Página 1 de 3123

Museus da rede Ibram em três estados iniciam obras de requalificação

Tiveram início nesta semana as obras de recuperação emergencial do Museu das Missões, que integra a rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em São Miguel das Missões (RS), após tornado que atingiu o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo no primeiro semestre deste ano – causando danos à estrutura e acervo do museu.

Operários cercam área do Museu das Missões onde haverá obras emergenciais

Operários cercam área do Museu das Missões para obras emergenciais

Na parte arquitetônica, a empresa responsável pela obra iniciou a montagem de tapumes para isolar o Pavilhão Lucio Costa e a Casa do Zelador durante as obras. A cobertura da Sacristia Velha também será restaurada.

Com recursos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na ordem de R$ 1,6 milhão, o prazo para a conclusão dos trabalhos das obras emergenciais é de aproximadamente três meses, com possibilidade de prorrogação, caso seja necessário, para a devolução do museu ao seu projeto original.

Projetado em 1940 pelo arquiteto Lucio Costa (1902-1998), o Museu das Missões é parte de sítio arqueológico considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Reunindo representativa coleção pública de imagens sacras e fragmentos missioneiros do Mercosul, exibe ao público uma coleção da arte barroca elaborada pelos índios guarani nas reduções jesuíticas (séculos XVI e XVII).

Obras em MG e RJ
Outro museu da rede do Instituto Brasileiro de Museus que iniciou esta semana um processo de restauração integral foi o Museu Regional de Caeté, em Minas Gerais (MG).

A diretora do museu B.Constant com o presidente do Ibram em recente visita

A diretora do museu B.Constant, Eliane Carrilho, com Marcelo Araujo, presidente do Ibram, em recente visita ao museu antes do início das obras

A intervenção física será realizada com o intuito de preservar as características estruturais, formais e estéticas do museu, situado em antigo sobrado de fins do século XVIII, na cidade de Caeté, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1950.

O prazo previsto para a execução dos serviços será de 12 meses e o custo é de aproximadamente R$ 2,7 milhões. Saiba mais.

Já a primeira fase das obras de restauração no Museu Casa de Benjamin Constant, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), também já iniciadas, envolvem dois prédios históricos: a casa onde morou Benjamin Constant e a sede administrativa, a “casa amarela” – construídos nos séculos XIX e XX, respectivamente. Para esta primeira fase estão sendo investidos recursos de R$ 2,1 milhões por parte do Ibram.

O museu, que fica no bairro carioca de Santa Teresa, estará aberto ao público até o dia 30 de dezembro e sem data prevista para a reabertura.

Além desses museus, há atualmente obras em andamento no Museu Victor Meirelles, em Florianópolis (SC), e processos licitatórios para requalificação do Museu Regional de São João del-Rei (MG), Museu Casa Histórica de Alcântara (MA) e Museu Casa da Hera (RJ).

Atualmente, o Ibram conta com 29 museus federais sob sua gestão. Conheça os museus da rede Ibram.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Museu das Missões e Museu Casa de Benjamin Constant/Divulgação

CNIC de dezembro autoriza captação de R$ 100 milhões para a área de museus

A 251ª reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou, entre os dias 5 e 9 de dezembro, que museus e instituições culturais do setor museal possam captar R$ 100.034.585,16 via Lei Rouanet – mecanismo federal de incentivo fiscal à cultura.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), e demais vinculadas do Ministério da Cultura (MinC), analisaram 42 projetos nesta edição da CNIC. Pelo grande número de projetos submetidos à comissão na última edição do ano, segue até o dia 19 de dezembro a análise virtual de projetos.

CNIC_logoOs planos anuais de atividades 2017 de diversas instituições foram o principal destaque. Mas entre os projetos apresentados há também a criação de novos museus e circulação de exposições.

Araxá (MG) deverá ganhar um Memorial da escrita, com foco no surgimento, processos, formas e evolução da escrita, bem como na evolução do jornalismo em Minas Gerais.

Já em Recife (PE), há o projeto para implantação do Museu da Academia Pernambucana de Letras, cobrindo os campos Institucional, Acervo, Arquitetônico, Expositivo e Educativo.

Aniversários e itinerância
Há projetos que pautam a comemoração de datas, como os 75 anos do Museu Histórico Abílio Barreto, em Belo Horizonte (MG). Os 25 anos do Museu da Pessoa, em São Paulo (SP), são objeto de proposta para a modernização e preservação do seu acervo museológico, enfatizando o acesso e a difusão.

Uma exposição com 60 obras do artista paranaense João Turin (1878-1948), que já esteve em cartaz em alguns museus brasileiros, deverá circular por seis países europeus em 2017.

Já uma exposição que irá apresentar parte da coleção de cartografia do Santander, além de obras de artistas convidados, também será itinerante, passando pelas cidades de Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR).

Saiba mais sobre a CNIC de dezembro e conheça todos os projetos que foram analisados.

Texto: Ascom/Ibram

CNIC de novembro autoriza captação de mais de R$ 144 milhões para museus

A 250ª reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou, entre os dias 8 e 10 de novembro, que museus e instituições de memória possam captar R$ 144.924.943,18  via Lei Rouanet – mecanismo federal de incentivo fiscal à cultura.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), e outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC), analisaram 27 projetos nesta edição da CNIC, sendo que 25 deles foram aprovados para captar recursos.

CNIC_logoOs planos anuais de atividades 2017 de diversas instituições foram o grande destaque desta edição, a penúltima do ano, mas dentre os projetos há também exposições em várias museus brasileiros.

Automóveis e Brecheret
Masp no CCBB será uma exposição itinerante, que percorrerá cidades no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Distrito Federal, reunindo múltiplas representações da figura humana na arte – de diferentes períodos, territórios e escolas.

Já a exposição Sobre Rodas, no museu Rodas do Tempo (GO), terá como tema a história do design visual dos automóveis, a história do automobilismo no Brasil e o sentido simbólico que os carros carregam na sociedade contemporânea.

O artista Victor Brecheret (1894-1955) será alvo de uma grande retrospectiva em 2017: o projeto Brecheret – Esculturas e Desenhos – 1919/1955 apresentará 149 obras do artista ítalo-brasileiro nas cidades de Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG).

Também foram contemplados projetos que envolvem apresentações musicais, produção de publicações e mesmo um circuito noturno de visitas a museus.  Saiba mais sobre a CNIC de novembro e conheça todos os projetos aprovados.

A próxima reunião da CNIC será realizada de 6 a 8 de dezembro, em Brasília. A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) é um colegiado de assessoramento formado por representantes dos setores artísticos, culturais e empresariais, em paridade da sociedade civil e do poder público. Os membros da sociedade civil são oriundos das cinco regiões brasileiras.

Texto: Ascom/Ibram

Divulgada lista de inscrições admitidas no Prêmio Darcy Ribeiro

O Prêmio Darcy Ribeiro 2015 recebeu 51 inscrições. Dessas, 26 foram consideradas aptas para avaliação pela Comissão de Seleção. Outras 25 foram consideradas inaptas, conforme os termos do edital. A lista está disponível aqui.

Caberá a interposição de recurso da inadmissibilidade da inscrição, no prazo de cinco dias, contados da data de hoje, pelo Formulário de Recurso (anexo II do Edital) a ser encaminhado, exclusivamente, via e-mail, para o Ibram, no endereço eletrônico: recurso.inscricao@museus.gov.br, devidamente identificado no assunto: Recurso de Inscrição Edital Darcy Ribeiro – 2015.

Os recursos referentes à etapa de admissibilidade das inscrições serão avaliados pelo Instituto Brasileiro de Museus e o resultado será disponibilizado no endereço eletrônico www.museus.gov.br.

O Prêmio

Em sua 6ª Edição, o edital Darcy Ribeiro irá premiar nove práticas e ações de educação museal, que por meio das diversas relações de mediação com os públicos, convidem à apropriação, em sentido amplo, do patrimônio cultural, valorizando-o e promovendo sua preservação.

Cada iniciativa premiada receberá R$ 10.000,00 (dez mil reais), que deve ser empregado exclusivamente nas ações e projetos educacionais dos museus, seja no próprio projeto concorrido ou em outras práticas e ações de educação museal.

Lei Rouanet: CNIC autoriza mais de R$ 28 mi para projetos na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 233ª reunião, ocorrida em Brasília (DF), entre os dias 9 e 11 de junho, autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de R$ 28.739.255,95 para 17 projetos na área de museus.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou sete projetos, sendo três deles com pedidos de readequação nos processos em execução, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram as outras 10 propostas.

Dentre os novos projetos estão a criação de laboratório digital para captura, tratamento, digitalização e armazenamento de acervos do Museu da Indumentária e da Moda; a continuidade de projeto de digitalização do Acervo do Museu Imperial e a recuperação e revitalização dos prédios que abrigam a Estação de Tratamento de Água do município de Bagé (RS), onde serão implementados a Escola Ambiental e o Museu das Águas.

Dentre exposições estão os projetos No coração do mundo, exposição fotográfica composta por obras de Marcos Lopes sobre o povo indígena Yawanawa e sobre seu Festival Yawa; e a exposição retrospectiva da obra de Jean Manzon (1915-1990), reconhecido mundialmente por sua criação fotográfica e cinematográfica, com curadoria de seu neto, o cineasta Jean-Louis Manzon.

Sobre a CNIC
Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público,

a comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet. Saiba mais sobre a CNIC de junho na página do MinC.

Texto: Geyzon Dantas (Ascom/Ibram)

Ibram divulga inscrições admitidas no edital Microprojetos 2014

Com portaria publicada hoje (17), no Diário Oficial da União, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) torna público as propostas habilitadas a concorrer ao Prêmio Modernização de Museus – Microprojetos 2014.

No total, foram recebidas 104 inscrições. Destas, 44 foram admitidas para a segunda fase do prêmio e 60 foram inadimitidas por contrariam itens do edital. Confira as listas.

Os proponentes cujas inscrições não foram aceitas poderão interpor recurso no prazo de cinco dias, contados a partir da publicação no DOU, pelo Formulário de Recurso (Anexo VI do edital) a ser encaminhado exclusivamente para o endereço eletrônico recurso.inscricao@museus.gov.br, identificado no Assunto Recurso de Inscrição Prêmio Modernização Microprojetos – 2014.

Os recursos de inadmissibilidade serão avaliados pelo Ibram e o resultado será disponibilizado na página do instituto na internet. A data da interposição do recurso a ser considerada será a de envio do e-mail. Os recursos para admissibilidade de inscrições fora do prazo não serão apreciados.

Em sua terceira edição, o Prêmio Modernização de Museus – Microprojetos é voltado ao fomento e desenvolvimento de ações destinadas à preservação e difusão do patrimônio museológico.

Com aporte de R$ 1 milhão do Fundo Nacional de Cultura (FNC), serão premiadas, com R$ 50 mil cada, até 20 iniciativas implementadas por instituições museológicas ou mantenedores de museus, constituídos como pessoas jurídicas, de direito público estadual e municipal, e pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos, com finalidade cultural – excetuando-se aquelas vinculadas à estrutura do Ministério da Cultura. Saiba mais.

Texto: Geyzon Dantas (Ascom/Ibram)

Última CNIC do ano aprova captação de R$ 99,5 milhões para a área de museus

A 227ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), ocorrida em Brasília (DF), entre os dias 2 e 4 de dezembro, aprovou a captação de cerca de R$ 99,5 milhões para o financiamento de projetos na área de museus.

Foram analisados 43 projetos no total, sendo 27 encaminhados à reunião e avaliados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e 16 por outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC). Todas as propostas foram aprovadas.

Para os 27 projetos analisados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), seis dos quais sendo pedidos de readequação, foi aprovada a captação de R$ 70.388.378,23.

Já os 16 projetos analisados por outras vinculadas do Sistema do Ministério da Cultura (MinC) tiveram aprovados a captação de R$ 29.133.876,15. O valor total aprovado soma R$ 99.522.254,38.

As propostas contemplam em sua maioria Planos Anuais de Atividades, além da realização de exposições e ações educativas, entre outras, que poderão agora captar recursos via mecanismo de renúncia fiscal da Lei Rouanet. Confira a lista completa dos aprovados.

Formada por representantes da sociedade civil e governo, a CNIC é o órgão colegiado que tem a missão de subsidiar as decisões do Ministério da Cultura (MinC) na aprovação dos projetos culturais com vistas à captação via renúncia fiscal. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

CNIC de novembro aprova R$ 198 milhões para projetos na área de museus

Realizada em Manaus (AM), entre os dias entre os dias 4 e 6 deste mês, a 226ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou a captação de cerca de R$ 198,2 milhões para o financiamento de projetos na área de museus.

Foram analisadas 33 propostas, sendo 27 apreciadas pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e seis por outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC). Todas as propostas foram aprovadas.

O Ibram liberou, para as 27 propostas sob sua análise – duas delas pedidos de readequação – a captação de R$ 186.456.598,38. Para os seis projetos restantes, analisados por outras vinculadas do Sistema MinC, foi aprovada a captação de R$ 11.739.749,48. A soma total liberada totaliza R$ 198.196.347,86.

As propostas aprovadas, que contemplam em sua grande maioria o financiamento de Planos Anuais de Atividades para museus, poderão agora captar recursos via Lei Rouanet.

Formada por representantes da sociedade civil e governo, a CNIC é o órgão colegiado que tem a missão de subsidiar as decisões do Ministério da Cultura (MinC) na aprovação dos projetos culturais com vistas à captação via renúncia fiscal. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

Patrimônio Cultural Comum: Países Baixos vão apoiar projetos brasileiros

A Embaixada do Reino dos Países Baixos no Brasil, que fica em Brasília (DF), dispõe de orçamento para apoiar iniciativas brasileiras na área do Patrimônio Cultural Comum entre o Brasil e os Países Baixos.

O objetivo é trabalhar em conjunto na conservação, uso, administração e visibilidade do patrimônio partilhado entre os países. O programa visa a incentivar o intercâmbio nacional e internacional e a troca de conhecimento entre cientistas, historiadores, pessoas de arquivos, etc. sobre a presença neerlandesa no Brasil.

Países Baixos:

Países Baixos: incentivo a projetos brasileiros com foco no Patrimônio Cultural Comum

As inscrições para projetos, com início em 2015, estão abertas. Uma primeira avaliação dos projetos será feita a partir do dia 6 de fevereiro de 2015. Confira manual com diretrizes para a apresentação de propostas de maneira a tornar mais eficiente o processo de avaliação.

Na seleção serão levados em conta os critérios técnicos sobre o conteúdo do projeto como mencionado no manual. Os projetos devem ser apresentados e executados, de preferência, por organizações brasileiras, com valores entre R$ 30 mil e R$ 150 mil no total para 12 meses, dependendo do projeto.

A duração do projeto pode ser entre 12 a 24 meses. A decisão de apoiar um projeto cabe somente à representação do Reino dos Países Baixos no Brasil. Saiba mais.

Texto: Divulgação Embaixada dos Países Baixos

Programa Primeiro Museu apoia a criação de museus comunitários

O Museu da Família e o Instituto Cultural Ingá abriram inscrições para a etapa nacional do Programa Primeiro Museu. A iniciativa se destina a promover processos museológicos em pequenas comunidades visando à preservação da memória e do patrimônio cultural local.

O programa oferece apoio técnico e institucional à criação de museus comunitários (nas tipologias virtual e física) em 60 municípios brasileiros até 2015. As inscrições estão abertas até 15 de dezembro.

Podem participar entidades políticas e comunitárias (prefeituras, câmaras municipais, associações civis sem fins lucrativos), entidades filantrópicas, instituições de ensino, clubes esportivos, igrejas, cooperativas, dentre outras instituições, desde que comprovem vínculo com a comunidade a ser beneficiada.

Os museus comunitários poderão atender a todo o município, ou a localidades específicas, como distritos, regiões administrativas ou bairros.

Após a validação da inscrição, será elaborado Termo de Cooperação Técnica, bem como o selecionado deve efetuar pagamento no valor de R$ 6,3 mil. O investimento por parte do proponente será utilizado para custear despesas diversas relativas a customização do museu virtual, bem como para a contratação de profissionais responsáveis pela elaboração dos projetos técnicos.

Saiba mais sobre o regulamento da chamada pública e outras informações na página do Programa Primeiro Museu ou pelo telefone (44) 3025.1666.

Texto: Ascom/Ibram
Última atualização: 23.10.2014

Página 1 de 3123