Equipes do Ibram avaliam os resultados do 7º Fórum Nacional de Museus

7FNM_Avaliacao2

Servidores do Ibram reunidos na última quarta (14) para avaliar o 7º FNM

Na quarta-feira (14), o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) realizou, em sua sede em Brasília (DF), uma avaliação sobre o 7º Fórum Nacional de Museus (FNM) – que teve lugar entre os dias 31 de maio e 4 de junho em Porto Alegre (RS).

Com a presença de servidores de todas as áreas do Ibram sede envolvidas com a realização do FNM, Marcelo Araujo, presidente do Instituto, avaliou de forma positiva a sétima edição do evento e pediu esforços diante dos desdobramentos para que “o êxito do 7º FNM se consolide”.

Ele destacou a comunicação, em especial o blogue do FNM, como essencial para manter e ampliar as articulações com grupos e redes do campo museal que se reuniram na capital gaúcha.

Eneida Braga, diretora de Difusão, Fomento e Economia dos Museus do Ibram, apresentou números do 7º FNM que reforçaram a relevância desta edição.

De um total de 1,3 mil inscrições realizadas online, 918 credenciamentos foram feitos no Centro de Eventos da PUC-RS. Os participantes – público espontâneo, convidados e servidores do Ibram – vieram de 124 cidades em 23 estados brasileiros.

O Rio Grande do Sul representou 47% do total de participantes – seguido pelo Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo. Destaque ainda para a presença do Pará, onde aconteceu o 6º FNM em 2014.

Os dados ainda revelam que os minicursos são de grande interesse: 63% dos participantes se inscreveram para os oito oferecidos nesta edição. Conheça as impressões de alguns deles.

A diretora de Processos Museus do Ibram, Renata Bittencourt, mostrou-se animada com os resultados do segundo encontro do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM) e da reunião de Pontos de Memória – cuja principal bandeira, a institucionalização do programa junto ao Ibram, já tem avanços.

Contribuições

7FNM_Avaliacao1

Marcelo Araujo, presidente do Ibram, avaliou de forma positiva o Fórum Nacional de Museus 2017

Os servidores do Ibram puderam expor críticas e elogios sobre o a sétima edição do FNM, como também propor mudanças na estrutura e organização do Fórum Nacional de Museus.

Dentre as contribuições, com o intuito de ampliar o interesse e engajamento do setor, estão a ampliação das Comunicações Coordenadas, com possível criação de Anais com os trabalhos apresentados, e a forma como se dá o processo de seleção das cidades que sediam o evento.

Atualmente, após a apresentação de candidaturas das cidades, os presentes na Plenária Final de cada edição votam na proposta que consideram mais relevante.

Por fim, Marcelo Araujo demonstrou interesse em iniciar desde já as articulações para o 8º FNM – que deverá acontecer em 2019 na cidade de Fortaleza (CE) e marcará os 10 anos de criação do Instituto Brasileiro de Museus.

Texto e fotos: Ascom/Ibram

Ibram divulga resultados da pesquisa sobre a Semana de Museus 2016

As instituições que participaram da 14ª Semana de Museus tiveram um aumento de 79% no número de visitantes entre os dias 16 e 22 de maio.

Cartaz da Semana de Museus 2016

Cartaz da Semana de Museus 2016

Este é um dos resultados apresentados na pesquisa sobre a Semana de Museus 2016, a partir da resposta de 482 museus de todo o país, lançada hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

O objetivo é avaliar o impacto da temporada nacional de eventos, que acontece no primeiro semestre de cada ano para celebrar o Dia Internacional de Museus (18 de maio).

34% dos museus brasileiros cadastrados juntos ao Ibram (3.646 até julho) desenvolveram no período da Semana de Museus deste ano atividades sob o tema Museus e Paisagens Culturais. A maior participação foi de museus municipais (39%), seguida por museus privados (26%).

Em relação ao impacto econômico, houve um crescimento de 21% na geração de emprego e renda no campo museal, especialmente no quesito contratação de recursos humanos. Confira a pesquisa na íntegra.

Além dos números, os resultados da pesquisa, realizada desde 2011, também permitem avaliar o direcionamento dado pelo Ibram para a atividade anual, assim como permitem a gestores municipais, estaduais e federais ajustarem suas ações em prol do desenvolvimento e consolidação do setor de museus no país. Conheça as pesquisas anteriores da Semana de Museus realizadas pelo Ibram.

15ª Semana de Museus
“Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus” (Museums and contested histories: saying the unspeakable in museums, em inglês) é o tema definido pelo Conselho Internacional de Museus (Icom) para o Dia Internacional de Museus 2017 – celebrado em 18 de maio.

Nas próximas semanas, o Ibram definirá o período de realização da Semana de Museus 2017, assim como dará início ao processo de inscrições de atividades por parte das instituições interessadas em participar.

Texto: Ascom/Ibram

Ibram divulga consultores selecionados para programa Pontos de Memória

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) já tem os resultados finais de duas seleções públicas, realizadas em parceria com a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), destinadas à contratação de consultores, na modalidade produto, para atuação junto ao programa Pontos de Memória.

O Edital 34/2016 destina-se à contratação de profissional com formação de nível superior em qualquer área e experiência mínima de cinco anos em Gestão Estratégica e Avaliação Estratégica de Projetos de Cooperação Internacional, além de desejável experiência em Gestão e Avaliação em Projetos com finalidade comunitária. O objetivo da consultoria é desenvolver sistemática de avaliação aplicável à gestão dos Pontos de Memória.

Já o Edital 35/2016 tem como objetivo a elaboração de projetos gráficos de manuais instrucionais e livros, na versão impressa e e-book, e foi aberto à participação de profissionais com formação de nível superior em qualquer área, sendo exigida experiência mínima de cinco anos como editor e designer gráfico, com domínio do pacote Adobe Creative Cloud (Indesign, Ilustrator, Photoshop), além de experiência em ministrar oficinas e cursos sobre design gráfico.

Em ambos os casos, a pontuação máxima atingida seria de 20 pontos e a avaliação foi realizada com base nos critérios de análise de currículo, de caráter eliminatório e classificatório, e entrevista oral, de caráter classificatório. A Coordenação de Museologia Social e Educação do Ibram entrará em contato com os selecionados. Confira os resultados das duas seleções, conforme pontuação e classificação:

Seleção para consultor em Avaliação Estratégica

Classificação

Candidato

Pontuação

Mariângela Ribeiro

18,5

Sérgio Henrique Cantuária Ferreira

18

Ana Virgínia Cardoso

13

Sérgio Costa

13

Sonia Regina Freitas Prota

12

 

Seleção para consultor em Edição/Design Gráfico

Classificação

Candidato

Pontuação

César Valente

20

Raimundo Alves Ferreira Neto

19

Anderson Moreira Lima

17

Gabriela Alves Coimbra

14

Marco Lúcius Freitas

14

Memória diplomática é tema de palestra na sede do Ibram na sexta (6)

Na sexta-feira (6), às 14h, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) recebe o historiador e diplomata Guilherme Frazão Conduru para uma palestra sobre a história e a revitalização do Museu Histórico e Diplomático do Itamaraty (MHD), que pertence ao Ministério das Relações Exteriores (MRE). A palestra acontece no auditório do Ibram (Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco N – Edifício CNC III), em Brasília (DF), e tem entrada franca.

Uma das fachadas do MHD no Rio de Janeiro

Uma das fachadas do MHD no Rio de Janeiro

O museu, localizado na cidade do Rio de Janeiro (RJ), tendo sido sede do MRE entre 1899 e 1970, é tema de uma extensa pesquisa, publicada este ano pela Fundação Alexandre Gusmão (Funag) e já disponível para download.

O trabalho do pesquisador destaca-se pela contribuição para os estudos de patrimônio, memória e identidade nacional, em particular para a discussão sobre o papel do Estado na preservação de sua memória.

A pesquisa parte de uma dupla perspectiva: historiográfica, na medida em que conta a trajetória do MHD de sua criação até o presente; e uma outra propositiva, na medida em que sugere, a partir de um diagnóstico com base na História, medidas práticas no sentido da revitalização do museu. Servir de subsídio para a elaboração de um plano museológico é uma das propostas da obra, no que se refere a revitalização da instituição.

O pesquisador
Guilherme Frazão Conduru graduou-se em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF, 1983). Tem Mestrado em História pela Universidade de Brasília (UnB, 1998). Ingressou por concurso público no Instituto Rio Branco (IRBr/MRE) em 1994 e concluiu o Curso de Preparação à Carreira de Diplomata em 1995.

Foi Professor Assistente da disciplina de História das Relações Internacionais do Brasil no IRBr por dois períodos letivos. Durante o ano letivo de 2000/2001, foi pesquisador visitante associado do Itamaraty no Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Oxford (Inglaterra). Em 2012, defendeu a tese O Museu Histórico e Diplomático do Itamaraty: história e revitalização no Curso de Altos Estudos do IRBr/MRE. Tem se dedicado ao estudo da História da política exterior do Brasil e ao tema da construção da memória diplomática.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação/Funag

Conexões Ibram: projeto alcança 1 mil participantes em 13 estados

Com a passagem pelo Rio de Janeiro, na semana passada, o projeto Conexões Ibram chegou à marca de mil participantes. Iniciado em março de 2012, o projeto que já passou por 13 estados, conectando os museus brasileiros às novas políticas e instrumentos de gestão museais, comemora seus primeiros resultados.

Estratégias de Fomento e Financiamento, Estatuto de Museus, Plano Nacional Setorial de Museus, dentre outros, são temas discutidos com os representantes do setor museal dos estados e com seus cidadãos. Cada estado tem a oportunidade de ajustar o evento de acordo com suas necessidades.

Resultados
Um bom exemplo de avanço no setor resultante das discussões provocadas pelo Conexões Ibram pode ser encontrado no Rio Grande do Norte (RN), segundo estado a receber o projeto, entre os dias 18 e 20 de abril. Desde o encontro, a articulação entre as iniciativas de museologia social do estado tem se fortalecido. Em julho, foi realizado o primeiro encontro da Rede de Pontos de Memória e Museus Comunitários do RN.

“O projeto foi vital para o setor museológico potiguar, que se encontrava árido. Agora, 60% dos municípios encontram-se compromissados com essa nova dinâmica no setor por meio de políticas públicas”, explica o coordenador da área de museus da Secretaria de Estado de Cultura do RN, Hélio de Oliveira.

Do Pará ao Rio Grande do Sul: Conexões Ibram já passou por 13 estados em 2012

No Espírito Santo (ES), que recebeu o Conexões Ibram nos dias 26 e 27 de abril, a tônica tem sido a preservação do patrimônio cultural em risco. Como desdobramento foi realizado no dia 26 de setembro, pela Secretaria de Cultura local com o apoio do Ibram, o Seminário Patrimônio Cultural e Riscos.

Até o final do ano, serão realizadas outras seis edições do seminário em diferentes municípios capixabas.

No Rio de Janeiro (RJ), último estado a receber o projeto entre os dias 26 e 28 de setembro, o Estatuto de Museus foi um dos temas de maior repercussão. O estabelecimento de uma agenda de trabalho com o Ibram relacionada ao tema se dará a partir da sanção de decreto que prevê suplementação do estado.

A próxima edição do projeto Conexões Ibram acontece em Brasília (DF), de 7 a 9 de novembro. Conheça o blogue do projeto Conexões Ibram.

Texto e fotos: Ascom/Ibram

Resultado 2011 do Programa de Fomento aos Museus

O Programa de Fomento aos Museus Ibram consiste em prêmios e projetos relacionados à construção e modernização de museus, ao incentivo a artistas contemporâneos, à divulgação do tema museu em diversas mídias e ao apoio a iniciativas e experiências de memória social desenvolvidas por comunidades e grupos populares.

Foram mais de 16 milhões de reais em recursos financeiros para dez editais. Conheça todos os premiados no caderno Resultado da Seleção aqui.