‘Cápsula do tempo’ encerra programação do Roteiro Cultural Rio+20

A programação do Roteiro Cultural Museus Rio+20, que desde o último dia 13 mobiliza mais de cinquenta museus e instituições culturais do Rio de Janeiro, será encerrada de forma simbólica nesta sexta-feira (22), no Museu da República/Ibram, às 16h30.

Para celebrar o fim da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) e trazer à tona o papel da memória na construção de uma cultura de sustentabilidade, uma “Cápsula do Tempo” será enterrada nos jardins do Museu da República. Ela será aberta daqui a vinte anos.

O objetivo é criar uma reflexão sobre mudanças no Brasil e no mundo nas próximas duas décadas, e as eventuais contribuições ao futuro trazidas pela Rio+20.

Dentro da cápsula, objetos que testemunham a época atual, aludem à própria Rio+20 e registram informações, exposições e projetos diversos realizados pelo Museu da República, além de conteúdos sobre o setor de museus brasileiro.

A lista inclui jornais com matérias sobre a Rio+20, uma moeda de 1 Real, uma fotografia da equipe do Museu da República, material sobre o Programa de Coleta Seletiva Solidária do Estado do Rio de janeiro, objetos confeccionados durante oficinas de reciclagem, um exemplar da Política Nacional de Museus e um folder do Circuito Verde de Museus.

Às 17h, a Orquestra Villa-Lobos encerra oficialmente a programação do Museu da República com apresentação musical de alunos provenientes de comunidades de baixa renda da cidade do Rio de Janeiro. Veja o roteiro aqui.

Texto: Divulgação Museu da República
Foto: Banco de imagens Ascom/Ibram

Rio+20: ministra abre programação cultural que inclui roteiro de museus

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, abriu oficialmente na noite da última quarta-feira (13), a programação cultural da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20). A cerimônia de abertura aconteceu no Galpão da Cidadania, no centro do Rio de Janeiro (RJ).

Museu Casa Benjamin Constant inaugurou mirante para a cidade do Rio de Janeiro

A programação terá como âncoras dois espaços: o Galpão da Cidadania e o Armazém da Utopia. Ambos estarão abertos ao público durante todo o evento, convidando à reflexão e debate sobre a importância da cultura como eixo estratégico do desenvolvimento sustentável.

Além disso, visa difundir e debater com os participantes da Rio +20 as propostas e ações realizadas pelo Sistema MinC e acolher propostas que venham a colaborar com as políticas culturais.

Entre as ações realizadas pelo MinC está o Roteiro Cultural Museus Rio+20. Durante a conferência, cerca de 50 museus da região metropolitana do Rio de Janeiro, e do interior do estado, programam uma série de eventos que oferecem ao público a oportunidade de vivenciar e trocar experiências que conduzam à dimensão da diversidade cultural como vetor de desenvolvimento humano sustentável.

A versão impressa do roteiro, que inclui exposições, visitas guiadas, seminários e apresentações musicais, será distribuída durante a Rio+20, que acontece entre os dias 13 e 22 de junho. Confira a versão digital aqui. Confira também o guia do Circuito Verde, sugerido pelo Ibram.

Rio+20 nos museus Ibram
No Museu da República, centro da programação do Ibram na cidade do Rio de Janeiro, seminários, debates e exposições de arte sustentável tiveram início na segunda-feira (11). Na sexta-feira (15), às 13h, terá início a Mostra de Vídeos Ambientais, que prossegue até o dia 21. A partir do sábado (16), o museu sedia ainda a Conferência Global dos Povos Indígenas.

Como parte da programação, o Museu Casa de Benjamin Constant, que em 2012 completa 30 anos de criação, inaugurou na quarta-feira (13), um mirante com vista para a área central da cidade e Baía de Guanabara. Inserido na Área de Proteção Ambiental do bairro de Santa Teresa, o museu dispõe de uma área verde de 10 mil m² e tem investido na criação de trilhas para caminhadas, espaços de convivência e área de atividades educativas de cunho ambiental.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação Museu Casa Benjamin Constant

 

 

 

Circuito Verde no RJ: guia divulga museus Ibram durante conferência Rio+20

Como parte da programação do Roteiro Cultural de Museus Rio+20,  o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) convida o público a fazer um percurso diferente durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio+20.

Circuito Verde de Museus propõe um passeio pelos espaços verdes e pela arquitetura de nove museus Ibram no estado do Rio de Janeiro. A proposta é aproveitar espaços como jardins históricos, Áreas de Proteção Ambiental e mirantes para estimular a reflexão sobre sustentabilidade e proteção ao meio ambiente. Confira aqui o guia.

Palácio Rio Negro em Petrópolis integra Circuito Verde de Museus Ibram

O circuito sugerido começa no Museu do Açude, localizado no Parque Nacional da Tijuca, e segue até o bairro de Santa Teresa, onde encontram-se outros dois museus Ibram com áreas verdes: o Museu da Chácara do Céu e o Museu Casa de Benjamin Constant.

O passeio inclui ainda o Museu da República (Palácio do Catete), cujos jardim foi cenário, durante 63 anos, para decisões políticas de 18 presidentes brasileiros. 

Também fazem parte do Circuito Verde o Museu de Arqueologia/Socioambiental de Itaipu (Niterói), o Palácio Rio Negro e Museu Imperial (Petrópolis), o Museu Casa da Hera (Vassouras) e o Forte Defensor Perpétuo (Paraty).

Ágora Ambiental
Na semana da Rio+20, o jardim do Museu da República/Ibram será palco de diversas atividades relacionadas à sustentabilidade. Entre os dias 14 e 22 de junho, será montada uma tenda para que o público possa se expressar sobre os temas suscitados pela conferência: será a Ágora Ambiental.

Abrindo a programação, acontece, no dia 14 de junho, das 10h às 12h, mesa redonda com o tema O Jardim Histórico do Museu da República e seus desafios ambientais. Entrada franca. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Banco de imagens Ibram

Com 154 eventos cadastrados, Roteiro Cultural Museus Rio+20 já está disponível

Reconhecendo a importância da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável – Rio+20, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) convidou os museus e entidades culturais do estado do Rio de Janeiro (RJ) a proporem programações relacionadas ao tema ambiental.

O resultado é o Roteiro Cultural de Museus – Rio+20, disponível em formato digital a partir de hoje na página do Ibram, cuja versão impressa será entregue durante a conferência – realizada entre os dias 13 e 22 de junho em vários pontos da cidade do Rio de Janeiro. Saiba mais.

O roteiro inclui programação com 154 eventos em 55 instituições culturais, localizadas em 13 cidades do estado do RJ. Grande parte das atividades têm a sustentabilidade como tema.

Texto: Ascom/Ibram

Museu Imperial abre inscrições para oficinas realizadas durante Rio +20

O Museu Imperial/Ibram preparou uma programação especial para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio +20, que acontece no Rio de Janeiro de 13 a 22 de junho. Entre as atividades, estará Em torno da floresta – exposição, instalação, oficinas, coordenada pela artista plástica, arquiteta e ambientalista Vera Patury.

De 11 a 15 de junho acontecem as oficinas em que crianças e adultos criarão obras de arte coletivas. Haverá teares e sisais à disposição dos participantes, que serão convidados a “tecer a Mata Atlântica”. Inserido no conceito de “work in progress”, o projeto propõe que cada um continue a obra iniciada pelo outro.

A participação é gratuita, mediante agendamento prévio, com limite de 30 vagas por turma. As oficinas para o público geral acontecerão de segunda a sexta, às 11h, e as inscrições podem ser feitas aqui  até 3 de junho. Já as oficinas para escolas serão nos mesmos dias às 13h30 e às 15h, com inscrições pelo telefone (24) 2245-7735.

No sábado seguinte, 16 de junho, às 16h, será inaugurada uma exposição com os trabalhos realizados ao longo das oficinas. A mostra ficará em cartaz até 29 de julho no Pátio da Locomotiva do Museu Imperial. Saiba mais.

Texto e foto: Divulgação Museu Imperial

Rio+20: Ibram prorroga inscrições de atividades para roteiro cultural no RJ

Foi prorrogado até o dia 9 de maio, as inscrições para o roteiro cultural Museus Rio+20. As instituições do estado do Rio de Janeiro interessadas em participar deverão cadastrar suas atividades na plataforma disponível aqui

Além de instituições da região metropolitana do Rio de Janeiro, cidades como Araruama, Campos, Paraty e Petrópolis também participarão do roteiro cultural, somando mais de 35 instituições cadastradas em todo o estado, totalizando cerca de 90 ações programadas entre exposições, visitas guiadas, seminários e apresentações musicais.

O roteiro será impresso e distribuído durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que acontecerá entre os dias 13 e 22 de junho, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail museusrio+20@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Inscrições para Roteiro Cultural Rio+20 seguem até 4 de maio

Museus e entidades culturais do estado do Rio de Janeiro interessados em participar do Roteiro Cultural Museus Rio+20, devem cadastrar suas atividades até o dia 4 de maio. 

Seminários, exposições, oficinas, espetáculos, mesas-redondas, visitas guiadas, exibições de filmes, entre outras atividades, podem integrar o roteiro cultural – que será impresso e distribuído pelo Ibram/MinC durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), qu acontece entre os dias 13 e 22 de junho, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Entre as instituições que já cadastraram atividades estão o Centro Cultural do Branco do Brasil (CCBB), que irá inaugurar a exposição Amazônia – ciclos da modernidade; o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), com a Feira de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia da Rio+20; e o Museu da Casa da Hera/Ibram, localizado em Vassouras, com o encontro do Ecoclube Manoel da Silva Rebello – projeto que visa ampliar o contato de crianças com a natureza.

O cadastro das atividades deve ser feito na plataforma Museus Rio+20 disponível aqui.  Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail MuseusRio+20@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Ibram propõe roteiro cultural para museus do Rio de Janeiro durante a Rio+20

Tendo em vista a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), entre os dias 13 e 22 de junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) convida museus e entidades culturais do Estado do Rio de Janeiro a colaborarem na elaboração de um roteiro cultural Museus Rio +20.

O objetivo é convocar a comunidade a discutir, vivenciar e trocar experiências e reflexões que conduzam à dimensão da diversidade cultural como vetor de desenvolvimento humano.

As instituições interessadas em participar devem se cadastrar, entre 11 de abril e 4 de maio, na página Museus Rio+20 e inserir as informações relativas à programação proposta durante a conferência. O cadastro funciona nos mesmos moldes de atividades desenvolvidas pelo Ibram como a Semana de Museus e a Primavera dos Museus. A inscrição pode ser feita aqui.

Seminários, exposições, oficinas, espetáculos, mesas redondas, visitas guiadas, exibições de filmes, entre outras atividades, podem integrar o roteiro cultural – que será impresso e distribuído pelo Ibram durante a Rio+20, nos diversos espaços que a conferência irá ocupar, assim como ficará disponível em formato digital.  A efetiva inclusão da programação do museu no roteiro cultural acontecerá somente com a inscrição.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail museusrio+20@museus.gov.br ou pelos telefones (61)3521.4019/4297.

Última atualização: 10 de abril às 17h16