Complexo cultural: Museu das Missões será restaurado e ganhará anexo

fotos Anti-Projeto PAC 073

Maquete do Complexo Cultural de São Miguel Arcanjo

A cidade de São Miguel das Missões (RS) receberá dois projetos que pretendem fomentar a vida cultural e social de moradores e visitantes.

O maior deles é o Complexo Cultural de São Miguel Arcanjo, que, entre outras ações, prevê a construção de um anexo ao Museu das Missões e a restauração do atual conjunto edificado do museu, composto pelo Pavilhão Lucio Costa e pela Casa do Zelador. Com isso, a instituição museológica ganha novo escritório, auditório multiuso, reserva técnica, biblioteca, espaço expositivo e área para ações educativas.

Para o diretor do Museu das Missões, Ariston Correia, esse projeto será um grande avanço. “Já se falava há muito tempo nisso. Hoje as salas do museu não têm tamanho adequado para as exposições e, principalmente, para abrigar nosso acervo. Com o projeto de ampliação, os visitantes poderão ter uma visão melhor de cada peça,” explica Correia.

Aprovação local
O projeto do Complexo Cultural está sendo elaborado pela empresa Brasil Arquitetura e terá fiscalização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – cujo escritório técnico na região também será instalado -, que colabora com o andamento do projeto em conjunto com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e a Prefeitura de São Miguel das Missões.

No dia 4 de setembro houve uma audiência pública para apresentação do projeto aos miguelinos. “Na audiência, os moradores da cidade ficaram encantados, pois sabem da necessidade de termos um espaço melhor para o museu. E, com os projetos, haverá também novos espaços na cidade,” afirma Ariston Correia.

Museu das Missões (RS)

Complexo Cultural: Museu das Missões será ampliado com novo projeto

O projeto executivo tem previsão de ficar pronto em janeiro de 2015, quando ocorrerá, então, a apresentação e a contratação de projetos da parte hidráulica, elétrica, urbanística e, na sequência, o início das obras.

Parque Histórico Nacional das Missões
O outro projeto que terá impacto na mesma cidade é o de cooperação técnica internacional chamado Valorização da Paisagem Cultural e do Parque Histórico Nacional das Missões Jesuíticas dos Guarani, organizado por Iphan, Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (Unesco) e Instituto Andaluz de Patrimônio Histórico (Espanha).

O Ibram faz parte da Comissão Executiva deste projeto, junto com Iphan, governo do Estado do RS, prefeituras da região missioneira, Associação dos Municípios das Missões, entre outros.

Ao longo de três anos, o projeto de Valorização da Paisagem Cultural destinará insumos a novas pesquisas, estudos, análises e desenvolvimento de instrumentos que visam ressaltar a paisagem missioneira, bem como a instalação efetiva do Parque, promovendo a diversidade sociocultural e ambiental.

Texto: Ascom /Ibram
Foto: Maquete: Prefeitura de São Miguel das Missões (RS)/Museu das Missões: Banco de imagens Ibram

Pintura do século XVIII é roubada de museu nacional no Peru

O Ministério da Cultura do Peru anunciou que foi roubada uma das obras do Museu Nacional de Arqueologia, Antropologia e História do Peru (foto), localizado em Lima.

O quadro São Miguel Arcanjo, um óleo sobre tela datado do século XVIII, foi furtado do acervo do museu no dia 13 de dezembro de 2011.

A pintura, que mede 80 x 62 cm, representa a figura de São Miguel Arcanjo em corpo inteiro, camisa branca com peitoral, saia e capa ao vento, sapatos altos, capacete emplumado, asas despregadas, apresentando desenhos em dourado.

O braço direito levantado sustenta uma espada, com a mão esquerda segura um escudo ovalado em tons escuros, com inscrição central em dourado, de onde saem raios em ziguezague. O arcanjo está em pé sobre o abdômen de um demônio alado com parte humana com chifres.

A Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e o Patrimônio Histórico (Delemaph), braço da Polícia Federal brasileira que atua em cooperação com o Ibram/MinC em casos semelhantes, recebeu a informação do Consulado do Peru no Brasil. Veja o documento original.  

Informações sobre o paradeiro da obra podem ser encaminhadas à Delemaph pelos telefones (21) 2203-4467/4468 ou 4464, ou ainda pelo e-mail delemaph.srrj@dpf.gov.br.

Cadastro nacional
O Instituto Brasileiro de Museus ressalta que informações sobre bens desaparecidos por roubo ou furto de acervos pertencentes aos museus brasileiros podem ser divulgados na base de dados nacional do Cadastro de Bens Musealizados Desaparecidos (CBMD). O Cadastro tem como objetivo possibilitar o rastreamento, a localização e a recuperação desses bens. Acesse o cadastro aqui.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação