Página 23 de 55« Primeira...10...2122232425...304050...Última »

Sobre o funcionamento dos museus Ibram nos dias 7 e 8 de maio

Em virtude da anunciada paralisação dos servidores do Ministério da Cultura (MinC) e instituições vinculadas, nos dias 7 e 8 de maio, os 30 museus que compõem o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) podem ter seus horários de atendimento ao público alterados nestes dois dias.

A fim de evitar transtornos, é importante que, neste período, o visitante entre  em contato antes de se dirigir ao museu. Confira quais museus compõem a rede Ibram e seus respectivos contatos.

Texto: Ascom/Ibram

Ministra da Cultura pensa em centro de restauração para museus federais

Nesta segunda (5), a Ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Angelo Oswaldo, visitaram no Museu do Louvre, em Paris, o trabalho da restauradora brasileira Regina Costa Pinto Moreira – baiana que trabalha há mais de 40 anos para o museu mais visitado do mundo.

A ministra e Angelo Oswaldo (dir.) em visita ao Museu do Louvre

A ministra e Angelo Oswaldo (dir.) em visita ao Museu do Louvre

“É um trabalho inspirador e nós devemos focar em um Centro de Restauração para os museus federais nos moldes do Louvre. É uma forma interessante de se trabalhar”, destaca a ministra.

A ideia é montar um Centro Referencial de Restauração Nacional com um laboratório para fazer um exame das obras e definir o trabalho que deve ser realizado em cada peça. A contratação da restauração é feita por obra por meio de licitação.

“A intenção é conjugar recursos públicos e privados para se manter um grande programa de restauração e conservação de obras”, explica Angelo Oswaldo. No Louvre, cerca de 1,6 mil obras são restauradas anualmente.

A visita ao Louvre faz parte da viagem oficial da ministra à França, onde participa da abertura da exposição dos painéis Guerra e Paz, do pintor brasileiro Candido Portinari, no Grand Palais, no dia 6. A exposição será aberta ao público no dia 7 e conta com peças de acervos de museus Ibram. Saiba mais.

Durante a visita, a ministra foi recebida ainda pelo diretor do museu Jean-Luc Martinez. O diretor ressaltou que os brasileiros estão entre os que mais visitam o Louvre – cerca de 370 mil por ano. Continue lendo.

Texto: Priscila Costa e Silva / Ascom MinC
Foto: Fernanda Peruzzo
Edição: Ascom/Ibram

Museus da rede Ibram aderem ao Programa Vale-Cultura

As 30 unidades museológicas vinculadas ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) concederão entrada gratuita aos trabalhadores credenciados junto ao Programa de Cultura do Trabalhador (Vale-Cultura), do Ministério da Cultura (MinC).

museu-da-chacara-do-ceiu

Será franqueada a entrada, mediante apresentação do cartão magnético do Programa Vale-Cultura, a cada usuário credenciado e até dois acompanhantes por visitação. Medida já está em vigor.

A adesão foi oficializada pela Portaria nº 120, de 16 de abril de 2014, assinada pelo presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, e publicada no Boletim Administrativo Eletrônico do órgão.

Segundo previsto pela portaria, será franqueada a entrada, mediante apresentação do cartão magnético do Programa Vale-Cultura, a cada usuário credenciado e até dois acompanhantes por visitação às unidades da rede Ibram – que incluem alguns dos museus brasileiros com maior visitação. A medida já está em vigor desde a data de sua publicação.

A Portaria nº 120 estabelece ainda que os museus da rede Ibram garantirão a gratuidade para estudantes do curso de Museologia, membros do Conselho Internacional de Museus (ICOM), museólogos e funcionários do Ibram, devidamente identificados com carteiras funcionais ou outro documento comprobatório, e demais casos descritos na legislação vigente.

A nova norma interna altera a Portaria nº 232, de 29 de julho de 2011, que estabeleceu padrões mínimos para os dias e horários de abertura das exposições nas unidades museológicas que integram a estrutura do Ibram.

Saiba mais sobre o programa Vale-Cultura.

Publicada comissão para seleção de diretor dos museus Ibram em Goiás

Diário Oficial da União (DOU), desta quinta-feira (24), trouxe a Portaria nº 128, que nomeia a comissão de seleção para diretor do Museu das Bandeiras e Arte Sacra da Boa Morte, na Cidade de Goiás, e Museu Casa da Princesa, em Pilar de Goiás.

A comissão é composta por três membros, que irão receber e analisar a documentação enviada pelos candidatos.  Para a escolha do novo dirigente, serão levados em consideração critérios técnicos e objetivos de qualificação baseados na análise de currículo, Declaração de Interesse e de Plano de Trabalho.

Além dos museus de Goiás, outros cinco museus Ibram também estão em processo de seleção de novos diretores. São eles: Museu Socioambiental de Itaipu, Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio e Museu Casa da Hera, todos localizados no estado do Rio de Janeiro; Museu Solar Monjardim, localizado em Vitória (ES); Museu Regional de São João del-Rei, em Minas Gerais. As comissões de seleção para diretor desses museus foram publicadas na semana passada. Leia aqui.

Estão aptos a concorrer ao cargo, servidores efetivos e não servidores que cumpram critérios como formação acadêmica em nível superior, experiência comprovada em gestão e conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu. O prazo para a conclusão dos trabalhos está estabelecido para 28 de maio.

Saiba mais sobre as chamadas públicas e as comissões.

Publicadas as comissões para seleção de diretores de museus Ibram

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) fez publicar hoje (16), no Diário Oficial da União (DOU), as portarias que nomeiam as comissões de seleção para diretores de seis museus federais ligados ao Ibram.

Museu Casa da Princesa (GO)

Museu Casa da Princesa em Pilar de Goiás

Cada comissão é composta por três membros, que irão receber e analisar a documentação enviada pelos 31 candidatos. Confira a composição das comissões.

Para a escolha dos novos dirigentes, serão levados em consideração critérios técnicos e objetivos de qualificação baseados na análise de currículo, Declaração de Interesse e de Plano de Trabalho.

Estão aptos a concorrer ao cargo servidores efetivos e não servidores que cumpram critérios como formação acadêmica em nível superior, experiência comprovada em gestão e conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu. O prazo para a conclusão dos trabalhos está estabelecido para 28 de maio. Saiba mais.

Foram feitas Chamadas Públicas, que estiveram abertas entre os dias 12 de março e 7 de abril, para os seguintes museus: Museu Socioambiental de Itaipu, Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio e Museu Casa da Hera, todos localizados no estado do Rio de Janeiro; Museu Solar Monjardim, localizado em Vitória (ES); Museu Regional de São João del-Rei, em Minas Gerais; e as três unidades de museus Ibram em Goiás: Museu das Bandeiras e Arte Sacra da Boa Morte, na Cidade de Goiás, e Museu Casa da Princesa, em Pilar de Goiás. Conheça os museus.

Matéria relacionada
Ibram abre seleção para escolha de novos diretores em seis museus

Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico tomou posse em Brasília

Cerimônia teve lugar no auditório do Ibram em Brasília

Cerimônia teve lugar no auditório do Ibram em Brasília

Foram empossados na manhã desta sexta-feira (11), em Brasília (DF), os integrantes do novo Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), escolhido para o período 2014-2018.

A cerimônia de posse aconteceu no auditório do edifício-sede do Ibram e contou com a participação de servidores e diretores do órgão.

Durante a cerimônia, o presidente do Ibram, Ângelo Oswaldo destacou a qualificação e histórico de atuação na área cultural de cada um dos 21 integrantes que passam a compor o conselho – sendo ele, como presidente do instituto, também presidente do órgão consultor.

Integram 8 representantes, e respectivos suplentes, de entidades culturais, além de 13 representantes da sociedade civil com notório e especial conhecimento nos campos de atuação do Ibram. Confira quem são os novos conselheiros.

Após a cerimônia, o conselho assistiu a uma apresentação técnica sobre o decreto 8.124/13, que regulamentou o Estatuto de Museus. À tarde, o grupo participou de sua primeira reunião de trabalho. O encontro teve como pauta a construção do Regimento Interno do Conselho Consultivo.

Papel do conselho
Conforme regulamentado pelo Decreto 8.124/13, poderão ser declarados de interesse público, com a aprovação do Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico, bens culturais musealizados ou passíveis de musealização cuja proteção e valorização, pesquisa e acesso à sociedade representarem valor cultural de destacada importância para o país.

Presidente do Ibram ressaltou a contribuição relevantes dos conselheiros para o Ibram

Presidente do Ibram ressaltou a contribuição relevantes dos conselheiros para o Ibram

O Ibram manterá cadastro específico dos bens declarados de interesse público para fins de documentação, monitoramento, promoção e fiscalização, e terá direito de preferência em caso de venda de bens declarados de interesse público, caso manifeste interesse.

“Com a Declaração de Interesse Público, passamos a ter um instrumento específico para a proteção do patrimônio museológico, que vai nos permitir acompanhar o paradeiro dessas obras”, explicou o presidente do Ibram, Ângelo Oswaldo, na posse dos conselheiros. Ouça o áudio da cerimônia na íntegra (formato.mp3).

O conselho se reunirá em caráter ordinário uma vez por semestre, podendo reunir-se em caráter extraordinário por convocação do presidente ou da maioria de seus membros. Os integrantes indicados cumprirão mandato de quatro anos, permitida a recondução.

A próxima reunião ordinária está pré-agendada para o 6º Fórum Nacional de Museus, previsto para o segundo semestre.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Natália Roncador/Ascom Ibram

Matéria relacionada
Ibram define Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico

Ranking: exposições no Brasil entre as mais populares do mundo em 2013

Na sua edição Primavera/Verão 2014, a publicação em língua inglesa The Art Newspaper lança, como faz anualmente, reportagem especial na qual apresenta e analisa números de visitação a museus e exposições em todo o mundo em 2013.

Da Vincis do povo: exposição chinesa no CCBB entre as mais visitadas em 2013

Da Vincis do povo: exposição chinesa no CCBB entre as mais visitadas em 2013

O Brasil ocupa quatro das 20 exposições mais populares do ano passado, de acordo com o número diário de visitantes: Impressionismo: Paris e a modernidade (3º lugar); Cao-Guo-Qiang: Da Vincis do povo (6º lugar); Movie-se: no tempo da animação (10º lugar) e Elas: mulheres artistas na coleção do Centro Pompidou (11º lugar).

Todas elas foram gratuitas e os números foram obtidos quando estavam em cartaz no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro.

Mais museus
Em outras posições da lista mundial, que mapeou 650 exposições, aparecem mostras de outras unidades do CCBB (SP, MG e DF), o Museu Oscar Niemeyer (PR), a Pinacoteca de São Paulo, o Museu Nacional do Conjunto Cultural da República (DF), o Santander Cultural (RS), o Museu de Arte Contemporânea de Niterói (RJ), a Fundação Bienal e o Paço das Artes (SP).

A 9ª Bienal do Mercosul (RS) entrou na lista das mostras chamadas ‘big ticket’ em inglês – onde o visitante acessa várias exposições no mesmo lugar. Este é o terceiro ano consecutivo que o Brasil entra no ranking mundial de exposições mais populares. Confira o ranking completo de 2013 (em inglês).

Para o presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, a presença expressiva do Brasil na lista internacional “traduz a efervescência do nosso setor museal”. “Nos últimos anos, ampliou-se consideravelmente o acesso a museus e centros culturais no país, que oferecem programações cada vez mais dinâmicas e variadas”, reforça, “e faz com que o público reconheça isso como cultura, educação, lazer e turismo”.

Desde 2010, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) realiza uma coleta de dados, no início de cada ano, das exposições do ano anterior no Brasil com o objetivo de subsidiar tanto a publicação The Art Newspaper quanto para seu próprio banco de dados.

Abertura da exposição no MNBA em julho de 2013 com a Ministra da Cultura

Museus Ibram
Em 2013, os 30 museus federais que compõem a rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) receberam cerca de 1,1 milhão de visitantes, segundo dados fornecidos pela Coordenação Geral de Sistemas de Informação Museal do Ibram.

Os museus mais visitados foram no estado do Rio de Janeiro: Museu Imperial, com mais de 280 mil visitantes; o Museu Histórico Nacional (MHN), que alcançou 154 mil visitantes; e o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), com cerca de 152 mil.

O destaque entre os museus Ibram em 2013 foi a exposição A herança do sagrado: obras-primas do Vaticano e de museus italianos, que esteve em cartaz entre julho e outubro no MNBA, e levou, em média, 25 mil visitantes ao museu no período.

O Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), também é destaque com mais de 135 mil visitantes no ano passado. Conheça todos os museus Ibram.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Marcelo Camargo/Agência Brasil (foto 1) – MinC (foto 2)

Matérias relacionadas
Brasil ocupa 1º lugar no ranking mundial de exposições mais visitadas em 2011
Ibram começa a mapear público de exposições de curta duração no Brasil

Última atualização: 10.4.2014

MAI e sistema de museus foram tema de reunião em Niterói esta semana

O presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Angelo Oswaldo, esteve na quarta-feira (2), em Niterói (RJ), onde se reuniu com o prefeito da cidade, Rodrigo Neves, para discutir a necessidade de melhorias no entorno do Museu de Arqueologia/Socioambiental de Itaipu (MAI/Ibram),  além da criação de um sistema integrado de museus no município.

Oswaldo (esq.) e o prefeito de Niterói durante encontro

Oswaldo (esq.) e o prefeito de Niterói durante encontro

A reunião contou ainda com a participação do presidente da Fundação de Arte de Niterói (FAN), André Diniz, das coordenadoras do Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro, Lucienne dos Santos, e do Patrimônio Museológico do Ibram, Vera Mangas, além do diretor do museu, Pedro Heringer.

O presidente do Ibram destacou a necessidade de readequação urbanística no entorno do MAI, que considera fundamental para a visibilidade e acesso à instituição.

Instalado no antigo Recolhimento de Santa Teresa, fundada em 1764, o local, que reúne testemunhos da ocupação humana pré-cabralina na região, é considerado um dos sítios arqueológicos pré-históricos mais importantes do país.

“A requalificação urbana da área do entorno do museu irá organizar e valorizar o espaço público, como também o patrimônio histórico-cultural e as comunidades que o cercam”, declarou Pedro Heringer.

Entorno e valorização
Ficou definido no encontro que o Sistema Municipal de Museus, cuja criação será oficializada por decreto, será lançado no dia 15 de maio em cerimônia no Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói, quando também será apresentado um folder com o roteiro dos museus locais.

A expectativa, a partir da criação do sistema, é aperfeiçoar a sinalização dos museus locais, organizar seus horários de funcionamentos e agendas, facilitar o diálogo entre museus e instituições afins, promover o compartilhamento dos acervos, mostras conjuntas e atividades museológicas, além de melhorar o entorno dos museus através da valorização paisagística e ordenamento urbano.

Além do MAC e do Museu de Arqueologia de Itaipu, Niterói reúne instituições importantes como o Museu Antônio Parreiras, o Museu do Ingá, o Solar do Jambeiro, a Casa de Oliveira Vianna e o Museu Janete Costa de Arte Popular, reaberto no ano passado, além de vários espaços expositivos, como o recém-inaugurado Espaço Cultural dos Correios.

De acordo com o prefeito, a cidade vai ganhar em breve mais três museus: o do Cinema Brasileiro, em São Domingos; o da Ciência e Criatividade, no Caminho Niemeyer; e o do Samba e Choro, em Jurujuba.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Prefeitura de Niterói/divulgação

Ibram esclarece matéria publicada na Folha de S.Paulo hoje (2)

Sobre matéria publicada hoje (2), no jornal Folha de S.Paulo, com o título “Justiça autoriza venda de obras de Edemar”, em que o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) é citado em texto sobre leilão de duas obras da coleção do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, o instituto esclarece que não manifestou à justiça o direito de usufruir da preferência na compra dos quadros citados na reportagem.

Diante da comunicação pelo Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), sobre a autorização para realização do leilão no exterior, o Ibram solicitou ao Juiz que reconsiderasse sua decisão, uma vez que realizado no Brasil, o leilão garantirá o pleno exercício do direito de preferência na aquisição das obras pelos museus que integram o Sistema Brasileiro de Museus (SBM).

Notificação e consulta
O artigo 20 do Decreto de Regulamentação do Estatuto de Museus diz que “os museus integrados ao SBM gozam de direito de preferência em caso de venda judicial ou leilão de bens culturais”, ampliando nos parágrafos seguintes as condições: “para possibilitar o exercício do direito de preferência, o responsável pelo leilão ou venda judicial de bens culturais deverá notificar o Ibram sobre o leilão com antecedência de, no mínimo, trinta dias, e caberá à autarquia estabelecer requisitos mínimos para notificação.

E ainda: “recebida a notificação, o Ibram consultará os museus integrantes do SBM para que, no prazo de dez dias, informem interesse na aquisição dos bens objeto da venda judicial ou leilão”.

Caso não haja reconsideração por parte da justiça, o Ibram solicitou ainda que fosse determinado à empresa responsável pelo leilão, no exterior, que notifique o instituto com vistas a proceder a consulta junto ao SBM. Entenda melhor o Decreto nº 8.124/13, que regulamenta o Estatuto de Museus.

Texto: Ascom/Ibram

Obras de requalificação dos museus Ibram em Paraty (RJ) estão adiantadas

As obras de requalificação dos museus Arte Sacra de Paraty e Forte Defensor Perpétuo, ambos na mesma cidade fluminense, já estão avançadas. Vinculados ao Ibram/MinC, os museus estão entre os nove da rede que tiveram serviços de intervenção em seu espaço físico contratados no final do ano passado.

Museu Forte Defensor Perpétuo encontra-se parcialmente fechado ao público. Na foto, atividade realizada ano passado em Paraty

Situado na antiga Igreja de Santa Rita – construída em 1722 e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1962 – o Museu de Arte Sacra de Paraty já havia dado início, em abril de 2012, à reforma de seu telhado e rede elétrica, através de parceria privada.

Desde o início deste ano, o edifício passa também por intervenções estruturais contratadas pelo Ibram, que seguem em ritmo acelerado.

Os serviços incluem a recuperação da fachada externa da igreja, da nave e da torre sineira, com reparo de todo o reboco e pintura. Os recursos do Ibram também garantirão ao monumento a conclusão da já iniciada atualização de sua rede elétrica, assim como das redes de lógica (telefonia) e segurança.

Sem cimento
“O reboco das paredes externas e internas está sendo feito com argamassa de cal e areia, sem adição de cimento”, explica Henrique Milen Vizeu, Técnico em Assuntos Culturais.

“Está sendo removida toda a antiga argamassa que continha cimento, material que retém muita umidade, extremamente prejudicial ao acervo. Visando também prevenir danos por infiltrações e vazamentos, a caixa d’água do telhado da capela-mor foi transferida para a parte inferior do edifício, concentrada no atual Consistório”, completa o técnico.

No Museu Forte Defensor Perpétuo, a aguardada reforma na estrutura do telhado já está sendo realizada também com a liberação dos recursos do Ibram/MinC. O contrato prevê também a realização de serviços especializados de arqueologia para realizar pesquisa prospectiva no Morro da Vila Velha, área tombada em nível federal sobre a qual o museu está situado. O museu continua parcialmente aberto ao público, apesar das intervenções, que estão sendo feitas de forma escalonada.

A conclusão das obras nos dois museus está prevista para julho. Conheça os museus Ibram.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação

Matéria relacionada
Modernização: Ibram abre licitações para reformas de mais cinco museus

Página 23 de 55« Primeira...10...2122232425...304050...Última »