Iniciativa do Museu Villa-Lobos celebrará obra do compositor na Sapucaí

Enredo

Enredo “Carnaval das Crianças”, homenagem à composição de mesmo título de Heitor Villa-Lobos que completa 100 anos, levará mil crianças à Sapucaí no dia 5 de março.

Do piano para o tamborim. A música de Heitor Villa-Lobos será tema do desfile da escola de samba carioca Pimpolhos da Grande Rio no próximo carnaval. Com o enredo “Carnaval das Crianças”, uma homenagem à composição de mesmo título que completa 100 anos, a apresentação levará mil crianças à Sapucaí no dia 5 de março, data que marca os 132 anos de nascimento do maestro.

O tema foi proposto à agremiação pelo Museu Villa-Lobos em conjunto com o Museu Nacional de Belas Artes – ambos integram a rede Ibram. “A iniciativa de representar esta obra em um desfile de escola de samba mirim valoriza dois elementos importantes da obra de Villa-Lobos: a referência às tradições populares da cultura brasileira e a importância da educação musical na formação de crianças e jovens”, explica a diretora do Museu Villa-Lobos, Claudia Castro.

Inspiração

O refrão do samba-enredo (“Tuhu, Tuhu, nosso trem já vai partir”) foi criado numa roda formada pelos músicos da Pimpolhos e do Museu Villa Lobos e faz referência ao apelido de infância do compositor, que se encantava com o som das locomotivas.

Na comissão de frente – preparada pelo projeto Balé no Samba – o público irá conhecer personagens ligados ao universo musical de Villa-Lobos como a Pierrette, o Dominozinho, o Trapeirozinho e o Mascarado Mignon. O enredo também apresenta figuras do folclore brasileiro presentes no trabalho do maestro.

“O educativo do Museu Villa-Lobos apresentou para as crianças de Duque de Caxias esse universo. Tivemos vários encontros didáticos para mostrar a música de Villa-Lobos e explicar a origem de mitos do folclore como o Uirapuru”, explica Claudia Castro.

“Carnaval das Crianças” é um conjunto de oito peças para piano solo escrito em 1919. Mais tarde, em 1929, o compositor reutilizou os temas na sua fantasia para piano e orquestra “Momoprecoce” e, em 1932, no balé “Caixinha de Boas Festas”.

A obra também serviu como inspiração para desenhos de Emiliano Di Cavalcanti (1897 – 1976). A pedido de Villa-Lobos, o pintor modernista elaborou figurinos e cenários para transformar “Carnaval das Crianças” em um balé. Os desenhos originais fazem parte do acervo do Museu Nacional de Belas Artes e irão ganhar exposição comemorativa no próprio MNBA. Já o Museu Villa-Lobos prepara uma exposição sobre a obra “Carnaval das Crianças”.

Ensaios

Antes do desfile no dia 5 de março, o enredo da Pimpolhos da Grande Rio para 2019 será executado em ensaios abertos nos dias 5 e 19 de fevereiro, no próprio Museu Villa-Lobos. O enredo “Carnaval das Crianças Brasileiras de Heitor Villa-Lobos” também já pode ser ouvido online na plataforma SoundCloud.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days