Encontro no RN reuniu rede de Pontos de Memória e Museus Comunitários

Apresentação de mestres da cultura popular durante encontro no RN

Militantes da Museologia Social do Rio Grande do Norte realizaram, nos dias 24 e 25 de julho, na cidade de Nísia Floresta, o primeiro encontro da Rede de Pontos de Memória e Museus Comunitários do RN.

Durante o encontro no Museu de Nísia Floresta, 65 participantes de 20 municípios potiguares debateram os temas Direito à Memória, Políticas Públicas de Museus, Programa de Memória e Organização e Fortalecimento da Rede de Pontos de Memória no estado.

Diversas atividades culturais que articulam pesquisa e difusão da memória tiveram lugar durante os dois dias. O público pode participar da contação de histórias e da apresentações de Boi-de-Reis e de quatro mestres da cultura popular local.

De acordo com o coordenador da área de museus da Secretaria de Estado de Cultura do Rio Grande do Norte, Hélio de Oliveira, o encontro das experiências de Museologia Social foi mais um desdobramento do projeto Conexões Ibram no estado.

“O Conexões Ibram foi vital para o setor museológico potiguar, que se encontrava árido. Agora, 60% dos municípios encontram-se compromissados com essa nova dinâmica no setor por meio de políticas públicas”, disse.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação Pontos de Memória

Rio Grande do Norte inagura museu em homenagem a Nísia Floresta

Será inaugurado no dia 28 de março, no município de Nísia Floresta (RN), a mais nova unidade museal do Rio Grande do Norte. Com enfoque educativo, o Museu de Nísia Floresta homenageia a intelectual potiguar que se destacou no século XIX nas áreas de educação, literatura, emancipação da mulher, luta contra a escravidão e a favor das causas indígenas.

Iniciativa do Centro de Documentação e Comunicação Popular (CECOP), vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a criação do museu tem o apoio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), através do Edital do Programa Mais Museus, e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC).

A iniciativa conta ainda com a parceria da Paróquia Nossa Senhora do Ó, da Prefeitura do Município, do Fórum de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Local e da Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte. Outras informações podem ser obtidas na CECOP pelo telefone (84) 9950.4984.

Texto: Divulgação CECOP