Integrantes da nova gestão do SBM participam de primeira reunião em Brasília

Reunião aconteceu na sede do Ibram em Brasília

A atual gestão do Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus (SBM) reuniu-se nos dias 1º e 2 de dezembro na Sede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em Brasília (DF).

Em pauta, a apresentação do presidente do Ibram, Marcelo Araujo, das perspectivas para sua gestão; uma apresentação do panorama orçamentário e financeiro do Ibram; a organização do 7º Fórum Nacional de Museus, em 2017; a apresentação de estudo sobre o papel do Comitê Gestor do SBM e o processo de adesão ao SBM por meio do Registro de Museus, instrumento lançado pelo Ibram.

O Comitê, que tem como papel propor diretrizes e ações, apoiar e acompanhar o desenvolvimento do setor museológico brasileiro.

É presidido pelo Presidente do Ibram e tem como membros representantes de sistemas de museus, conselhos e associações de classe, museus privados e comunitários, além de universidades, ministérios e autarquias vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC). Saiba mais sobre o SBM.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Fórum Nacional de Museus: Nota do Comitê Gestor do SBM

Nota divulgada pelo Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus / Colegiado Setorial de Museus:

Em virtude dos contingenciamentos impostos pela atual conjuntura, o Fórum Nacional de Museus, que deveria ocorrer em setembro deste ano em Porto Alegre foi adiado pelo IBRAM para 2017. Entretanto, o Colegiado Setorial de Museus / Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus, em solidariedade ao IBRAM, considera fundamental a realização do Fórum Nacional de Museus em 2016 para garantir a continuidade da Política Nacional de Museus e do Plano Nacional Setorial de Museus.

Nesse sentido, convoca a comunidade museológica brasileira para organizar, de forma participativa e solidária, o 7º Fórum Nacional de Museus. Para tanto, convida as cidades/instituições interessadas em sediá-lo a manifestar interesse a este colegiado, enviando e-mail para a secretaria executiva do CGSBM secretariacgsbm@museus.gov.br até o dia 01 de junho de 2016.

Alguns membros do colegiado apresentaram as cidades do Rio de Janeiro e de Curitiba como possíveis sedes, mas estão abertas as candidaturas das demais cidades brasileiras.

Para a escolha, a ser feita pelo colegiado, serão levadas em consideração questões de infraestrutura local e deslocamento.

Colegiado Setorial de Museus/Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus,

Ibram apresenta Registro de Museus ao Comitê Gestor do SBM

O Registro de Museus foi apresentado nesta terça-feira, 10 de maio, para o Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus/Colegiado Setorial de Museus.

Conforme apresentado pela Coordenadora-Geral de Sistemas de Informação Museal do Ibram, Rose Miranda, “o Registro visa criar mecanismos de coleta, análise e compartilhamento de informações sobre os museus brasileiros, com o propósito de aprimorar a qualidade de suas gestões e fortalecer as políticas públicas setoriais e estimulará a formalização dos museus, a partir do acompanhamento das dinâmicas de criação, fusão, incorporação, cisão ou extinção de museus.”

O Registro Museus é um instrumento da Política Nacional, previsto pelo Estatuto de Museus, Lei 11.904/2009 e regulamentado pelo Decreto nº 8.124/2013.

O Registro será feito por meio de uma plataforma única, MuseusBr, que é integrada aos principais sistemas de informações culturais do País – com destaque para o Sistema Nacional de Informação e Indicadores Culturais – SNIIC do Ministério da Cultura – e aos sistemas de informações de museus em nível internacional, como o Registro dos Museus Ibero-Americanos do Programa Ibermuseus.

A integração garante aos museus uma ampliação da divulgação institucional em nível local e internacional. Além disto, poupa esforços e minimiza o perigo de desatualização informacional, já que a atualização de dados na plataforma Museusbr é digitalmente integrada a diversos sistemas de informação.

Sua arquitetura permite ainda a cartografia colaborativa, ou seja, a identificação de novos museus pelos órgãos públicos e por qualquer ator da sociedade, favorecendo maior alcance no mapeamento territorial, aprimoramento da qualidade dos dados da Rede Nacional de Identificação de Museus, e facilitando a inclusão e participação cidadã na Política Nacional de Museus – PNM.

A expectativa é que a Resolução Normativa sobre o Registro de Museus seja publicada em julho e, que, entre agosto e outubro sejam assinados os Termos de Reciprocidade com os Sistemas de Museus locais e órgãos públicos gestores de políticas setoriais de museus, para que sejam reconhecidos como entidades registradoras, a partir dessas ações será iniciada à operação nacional do Registro de Museus.

Colegiado de Museus estabelece metas para o biênio 2016-2018

O Colegiado Setorial de Museus junto ao Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), participou do Fórum Nacional Setorial das Áreas Técnicas, entre os dias 17  e 20 de novembro, em Brasília.

Durante a reunião, foram estabelecidas metas para o biênio 2016-2018, com base no Plano Nacional Setorial de Museus 2010-2020, que é a diretriz do Colegiado de Museus.

As metas estabelecidas são: consolidar as metas do PNSM e articular ações para seu monitoramento e avaliação; submeter a revisão do PNSM à consulta pública; colaborar com a revisão do Plano Nacional de Cultura; articular a implantação do Registro de Museus; estimular a criação da Rede Nacional de Identificação de Museus; estimular a participação na Rede Nacional de Identificação de Museus e; articular, em rede, o monitoramento do PNSM.

O Setorial de Museus, de acordo com a Portaria MinC 117-2014,  é formado pelo Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus, que existe desde 2004 com representantes da sociedade civil e dos poderes públicos. Saiba mais sobre o CNPC aqui.

PNSM

O Plano Nacional Setorial de Museus teve sua elaboração iniciada em 2009, de forma democrática e participativa, com plenárias estaduais e consolidado no 4º Fórum Nacional de Museus, em 2010, com a participação de cerca de 2 mil trabalhadores e estudantes do campo museológico. O PNSM foi revisto, em 2014, com a elaboração de indicadores e metas, possibilitando assim, o seu monitoramento e avaliação. Conheça o PNSM.

CNPC: portaria do MinC ratifica Comitê Gestor do SBM como Colegiado Setorial

Publicada hoje (6), no Diário Oficial da União (DOU), portaria do Ministério da Cultura (MinC) que ratifica o Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus (SBM) como Colegiado Setorial no âmbito do Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC), acrescentando um novo parágrafo ao artigo 10 do Anexo da Portaria nº 28, que trata do Regimento Interno do CNPC.

O comitê, cuja nova constituição foi ratificada em abril deste ano, é composto por 23 representantes de sistemas de museus, conselhos e associações de classe, museus privados e comunitários, além de universidades, ministérios e autarquias vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC). No total, são 13 membros indicados pela sociedade civil e 10 pelo poder público. Confira quais são as entidades e seus respectivos representantes.

O CNPC é um órgão colegiado integrante da estrutura básica do MinC, e tem por finalidade propor a formulação de políticas públicas com vistas a promover a articulação e o debate dos diferentes níveis de governo e a sociedade civil organizada para o desenvolvimento e o fomento das atividades culturais no território nacional. Atualmente, 18 colegiados setoriais estão instalados. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

Matéria relacionada
CNPC reconhece Comitê Gestor do SBM como Colegiado Setorial de Museus

Nova Pesquisa Anual de Museus está disponível a partir de hoje (3)

O Cadastro Nacional de Museus (CNM) inicia hoje (3), a nova Pesquisa Anual de Museus. Aberta à participação de todos os museus brasileiros, a nova pesquisa se propõe a realizar um diagnóstico detalhado do setor sobre temas diversos como acessibilidade, acervo museológico, gestão de pessoas, orçamento entre outros aspectos.

A Pesquisa Anual de Museus, que pode ser respondida até 12 de dezembro, é a primeira que o CNM realiza utilizando sua nova plataforma de dados, parte de uma estratégia cujo objetivo é aumentar o espectro e consistência das informações levantadas.

Capa do primeiro volume da  publicação lançada em 2011 com dados do CNM

Capa do primeiro volume da publicação lançada em 2011 com dados do CNM

Criado em 2006, o Cadastro Nacional de Museus é um dos instrumentos da Política Nacional de Museus, gerenciado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Formado por uma série de pesquisas periódicas, possui entre seus objetivos o aprofundamento do conhecimento sobre o campo museal, através da coleta, registro e disseminação de informações sobre as instituições museológicas brasileiras.

Séries históricas
“O cadastro agora é composto por uma série de pesquisas distintas com periodicidades diferenciadas”, explica a Coordenadora-Geral de Sistemas de Informação Museal do Ibram, Rose Miranda.

“Essa estratégia visa aprofundar o conhecimento sobre os museus e ao mesmo tempo diminui o número de questões por pesquisa. Além disso, permitirá a construção de séries históricas”, afirma.

A reformulação da plataforma de pesquisa do Cadastro Nacional de Museus também vem ao encontro do Registro dos Museus Ibero-Americanos (RMI). Coordenado pelo Programa Ibermuseus e em fase de implantação, o projeto prevê o mapeamento dos museus da América Latina e da Península Ibérica. A plataforma, que irá possibilitar o cruzamento de dados dos mais de oito mil museus da região, terá no CNM sua porta de entrada para o Brasil.

Acesse a nova pesquisa do Cadastro Nacional de Museus. Confira antes o Manual de Preenchimento  e o Termo de Compromisso do CNM. O questionário da pesquisa em formato texto também está disponível para facilitar o levantamento de informações por parte do museu antes do preenchimento na plataforma online.

Dados do CNM alimentam o ranking anual do periódico The Art Newspaper sobre exposições mais vistas no mundo

Dados do CNM alimentam o ranking anual do periódico The Art Newspaper sobre exposições mais vistas no mundo

Publicações e projeção internacional
Em oito anos de operação, o Cadastro Nacional de Museus já mapeou mais de 3,4 mil instituições museológicas em todo o Brasil.

Seus dados têm sido utilizados para o aprimoramento de políticas públicas voltadas para o setor museal, sobretudo após a estruturação de duas publicações: Guia dos Museus Brasileiros e Museus em Números – este último, o primeiro estudo estatístico nacional dos museus brasileiros.

As informações públicas do CNM também já alcançaram projeção internacional. A base de dados já serve como fonte para publicações, como o periódico inglês The Art Newspaper, que divulga anualmente um ranking das exposições mais visitadas em todo o mundo.

A disponibilidade de dados sobre o tema ajudou a colocar o Brasil pela primeira vez, no ano de 2011, entre os países com maior volume de visitação a exposições – fato que vem se repetindo a cada nova edição do ranking, como em 2013. Saiba mais.

Dúvidas ou outra questões relativas a nova Pesquisa Anual de Museus do CNM podem ser esclarecidas pelo endereço eletrônico cnm@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Imagens: Divulgação

Comitê Gestor do SBM se reúne pela primeira vez após nomeação

Comitê Gestor do SBM

Reunião do Comitê Gestor do SBM

A primeira reunião do novo Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus (SBM) aconteceu na quinta-feira (29), na sede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em Brasília.

Nomeado no dia 16 de abril por portaria da Ministra da Cultura (MinC), o comitê é composto por 23 representantes de ministérios, autarquias vinculadas ao MinC, sistemas de museus, conselhos e associações de classe, museus privados e comunitários, além de universidades.

Os membros possuem mandato de dois anos, sendo permitida uma recondução. O SBM tem suas finalidades previstas na lei nº 11.904/2009, que instituiu o Ibram, tendo sido regulamentado pelo decreto nº 8.124/2013, que esclarece que o comitê gestor tem o papel de propor diretrizes e ações, apoiar e acompanhar o desenvolvimento do setor museológico brasileiro e aprovar a inclusão no sistema de participantes que não sejam museus.

Nesta primeira reunião, os membros se apresentaram e conheceram um pouco mais sobre o trabalho do Ibram, através da fala dos diretores do instituto. Também foram formados grupos para trabalharem os temas pertinentes ao Comitê: o decreto 8.124/2013 e Regimento Interno do Comitê Gestor; Registro e Cadastro Nacional de Museus; Risco ao Patrimônio Musealizado Brasileiro e Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM).

Servidores em greve compareceram à reunião, solicitando apoio do Comitê, e os membros do colegiado votaram uma moção favorável às reivindicações e à valorização da carreira do Ministério da Cultura. A próxima reunião do Comitê acontecerá durante o Fórum Nacional de Museus (FNM), em data a ser definida.  Na ocasião, serão apresentadas as discussões realizadas pelos GT’s, bem como novas deliberações.

Texto e foto: Ascom/Ibram

MinC nomeia novo Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus

Portaria publicada pelo Ministério da Cultura (MinC), no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (16), nomeia os novos membros, e respectivos suplentes, do Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus (SBM), rede organizada e constituída por meio de adesão voluntária que visa à coordenação, articulação, mediação, qualificação e cooperação entre os museus brasileiros.

Presidido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), que exerce a secretaria executiva e presta apoio financeiro e administrativo, o comitê é composto por 23 representantes de ministérios, autarquias vinculadas ao MinC, sistemas de museus, conselhos e associações de classe, museus privados e comunitários, além de universidades.

Os membros possuem mandato de dois anos, sendo permitida uma recondução. A participação nas atividades do Comitê Gestor do SBM e dos grupos temáticos será considerada prestação de serviço público relevante e por isso não remunerada.

O SBM tem suas finalidades previstas na lei nº 11.904/2009, que instituiu o Ibram, tendo sido regulamentado pelo decreto nº 8.124/2013, que esclarece que o comitê gestor tem o papel de propor diretrizes e ações, apoiar e acompanhar o desenvolvimento do setor museológico brasileiro e aprovar a inclusão no sistema de participantes que não sejam museus. Confira a lista dos novos membros.

A posse do atual Comitê Gestor do SBM está programada para acontecer no mês de maio, em data a definir. Outras informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico presidencia@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram