Semana de Museus movimenta o país até o domingo (21)

Cartaz da Semana de Museus 2017 (clique para ampliar)

Cartaz da Semana de Museus 2017 (clique para ampliar)

Começa nesta segunda (15), em museus e instituições culturais de todo o país, a 15ª Semana de Museus. Com o tema Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus, a temporada movimenta mais de 450 cidades com exposições, palestras, mesas-redondas, visitas mediadas, shows e uma série de atividades especiais.

Para Marcelo Araujo, Presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), “a Semana Nacional de Museus é um momento privilegiado de divulgação, reflexão e visibilidade para os museus brasileiros”.

“Ela chega a sua 15ª edição como uma iniciativa consagrada que reúne milhares de instituições em todos os estados do nosso país, contribuindo para o reconhecimento pela sociedade brasileira da importância e do papel dos museus na contemporaneidade”, esclarece Marcelo Araujo.

Museus do Ibram
Em comemoração aos 15 anos da atividade, os museus vinculados ao Ibram prepararam uma extensa programação ao longo de todo o mês de maio.

Na segunda-feira (15), o Museu do Diamante, em Diamantina (MG), propõe um debate através da pergunta “Qual museu nós queremos?”. No dia 18, o Museu das Missões, em São Miguel das Missões (RS), promoverá a visitação ao Borraio Minhas Origens, com o apoio do Ponto de Memória Missioneira.

Também o Museu Lasar Segall, em São Paulo, sugere uma reflexão a partir do tema da Semana de Museus. No dia 19, o museu realiza a roda de conversa Vozes e Silêncios com os educadores Diran Castro, Pedro Ermel, Gabriela Almeida Mattos, Janaína Machado, Jordana Braz, Luciano Favaro e Julia Viana.

Julgamentos Históricos é o nome da atividade que o Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro, preparou. A atividade conta com o julgamento de três personagens de nossa história: D. João VI, D. Pedro I e D. Pedro II. A cada dia uma figura será acusada de crimes e caberá ao público visitante condená-la ou não. Durante a encenação, realizada pela equipe de educadores do MHN, serão apresentas “provas” expostas no acervo, que servirão de pistas para auxiliar o público durante o julgamento. Ao final de cada performance a sentença será declarada.

Tendo como pano de fundo o tema proposto para a Semana de Museus, também os museus da Inconfidência, Imperial, Regional de São João del-Rei, Nacional de Belas Artes, Castro Maya, Abolição, Casa dos Ottoni e Casa da Hera realizam exposições temporárias no período. A programação completa da Semana de Museus está disponível no Guia da Programação.

Texto: Ascom/Ibram

ArtRio 2016: jardim do Museu da República recebe arte contemporânea

A edição 2016 da ArtRio, feira que reúne galerias nacionais e internacionais desde 2011 na capital fluminense, terá, pelo segundo ano consecutivo, o projeto Intervenções Bradesco ArtRio ocupando, com arte contemporânea, os jardins históricos do Museu da República/Ibram, no bairro do Catete.

Jose Bechara_MiniOxy

José Bechara expõe MiniOxy, da série Esculturas Gráficas (2007-2016)

Com curadoria da museóloga Isabel Portella, 14 artistas irão propor, entre os dias 27 de setembro e 2 de outubro, um diálogo entre as obras e a natureza local. A abertura acontece neste dia 27 (terça-feira), às 14h, e tem entrada franca.

“A ‘arte sem paredes’ como suporte, sem limites, sem portas de entrada, ganhando jardins e parques, proporciona diferentes e incontáveis leituras”, explica a curadora, “traduzindo o pensamento artístico do nosso tempo”.

Tombado em 1938, o jardim do antigo Palácio do Catete, que se espalha por uma área de 12 mil m², já passou por reformas, mas mantém o projeto original criado pelo paisagista francês Paul Villon (1841-1905), responsável por outros projetos na cidade do Rio de Janeiro, quando o palácio tornou-se sede da Presidência da República (1896).

Aproveitando o momento da ArtRio, no dia 27, a Galeria do Lago do Museu da República, dedicada a divulgar arte contemporânea, abre a exposição “Objetos Notáveis”, onde a artista visual Carla Chaim apresenta o resultado de um ano de pesquisa no museu, como parte do prêmio Foco Bradesco ArtRio 2015.

No dia 29, às 11h, acontece um encontro com a curadora Isabel Portella e a artista. A exposição pode ser visitada gratuitamente até o dia 27 de novembro. Saiba mais sobre o museu e como chegar.

Outros circuitos
Além do Museu da República, outros museus da rede do Instituto Brasileiro de Museus integram os Circuitos Artísticos da ArtRio, que levam o público a conhecer roteiros de arte que estão em locais de visitação pública.

Intervenção de Adrianna Eu, Barco de cada um, no jardim do MR

Intervenção de Adrianna Eu, Barco de cada um, no jardim do Museu da República

O Museu da Chácara do Céu, em Santa Teresa, integra o circuito Museus e Espaços Culturais, com foco em arte moderna, popular e contemporânea.

O Museu do Açude, no Alto da Boa Vista, faz parte de dois roteiros: Circuito Tim Blue Man Group, com a azulejaria portuguesa presente no museu, e Circuito de Arquitetura – museus tombados, locais considerados “fundamentais na história da cidade e dos cariocas”. Neste circuito, inclui-se ainda o Museu Villa-Lobos/Ibram em Botafogo.

Já o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram), na Cinelândia, integra o Circuito Artístico O Meu Rio. Para o curador Marcos Veloso o Rio é “repleto de lugares, de pequenas ‘quebradas’, de pontos quase imperceptíveis no mapa e de intensos e mutantes fluxos e trechos”.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Flávio Leão/Museu da República
Foto destaque: Trabalho de Flávio Cerqueira (Casa Triângulo) na intervenção 2015/Divulgação ArtRio

Museus Ibram terão vasta programação durante os Jogos Olímpicos

Cultura e esporte vão andar juntos durante as Olimpíadas Rio 2016, que acontecerá entre 5 e 21 de agosto. Os museus Ibram na cidade do Rio prepararam uma série de atividades para este período. Confira abaixo.

Museus Castro Maya

Chácara do Céu (Rua Murtinho Nobre, 93, Santa Teresa, Rio de Janeiro - (21) 3970-1126)

Exposição “Debret e a missão artística francesa no Brasil – 200”

 Visitação de 21/7 a 25/09

Com curadoria de Jacques Leenhardt, a mostra reúne 75 aquarelas e gravuras da coleção Castro Maya, produzidas pelo artista Jean-Baptiste Debret, de 1816 e 1831, período em que viveu no país. A exposição, que segue para Paris em outubro, faz um retrato das várias camadas da população brasileira da época, passando por índios, escravos africanos, caboclos, mestiços, e europeus, ricos e pobres.

Museu do Açude (Estrada do Açude, 764, Alto da Boa Vista, Rio de Janeiro - (21) 3433-4990)

31/07 – Inauguração de esculturas do Circuito de Arte Contemporânea

Na década de 1990, os artistas Waltercio Caldas, José Resende e Angelo Venosa enriqueceram a paisagem do Rio de Janeiro com a criação de esculturas de grande porte para importantes espaços urbanos da cidade. Vinte anos depois, o trio volta a atuar junto na cena carioca com a produção de trabalhos especialmente construídos para o Circuito de Arte Contemporânea do Museu do Açude. As instalações estabelecem uma relação com a história da Floresta da Tijuca e vêm ampliar de forma permanente o rico acervo local, que conta com obras de outros nomes consagrados, como Iole de Freitas, Lygia Pape, Nuno Ramos, Helio Oiticica, Anna Maria Maiolino e Eduardo Coimbra.

Brunch Cultural

 A ação traz uma agenda repleta de artistas renomados para preencher com boa música as próximas tardes dominicais do Rio de Janeiro, abarcando o período dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O evento é gratuito e aberto ao público

 7/8 às 13h30 – Mart’nália

21/8 às 13h30 – Leila Pinheiro

11/9 às 13h30 – Zé Renato

Museu Histórico Nacional (Praça Marechal Âncora, próximo à Praça XV, Rio de Janeiro - (21) 3299-0300 / 3299-0324)

Exposição “Frida e Eu”  

Visitação de 28/7 a 2/10

A mostra dirige ao público infantil de 5 a 10 anos para promover a compreensão da linguagem da arte moderna por meio da vida e obra da artista mexicana Frida Kahlo.  A mostra foi criada em colaboração com Ministério da Cultura do Estado de Guerrero (México) e do Centro George Pompidou.

Exposição “A Magia do Sorriso”

 Visitação de 28/7 a 2/10

 A mostra é composta por um acervo de 114 itens, sendo 4 deles esculturas duplas, totalizando 118 objetos. Os objetos são esculturas de cerâmica encontradas em sítios arqueológicos na região de Remojadas, atual estado de Veracruz, no México.

Exposição “Guerra do Contestado, Arte e Histórica por Hassis”

Visitação de 3/8 a 23/10

Em homenagem a Heidy de Assis, o Museu Histórico Nacional, Fundação Hassis e Museu do Contestado, trazem uma série de 78 desenhos feitos a nanquim, além de um documentário produzido pela Fundação Cultural de Santa Catarina e um vídeo do próprio artista

Casa México  

Visitação de 06 a 22/8

 O jardim do Museu Histórico Nacional receberá o programa Casa México Rio 2016, com exposições temáticas em paralelo, promoção turística, artesanato mexicano, conferências de imprensa e transmissões dos Jogos Olímpicos em tempo real.  A programação e uma parceria com a Embaixada do México no Brasil, o Consulado do México no Rio de Janeiro e o Comitê Olímpico Mexicano

Exposição “América Latina, Jogos Olímpicos: México 68 – Rio 2016”

Visitação de 4/8 a 18/9

Com uma diferença de quase 50 anos, a exposição oferece visão histórica diante de fotografias, mapas, uniformes e equipamentos. Quando colocados para o presente, os itens vão permitir saber o que permaneceu, o que mudou e quais as novas possibilidades que a tecnologia trouxe ao século XXI

Exposição “Brasil na arte popular – 40 anos do Museu Casa do Pontal”

 Visitação de 16/8 a 30/10

Com acervo exclusivo do Museu Casa do Pontal, a exposição conta com 150 esculturas que expressam a arte popular brasileira das regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Museu Nacional de Belas ArtesAv. Rio Branco, 199, Cinelândia, Rio de Janeiro - (21) 3299-0600)

Exposição “Jogos na Antiguidade”

Visitação a partir de 27/7 (data de encerramento a confirmar)

Composta por objetos arqueológicos provenientes da Grécia e Roma, e que pertencem a coleções de museus italianos, será aberta no dia 26 de julho.


Exposição “Alegorias às Artes – Léon Pallière”

Visitação de 6/08 a 23/10

A mostra irá abordar todo o processo de restauração e a concepção da pintura do artista francês Léon Palliére, suas influências estéticas e visuais. Um longo trabalho de pesquisa foi realizado para identificar todo o conjunto realizado por Palliére, a pedido de Manuel de Araujo Porto-Alegre, então Diretor da Academia Imperial das Belas Artes.


Museu Casa de Benjamin ConstantRua Monte Alegre, 255, Santa Teresa, Rio de Janeiro - (21) 3970-1177 / 3970-1168)

9 e 16/8 – Caminhada Republicana

Às 7h30 na Estação do Bonde de Santa Teresa

 Em parceria com o Museu da República, o Museu Casa de Benjamin Constant promoverá uma caminhada com visitação aos dois locais, passando por diversos pontos da cidade.  O Circuito será acompanhado por um guia de turismo, um museólogo e um historiador.

Funcionamento dos Museus Ibram durante o Carnaval

Museu Imperial 

Nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro, o Museu abrirá das 10h às 16h30 e a bilheteria das 10h às 16h. Já na quarta-feira, dia 10, a instituição ficará fechada para manutenção. Nos demais dias o funcionamento será normal.

Museu Lasar Segall

No período do carnaval, de 06 a 09 de fevereiro de 2016, o museu suspenderá suas atividades, reabrindo ao público dia 10 de fevereiro a partir das 12h.

Museu Regional de São João del-Rei 

Ficará fechado entre os dias 6 a 10 de fevereiro.

Museu Casa da Hera

Ficará fechado entre os dias 6 e 9 de fevereiro, reabrindo no dia 10, no período da tarde (13h às 17h).

Museu Solar Monjardim

Ficará fechado entre os dias 6 a 10 de fevereiro.

Museu Casa de Benjamin Constant

Ficará fechado entre os dias 6 a 10 de fevereiro.

Museu Nacional de Belas Artes

Ficará fechado entre os dias 6 e 14 de fevereiro.

Museu das Bandeiras

Funcionará de 6 a 10 de fevereiro de 9h às 13h e ficará fechado para manutenção no dia 11.

Museu Casa da Princesa

Funcionará de 6 a 10 de fevereiro de 9h às 13h e ficará fechado para manutenção no dia 11.

Museu Histórico Nacional

Ficará fechado entre os dias 5 a 10 de fevereiro.

Horários museus Ibram neste fim de semana

O Museu das Bandeiras, na Cidade de Goiás, funcionará só até às 11h30 neste sábado e domingo (24 e 25).

O Museu Casa de Benjamin Constant, no Rio de Janeiro, estará fechado no próximo fim de semana ( 24 e 25) em função da execução dos serviços de dedetização/desratização/controle de vetores e também de limpeza de caixas de água. O fechamento inclui a casa histórica e o parque, tendo em vista que haverá movimentação de trabalhadores por toda parte externa do museu.

Confira os dias e horário de funcionamento dos museu Ibram aqui.

Museus Ibram podem receber estudantes para estágio curricular obrigatório

O Ibram e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro assinaram termo de cooperação que tem como objeto proporcionar aos alunos regularmente matriculados e com frequência nos cursos da UERJ, oportunidade de estágio curricular obrigatório não remunerado no Ibram. O extrato do termo de convênio foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (7).

Além deste, o Ibram possui convênio para estágio curricular obrigatório com outras 8 instituições. São elas: Faculdade Santa Helena, Universidade Federal de Minas Gerais,  Universidade Federal de Ouro Preto, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Universidade Federal Fluminense.

O objetivo do estágio curricular é proporcionar ao estudante complementação de ensino e aprendizagem, constituindo-se em instrumento de integração em termos de treinamento prático, de aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e de relacionamento humano, de acordo com as normas da instituição e do Ibram.

Os estudantes interessados em estágio curricular junto a qualquer museu Ibram devem entrar em contato diretamente com o museu de seu interesse, que procederá à contratação.

Acesso: primeiro volume da coleção Museus do Ibram está disponível

Museu de Arqueologia de Itaipu (RJ)

MAI é tema do primeiro volume da coleção Museus do Ibram

O Museu de Arqueologia de Itaipu (MAI), também chamado Museu Socioambiental de Itaipu, é tema do primeiro volume da coleção Museus do Ibram. A instituição integra a rede do Instituto Brasileiro de Museus e localiza-se em Niterói (RJ).

Disponível online para consulta ou download, em versão de menor resolução, o livreto apresenta a história do museu e a sua temática, contextualiza-o em relação à localidade e à comunidade em que está inserido.

A coleção, que prevê a publicação de 19 volumes no total, é destinada a um público diverso. Por isso, seus livros utilizam linguagem simples, trazem fotos, plantas dos museus e áreas que ocupam. Possíveis percursos de visita e lugares relacionados com as instituições também estão incluídos.

A ideia é que o grande público se familiarize com as unidades museológicas do Ibram e que tal conhecimento contribua para ações que promovam o estudo, a preservação, a valorização e a divulgação do patrimônio cultural sob a guarda dessas instituições.

O MAI é um museu que documenta vestígios da ocupação humana pré-histórica da região, e está instalado nas ruínas de um dos primeiros conventos erguidos no litoral fluminense, o antigo Recolhimento de Santa Teresa.

Criado em 1977, o museu tem a missão ainda de comunicar aos seus visitantes o valor do patrimônio cultural e ambiental da região, os costumes e tradições das comunidades pesqueiras que vivem em seu entorno. Conheça outros museus do Ibram.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Banco de Imagens Ibram

Museus Ibram: publicadas novas chamadas públicas para diretores

Museu Casa da Hera (RJ)

Museu Casa da Hera em Vassouras (RJ)

Publicados hoje (4), no Diário Oficial da União (DOU), dois novos editais de Chamada Pública para seleção de candidatos a dirigentes de museus ligados ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) – autarquia do Ministério da Cultura (MinC): Museu Solar Monjardim, em Vitória (ES), e Museu Casa da Hera, em Vassouras (RJ).

No processo seletivo, serão levados em consideração critérios técnicos e objetivos de qualificação baseados na análise de currículo, Declaração de Interesse e de Plano de Trabalho.

Podem concorrer ao cargo servidores efetivos e não servidores que cumpram critérios como formação acadêmica em nível superior, experiência comprovada em gestão e conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu.

Os candidatos devem enviar a documentação (Currículo, Declaração de Interesse e Plano de Trabalho) até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 23 de novembro de 2014, para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, informando no Assunto a chamada pública a qual se refere. Dúvidas e outras questões também devem ser enviadas para o mesmo endereço eletrônico.

Acesse os Planos Museológicos do Museu Solar Monjardim e do Museu Casa da Hera (parte I e parte II) – documento essenciais para construir a proposta de Plano de Trabalho a ser apresentada. Confira todas as chamadas públicas já lançadas.

Museu Solar Monjardim (ES)

Museu Solar Monjardim em Vitória (ES)

Os museus
A Casa da Hera foi erguida na primeira metade do século XIX, onde residiu a família de Joaquim José Teixeira Leite, grande advogado e comissário de café. Em 1952, a construção foi tombada como patrimônio nacional.

Além de mobiliário, quadros e objetos de uso doméstico originais, o acervo inclui uma vasta biblioteca e uma importante coleção de trajes de origem francesa. A biblioteca possui 890 livros e três mil periódicos do século XIX.

O Museu Solar Monjardim foi criado em junho de 1939, no Quartel da Polícia Militar, com acervo multidisciplinar e eclético. Em 1952, foi transferido para a residência dos herdeiros do Barão de Monjardim e em 1966 recebeu acervo do Museu de Arte Religiosa.

Na década de 1980, a instituição foi requalificada e renomeada pela então Fundação Pró-Memória e passou a se chamar Museu Solar Monjardim.

Confira também a Chamada Pública para dirigente do Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro (RJ), cujas inscrições também terminam dia 23 de novembro.

Texto e fotos: Ascom/Ibram
Última edição: 18.11.2014

Matérias relacionadas
Ibram abre seleção para dirigente do Museu Histórico Nacional no RJ

Ibram abre seleção para escolha de novos diretores em seis museus

Museus da rede Ibram aderem ao Programa Vale-Cultura

As 30 unidades museológicas vinculadas ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) concederão entrada gratuita aos trabalhadores credenciados junto ao Programa de Cultura do Trabalhador (Vale-Cultura), do Ministério da Cultura (MinC).

museu-da-chacara-do-ceiu

Será franqueada a entrada, mediante apresentação do cartão magnético do Programa Vale-Cultura, a cada usuário credenciado e até dois acompanhantes por visitação. Medida já está em vigor.

A adesão foi oficializada pela Portaria nº 120, de 16 de abril de 2014, assinada pelo presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, e publicada no Boletim Administrativo Eletrônico do órgão.

Segundo previsto pela portaria, será franqueada a entrada, mediante apresentação do cartão magnético do Programa Vale-Cultura, a cada usuário credenciado e até dois acompanhantes por visitação às unidades da rede Ibram – que incluem alguns dos museus brasileiros com maior visitação. A medida já está em vigor desde a data de sua publicação.

A Portaria nº 120 estabelece ainda que os museus da rede Ibram garantirão a gratuidade para estudantes do curso de Museologia, membros do Conselho Internacional de Museus (ICOM), museólogos e funcionários do Ibram, devidamente identificados com carteiras funcionais ou outro documento comprobatório, e demais casos descritos na legislação vigente.

A nova norma interna altera a Portaria nº 232, de 29 de julho de 2011, que estabeleceu padrões mínimos para os dias e horários de abertura das exposições nas unidades museológicas que integram a estrutura do Ibram.

Saiba mais sobre o programa Vale-Cultura.