Casa de Benjamin Constant comemora 33 anos e o V Centenário de Santa Teresa

Museu Casa de Benjamin Constant - Foto: Valter Gaudio

Museu Casa de Benjamin Constant – Foto: Valter Gaudio

O Museu Casa de Benjamin Constant/Ibram, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro comemora 33 anos neste domingo 18, com entrada gratuita de 13h às 19h. E, como parte das comemorações, participa dos eventos do V Centenário de Santa Teresa, padroeira do bairro. As atividades são realizadas pela Santa Rede – coletivo no qual o museu faz parte.

No sábado, dia 17/10, às 11h, o Grupo Poesia no Parque – composto por professores e amantes da poesia ligados ao Centro Educacional Anísio Teixeira – CEAT e à Fundação Cultural Casa Lygia Bojunga – declamará poesias de autores espanhóis num encontro denominado A Poesia das Castanholas.

No domingo, a partir das 16h, fechando as comemorações pelo V Centenário, um Culto Inter Religioso será oficiado por membros das igrejas católica, anglicana e presbiteriana, além da sociedade budista e dos cultos afrobrasileiros. O culto culmina com a apresentação do Coral Encanta Santa, que apresentará melodias sacras e leigas, a partir das 17h. Veja toda a programação do V Centenário.

Museu Casa de Benjamin Constant completa 32 anos amanhã (18)

Neste sábado (18), o Museu Casa de Benjamin Constant, no Rio de Janeiro (RJ), comemora 32 anos de fundação com uma série de atividades abertas ao público a partir das 10h.

Museu Casa de Benjamin Constant

Museu Casa de Benjamin Constant localiza-se no bairro carioca de Santa Teresa

Até as 17h serão realizadas visitas mediadas ao museu casa. Na sala de jantar, será inaugurada a mostra Um jantar com Benjamin, intervenção artística que utilizará peças do artista plástico vidreiro Paulo Vergueiro.

Ali será também simulado um jantar de Benjamin Constant (1833-1891) com outras figuras históricas com quem ele teve contato em sua vida de engenheiro, militar, professor e estadista do século XIX.

Os convidados
À mesa, os 11 lugares restantes estarão reservados para sua esposa, Maria Joaquina, Dom Pedro II (Benjamin Constant foi professor dos filhos do imperador), Auguste Comte, filósofo francês, entre outros.

Um dos lugares, contudo, estará vazio: “é o lugar do ‘convidado desconhecido’”, explica Elaine Carrilho, diretora do museu. “O público vai sugerir que figura merece compor essa mesa republicana”.

Os votos serão colocados em uma urna e serão compilados ao término da exposição em 23 de novembro. Com a divulgação do resultado, também será sorteado um participante da votação para ganhar uma das peças do artista Paulo Vergueiro.

Outras atividades
Ainda como parte das comemorações deste sábado, às 12h haverá a entrega do livro 1889, autografado pelo autor Laurentino Gomes, à vencedora do concurso Um selfie com Benjamin, Kamylle Amorim.

Museu Casa de Benjamin Constant é uma das unidades Ibram que receberão melhorias

Criado em 1982, o museu casa reconstitui ambiente familiar de Benjamin Constant

Haverá também espaço para a Feira Sustentável do Troca – em que é permitido levar roupas, livros, CDs, relógios, utensílios etc – e um lanche orgânico colaborativo entre os visitantes que levarem alimentos e quiserem compartilhar com os demais.

A casa estará ainda recebendo 1 kg de alimento não perecível por pessoa para doação ao Ballet de Santa Teresa, entidade parceira em diversas ações culturais.

Museu casa
Erguida em torno de 1860 e comprada pela União após a morte de Benjamin Constant, a propriedade está situada no bairro de Santa Teresa, na capital fluminense, e foi a última residência daquele que é considerado o “fundador da República brasileira”. Ali, viveu seu último ano de sua vida, ao lado da esposa e de oito filhos.

Em 18 de outubro de 1982, o museu foi criado com a missão de reconstituir o ambiente familiar e o contexto sociocultural em que viveu Benjamin Constant, por meio da reconstituição de ambientes, hábitos e costumes da época. Conheça mais sobre o museu e saiba como chegar.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Museu Casa Benjamin Constant/divulgação
Última atualização: 6/10/2016

Museu de Biologia Mello Leitão recebe inscrições para atividades em setembro

O Museu de Biologia Prof. Mello Leitão/Ibram, localizado no município de Santa Teresa (ES), programa uma série de atividades sobre o tema Museus, Memória e Cultura Afro-Brasileira para a 7ª Primavera dos Museus. A programação especial inclui desde visita guiada, mesa-redonda a oficinas e apresentações culturais.

Museu está com inscrições abertas para algumas atividades durante a Primavera de Museus 2013

A mostra Tocadores – homem, terra, música e cordas, que será aberta no dia 24 de setembro, vai apresentar fotos com temas relacionados à cultura afro-brasileira.

Voltada para o público escolar, a exposição vai receber turmas de até 45 alunos do nível básico e superior. As escolas já podem agendar visitas guiadas.

Já a peça A resistência negra no Brasil escravista abordará de forma didática as condições em que os negros viviam no Brasil escravista. As apresentações, seguidas de rodas de conversa, acontecerão no auditório do museu (180 lugares) em duas sessões nos dias 26 e 27 de setembro, quinta e sexta, das 10h às 11h. No dia 26, às 14h, acontece ainda a mesa-redonda Africanidade e brasilidade: patrimônio cultural e ações afirmativas.

A oficina Maculelê e Capoeira, que acontece no dia 27, das 14h às 16h, abordará a história e lenda da dança, que será ensinada com base em seu ritmo e nas tradições que a envolvem, incluindo a roda de capoeira. Com 30 vagas, a oficina é voltada para maiores de 12 anos e terá como mediadora a professora Juliana Azevedo de Almeida.

O museu também promove a festa Umhlangano oseNtabeni, com ritmos e sons afro-brasileiros, no dia 28 às 18h.  No dia 29 acontece roda de capoeira, a partir das 10h e apresentação da banda de congo São Benedito e São Sebastião, que começa no parque do museu às 11h e percorrerá os arredores do centro de Santa Teresa.

Os interessados podem se inscrever para participar das atividades até o dia 20 de setembro através do telefone (27) 3259.1182 ou pelo email
agendamento@museudebiologiamelloleitao.gov.br.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Conservação de muriquis é tema de encontro no Museu de Biologia Mello Leitão

Espécie em extinção, o muriqui-do-norte é tema de seminário e oficina no ES

O Museu de Biologia Professor Mello Leitão (MBML/Ibram), localizado em Santa Teresa (ES), sedia entre os dias 13 e 16 deste mês,  Seminário e Oficina de Planejamento do Plano de Ação Estadual para Conservação dos Muriquis no Espírito Santo.

Aberto ao público, o seminário acontece no dia 13, a partir das 16h, e vai abordar a importância dos planos para a conservação de espécies ameaçadas. Até o dia 16, a programação prossegue com oficina voltada ao Plano de Ação Estadual com foco na conservação dos muriquis no estado, que deve reunir profissionais e representantes institucionais para contribuirem na elaboração do documento, difusão e implementação de suas ações.

O muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus) é o maior macaco americano e uma espécie criticamente em perigo de extinção. Atualmente, só é encontrado em poucas localidades nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. A ideia é utilizar os dados levantados pelo Projeto Muriqui – ES, iniciado em 2002, como base para a realização da oficina de planejamento participativo.

O museu
Fundado em 1949 pelo naturalista capixaba Augusto Ruschi, o museu faz pesquisas biológicas, coleta material zoológico e botânico, desenvolve educação ambiental e atua na preservação da memória de seu criador. Reúne em seu acervo científico de mais de 65 mil itens que atraem pesquisadores de todo o mundo.

Conta com biblioteca especializada e publica um boletim semestral, destinado à divulgação de pesquisas nos diversos ramos da biologia. O museu fica à Avenida José Ruschi, 4 – Centro de Santa Teresa. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (27) 3259.1182 ou pelo endereço eletrônico mbml@museus.gov.br.

Texto: Divulgação MBML
Edição: Ascom Ibram
Foto: Karoline Marques/divulgação

Museus Ibram articulam rede de cultura local no bairro de Santa Teresa (RJ)

Os museus Casa de Benjamin Constant e Chácara do Céu, ambos situados no bairro de Santa Teresa (RJ) e integrantes da estrutura do Ibram/MinC, estão articulando, junto a  instituições e produtores culturais do bairro, a criação de uma rede de cultura local.

Museu Casa de Benjamin Constant sediou primeira reunião para articular rede de cultura

A primeira reunião foi realizada durante a 11ª Semana de Museus nos jardins do Museu Casa de Benjamin Constant. O evento serviu para os museus darem corpo à missão de estimular as ações culturais em seu território, além de mapearem a atual situação da cultura em seu entorno.

A segunda reunião está marcada para o dia 6 de junho, às 10h, no Centro Cultural Laurinda Santos Lobo (Rua Monte Alegre, 306, Santa Teresa).

O objetivo deste segundo encontro é dar início ao planejamento das ações e parcerias discutidas na primeira reunião, além de abrir espaço para que outras instituições culturais do bairro possam participar. Outras informações pelo endereço eletrônico museubenjaminconstant@gmail.com.

Texto: Ascom/Ibram

Museu Casa Benjamin Constant integra projeto Arte de Portas Abertas

O Museu Casa de Benjamin Constant/Ibram, no Rio de Janeiro (RJ), participa entre os dias 6 e 8 de julho, da 22ª edição do projeto Arte de Portas Abertas.

Exposição está aberta ao público até 8 de agosto

O evento reúne artistas do bairro de Santa Teresa que abrem seus ateliês aos visitantes, promovendo o diálogo, a democratização da arte e a educação do olhar. Além da visita aos ateliês, também acontecem exposições, integrando assim os museus do bairro ao evento.

Até o dia 8 de agosto, o museu casa abriga, em sua área verde, esculturas e instalações de quatro artistas: Alex Brazil, Ascensión Chanqués, Edson Silveira e Pedro Grapiúna. A exposição tem entrada gratuita.

O Museu Casa de Benjamin Constant localiza-se à Rua Monte Alegre, 255  – Santa Teresa – e funciona de quarta a sexta-feira, das 10h às 17h, sábados e domingos, das 13h às 17h. O parque abre das 8h às 17h. Mais informações: (21) 3970.1177/1168.

Texto e foto: Divulgação MCBC

Museu Casa Benjamin Constant deve reabrir durante 10ª Semana de Museus

Fechado desde o dia 11 de outubro de 2011, devido a danos causados após fortes chuvas que atingiram a cidade do Rio de Janeiro, o Museu Casa de Benjamin Constant, vinculado ao Ibram, tem reabertura prevista para o início de maio de 2012.

A queda de uma árvore de grande porte acarretou a obstrução da entrada do museu e avarias ao patrimônio edificado, danificando a rede de energia elétrica e o muro de contenção da encosta do parque. Além disso, a guarita teve parte do telhado destruído, a estrutura do caramanchão foi abalada e as calhas da casa histórica se deterioraram.

No mesmo dia do incidente, foram acionados o corpo de bombeiros, a companhia de energia elétrica e a companhia municipal de limpeza urbana para realizar a remoção da árvore caída e a poda daquelas com queda iminente.

Uma vistoria técnica realizada pela Divisão de Arquitetura da Coordenação de Espaços Museais, Arquitetura e Expografia (Cemae/Ibram), determinou os serviços necessários para sanar os danos, garantir a segurança e possibilitar a reabertura do museu ao público.

As obras de reparação foram iniciadas em 16 de janeiro e a energia elétrica foi restabelecida no dia 23 de fevereiro. O término das obras está previsto para o final do mês de abril e a reabertura para o público será durante a Semana Nacional de Museus (14 a 20 de maio). Saiba mais sobre o museu aqui.

Texto: Ascom/Ibram

Museu Chácara do Céu (RJ) inicia projeto Circuitos de Santa

O setor educativo do Museu da Chácara do Céu/Ibram, que integra os Museus Castro Maya (RJ), inaugurou neste mês de outubro, o Projeto Circuitos de Santa. Trata-se de uma ação voltada à educação patrimonial e valorização da comunidade de Santa Teresa, onde visitantes e membros da comunidade realizam visitas mediadas pelas ruas do bairro, conhecendo e sendo incentivados a valorizar o patrimônio histórico e cultural local.

No dia 8 de outubro, os educadores do museu receberam o projeto Periferias em Cena, com um grupo de integrantes  de uma ONG sediada no Complexo do Alemão. Já no dia 20, dois grupos de jovens da comunidade realizam atividades na Biblioteca Municipal de Santa Teresa.

As visitas são realizadas mediante agendamento, pelo endereço eletrônico comunicacao@museuscastromaya.gov.br ou pelo telefone (21) 3970.1198. Mais informações.

Fonte: Divulgação Museus Castro Maya