Página 7 de 13« Primeira...56789...Última »

Museu de Arte Sacra de Paraty entrega obra do século XIX a Instituto Histórico

Após 18 anos sob a guarda do Museu de Arte Sacra/Ibram, o Livro de Compromisso da Santa Casa de Misericórdia de Paraty está agora sob os cuidados do Instituto Histórico e Artístico de Paraty (IHAP).

A assinatura do Termo de Devolução aconteceu no dia 6 de fevereiro e contou com as presenças do diretor do Museu de Arte Sacra, Julio Cezar Neto Dantas, da presidente do IHAP, Maria José dos Santos Rameck, e teve como testemunhas Padre Roberto, pároco da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, e técnicos do Ibram em Paraty.

O Livro, datado de 1863, registra os atos da irmandade da Santa Casa e contém dados biográficos de todos os seus membros. O livro esteve sob a guarda do Museu de Arte Sacra de Paraty desde 1997, quando integrou uma exposição sobre a Santa Casa na antiga sede da Secretaria de Turismo (Cadeia Velha). Em 2009, o IHAP solicitou a reintegração do Livro ao seu acervo, o que demandou análise de documentação divergente sobre a guarda do objeto.

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), José do Nascimento Júnior, a devolução do Livro ao IHAP reflete o desejo do Ibram em manter uma atuação conjunta com vistas a beneficiar a comunidade local. “Tanto o IHAP quanto o Museu de Arte Sacra cumprem papel relevante na preservação da história do município. O Ibram fez e continuará fazendo sua parte, através do Museu de Arte Sacra, e seremos também vigilantes no que concerne à proteção do patrimônio comum às duas instituições”, escreveu Nascimento Júnior à presidente do IHAP.

Texto e foto: Museu de Arte Sacra de Paraty

Fotografias do Serro Antigo em exposição na Casa dos Ottoni (MG)

A exposição Fotografias do Serro Antigo – Um olhar sobre a Praia reúne registros fotográficos sobre o bairro da Praia, onde está situado o Museu Casa dos Ottoni/Ibram, e está em cartaz de 27 de janeiro a 1º de março de 2012.

O bairro está ligado à formação da cidade mineira, sendo que ao redor de seus dois córregos instalaram-se as lavras de ouro dos primeiros mineradores da região. As fotografias, cedidas em sua maioria pelo escritório técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC), cobrem o período a partir da primeira década do século XX – concentrando-se nas décadas de 1940 e 1950.

As fotos registram a paisagem urbana da cidade do Serro e suas diversas transformações, acontecimentos oficiais e cenas da vida cotidiana. Contam também a história do museu e seus diversos usos ao longo do tempo.

O Museu Casa dos Ottoni  está localizado à Praça Cristiano Ottoni, 72, na cidade do Serro, e pode ser visitado de terça a sábado, das 12h às 18h. Domingos e feriados, das 9h às 12h. Outras informações pelo telefone (38) 3541.1440.

Fonte: Divulgação Casa dos Ottoni

Museu Casa da Hera lança edital para exposições temporárias em 2012

O Museu Casa da Hera/Ibram, com a proposta de contribuir para o fortalecimento da identidade da região de Vassouras (RJ) e do seu patrimônio, abre pela primeira vez um concurso de seleção para exposições temporárias em 2012.

Em uma ação que visa estabelecer uma maior interação entre artistas, as diversas formas de arte e o espaço do museu, a seleção escolherá duas mostras que serão exibidas entre entre abril e junho e entre outubro e dezembro deste ano. As inscrições podem ser feitas entre os dias 6 de fevereiro e 6 de março de 2012. 

Tendo em vista a elaboração de exposições que contemplem a vasta história da região ou o acervo do museu, o edital estabelece como exigência um desses dois tópicos para o desenvolvimento do tema dos projetos a serem enviados. Leia o edital. Outras informações estão disponíveis aqui.

Fonte: Divulgação Museu Casa da Hera

Casa da Hera promoveu Férias no Museu em Vassouras (RJ)

A última semana de férias escolares foi movimentada no Museu Casa da Hera/Ibram.  Entre os dias 24 e 27 de janeiro, aconteceu a primeira edição do projeto Férias no Museu. Os projetos educativos que ocorrem mensalmente na Casa da Hera foram condensados na mesma semana e as atividades foram voltadas para o público infantil. Assim, as crianças de Vassouras (RJ) e região tiveram mais uma opção de lazer nessas férias.

Para a arte educadora e diretora do Museu Casa da Hera, Daniele de Sá Alves, “é uma grande alegria poder oferecer à comunidade de Vassouras um espaço privilegiado de lazer e cultura, com uma programação multidisciplinar de qualidade e sem nenhum custo para o público”.

Para que essas atividades possam ocorrer, informa a diretora, ”é importante ressaltar o papel dos parceiros” do Museu Casa da Hera, como o Mercado Nova União, por exemplo, que doa uma cota semanal de produtos que contribuem para o lanche da criançada. Continue lendo.

Três exposições reabrem Museu Nacional dos Correios em Brasília

Os Correios realizam a reabertura do Museu Nacional dos Correios no dia 25 de janeiro, às 19h, em Brasília (DF). O evento ocorrerá na sede do museu, localizado no Setor Comercial Sul, com a presença do presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, representantes do Ministério da Cultura (MinC) e convidados.

Durante o evento, serão abertas três exposições: Mestres da Gravura apresenta acervo da Fundação Biblioteca Nacional/MinC, com obras de artistas como Rembrandt, Dürer e Goya. A exposição Correios: um diálogo com Vilém Flusser, inspirada em texto do pensador da comunicação Vilém Flusser, traz uma mostra do funcionamento dos Correios ao longo dos tempos. 

A natureza em selos: o meio ambiente somos nós reúne selos lançados pela empresa sobre a flora e a fauna brasileiras, algumas das pinturas originais que serviram para a sua confecção, bem como um painel interativo para o público infantil.

Haverá ainda o lançamento do edital de seleção de patrocínio para os centros e espaços culturais dos Correios para 2012 e a assinatura do acordo de cooperação com o Ministério da Cultura que visa a adoção de procedimentos conjuntos para a seleção de projetos culturais a serem patrocinados pela ECT e avaliados pelo MinC para fins dos benefícios da Lei Rouanet.

Outras informações pelo telefone (61) 3426.1720. O Museu Nacional dos Correios localiza-se no Setor Comercial Sul, Quadra 4, Lote 256 – Edifício Apolo.

Fonte: Divulgação Correios

5º Circuito Moda e Arte segue no Museu Lasar Segall (SP)

O Museu Lasar Segall/Ibram sedia de 16 a 22 de janeiro, programação de palestras e filmes do 5º Circuito de Moda e Arte. O evento ocorre em paralelo e com apoio da São Paulo Fashion Week (SPFW) e tem como objetivo promover o acesso democrático à cultura de moda.

No museu acontecem palestras sobre a moda no Brasil durante a semana com o professor João Braga, historiador e pesquisador de moda brasileira; o estilista da SPFW Mário Queiroz, diretor do Instituto Europeu de Design-IED/SP; o cineasta, curador e crítico Olívio Tavares de Araújo, e a curadora de moda e arte Cecíra Armitano.

A programação no Cine Segall tem apoio do Cinusp, e será composta por 12 sessões. A seleção dos títulos foi indicada por importantes nomes que dialogam com a moda, como o jornalista César Giobbi, a modelo, Bronie Lozneanu, o diretor do Museu da Língua Portuguesa, Antonio Carlos de Moraes Sartini, Mônica Jackson, artista gráfica, Antônio Bernardes, designer de jóias, entre outros.

As inscrições serão feitas uma hora antes de cada evento. O auditório conta com 92 lugares. A programação é gratuita e aberta ao público em geral. A programação completa do 5º Circuito Moda e Arte está disponível aqui.

Fonte: Divulgação Museu Lasar Segall
Foto: Galeria Central/Divulgação

Museu Casa da Hera (RJ) dedica programação ao público infantil

O Museu Casa da Hera/Ibram, localizado no município de Vassouras (RJ), oferece programação especial para o público infantil durante as férias de janeiro.

Todos os projetos educativos regulares do museu ocorrerão no período como parte do projeto Férias no Museu, que acontece entre os dias 24 e 27 de janeiro. Exibição de filme, Contação de Histórias, Ecoclube e Clube de Leitura integram a programação.

Mais informações pelos telefones (24) 2471.2961/2930 ou pelo endereço eletrônico casadahera@museus.gov.br.

Texto e foto: Divulgação Museu Casa da Hera

Museu Lasar Segall (SP) exibe Fayga Ostrower e Manuel Ballester

O Museu Lasar Segall/Ibram, em parceria com o Instituto Moreira Salles (IMS), apresenta a exposição Fayga Ostrower – Ilustradora, com aproximadamente 100 obras que revelam uma faceta pouco conhecida de ilustradora de livros da artista considerada uma das principais gravadoras do país.

A exposição, que esteve  anteriormente em cartaz no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro, apresenta gravuras, instrumentos de trabalho, fotografias, livros e documentos produzidos entre os anos 1940 e 1970, mostrando a transição de Ostrower do expressionismo figurativo à abstração.

Arquitetura e Simulacros é o título da intervenção de José Manuel Ballester nos jardins externos do Museu Lasar Segall. Utilizando da técnica do “trompe-l´oeil” (ilusão de ótica), Ballester desloca a estrutura da janela do Atelier de Segall, espaço tombado no Museu, para reconstrui-la nos espaços do Jardim.

Ambas exposições podem ser visitadas até 19 de fevereiro de 2012. A entrada é gratuita. O Museu Lasar Segall localiza-se na capital paulista à Rua Berta, 111. Mais informações aqui.

Fonte: Divulgação Museu Lasar Segall

Exposição indígena Ymaguaré no Forte Defensor Perpétuo (RJ)

O 14º Ymaguaré – Mitos e Lendas Indígenas, evento que reúne a etnia Guarani e outros povos da Mata Atlântica, aconteceu de 9 a 11 de dezembro no Forte Defensor Perpétuo/Ibram, em Paraty (RJ). Uma exposição com alguns dos melhores trabalhos dos artesãoes dessas comunidades fica em exibição no Salão da Tropa do Museu Forte Defensor Perpétuo até 17 de fevereiro.

O encontro foi marcado pelo lançamento do documentário Tupã Rembiapó, registro dos costumes da aldeia de Paraty-Mirim, realizado pela Associação Nhandeva, pela apresentação do coral de Paraty-Mirim e Araponga, além de oficinas de cestaria, dança e arco-e-flecha, e concursos de esculturas, cestaria indígena e tradicional.

O concurso de cestaria tradicional (Viejo Award), que teve o apoio do Poeh Center do Pueblo de Pojouaque (Novo México, EUA), premiou os artesãos Ronaldo Rodrigues, de Paraty-Mirim, e Marciana Oliveira, da aldeia de Araponga, na categoria de Cestaria Indígena, e Isaque Oliveira e Sebastião da Silva, no concurso de Esculturas de Madeira.

O Ymaguaré integra o calendário cultural de Paraty desde 2003. Em 2004, foi considerado um dos dez melhores projetos culturais do Estado de Rio de Janeiro no concurso Cultura Nota 10, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado do Rio em parceria com a Unesco.

O 14º Ymaguaré é realizado pela Associação Artística Cultural Nhandeva, este ano em parceria com o Museu Forte Defensor Perpétuo/Ibram. O evento conta com apoio da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, da Prefeitura Municipal de Paraty, do Museu do Índio/Funai e do Iphan/MinC.

Texto e fotos: Divulgação Forte Defensor Perpétuo

Memórias e Sonhos do Sítio Cercado no novo Museu de Periferia (PR)

Moradores do Sítio Cercado, em Curitiba (PR), comemoraram na sexta-feira (16), a inauguração do Museu de Periferia (MUPE), com o a abertura da exposição Memórias e Sonhos do Sítio Cercado. A abertura contou com cerca de 70 participantes, dentre moradores, representantes de associações e entidades culturais e do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

A exposição narra, por meio de fotografias e objetos, a história da região – desde os desbravadores e proprietários do início do século XX à formação das 13 vilas que compõem atualmente o bairro.  A partir da mostra é possível conhecer como viveram os pioneiros no período da ocupação, por meio da reprodução das barracas, dos utensílios e ferramentas, como cordas, que demarcavam o território, o  megafone utilizado nos  protestos de luta pela moradia.  Faz ainda  uma homenagem às primeiras lideranças comunitárias locais.

Dona Maria Helena Barbosa, moradora do Xapinhal há 31 anos, se emociona ao se reconhecer em uma foto no acampamento. “Naquela época era tudo muito difícil. Fico feliz de ver todas as conquistas que temos  hoje no Sítio Cercado.”

A concepção e montagem da mostra, definida pelo conselho gestor do Ponto de Memória,   também contou com apoio do cenógrafo Marcelo Pinto Vieira, do Museu da Maré (RJ).

Inspirado no Museu da Maré e Museu de Favela (MUF), do Rio de Janeiro (RJ), o Museu de Periferia vinha sendo articulado por moradores do bairro Sítio Cercado, em Curitiba desde 2009, a partir da oficina Museu, Memória e Cidadania, oferecida pelo Ibram/MinC. A proposta também recebeu apoio de artistas, entidades, associação de moradores, Associação Cultural de Negritude e Ação Popular e de articuladores do Museu da Maré e MUF.

De acordo com o conselho gestor, o MUPE pretende fortalecer a cultura da periferia, valorizando artistas locais, reconhecendo e divulgando o patrimônio cultural material e imaterial do Sítio Cercado.

Texto e foto: Divulgação Pontos de Memória

Página 7 de 13« Primeira...56789...Última »