Museu Casa dos Ottoni registrou novo recorde de visitação em 2017

Atividade no Museu Regional Casa dos Ottoni realizada durante a 11ª Primavera dos Museus atrai público recorde

Atividade no Museu Regional Casa dos Ottoni realizada durante a 11ª Primavera dos Museus atrai público recorde

Localizado na cidade do Serro (MG), o Museu Casa dos Ottoni (MRCO/Ibram) recebeu 6.039 visitantes em 2017, o que significa um aumento de 32% em relação ao ano de 2016. Desde o início dos estudos de público no museu, em 2011, o incremento foi de 136%.

Na ocasião, o MRCO aplicou um questionário qualitativo entre os moradores do Serro e os seus visitantes, a fim de estudar a percepção quanto ao trabalho desenvolvido na instituição. Tal proposta procurou avaliar o papel do Museu para a sociedade local e vice-versa, o que possibilitou a definição de estratégias para criação de programas e projetos, visando o aumento do público visitante.

De acordo com o diretor do museu, Carlos Alberto Silva Xavier, a equipe do MRCO promove análises de público mensais que traçam o perfil dos visitantes. “Esta informações embasam o planejamento estratégico da instituição e proporcionam a visualização dos resultados das ações propostas”, declarou.

Uma das estratégias do projeto Museus & Público, a contagem de público é uma atividade fundamental para o estabelecimento de uma melhoria progressiva da qualidade do funcionamento da instituição e do atendimento às necessidades dos visitantes. Os museus Ibram informam seu quantitativo de visitação mensal. Tais informações além de outros detalhes e leituras possíveis a partir desses dados, podem ser encontradas no site do Instituto.

Formulário de Visitação Anual (FVA) – 2017BannerFVA fevereiro2018-01

Previsto pelo Decreto 8.124/2013, o Formulário de Visitação Anual visa colher dados sobre a frequência de público de todos os museus brasileiros. Desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o FVA viabiliza o envio das informações sobre o quantitativo anual de visitação de maneira padronizada e organizada. O preenchimento do FVA 2017 já pode ser feito através da plataforma Museusbr.

 

Museus da rede Ibram em todo o país receberam mais de 1 milhão de visitantes em 2016

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) divulgou os números da visitação anual das 30 unidades vinculadas ao órgão – autarquia do Ministério da Cultura (MInC).

Atividade no Museu Casa da Hera/Ibram, em Vassouras (RJ), durante a 12ª Semana de Museus

Museu Casa da Hera/Ibram, em Vassouras (RJ), teve aumento expressivo de visitantes em 2016

Em 2016, o público registrado foi de 1.005.893 visitantes*. No período, sete museus estiveram fechados ao público, ou funcionando parcialmente, devido a obras de restauro e requalificação.

Entre as unidades mais visitadas figuram o Museu Imperial, em Petrópolis (RJ), com 321.632 visitantes; o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), com um público de 156.570 pessoas, e o Museu Histórico Nacional, na cidade do Rio de Janeiro, com 123.370 visitantes – 34.030 a mais que em 2015.

Chama a atenção o aumento de público do Museu Casa da Hera, no município de Vassouras (RJ). No ano anterior, 4.193 pessoas visitaram o museu. Já em 2016, foram 10.148 visitantes, correspondendo a um incremento de 142%.

Outros oito museus tiveram aumento significativo de público, comparados ao ano anterior. O Museu do Diamante (MG) com um aumento 54%; o Museu da Abolição (PE) com 49%; no Rio de Janeiro, o Museu Casa de Benjamim Constant (34%), Museu Chácara do Céu (25%), e o Museu do Açude (18%); e, em Minas Gerais, o Museu Regional Casa do Ottoni (14%), o Museu Regional de Caeté (13%) e o Museu do Ouro (10%). Confira os dados de visitação dos museus Ibram.

*Atualização em 01/02/2017, após a retificação do número de visitantes feita pelo Museu Imperial, que não havia incluído na contagem o público dos espetáculos Som e Luz e Um Sarau Imperial,  além das visitas mediadas e outras atividades do Setor Educativo que incluem visitação ao Palácio.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Museu Casa da Hera/Divulgação