UNESCO Brasil lança nova edição da Recomendação sobre Museus

Como celebração ao Dia Internacional de Museus, a Representação da UNESCO no Brasil disponibilizou em seu site uma nova edição da Recomendação referente à Proteção e Promoção dos Museus e Coleções, sua Diversidade e seu Papel na Sociedade.

Aprovada na 38ª sessão da Conferência Geral da UNESCO, em novembro de 2015, a partir de iniciativa brasileira, a Recomendação tem agora a sua versão em português diagramada. Disponível para download gratuito, a publicação também será distribuída, em versão impressa, nos eventos brasileiros realizados sobre esta temática.

O documento lista uma série de recomendações para os Estados-membros da UNESCO com vistas a destacar a importância da proteção e da promoção dos museus e coleções para o desenvolvimento sustentável.

As recomendações perpassam assuntos como promoção e proteção do patrimônio, diversidade cultural, conhecimento científico, políticas educacionais, educação continuada, coesão social, indústrias criativas e economia do turismo.

GTs no 7º FNM focam no alinhamento entre instrumentos de gestão

Com o objetivo de aprofundar discussões sobre as políticas públicas voltadas para o setor de museus no Brasil, o 7º Fórum Nacional de Museus (FNM) terá oito Grupos de Trabalho (GTs) nesta edição.

A partir da Recomendação Unesco 2015, que trata da proteção e promoção dos museus e coleções, tema do FNM, os GTs se propõem a refletir sobre esse instrumento internacional, que traça diretrizes para promover o desenvolvimento do setor, em relação aos principais instrumentos brasileiros – Política Nacional de Museus (PNM) e Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM).

Grupo de Trabalho durante o 6º FNM em Belém (2014)

Grupo de Trabalho durante o 6º FNM em Belém (2014)

Preservação, pesquisa, comunicação, educação, função social e acessibilidade, museus como agentes econômicos, novas tecnologias, financiamento e cooperação são os temas dos GTs – que acontecem nos dias 2 e 3 de junho.

Subsídios para políticas públicas
Temas transversais observados no documento da Unesco – como a elaboração de políticas públicas, a valorização da diversidade e a busca por padrões de excelência – também permeiam todas as discussões no âmbito dos GTs.

Como resultado, espera-se a identificação de possíveis lacunas existentes na elaboração da PNM e PNSM. Para tanto, os participantes farão apontamentos cujas conclusões serão apresentadas na sessão Plenária Final do 7º FNM. Tais indicações também serão basilares para a futura revisão da PNM e a elaboração do PNSM para o decênio 2020–2030.

Os documentos que serão utilizados nos GTs já estão disponíveis para acesso no blogue do Fórum Nacional de Museus. As inscrições para essa atividade serão feitas, a partir do dia 30 de maio, durante o credenciamento no Centro de Eventos da PUC-RS.

O 7º FNM é uma realização do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), autarquia vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), e acontece de 30 e maio a 4 de junho em Porto Alegre (RS). Conheça a programação.

Texto e foto: Ascom/Ibram