Ibram apresenta na Itália experiência com museus de pequeno porte

Encontro de Pequenos Museus (Itália)

Encontro na Itália reuniu experiências de pequenos museus

Dois servidores do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) retornaram esta semana de uma missão à Itália.

Cinthia Oliveira, coordenadora de Museologia Social e Educação do Ibram, e Ricardo de Carvalho Rosa, diretor do Museu do Ouro, localizado em Sabará (MG), tiveram oportunidade de participar da 5ª Conferência Nacional dos Pequenos Museus, que teve lugar na cidade de Viterbo.

Foram convidados pela Associazione Nazionale Piccoli Musei (APM), associação sem fins lucrativos que visa promover os pequenos museus e uma cultura de gestão específica para eles.

A conferência, realizada pela APM no Museu Nacional Etrusco Rocca Albornoz, contou com a participação de diretores de pequenos museus italianos.

Cinthia Oliveira fez o discurso de abertura sobre a realidade dos pequenos museus no Brasil e do Programa Pontos de Memória. Já Ricardo Rosa falou sobre a experiência com museologia social do Museu do Ouro, que registra entre 10 mil e 12 mil visitantes por ano, especialmente no tocante ao Ponto Memórias do Pompéu.

Semelhanças e diferenças
“Queremos aumentar a atuação dos museus de pequeno porte com a comunidade, por meio dos Pontos de Memória, respeitando as particularidades de cada um, e criando uma relação duradoura e proveitosa. Aos poucos, a comunidade vai se vinculando e despertando o sentimento de pertencimento,” afirmou Rosa.

Pequenos Museus: Itália

Cinthia Oliveira (em pé) apresentou a experiência dos Pontos de Memória no Brasil

Para ele, o encontro com os diretores de museus de pequeno porte italianos foi muito importante para reconhecer semelhanças e diferenças na suas formas de atuação, como também verificar o que pode ser melhorado.

“Encontramos muitos pontos de concordância, mas com especificidades diversas. Eles têm muito boa estrutura física, expografia, museografia. Mas também ficaram muito impressionados com nossa estrutura de pessoal e nossa visitação,” explicou o diretor do Museu do Ouro.

Durante a viagem, os representantes do Ibram também visitaram instituições como o Museu de Bolsena, Museu do Colle del Duomo, Museu da Cerâmica de Tuscia (Palazzo Brugiotti), entre outros locais, junto com autoridades de Viterbo e representantes da área de cultura.

No último dia de viagem, puderam ainda participar de eventos das Jornadas Europeias do Patrimônio realizados em Rocca Albornoz. Conheça o Museu do Ouro e o Programa Pontos de Memória.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Caterina Pisu

Ibram inicia diálogo com Associação de Pequenos Museus da Itália

A Associação Nacional de Pequenos Museus da Itália convidou o presidente do Ibram/MinC, José do Nascimento Jr., para participar da IV Conferência Nacional de Museus Pequenos, que acontecerá naquele país ainda este ano.

Nascimento Jr.(direita) durante visita a museu ligado à associação italiana

Durante viagem à Itália, em janeiro, Nascimento Jr. reuniu-se com Caterina Pisu, responsável pela associação italiana, quando falou sobre o trabalho do Ibram voltado para os pequenos museus, que são maioria no Brasil, como o Prêmio Pontos de Memória.

O presidente visitou o Museu Laboratório de Arte Contemporânea da Sapienza Universidade de Roma, que faz parte da associação italiana.

Após este primeiro encontro, Caterina Pisu entrou em contato com o Ibram e demonstrou interesse em trabalhar de forma conjunta com o instituto. Pisu também foi convidada a vir ao Brasil para a 23ª Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus (ICOM), que será realizada em agosto no Rio de Janeiro – oportunidade em que poderá conhecer o trabalho dos Pontos de Memória e ver de perto experiências como o Museu de Favela, que muito a interessou, entre outrss.

Texto e foto: Ascom/Ibram