Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado

Unidade Responsável: Coordenação de Patrimônio Museológico / Departamento de Processos Museais / Ibram

Programa para Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro

– Realizar ações de capacitação em gestão de riscos para acervos musealizados, para profissionais dos museus do Ibram e demais profissionais da área;

– Acompanhar tecnicamente  a elaboração e implementação do plano de gestão de riscos nas unidades museológicas vinculadas ao Ibram;

– Realizar visitas/ reuniões técnicas com os profissionais envolvidos na área de preservação e segurança dos museus do Ibram;

– Estabelecer convênios e acordos com instituições de pesquisa, órgãos de segurança, defesa civil, monitoramento climático, etc;

– Propor e orientar na a aquisição de equipamentos de preservação e segurança;

– Criar, em parceria com a CGSIM e CTINF, uma ferramenta (sistema informatizado) que permita o  um registro de voluntários, no âmbito do Ibram, para atuação em situações de emergência.

Indicadores e impacto

– Edição e publicação de documento de apresentação do Programa;

– Edição e publicação de cartilha contendo noções e direttrizes na área de gestão de riscos;

– Estabelecimento de acordos de cooperação técnica.

Resultados

– Fundamentação das estratégias de ação do Ibram no campo da preservação e segurança em museus;

– Atuação junto aos museus em ações de preservação e segurança pelos museus, buscando minimizar perdas de valor das coleções face a riscos e ameaças que podem afetar tanto os prédios onde estão instalados quanto seus acervos;

– Constituição de grupos técnicos nos museus dedicados à gestão de riscos;

– Apoio à articulação e constituição de ações de integração com órgãos governamentais com atuação nas áreas de pesquisa, preservação, segurança e monitoramento climático;

– Criação de mecanismos de monitoramento dos possíveis riscos; climáticos, geográficos etc;

– Estímulo à criação de força-tarefas nos Estados.

Cartilha Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro 

A cartilha tem como objetivo, apresentar conteúdo explicativo em linguagem simples e de forma didática referente ao tema da gestão de riscos em museus.

Indicadores e Impacto

– Edição e publicação da cartilha;

– Distribuição para os museus cadastrados no Cadastro Nacional de Museus, demais instituições, colaboradores e parceiros.

Resultados

– Divulgação da importância de implementação de ações  da gestão de riscos em museus;

– Alerta às unidades museológicas do Instituto e os museus em geral para os conceitos básicos da gestão de riscos em museus e para a importância da elaboração de planos de gestão de risco;

– Divulgação do Programa de Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro, instituído pelo IBRAM;

– Dotar os museus de instrumento de consulta e orientação quanto  a ações e conceitos na área de gestão de riscos.

Documentos:

Programa

Cartilha