Brasil ocupa a presidência do Programa Ibermuseus por mais três anos

O Comitê Intergovernamental do Programa Ibermuseus reelegeu, por maioria, o representante brasileiro junto ao programa, José do Nascimento Junior, também presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), para seguir na presidência da entidade pelos próximos três anos. A eleição aconteceu no âmbito do VI Encontro Ibero-americano de Museus, que teve lugar no Uruguai na última semana.

Nascimento Jr. (esq.) foi reeleito presidente do Programa Ibermuseus durante encontro

O comitê reuniu-se nos dias 26 e 27 de outubro, na cidade de Colônia do Sacramento, também no Uruguai, com a presença de representantes de 10 países ibero-americanos e instituições vinculadas ao Programa: SEGIB (Secretaria General Ibero-americana), OEI (Organização dos Estados Ibero-americanos) e AECID (Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento).

Os representantes revisaram a gestão do Ibermuseus nos seus três anos de atividade e reafirmaram a intenção de consolidar o programa, fortalecendo suas ações e equipe. A realização do VII Encontro Ibero-americano de Museus será em Bogotá, Colômbia, no último trimestre de 2013. Saiba mais na página do Programa Ibermuseus.

Texto: Divulgação Programa Ibermuseus
Edição: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação

Matéria relacionada
Encontro no Uruguai define diretrizes para museus ibero-americanos

Última atualização: 31.10.2012

 

Presidente do Ibram anuncia investimentos e projetos em visita ao Rio

Nesta terça-feira, 25 de setembro, o Museu Imperial recebeu a visita do presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), José do Nascimento Jr.

Ele anunciou o recebimento pelo Museu Imperial do registro nacional no Programa Memória do Mundo, da Unesco.  O registro classifica acervos documentais como patrimônios da humanidade. Em 2010, o título foi recebido pelos documentos relacionados às viagens de d. Pedro II e, agora, o conjunto agraciado foi a Coleção Carlos Gomes do Museu Imperial.

“Esse é o segundo título recebido pelo Museu Imperial e o interessante é que presta uma homenagem a um grande artista brasileiro, o maestro Carlos Gomes. O prêmio mostra a qualidade dos museus brasileiros, em especial o Museu Imperial, pois ele não seria possível sem o trabalho de preservação que o Museu vem realizando”, afirmou Nascimento.

O Ibram também falou da liberação de verbas ao Museu Imperial para obras de adequação dos espaços dos setores técnicos. “O Ibram destina recursos durante todo o ano para a manutenção dos museus, mas, nesse caso, faremos um investimento especial. O Museu Imperial tem a necessidade de adequação dos seus espaços, o que é um processo natural, uma vez que, ao longo do tempo, o museu vai repensando suas atividades, recebendo novos acervos e criando novas demandas”, explicou Nascimento.

A inauguração da Biblioteca Acessível do Museu Imperial também contou com a presença do presidente do Ibram. O acervo reúne livros em Braille e audiolivros disponibilizados para empréstimos e foi inaugurada com contação de histórias para deficientes visuais, na qual arte-educadores utilizaram recursos sensoriais para compor os enredos.

Após a coletiva, o presidente do Ibram conheceu alguns dos espaços que receberão as obras, os documentos da Coleção Carlos Gomes e o andamento do restauro da Berlinda de Aparato de d. Pedro II, que vem sendo realizado desde novembro e recupera uma das mais emblemáticas peças do acervo do Museu Imperial.

Texto e foto: Museu Imperial

Ibram e Smithsonian Institution assinam parceria em Brasília

Em solenidade realizada nesta terça-feira (18), em Brasília, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) e o Smithsonian Institution assinaram Memorando de Entendimento firmando parceria que durará três anos. O objetivo é fazer um intercâmbio de experiências para aprimorar as políticas e estratégias culturais adotadas nos museus brasileiros e nos museus norte-americanos e criar programas conjuntos de desenvolvimento profissional e exibições de acervos.

O documento foi assinado pela diretora do Programa Internacional de Educação Profissional de Museus do Smithsonian Institution, Elizabeth Duggal, e pelo presidente do Ibram, José do Nascimento Junior. Também esteve presente à solenidade de assinatura o embaixador dos Estados Unidos da América no Brasil, Thomas Shannon.
“Essa parceria firmada entre Smithsonian e Ibram é um ato de respeito mútuo que abre espaço para todos os nossos povos entenderem melhor a importância da cultura e das democracias e começarem a construir uma rede de acordos conectando os museus em todas as Américas para realizar nossa capacidade de sermos americanos no sentido original da palavra”, declarou o embaixador Thomas Shannon.

À esquerda: Thomas Shannon, Embaixador dos EUA no Brasil; Elizabeth Duggal e José do Nascimento Junior.

Palestra

A assinatura do acordo foi precedida de palestra de Elizabeth Duggal, sobre o tema Em busca da excelência: perspectivas do Smithsonian Institution, ela falou sobre o conceito de museu, os desafios da gestão museal e as formas encontradas pelo instituto para atrair e fidelizar o público, manter relacionamento permanente com a comunidade e firmar parcerias.

Depois desse evento em Brasília, Elizabeth Duggal segue para o Rio de Janeiro, para ministrar a mesma palestra amanhã (20) no Museu Histórico Nacional.

Para se inscrever para a palestra no Rio de Janeiro, acesse o formulário. Inscrições encerradas.

 

Texto: ASCOM/Ibram
Foto: Fábio Bonifácio/Embaixada EUA