Página 10 de 53« Primeira...89101112...203040...Última »

Tese de pesquisador do Ibram sobre arte e loucura é premiada pela CAPES

euripedes

Tese é resultado de nove anos de pesquisa do museólogo, que é responsável pelo setor de esculturas do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA).

Berço de Arthur Bispo do Rosário (1909-1989) – interno durante mais de 50 anos na Colônia Juliano Moreira, no Rio de Janeiro (RJ), cuja obra vanguardista desperta amplo interesse internacional – e Nise da Silveira (1905-1999), psiquiatra pioneira na utilização da arte como recurso terapêutico, o Brasil detém o maior acervo mundial de obras produzidas por pacientes internados em hospitais psiquiátricos.

O assunto é tema central da tese “Do asilo ao museu: ciência e arte nas coleções da loucura”, defendida em 2015 pelo museólogo Eurípedes Gomes da Cruz Jr., que acaba de ser reconhecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) com a outorga de Menção Honrosa do Prêmio Capes de Tese 2016, na área de Ciências Sociais Aplicadas.

A tese é resultado de nove anos de pesquisa, entre mestrado e doutorado, do também compositor, arranjador e maestro, que é responsável pelo setor de esculturas do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Antes disso, o autor trabalhou durante 30 anos no Museu de Imagens do Inconsciente, criado por iniciativa de Nise da Silveira, onde foi vice-diretor por 10 anos.

Pioneirismo
Realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), o trabalho, considerado pioneiro nesta seara, destaca o papel da Museologia para integrar à História da Arte parcela significativa de criadores dela excluídos, em âmbito brasileiro, por conta de marginalização social causada por diversos motivos.

“Meu foco situa-se mais nas coleções que abrigam obras de pessoas rotuladas como loucas, mas também abre indagações sobre as questões éticas trazidas pela exposição desses trabalhos e seus autores que são estendidas a outras categorias de artistas que não pertencem aos círculos estabelecidos pelo campo tradicional da arte”, explica o pesquisador.

Com extensa revisão bibliográfica – fruto de oito meses de pesquisa em bibliotecas e museus no exterior – sobre o que foi produzido acerca do assunto nos campos da Ciência e da Arte, o trabalho, que também abarca a história das primeiras exposições com esta temática realizadas no Brasil, tenciona servir de referência na indicação de pistas e fontes para os pesquisadores do campo.

A entrega do prêmio acontecerá em cerimônia na sede da CAPES, em Brasília (DF), no dia 14 de dezembro. Durante o evento, os outorgados com menção honrosa serão destacados. A tese de Eurípedes Gomes da Cruz Jr. pode ser baixada e lida, na integra, na página do Programa de Pós-Graduação em Museologia da Unirio/MAST.

Documentário revela a trajetória do mecenas Raymundo de Castro Maya

Já está disponível na internet o documentário Castro Maya, dirigido pelo cineasta carioca Sylvio Tendler, que conta a relação de Raymundo Ottoni de Castro Maya (1884-1968) com a cultura e as artes no Rio de Janeiro.

Ottoni de Castro Maya no Museu do Açude

Raymundo de Castro Maya no Museu do Açude

Industrial, editor de livros, esportista, defensor do patrimônio histórico, artístico e natural cariocas e, especialmente, colecionador de arte, seu rico e diverso acervo deu origem a duas instituições que hoje integram a rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) na cidade do Rio: Museu da Chácara do Céu e Museu do Açude – reunidos nos Museus Castro Maya.

No curta-metragem, produzido para as celebrações dos 450 anos do Rio, Tendler reconta, por meio de imagens de arquivo e atuais, a história do rico empresário e sua dedicação sem fronteiras à cultura brasileira: do projeto de reformulação e urbanização da Floresta da Tijuca a edições ilustradas de clássicos da literatura voltadas para bibliófilos.

Portinari e Debret
A diversidade dos interesses artísticos de Castro Maya alcança tanta a cultura oriental quanto a arte moderna– com grande interesse pelo trabalho de Candido Portinari, de quem adquiriu cerca de 200 obras.

As aquarelas de Jean Baptiste Debret, feitas no Brasil durante o século 19, foram uma das grandes descobertas do colecionador em uma de suas viagens à França. Atualmente, 72 destes trabalhos encontram-se expostos em Paris em uma mostra comemorativa pelos 200 anos da Missão Artística Francesa. Saiba mais.

Dentre as entrevistadas para o documentário, estão a diretora Vera Alencar e a curadora Anna Paola Batista, dos Museus Castro Maya/Ibram. Assista ao documentário.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Museus Castro Maya/Divulgação

Cultura lança cartilha sobre projetos para emendas parlamentares

Todos os anos, cada deputado e senador brasileiro pode apresentar emendas individuais à proposta orçamentária do Governo Federal. Para incentivar os parlamentares federais a apoiarem emendas para o setor cultural, o Ministério da Cultura (MinC) produziu a edição 2016 da cartilha Projetos para Emendas Parlamentares.

O objetivo é orientar os representantes sobre a formulação de emendas para a área da cultura, indicando projetos desenvolvidos pelo MinC e suas vinculadas que podem ser apoiados.

No capítulo dedicado a iniciativas do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Adote um Museu de sua Região, estão descritas as oportunidades de apoio a projetos de  promoção e fomento, implantação e modernização de museus.

O prazo para apresentação de emendas ao orçamento de 2017 encerra-se em 20 de outubro. Os museus interessados devem procurar os parlamentares de sua cidade ou região para apresentar projetos que poderão ser desenvolvidos pelas instituições com os recursos das emendas.

Para orientações adicionais, pode-se fazer contato com a Coordenação de Fomento e Financiamento do Ibram pelo telefone (61) 3521.4140 ou endereço eletrônico cff@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

CNIC de outubro autoriza captação de mais de R$ 4,6 milhões para museus

A 249ª reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou, entre os dias 4 e 6 de outubro, que museus e instituições de memória possam captar R$ 4.674.341,00 via Lei Rouanet – mecanismo federal de incentivo fiscal à cultura.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), e outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC), analisaram 22 projetos nesta edição da CNIC, sendo que 17 foram aprovados.

Foi aprovado, por exemplo, projeto para a execução de ações para a reabertura do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo (SP), que sofreu um incêndio no final do ano passado. Além de implantação de projeto museográfico, há a reformulação do conteúdo museológico do museu e a implantação de projeto de acessibilidade para pessoas com deficiência.

A aprovação de planos anuais de atividades de diversas instituições também foi destaque. Dentre as exposições que poderão captar recursos está o projeto do Museu da Imagem e do Som (MIS) de SP, que homenageará o cantor e compositor Renato Russo (1960-1996). A mostra acontecerá entre os meses de julho e setembro de 2017.

Outro projeto aprovado foi Alma Negra: o Brasil misturado, exposição fotográfica sobre os saberes de matriz africana presentes na cultura brasileira, que acontecerá no Museu Nacional da República, em Brasília (DF).

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) é um colegiado de assessoramento formado por representantes dos setores artísticos, culturais e empresariais, em paridade da sociedade civil e do poder público. Os membros da sociedade civil são oriundos das cinco regiões brasileiras. Saiba mais sobre a edição de outubro da CNIC.

Texto: Ascom/Ibram

 

Outubro das crianças: confira atividades de museus Ibram no Rio e Minas

Outubro é o mês em que se comemora o dia das crianças (12) e museus do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), no Rio de Janeiro e Minas Gerais, prepararam atividades especiais para os pequenos.

Atividade de leitura na Biblioteca Rocambole do Museu Imperial

Atividades na Biblioteca Rocambole do Museu Imperial atraem crianças de Petrópolis

Nos dias 15 e 29, de 10h às 13h, tem ensaio aberto da Orquestra Filarmônica e Orquestra Villa Lobos e as Crianças no Museu da República no Rio.

A Jaca e a Jaqueira, a árvore que virou vilã é uma peça teatral que conta de forma bem humorada a história da vinda da jaqueira para o Brasil e de como, ao longo do tempo, transformou-se em problema, e A Praça, apresentação teatral do Coletivo Sem Ribalta. A peça será encenada nos dias 16, 26 e 30, sempre às 11h.

Em Petrópolis, A Biblioteca Rocambole, do Museu Imperial, também tem programação especial.  No dia 11, das 14h às 15h,  acontece leitura do livro As crianças vão ficar doidas!, de Tino Freitas, seguida de interação com jogos e fantoches da Biblioteca.

Livros e filmes
No dia 13, a comemoração do Dia das Crianças continua das 14h às 15h. A leitura dessa vez será do livro Toda criança gosta…, de Bia Hetzel e Mariana Massarani. Posteriormente será proposta uma oficina criativa sobre o tema. As atividades continuam ao longo do mês: confira a programação completa.

Já em Ouro Preto (MG), o Museu da Inconfidência realiza, de 10 a 14 de outubro, a oficina Cinema, brincadeira do criança!, que tem como objetivo aproximar crianças, de 9 a 12 anos, do cinema, através de oficinas, atividades de arte, exibição de filmes e bate-papo.

E o Museu Regional de São João del-Rei abre, no dia 11, a exposição Memórias da Infância, com brinquedos feitos de materiais como barro e papel, uma coleção de pipas e fotografias. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Museu Imperial/divulgação

Ibram seleciona para gestão em Preservação e Segurança museal

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) abriu nesta segunda-feira (10), Chamamento Público destinado à seleção de profissionais para atuar na gestão de políticas públicas direcionadas à Preservação e Segurança dos bens culturais musealizados brasileiros.

São dois cargos comissionados, que integram o Departamento de Processos Museais (DPMUS) do Ibram: coordenador de Preservação e Segurança e chefe da Divisão de Preservação e Segurança, ambos para atuação na sede do órgão, em Brasília (DF). A seleção será feita através de análise de currículo, de caráter classificatório e eliminatório, e entrevista oral, de caráter eliminatório.

Poderão concorrer aos cargos servidores públicos federais especializados em preservação e/ou conservação, sendo exigido que tenham conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do DPMUS. Também será exigida experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações de governo ou entidades da sociedade em geral.

Os interessados poderão se candidatar das 14h desta segunda-feira (10) até as 18h do próximo dia 22, devendo comunicar seu interesse através de formulário contido em anexo do edital. O documento deve ser enviado, dentro do prazo mencionado, para o endereço eletrônico dpmus@museus.gov.br, acompanhado de currículo e documentação que comprove a experiência do candidato. Confira a íntegra do edital.

Museu Regional celebra a infância com exposição em São João del-Rei

No dia 11 de outubro (terça-feira), o Museu Regional de São João del-Rei/Ibram, em Minas Gerais (MG), abre a exposição Memórias da Infância. A partir das 19h15, acontece recital de órgão de tubos com Elisa Freixo. A entrada é franca.

Exposição Memórias da Infância fica em cartaz até 20 de novembro

A exposição Memórias da Infância fica em cartaz até 20 de novembro em São João del-Rei

Serão expostos brinquedos feitos de materiais simples, como barro e papel, sendo alguns produzidos por alunos das escolas municipais, uma coleção de pipas da Brinquedoteca da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), além de fotografias de professoras da cidade.

A proposta maior da exposição é pensar sobre o lugar da criança e da infância em nossa sociedade, buscando um diálogo com as gerações anteriores.

Os brinquedos feitos à moda antiga, produzidos pelas próprias crianças, assim como o modo como brincavam, simbolizam uma cultura em extinção, diante dos brinquedos produzidos em escala industrial e as mudanças nas formas de brincar daí decorrentes.

Algumas das peças da exposição são de coleções privadas, enquanto outras são resultado de oficinas realizadas por um grupo que participa do Programa de Educação Patrimonial – parceria do museu com a Secretaria Municipal de Educação e Laboratório de História e Memória da Educação da UFSJ.

A exposição Memórias da Infância poderá ser visitada até o dia 20 de novembro. O Museu Regional de são João del-Rei (Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro) funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

Mais informações pelos telefones (32)3371.7663/7242 ou pelo endereço eletrônico mrsjdr@museus.gov.br.

Texto: Divulgação MRSJDR
Edição: Ascom/Ibram
Foto: MRSJDR/Divulgação

Programa oferece bolsas de capacitação a profissionais de museus

Estão abertas as inscrições para a primeira edição do Bolsas Ibermuseus de Capacitação. O objetivo da ação é promover mecanismos de proteção e gestão do patrimônio museológico ibero-americano, por meio da qualificação profissional, além de fomentar a consolidação da Rede Ibero-Americana de Museus.

Bolsas_IbermuseusA iniciativa faz parte do Programa Ibermuseus e permitirá a participação de profissionais da área em atividades como cursos de curta duração, seminários, congressos e oficinas sobre temas relacionados à conservação preventiva, gestão de riscos e atuação em emergências.

Os interessados podem submeter online as candidaturas até dezembro de 2016 – ou até que se esgotem os recursos disponíveis. A inscrição deve ser feita com antecedência mínima de 60 dias ao início da atividade pretendida.

12 países podem concorrer
As bolsas serão concedidas aos profissionais que atuem nas áreas relacionadas à gestão e manejo de coleções: conservação, restauração ou curadoria em instituições museais ou instituições governamentais responsáveis pelas políticas públicas para os museus dos 12 países membros do Comitê Intergovernamental do Programa: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai.

As bolsas cobrirão taxa de inscrição, caso se aplique; passagens de avião, trem ou ônibus, dependendo do local da atividade; translado terrestres em transporte público entre o aeroporto, o hotel e o local da atividade; seguro viagem; hospedagem e alimentação.

De acordo com o edital, a duração do benefício poderá oscilar de dois a cinco dias de atividade formativa. Após a conclusão das ações de capacitação, os selecionados deverão executar um projeto de multiplicação dos conhecimentos adquiridos em sua instituição. O projeto deverá ser apresentado no ato de inscrição e será submetido à aprovação (junto às demais documentações solicitadas).

Acesse a íntegra da convocatória e saiba mais sobre o Programa Ibermuseus.

Texto: Portal Brasil

Mais de 750 instituições participam da 10ª Primavera dos Museus

Banner_10PM_fixoA 10ª Primavera dos Museus contará com a participação de 753 instituições, que realizarão 2080 eventos em todo o país. A temporada de eventos coordenada pelo Ibram acontece entre os dias 19 e 25 de setembro com o tema Museus, Memórias e Economia da Cultura. O Guia com toda a programação está disponível na página do Ibram.

O tema escolhido para este ano destaca o importante papel social desempenhado pelos museus na promoção de trocas simbólicas, culturais, de saberes e de experiências, assim como sua contribuição para a dinamização da cadeia produtiva da cultura de modo sustentável.

Mais de 360 municípios participam das atividades, sendo a maior parte, nos estados do Sudeste, seguidos pelo Nordeste e Sul. A programação conta com exibição de filmes, visitas guiadas, palestras, rodas de conversa, abertura de exposição, dentre outras atividades.

 

10ª Primavera dos Museus: inscrições encerram dia 22

Card_inscricoes_10PM_5Museus e centros culturais que ainda não inscreveram atividades na 10ª Primavera dos Museus têm até o próximo dia 22 para garantir sua participação na temporada de eventos. A Primavera acontece entre os dias 19 e 25 de setembro com o tema Museus, Memória e Economia da Cultura.

Como de costume, a edição 2016 da Primavera dos Museus acontecerá no início da estação homônima, quando museus brasileiros serão convidados pelo Ibram a desenvolver uma programação especial em torno do tema sugerido, chamando a comunidade a refletir, discutir e trocar experiências sobre ele.

O tema escolhido para este ano destaca o importante papel social desempenhado pelos museus na promoção de trocas simbólicas, culturais, de saberes e de experiências, assim como sua contribuição para a dinamização da cadeia produtiva da cultura de modo sustentável.

As inscrições para a 10ª Primavera dos Museus podem ser feitas aqui.

Página 10 de 53« Primeira...89101112...203040...Última »