autores para elaborar textos propositivos para cada área.

Dentre os textos estão o documento proposto pela Superintendência de Museus da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), fruto do processo de construção de uma política estadual de museus, e outros três artigos sobre formação de profissionais que atuam em museus, processos de gestão museal, e a realidade dos museus do interior do estado.

A ideia é que, a partir dos textos, sejam formuladas propostas de diretrizes e estratégias que possam auxiliar a formulação da futura política para o setor de museus. O primeiro debate presencial aconteceu no dia 28 de setembro, durante a passagem do projeto Conexões Ibram pela capital fluminense, com a participação dos autores dos quatro textos.

O debate, agora, prossegue via internet. Qualquer pessoa ou entidade pode enviar seus comentários e sugestões pela página do Plano Estadual de Cultura. Os quatro textos de referência para a discussão também estão disponíveis aos interessados.

Texto: Secult RJ
Edição e foto: Ascom/Ibram

Página 3 de 812345...Última »