Página 20 de 55« Primeira...10...1819202122...304050...Última »

Revista do Professor já pode ser lida na página do Museu da República

A Revista do Professor, editada anualmente pelo setor de Educação do Museu da República (MR), no Rio de Janeiro (RJ), já se encontra disponível para leitura online no sítio do museu na internet. A publicação contabiliza cinco números, sendo os dois últimos apenas no formato virtual. Em breve, contudo, estarão também disponíveis na forma impressa.

As cinco edições da Revista do Professor

As cinco edições estão disponíveis para leitura na página do MR

De acordo com Normanda Freitas, assessora técnica e coordenadora de Educação do Museu da República, a Revista do Professor é fruto de um projeto pedagógico, iniciado em 2008, voltado para educadores de forma geral, incluindo aqueles que trabalham em museus.

A publicação surgiu da necessidade de mostrar aos professores a forma como o MR trabalha no processo educativo multidisciplinar com os alunos e todo o universo da comunidade educacional, abordando a história republicana, o patrimônio e a cidadania.

Dentre os assuntos focados, destacam-se a exposição A Res publica brasileira, que narra a trajetória do período republicano em suas várias conjunturas político-sociais. Os textos trazem ainda o desdobramento do pensamento republicano nas áreas de educação, arquitetura, literatura, astronomia, artes plásticas, patrimônio cultural e ambiental, entre outros.

Participação
Normanda informou que a publicação, com uma linguagem clara e direta, contribui para suprir a carência de publicações que abordem tais assuntos na formação das pessoas que atuam no magistério, em todos os níveis.

Como ferramenta para instrumentalizar a ação em sala de aula e nas visitas ao museu, a revista busca mostrar a abrangência do acervo do MR e sua relação com o trabalho do educador junto aos estudantes. Um detalhe importante é que a publicação está aberta aos professores que desejarem contribuir com suas análises sobre a conjuntura educacional do país e suas experiências na relação museu-educação.

A coordenadora de Educação acrescentou que a revista é alimentada por outro projeto do Museu da República, denominado República dos Professores, onde especialistas de diversas áreas expõem seus artigos a partir de oficinas e palestras proferidas. Saiba mais sobre o MR.

Texto e foto: Divulgação Museu da República
Edição: Ascom/Ibram

Presidente do Ibram visita instituições em Maceió e Salvador esta semana

Durante a 8ª Primavera dos Museus, o presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, participa de uma série de atividades nas cidades de Maceió (AL) e Salvador (BA).

No dia 24, durante a abertura do V Encontro Nacional de Memoriais do Ministério Público (MP), em Maceió, Oswaldo profere palestra sobre sua experiência na área museológica, com destaque para a preservação da memória brasileira. Antes, visita, ao lado do procurador-geral de Justiça no estado, Sérgio Jucá, o memorial do MP de Alagoas.

Fachada da Casa de Jorge de Lima no centro de Maceió (AL)

Com o tema O papel social dos museus, o encontro se estende até o dia 26 e reúne representantes de memoriais de ministérios públicos de 17 estados. Apresentação de experiências, grupos de trabalho em torno da memória institucional e suas interrelações, e a preparação da Carta de Maceió, documento síntese do encontro, compõem a programação.

“O Ministério Público exerce papel relevante na salvaguarda de acervos museológicos. Daí a importância de se dialogar com os representantes ligados diretamente aos campos da cultura e memória nos estados”, enfatiza Angelo Oswaldo.

Arte e Memória
No dia 25, ele visita instituições de arte e memória na capital alagoana: a Fundação Pierre Chalita e a Casa Jorge de Lima. Localizada em um casarão no centro da capital, a fundação, que leva o nome do artista e colecionador Pierra Chalita (1930-2010), é responsável por dois museus: Museu de Arte Brasileira (MAB) e Museu de Arte Pierre Chalita – que ocupa o mesmo edifício histórico da fundação.

A coleção do museu é constituída por parte das mais de 2,2 mil obras pertencentes à fundação e abrange pinturas, esculturas, desenhos, gravuras, objetos decorativos e um núcleo de arte sacra. Já o MAB, instalado em armazéns no bairro portuário de Jaraguá, conserva um variado acervo de objetos artísticos, com ênfase na arte alagoana e nordestina.

Recentemente restaurada, a Casa Jorge de Lima, atual sede da Academia Alagoana de Letras, propõe um roteiro pela obra e a história do poeta alagoano (1893-1953). A casa apresenta exposições permanentes, como  os versos ilustrados de Rio São Francisco e Acendedor de Lampiões, e a mostra O mundo de Jorge de Lima, que conta a vida do escritor detalhada em linha cronológica.

Cultura afro-brasileira
Em Salvador, no dia 26, o presidente do Ibram encontra-se com o diretor do Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab), José Carlos Capinan. O Ministério da Cultura (MinC) tem interesse na federalização do museu, que passaria a integrar a rede de museus Ibram.

Muncab: maquete do gradil Histórias de Ogum

“Estamos atuando no Muncab em parceria com a Petrobras”, explica Angelo Oswaldo. “Ocupando dois antigos prédios, que abrigavam secretarias de estado da Bahia, o Muncab certamente irá se constituir como um espaço de cultura, educação, cidadania e turismo não só para Salvador mas para todo o Brasil”.

Segundo o diretor do museu, as obras caminham a bom passo: após a atualização do projeto arquitetônico do Muncab, várias melhorias têm sido feitas – do sistema elétrico a acessibilidade.

“Iniciamos também a urbanização do entorno do museu, o que já nos rendeu uma boa receptividade da população”, conta Capinan. No dia 27, o museu vai inaugurar um painel esculpido em ferro (gradil), realizado pelo artista J.Cunha, denominado Histórias de Ogum.

Além do encontro no Muncab, uma visita ao Museu Afro-Brasileiro (Mafro) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) também deve acontecer no dia 26. Localizado no Pelourinho, o museu possui um acervo com mais de mil peças de cultura material africana e afro-brasileira e tem papel relevante na divulgação e preservação dessas matrizes culturais. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram
Foto 1: Secult Alagoas/divulgação
Foto 2: Roberto Abreu/MinC

Primavera 2014: confira destaques da programação dos museus Ibram

Os museus que integram o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) têm ampla programação durante a 8ª Primavera dos Museus – que acontece em todo o país de 22 a 28 de setembro com o tema Museus Criativos. Confira alguns destaques da programação, visite as páginas dos museus na internet (basta clicar no nome) e acesse o guia completo para mais detalhes. As programações são de responsabilidade exclusiva dos museus.

Minas Gerais (MG)
O Museu do Diamante, em Diamantina, realiza, a partir do dia 23, um curso de teatro e faz distribuição de Caderno de Plantas medicinais, livreto ilustrado em cores que ajuda a identificar as plantas do cerrado, além da performance de Calebe Silva no dia 27.

Museu do Diamante (MG)

Museu do Diamante (MG)

O Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, concentra-se em ações de sustentabilidade ambiental, com oficina de reciclagem e formação de multiplicadores para reciclagem criativa de resíduos sólidos, além de oferecer o workshop Arte, história e educação: diálogos e possibilidades no contexto escolar no dia 27 de setembro.

O Museu do Ouro, em Sabará, tem apresentação de música com temática barroca, que acontece no dia 24, às 20h. O Museu Regional Casa dos Ottoni, no Serro, desenvolve projeto com idosos, tendo como foco o resgate memorial e afetivo de canções e histórias. Outras informações  pelos telefones (38) 3541.1440 ou (31) 9902.4609.

Já o Museu Regional de São João del-Rei realiza o projeto O museu recebe sua família – visita guiada e noturna ao museu envolvendo as famílias de funcionários e colaboradores da instituição.

Rio de Janeiro (RJ)
O Museu de Arte Religiosa e Tradicional, em Cabo Frio, mesmo fechado para obras, desenvolve ação em escolas públicas, como contação de histórias e distribuição de jogos educativos. Outras informações pelo telefone (22) 2643.6898.

Em Petrópolis, o Museu Imperial realiza Curso de Atualização para Guias em parceria com o Curso de Turismo do Cefet. Já no Palácio Rio Negro, no dia 26, acontece a palestra Educação como Instrumento de Cidadania. Outras informações pelo telefones (24) 2246.2378/2423.

Em Vassouras, o Museu Casa da Hera realiza, entre outras atividades, o Clube do Postal – projeto educativo que visa resgatar o hoje antigo hábito de envio de cartões postais.

Museu de Arqueologia de Itaipu (RJ)

Museu de Arqueologia de Itaipu (RJ)

O Museu de Arqueologia de Itaipu, em Niterói, abre, dia 24, a mostra fotográfica Itaipu: Imagens e Histórias, com fotos dos anos 60, 70 e 80 registradas pelo fotógrafo Ruy Lopes. No mesmo dia acontece ainda a inauguração da biblioteca do museu e apresentação teatral. Outras informações pelos telefones (21) 3701.2966/2994.

Na cidade do Rio, no bairro de Santa Teresa, o Museu da Chácara do Céu realiza, no dia 25, uma palestra retrospectiva sobre pesquisas sobre o trabalho educativo nos Museus Castro Maya. No mesmo bairro, o Museu Casa de Benjamin Constant realiza a 24ª edição do Arte de Portas Abertas em seu jardim, com exposição de quatro artistas visuais.

O Museu da República, no Catete, traz a exposição Conexões: lá dentro lá fora, com foco no tema desta edição, Museus Criativos. Já o Museu Histórico Nacional realiza, nos dias 17 e 18, oficinas de Trocas de Sonhos, onde o público poderá deixar seus sonhos e pegar um sonho para sua coleção.

O Museu Nacional de Belas Artes abre a exposição Museu invisível, sobre uma faceta menos conhecida do escritor Ariano Suassuna, falecido em julho: a tapeçaria “A onça do divino”. Já o Museu Villa-Lobos, em Botafogo, realiza, no dia 22, ações educativas como a oficina de musicalização Brincantando e um concerto didático com repertório baseado no cancioneiro infantil de Villa-Lobos.

Goiás (GO)
Na histórica Goiás, o Museu de Arte Sacra da Boa Morte propõe a oficina Veiga Valle em Quadrinhos, resgatando na linguagem das histórias em quadrinhos um dos artistas mais relevantes da cidade. Em Pilar de Goiás, o Museu Casa da Princesa abre, dia 26, uma exposição com registros fotográficos da história cidade, por meio da comparação de fotografias antigas e novas em posse dos moradores locais. Outras informações pelos telefones (62) 3339.3120 e 3371.1087.

Outros estados

No dia 21, das 14h às 16h, o Museu Solar Monjardim, em Vitória (ES), realiza a ação educativa Pinte Vitória no Museu Solar Monjardim, cujo foco está na educação patrimonial. Outras informações pelo telefone (27) 3223.6609.

Museu da Abolição (PE)

Museu da Abolição (PE)

No Recife (PE), o Museu da Abolição, na Madalena, realiza oficinas de arte e abre a exposição Cicatrizes, de Braz Marinho, no dia 25.

Em Alcântara (MA), o Museu Casa Histórica de Alcântara realiza ações educativas: Baú do Conhecimento na Brinquedoteca, teatro de fantoches e jogos educativos. O Museu Victor Meirelles, em Florianópolis (SC), leva uma série de nove oficinas de arte para escola pública da cidade entre os dias 23 e 25.

Texto e fotos: Ascom/Ibram

Museu da Chácara do Céu exibe fotogravura no Rio

O Museu da Chácara do Céu, na cidade do Rio, exibe a fotogravura Escreve na memória, da artista plástica Claudia Bakker, na qual estão reunidas imagens de duas instalações que ocuparam a mesma fonte do Museu do Açude, que também integra os Museus Castro Maya, em 1994 e em 1996,

A fonte do Museu do Açude em dois momentos: fotogravura de Claudia Bakker

A carioca Claudia Bakker é conhecida por suas instalações com maçãs. Desde o início dos anos 1990, ela cria trabalhos que falam da dicotomia entre o efêmero e o permanente, misturando materiais, como maçãs e mármore, além de filmes e fotografias. Outras obras da artista, produzidas a partir da década de 1990, ocuparão duas salas do terceiro andar do museu.

A mostra faz parte do projeto Os Amigos da Gravura e fica aberta para visitação, até 26 de janeiro de 2015, de quarta a segunda-feira, das 12h às 17 h.

Os Amigos da Gravura
Idealizada por Raymundo de Castro Maya, a Sociedade dos Amigos da Gravura foi criada em 1948 e funcionou entre os anos 1953-1957, quando havia um grande entusiasmo pelas iniciativas de democratização e popularização da arte, sendo a gravura encarada como peça fundamental a serviço da comunicação pela imagem.

O projeto foi retomado em 1992 como um desafio que enriqueceu a programação cultural dos Museus Castro Maya e possibilitou a incorporação da arte brasileira contemporânea às coleções deixadas por seu idealizador. A cada ano, artistas plásticos são convidados a participar do projeto com uma gravura inédita. A tiragem de cada gravura é limitada a 50 exemplares. Saiba mais.

Texto: Divulgação

Confira oportunidades de formação na área de museus

Na modalidade Ensino a Distância, o curso Introdução ao Trabalho em Museus, realizado pelo Sistema Estadual de Museus de São Paulo e pela Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari, é voltado qualificar os profissionais e dirigentes de instituições museológicas nas diversas frentes de trabalho desenvolvidas nos museus.

A carga horária é de 120 horas distribuídas ao longo de 10 semanas. São 100 vagas. As aulas começam dia 29 de setembro e as inscrições podem ser feitas até o dia 16. Informações pelo telefone (11) 3339.8208 ou na página da associação cultural na internet.

Já a Coordenação do Programa de Pós-graduação em Museologia e Patrimônio do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), em conjunto com o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), abriu processo seletivo para o Curso de Mestrado em Museologia e Patrimônio para o ano de 2015.

Mestrado: Mast e Unirio desenvolvem programa comum

Parceria: Mast e Unirio desenvolvem programa de pós-graduação no RJ

São 20 vagas, sendo 10 para a linha de pesquisa Museu e Museologia e dez para a linha de pesquisa Museologia, Patrimônio e Desenvolvimento Sustentável.

Os interessados poderão fazer as inscrições até o dia 30 de setembro no Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Unirio no bairro da Urca. Informações pelos telefones (21) 2542.1283 ou 2542.1387. Acesse o edital.

Em São Paulo, o Centro Técnico Templo da Arte promoverá o curso de Pós-graduação Lato Sensu em Conservação e Restauro de Arte Sacra, que visa qualificar profissionais para atuar na preservação dos acervos e suprir a carência de pessoal qualificado na área.

O curso terá disciplinas teóricas e práticas sobre Conservação, Restauro, História da Arte Sacra, Iconografia Religiosa e técnicas de expografia, entre outros.

As aulas serão ministradas aos finais de semana, em encontros mensais, totalizando uma carga horária de 448h. As inscrições já estão abertas e o curso terá início no dia 15 de novembro. Confira o conteúdo programático. Informações pelo telefone (11) 3385.7443 ou na página web da instituição.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação/Mast

Aviso de licitação para eventos

Publicado hoje (15), no Diário Oficial da União, Aviso de Licitação nº 7, do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), para “contratação de empresa especializada na prestação dos serviços de organização, planejamento, promoção e execução de eventos, elaboração e fornecimento de infraestrutura no que se refere à locação de espaço físico, com mobiliário necessário e adequado, fornecimento de layout ou design para estandes, exposições ou feiras, compreendendo a montagem, desmontagem, limpeza, manutenção, instalações elétricas, hidráulicas de equipamentos e outros serviços correlatos”.

A entrega das propostas já está disponível no Portal de Compras do Governo Federal. A abertura das propostas acontece dia 26 de setembro, às 10h. O edital e seus anexos, nos formatos .pdf e .doc, estão disponíveis na página Licitações e Contratos do Ibram. Outras questões ou dúvidas podem ser tratadas pelo endereço eletrônico licitacao@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Guia de programação da 8ª Primavera dos museus já está disponível

O guia com a programação completa da 8ª Primavera dos Museus já está disponível para consulta online ou download. Entre os dias 22 e 28 de setembro, 761 instituições culturais brasileiras, espalhadas em 389 cidades, irão desenvolver 2.436 atividades das mais diversas tipologias – exposições, debates, exibição de filmes, oficinas, visitas monitoradas, dentre outras.

Atividade da Primavera dos Museus em Cabo Frio (RJ): apresentação de Jongo com o grupo Griôt

Atividade da Primavera dos Museus em Cabo Frio(RJ) em edição anterior: apresentação de Jongo com o grupo Griot

Em 2014, 26 unidades da federação participam da Primavera dos Museus. A região Sudeste foi a que teve maior número de participantes (319), seguida pelas regiões Nordeste (179), Sul (196), Centro-Oeste (39) e Norte (28).

O guia, com 175 páginas, é de fácil navegação e está organizado por regiões, cidades e instituições participantes, que têm a responsabilidade direta pelo desenvolvimento das atividades inscritas.

O tema da edição deste ano, Museus Criativos, tem a intenção de estimular a manutenção e desenvolvimento de cada museu na exploração de sua capacidade de inovar – seja por meio da modernização da gestão, diversidade de iniciativas ou ampliação da presença no território em que se acha inserido, garantindo assim um maior acesso das populações à cultura.

A proposta temática Museus Criativos se expande para o 6º Fórum Nacional de Museus, que terá lugar em Belém (PA), entre os dias 24 e 28 de novembro. Saiba mais.

Duvidas ou outras questões sobre a edição 2014 da Primavera dos Museus devem ser enviadas para o endereço eletrônico primavera@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Tatiana Bion Dias/divulgação

Financiamento: CNIC aprovou captação de recursos para 20 projetos na área museal

A 224ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), que teve lugar em Paulínea (SP), entre os dias 2 e 4 de setembro, aprovou 20 projetos na área de museus, sendo autorizado o valor total de R$ 46.656.067,82 a ser captado via mecanismo de renúncia fiscal da Lei Rouanet.

Os projetos da área museal foram analisados tanto pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) quanto por outras instituições vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC).

Além de planos anuais de manutenção de museus, foram aprovados projetos como a construção e instalação do Museu Histórico e Cultural de Rio Claro (SP); a preservação da memória da dança brasileira, através do portal Museu da Dança; a produção de um livro, em três volumes, sobre os 10 anos do Instituto Inhotim (MG); assim como uma proposta de criação de espaços culturais dentro das escolas ou áreas afins no Estado do Rio de Janeiro (RJ).

Dentre as exposições aprovadas para captar recursos estão duas itinerantes: a evolução da informática no Brasil e no mundo, feita pelo Museu do Computador (SP), e outra com 22 obras do artista Aldemir Martins (1922-2006) sobre futebol.

Há mostras ainda sobre o poeta baiano Gregório de Matos Guerra (1636-1696), no Museu da Língua Portuguesa (SP), e uma exposição fotográfica sobre os hábitos e costumes dos brasileiros nos últimos 100 anos, a ser realizada pelo Museu das Comunicações Hipólito José da Costa (RS), dentre outras.

Confira todos os projetos aprovados na reunião da CNIC de setembro. No mês de outubro, ela irá acontecer em Brasília (DF), entre os dias 7 e 9. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

8ª Primavera dos Museus tem mais de 2,4 mil atividades programadas

A oitava edição da Primavera dos Museus neste ano contará com a participação de 761 instituições – entre museus e outras entidades culturais. Durante o período de inscrições, finalizado no dia 29 de agosto, foram cadastradas 2.436 atividades no total, cujo desenvolvimento será de responsabilidade das instituições.

Atividade da Primavera dos Museus no Museu Amazônico em Manaus (AM)

Atividade da Primavera dos Museus no Museu Amazônico em Manaus (AM) ano passado

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) divulgará em sua página na internet um guia online contendo toda a programação nacional, que traz atividades como exposições, seminários, oficinas, exibições de música, teatro, dança e cinema, além de outras atrações.

A 8ª Primavera dos Museus será realizada entre os dias 22 e 28 de setembro com o tema Museus Criativos. A ideia é retomar a discussão sobre os desafios da atuação interdisciplinar dos museus para sua efetiva comunicação com as comunidades em que estão inseridos.

O tema da criatividade nos museus brasileiros terá continuidade durante o 6º Fórum Nacional de Museus, em novembro. Saiba mais.

Em caso de dúvidas ou outras questões relativas à edição 2014 da Primavera dos Museus, os interessados podem enviar e-mail para o endereço eletrônico primavera@museus.gov.br ou fazer contato pelos telefones (61) 3521 4135/4122/4214.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação Museu Amazônico/Regina Vasconcellos

Nova resolução normativa traz elementos descritivos para o INBCM

Publicada no Diário Oficial da União de hoje (1º) a Resolução Normativa nº 2, do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), relativa ao Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados (INBCM), que dá continuidade à regulamentação iniciada com a publicação da primeira Resolução Normativa em 1º de agosto.

Esta resolução estabelece os elementos de descrição das informações sobre o acervo museológico, bibliográfico e arquivístico que devem ser declarados ao INBCM. Após conceituar  e definir o que seriam bens culturais nas três áreas do conhecimento, a resolução estabelece os elementos de descrição que devem ser informados para a identificação do bem cultural em cada tipo de acervo. Confira a resolução na íntegra.

O Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados é um instrumento de inserção periódica de dados sobre os bens culturais musealizados que integram os acervos museológico, bibliográfico e arquivístico dos museus brasileiros, para fins de identificação, acautelamento e preservação, previstos na Política Nacional de Museus (PNM).

A implementação do Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados é composta de três etapas: após a definição dos elementos de descrição, presentes na Resolução Normativa nº2, haverá ainda a publicação das recomendações técnicas para o preenchimento dos elementos de descrição sobre os bens culturais musealizados e a publicação das recomendações para envio e consulta das informações do INBCM junto ao Ibram.

O Ibram coordenará e manterá atualizado o INBCM, sendo os museus responsáveis pelo conteúdo e envio dos dados sobre os seus bens culturais musealizados. As informações ao INBCM deverão ser anualmente enviadas ao Departamento de Processos Museais (DPMUS) do instituto.

Texto: Ascom/Ibram

Matéria relacionada
Resolução regulamenta Inventário Nacional de Bens Culturais Musealizados

Página 20 de 55« Primeira...10...1819202122...304050...Última »