Página 1 de 212

Exposição sobre reuso de patrimônio histórico chega a São João del-Rei

O Museu Regional de São João del-Rei (MRSJDR/Ibram), em Minas Gerais (MG), abre, nesta segunda (9), às 19h30, a exposição Reuso na Holanda: reciclagem de patrimônio histórico – do arquiteto holandês Paul Meurs.

Museu Regional de São João del-Rei (MG)

Museu Regional de São João del-Rei/Ibram (MG)

A mostra traz painéis com informações sobre 12 projetos arquitetônicos de edifícios holandeses que, após serem abandonados, foram recuperados e destinados a novos usos.

A exposição aponta para a discussão e reflexão do lugar do passado na paisagem urbana do futuro. A reutilização ou reuso é colocada como uma alternativa à demolição e consequente perda da memória e capital cultural.

Paul Meurs é arquiteto e diretor do escritório SteenhuisMeurs em Roterdã (Holanda). Especialista em arquitetura e urbanismo brasileiros desde 1986, publicou vários artigos e livros sobre conservação, desenvolvimento do patrimônio e reuso.

De 2006 a 2016 foi professor da disciplina Patrimônio e Valores Culturais na Universidade de Tecnologia de Delft (Holanda), onde atualmente é professor convidado. Meurs estará presente na abertura para um bate-papo com o público.

A exposição é gratuita e pode ser visitada até 22 de outubro de segunda a sexta, das 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

O Museu Regional de São João del-Rei fica na Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro. Mais informações pelo telefone (32) 3371.7663.

Texto e foto: MRSJDR/Divulgação
Edição: Ascom/Ibram

Ibram seleciona para requalificação do Museu Regional de São João del-Rei

MRSJDR

O projeto executivo contratado será utilizado como base para a posterior contratação da obra a ser realizada no museu, que está instalado em antigo imóvel residencial do séc. XIX tombado como patrimônio histórico.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) promove, na próxima sexta-feira (16), pregão eletrônico destinado à contratação de empresa especializada para elaboração de projeto executivo de instalações elétrica e luminotécnica, além de pontos de rede de internet e pontos de telefonia, para o Museu Regional de São João del-Rei, em Minas Gerais.

A licitação é objeto do Edital Nº 24/2016 e será feita na modalidade menor preço global. O pregão eletrônico será realizado no dia 16, a partir das 10h, através do site www.comprasgovernamentais.gov.br. Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail licitacao@museus.gov.br.

O projeto executivo contratado será utilizado como base para a posterior contratação da obra a ser realizada no museu, que está instalado em antigo imóvel residencial do séc. XIX, tombado como patrimônio histórico, e abriga acervo com cerca de 500 objetos que narram a intimidade e modo de viver dos mineiros no período colonial.

A atualização das instalações elétricas e luminotécnicas do Museu Regional de São João del-Rei irá compatibilizá-las com as atividades e ações cotidianas da instituição garantindo a conservação e integridade física do prédio e de seu acervo.

Somada à instalação de rede de internet e telefonia, a intervenção garantirá que as necessidades atuais do museu sejam atendidas de forma segura e satisfatória em termos de expografia.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação

Museu Regional celebra a infância com exposição em São João del-Rei

No dia 11 de outubro (terça-feira), o Museu Regional de São João del-Rei/Ibram, em Minas Gerais (MG), abre a exposição Memórias da Infância. A partir das 19h15, acontece recital de órgão de tubos com Elisa Freixo. A entrada é franca.

Exposição Memórias da Infância fica em cartaz até 20 de novembro

A exposição Memórias da Infância fica em cartaz até 20 de novembro em São João del-Rei

Serão expostos brinquedos feitos de materiais simples, como barro e papel, sendo alguns produzidos por alunos das escolas municipais, uma coleção de pipas da Brinquedoteca da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), além de fotografias de professoras da cidade.

A proposta maior da exposição é pensar sobre o lugar da criança e da infância em nossa sociedade, buscando um diálogo com as gerações anteriores.

Os brinquedos feitos à moda antiga, produzidos pelas próprias crianças, assim como o modo como brincavam, simbolizam uma cultura em extinção, diante dos brinquedos produzidos em escala industrial e as mudanças nas formas de brincar daí decorrentes.

Algumas das peças da exposição são de coleções privadas, enquanto outras são resultado de oficinas realizadas por um grupo que participa do Programa de Educação Patrimonial – parceria do museu com a Secretaria Municipal de Educação e Laboratório de História e Memória da Educação da UFSJ.

A exposição Memórias da Infância poderá ser visitada até o dia 20 de novembro. O Museu Regional de são João del-Rei (Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro) funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

Mais informações pelos telefones (32)3371.7663/7242 ou pelo endereço eletrônico mrsjdr@museus.gov.br.

Texto: Divulgação MRSJDR
Edição: Ascom/Ibram
Foto: MRSJDR/Divulgação

Museu São João del-Rei realiza Caminhada Cultural pela cidade

Museu e Praca Severiano ResendeO Museu Regional de São João del-Rei (MRSJDR), em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), realiza na próxima quarta-feira, 8 de junho, a Caminhada Cultural por São João del-Rei.

O Circuito, conduzido por um técnico de turismo, vai percorrer quatro pontos turísticos da cidade: Museu Regional; Praça do Cristo, no bairro de Senhor dos Montes; Bêta Tancredo Neves e a Igreja do Carmo. A saída será às 8h, do Museu Regional, com um valor de RS10 por pessoa.

Os interessados em participar podem se inscrever na portaria do Museu Regional até a terça-feira, 7 de junho, entre 12 e 17hs. É recomendado que, para o dia da caminhada, usem roupas confortáveis e tênis e também levem garrafas de água.

A Caminhada vai passar por pontos importantes da cidade, com destaque para o patrimônio cultural e o meio ambiente. O Museu Regional será o ponto inicial de encontro e de lá o grupo caminhará para o Senhor dos Montes, na Praça do Cristo, para observar a localização da Mina e a entrada das bandeiras, por onde passavam as expedições por São João del-Rei.

Ao chegar a Bêta Tancredo Neves, uma mina de ouro do século XVIII, os caminhantes observarão máquinas e utensílios utilizados na extração do mineral, que até hoje se mantém conservados, o caminho, o local e a forma onde eram extraídos. O percurso acaba na Igreja do Carmo, local em que a atividade mineradora teve grande influência na cidade.

Museu Regional de São João del-Rei abre mostra sobre memórias indígenas

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram realiza a exposição de curta duração Memórias Indígenas: a história que não nos contaram. A inauguração será dia 24 de setembro às 19h no próprio espaço do Museu. A programação faz parte da 9ª Primavera de Museus.

O conteúdo da exposição foi idealizado a partir de dados coletados também na própria região. Professores da Universidade Federal de São João del-Rei e pessoas da comunidade contribuíram para o processo de pesquisa e enriquecimento da mostra.

O Museu

Aberto à visitação pública a partir de 1963, está localizado na antiga residência do comendador João Antônio da Silva Mourão (1806-1866), importante comerciante da cidade no período final da produção de ouro. Após a conclusão das obras, em 1859, o comendador instalou sua família na mansão, no segundo e terceiro pavimentos, e a loja de secos e molhados ficou no primeiro andar.

O Museu Regional de São João del-Rei apresenta uma exposição de aspectos do cotidiano no comportamento e nos costumes dos séculos XVIII e XIX, retratados em móveis, utensílios, meios de transporte, imagens religiosas e pinturas. O objetivo do acervo montado é contar um pouco da intimidade e do modo de viver dos mineiros no período colonial.

Serviço
Exposição “Memórias Indígenas: a história que não nos contaram”.
24/09 (quinta feira), às 19h
No Museu Regional – São João Del Rei/MG
Entrada gratuita.

Museu Regional de São João del-Rei participa do Inverno Cultural

Inverno Cultural, da UFSJ

Inverno Cultural, da UFSJ

O Museu Regional de São João del-Rei – MRSJDR/Ibram participa, pela primeira vez, da programação do Circuito de Exposições do Inverno Cultural. O Inverno Cultural é uma realização da Universidade Federal de São João del-Rei. Em sua 28ª edição, as atividades acontecem nas cidades de São João del-Rei, Divinópolis, Sete Lagoas, Ouro Branco, Santa Cruz de Minas, São Tiago e Conselheiro Lafaiete.

Quatro exposições, duas apresentações musicais e a IV Mostra Encontros de Arte e Cultura terão como sede o Museu Regional de São João del-Rei  e irão ocorrer entre os dias 19 e 26 de julho com entrada gratuita.

As exibições têm como foco a interação entre Museu e comunidade. As atividades incentivam à população a participar dos eventos culturais da cidade e valorizar as produções artísticas.

Toda a programação na página do Festival.

Museu Regional de São João del-Rei (MG) celebra os 300 anos da cidade

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram, em Minas Gerais, está com a exposição São João del-Rei: 300 anos de Ouro e Glórias aberta ao público até janeiro de 2014. Ela antecipa a celebração do tricentenário da histórica cidade de São João del-Rei, a ser comemorado no dia 8 de dezembro de 2013, e sua abertura, no dia 16 de maio, fez parte da programação da 11ª Semana de Museus.

No percurso da exposição a história da cidade é contada a partir do acervo da instituição, com destaque para a Serpentina do século XVIII e o retrato do Comendador João Antônio da Silva Mourão, pintado por Édouard Vienot no século XIX.

Abordando temas como a extração do ouro, a religiosidade, o comércio, a indústria e a imigração, o visitante é levado a um passeio pela São João del-Rei de três séculos, chegando aos dias de hoje.

Segundo o diretor do museu, João Luiz Domingues Barbosa, a mostra é uma forma de fortalecer os laços entre o museu e a cidade. “A exposição é sobre a cidade e para a cidade. Vamos aumentar o número de visitas, recebendo toda a comunidade são-joanense. Esperamos também, os estudantes de todos os níveis, por isso produzimos uma exposição didática. Queremos promover a total interação entre a cidade e o museu”, diz Barbosa.

A exposição pode ser vista diariamente, das 9h às 18h, e tem entrada gratuita. O museu fica à Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro. Saiba mais.

Texto e foto: Divulgação MRSJD

Exposição em São João del-Rei antecipa 300º aniversário da cidade histórica

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram, em Minas Gerais, está com a exposição São João del-Rei: 300 anos de Ouro e Glórias aberta ao público até janeiro de 2014.  Ela antecipa a celebração do tricentenário da histórica cidade de São João del-Rei, a ser comemorado no dia 8 de dezembro de 2013, e sua abertura, no dia 16 de maio, fez parte da programação da 11ª Semana de Museus.

Exposição antecipa celebrações dos 300 anos de São João del-Rei

No percurso da exposição a história da cidade é contada a partir do acervo da instituição, com destaque para a Serpentina do século XVIII e o retrato do Comendador João Antônio da Silva Mourão, pintado por Édouard Vienot no século XIX.

Abordando temas como a extração do ouro, a religiosidade, o comércio, a indústria e a imigração, o visitante é levado a um passeio pela São João del-Rei de três séculos, chegando aos dias de hoje.

Segundo o diretor do museu, João Luiz Domingues Barbosa, a mostra é uma forma de fortalecer os laços entre o museu e a cidade. “A exposição é sobre a cidade e para a cidade. Vamos aumentar o número de visitas, recebendo toda a comunidade são-joanense. Esperamos também, os estudantes de todos os níveis, por isso produzimos uma exposição didática. Queremos promover a total interação entre a cidade e o museu”, diz Barbosa.

A exposição pode ser vista diariamente, das 9h às 18h, e tem entrada gratuita. O museu fica à Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro. Saiba mais.

Texto e foto: Divulgação MRSJD

Museu Regional de São João del-Rei exibe peças do período colonial brasileiro

Fragmento de retábulo do Século XVIII está em exposição

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram abre ao público, entre 11 de maio e 30 de setembro, a exposição Mestres, Artífices, Oficiais e Aprendizes – a Escultura e a Talha nos Séculos XVIII e XIX. Ela pode ser visitada diariamente, no horário das 9h às 18h, à Rua Marechal Deodoro, nº 12, Centro.

A coleção do museu reúne fragmentos de retábulos, pilastras, colunas, imagens e peças de mobiliário, esculpidas e entalhadas em madeira, que fazem referência à arte colonial brasileira dos períodos Barroco e Rococó.

Introduzido no Brasil no início do século XVII por missionários católicos, como instrumento de doutrinação cristã, o Barroco nos deixou um legado importante relacionado à arte sacra. As peças entalhadas e cobertas por folhas de ouro apresentam decoração cujo tema são as folhas de parreira e de acanto, espalhando-se, e cobrindo todo o conjunto, em perfeita harmonia com anjos e aves entre outros.

A exposição apresenta o trabalho de mestres, artífices, oficiais e aprendizes que se apropriaram da arte erudita européia. São escultores que evoluíram tecnicamente no exercício de seus ofícios, e que através da singularidade de seus estilos como Antonio Francisco Lisboa, conhecido pela alcunha de Aleijadinho, tornaram-se mundialmente conhecidos.

Texto e imagem: Divulgação MRSJDR

Fim de área de estacionamento destaca Museu Regional de São João del-Rei

Considerando o patrimônio artístico e cultural que o Museu Regional de São João del-Rei/Ibram representa para a cidade histórica mineira, e tendo em vista ainda a segurança do prédio e do seu acervo, no dia 9 de março, a Secretaria de Obras Municipal da cidade proibiu o estacionamento de veículos na área frontal do prédio.

Para a atual direção do museu a resolução foi uma conquista, pois a demanda é solicitada desde 1963, quando foi requerida a referida proibição de estacionamento através de ofício endereçado ao Prefeito da cidade.

“O Museu Regional de São João del-Rei é Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, e com a fachada recém restaurada e o estacionamento proibido na parte frontal, agora o prédio tem o destaque que merece”, comenta o diretor João Luiz Domingues Barbosa.

Semana Santa
Os visitantes que chegarem a São João del-Rei para o feriado de Semana Santa, na primeira semana de abril, poderão assistir ao recital de órgão de tubos do século XVIII, com a organista Elisa Freixo, que acontece no dia 5 de abril, às 18h30. O programa inclui ainda uma visita à exposição Oratórios Mineiros dos Séculos XVIII e XIX, apresentada pelo museu na Sala de Exposições de Curta Duração.

O Museu Regional apresenta, ainda, coleções variadas em sua Exposição de Longa Duração. Para a semana santa destacamos as peças da coleção de arte sacra, obras de grandes artistas, como Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, Mestre Piranga e Piranguinha. O museu localiza-se à Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro. Outras informações pelo telefone (32) 3371.7663.

Texto e imagem: Divulgação Museu Regional São João del-Rei

Página 1 de 212