Gestão Estratégica

A gestão estratégica é um tema prioritário para o governo brasileiro. Essencial à governança pública, é um processo contínuo de tomada de decisão, que envolve a definição dos objetivos e dos meios para alcançá-los, influenciando diretamente o resultado de políticas, programas e organizações públicas.

      Nesse sentido, o Ibram vem dedicando esforços na elaboração e implantação do seu planejamento estratégico como uma poderosa ferramenta de gestão, tanto para mensurar os resultados obtidos, quanto para avaliar o andamento das suas metas globais e específicas.

      O Ibram publicou seu primeiro Mapa Estratégico em 2013, revisado em 2015. Em 2018 foi publicado um novo Mapa Estratégico do Ibram, com vigência de 3 anos, construído de forma participativa e  em observância à Política Nacional de Museus-PNM, bem como ao Plano Nacional de Cultura-PNC 2010-2020 e Plano Setorial Nacional de Museus – PNSM 2010-2020.

      Em 2019, desenhamos as metas e  indicadores por objetivo estratégico, envolvendo a sede e alguns museus e, para 2020 avançaremos nas análises desses indicadores já utilizando a “fotografia” dos dados alcançados em 2019, aferindo os resultados do Plano Estratégico 2020.

      Aqui, reunimos:
      i)      Cadeia de Valor; e
      ii)     Mapa Estratégico (missão, visão, valores e objetivos estratégicos).

      Vale ressaltar que, com o cenário que a COVID-19 nos imputou, houve a necessidade de repensar, readequar e ajustar as metas que já estavam desenhadas para execução neste exercício.