Página 6 de 13« Primeira...45678...Última »

Forte Defensor Perpétuo em Paraty abre exposições sobre cultura e ambiente

Roda de conversa reuniu interessados durante abertura de exposições

O Museu Forte Defensor Perpétuo de Paraty, ligado ao Ibram/MinC, inaugurou no dia 18 de maio, duas novas exposições: A Festa do Divino Espírito Santo sob o olhar de Eliseu Visconti Cavallero, com fotos da tradicional festa de Paraty, e Mosaico de Unidades de Conservação em Paraty, com infografias e maquetes apresentando os órgãos que atuam na conservação do ecossistema local.

Uma roda de conversa com representantes das instituições de memória e patrimônio atuantes na cidade apresentou um painel sobre as transformações da Festa do Divino, seu processo de tombamento cultural e os desafios das unidades de conservação ambiental do município.

A roda de conversa, que abriu as duas exposições, integrou a 10º Semana de Museus, que teve como tema em 2012 “Museus em um mundo em transformação: novos desafios, novas inspirações.” As exposições ficam no salão principal do Forte até o fim de julho.

Texto e foto: Divulgação Forte Defensor Perpétuo

Primeiro museu litúrgico da América latina é inaugurado em Tiradentes

A histórica cidade mineira de Tiradentes ganhou no dia 14 de abril, o primeiro museu litúrgico da América Latina. Reunindo um acervo de 429 peças de arte sacra, das quais 325 ficarão expostas ao público, o Museu da Liturgia foi implantado com apoio financeiro não reembolsável de R$ 10,6 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O novo espaço cultural está instalado em uma das casas paroquiais da Igreja Matriz de Santo Antônio, uma construção de meados do século XVIII. Por causa da obra, um espaço contíguo ao prédio foi reformado para abrigar a nova residência do pároco — cargo ocupado desde 1987 pelo padre Ademir Sebastião Longatti, que cedeu em comodato a edificação e o acervo para o museu pelo prazo mínimo de 50 anos.

Desde a concepção até a conclusão das obras de readequação do espaço, foram necessários cerca de dois anos. Os trabalhos foram acompanhados por técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC) que moram na cidade. A manutenção das características originais e a integração do conjunto arquitetônico orientaram as obras.

Grande parte das peças que compõem o acervo estava deteriorada, pela ação dos cupins, da oxidação e de outros agentes, demandando um minucioso trabalho de restauração. Foram abertas várias frentes de trabalho, para o restauro da prataria, do mobiliário e do vestuário.

Parte do acervo ficará exposto na edificação histórica, onde também haverá projeção de vídeos referentes ao acervo. O projeto inclui ainda ações complementares, como o website do museu, um catálogo de todas as peças e um programa de educação patrimonial dirigido aos diversos perfis de visitantes — tais como estudantes, pesquisadores, historiadores, turistas e a comunidade em geral.

O Museu da Liturgia fica na Rua Padre Toledo, 2, centro de Tiradentes. A instituição ficará aberta ao público de terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Os ingressos custarão R$ 5. Crianças, idosos e moradores do município estão isentos da taxa. Leia mais.

Fonte: Divulgação BNDES
Edição: Ascom/Ibram

Exposição Poéticas do Mangue no Museu Lasar Segall (SP)

O Museu Lasar Segall/Ibram, em São Paulo (SP), iniciou seu programa de exposições 2012 com Poéticas do Mangue. A mostra fica em exibição até 17 de junho e reúne um conjunto expressivo de cerca de 100 obras, entre desenhos, aquarelas, gravuras e pinturas, do período que perpassa a década de 1920 até meados de 1960.

Um dos grandes temas do Expressionismo Alemão, a prostituição feminina encontrou no Brasil um habitat quase ‘natural’ na região do mangue, nas proximidades do cais do porto no Rio de Janeiro. Na arte moderna brasileira, o tema foi abordado por vários artistas.

A mostra traz Lasar Segall (1891-1957) e Di Cavalcanti (1897-1976), os que mais registros fizeram da paisagem do meretrício carioca, e outros importantes nomes como Antonio Gomide (1895-1967), Poty Lazzaroto (1924-1998), Otto Lange (1879-1944) e Walter Jacob (1893-1964).

No dia 19 de maio, às 17h, será o lançamento do catálogo/livro Poéticas do Mangue, quando ocorrerá uma mesa redonda com especialistas. A mesa fará parte das atividades da 10ª Semana de Museus, que acontece de 14 a 20 de maio – evento promovido anualmente pelo Ibram/MinC. Saiba mais.

Texto e imagem: Divulgação Museu Lasar Segall

Evolução Humana em exposição no Museu de Biologia Mello Leitão (ES)

A exposição Evolução Humana, projeto do Museu de ciências da Vida da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) em parceria com o Museu de Biologia Prof. Mello Leitão/Ibram, será aberta ao público no dia 30 de março, em Santa Teresa (ES).

Modelos realísticos de esqueletos e fósseis de diversos primatas e hominídeos, que contam um pouco da história da evolução humana de 7 milhões de anos até os tempos modernos, estarão em exibição até 31 de julho de 2012.

Na abertura, será realizado o Encontro de Evolução Humana, organizado pela Profª. Aurélia Fernandes, do Departamento de Morfologia da UFES, e com apoio da FAPES, que terá a participação de pesquisadores que abordarão questões relacionadas a origem do ser humano, sua trajetória e adaptações até os tempos contemporâneos. Saiba mais aqui.

Texto: Divulgação Museu de Biologia Prof. Mello Leitão

Cultura popular do Vale do Café no Museu Casa da Hera (RJ)

O Museu Casa da Hera/Ibram, em Vassouras (RJ), com o intuito de valorizar a diversidade cultural do Vale do Café, na qual ele próprio se insere, e reconhecer sua importância como disseminador de saberes, inicia no mês de março o projeto Viva! Cultura Popular.

Através de oficinas educativas, envolvendo representantes das manifestações culturais tradicionais da região fluminense e escolas das redes pública e particular de ensino, o projeto se propõe a ampliar o diálogo e o intercâmbio entre os grupos. Todos os meses, dois desses grupos serão responsáveis por ministrar uma oficina para até 30 pessoas de uma escola ou instituição convidada. O projeto acontece sempre na terceira sexta-feira do mês.

Em março, o encontro acontece no dia 16, às 9h. Os grupos convidados são o Jongo Caxambu Renascer de Vassouras e o Abadá Capoeira, dois tradicionais parceiros das atividades do Museu.

O projeto se tornou viável graças a uma parceria entre o Museu Casa da Hera, a Prefeitura Municipal de Vassouras – através das Secretarias Municipais de Educação e de Turismo e Cultura – e os grupos representantes das diversas manifestações, tais como a Capoeira, a Caninha Verde, as Folias e muitos outros que também farão parte da ação.

Fonte: Divulgação Museu Casa da Hera

Rio Grande do Norte inagura museu em homenagem a Nísia Floresta

Será inaugurado no dia 28 de março, no município de Nísia Floresta (RN), a mais nova unidade museal do Rio Grande do Norte. Com enfoque educativo, o Museu de Nísia Floresta homenageia a intelectual potiguar que se destacou no século XIX nas áreas de educação, literatura, emancipação da mulher, luta contra a escravidão e a favor das causas indígenas.

Iniciativa do Centro de Documentação e Comunicação Popular (CECOP), vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a criação do museu tem o apoio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), através do Edital do Programa Mais Museus, e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC).

A iniciativa conta ainda com a parceria da Paróquia Nossa Senhora do Ó, da Prefeitura do Município, do Fórum de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Local e da Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte. Outras informações podem ser obtidas na CECOP pelo telefone (84) 9950.4984.

Texto: Divulgação CECOP

Quarteto Radamés Gnattali lança DVD no Museu Villa-Lobos (RJ)

Após a primeira e única interpretação na América do Sul da obra completa para quarteto de cordas de Heitor Villa-Lobos, durante o Festival Villa-Lobos de 2009, o Quarteto Radamés Gnattali lança, no dia 5 de março, todos os 17 Quartetos de Villa-Lobos em DVD e Blu-Ray.. O evento começa às 20h no Museu Villa-Lobos (Rua Sorocaba, 200 – Botafogo, RJ).

Gravada entre os meses de julho de 2010 e maio de 2011, nos palácios do Catete, Laranjeiras e Theatro Municipal do Rio de janeiro, a obra integral para quartetos de cordas de Heitor Villa-Lobos traz a eloquência musical do compositor brasileiro em suas 17 peças acabadas e no curioso ineditismo de uma 18° obra, para a qual o maestro deixou compostos apenas 3 compassos e que são executados pelo quarteto Radamés nesta produção.

Com a imprescindível parceria do Museu Villa-Lobos, o acesso aos manuscritos originais do compositor permitiu revisões dessas partituras e a correção de diversos erros de notas e ajustes rítmicos, permitindo ao ensemble criar a própria edição dos quartetos.

No lançamento serão exibidos os vídeos em alta definição e o Quarteto Radamés Gnattali apresentará uma seleção de movimentos de alguns dos quartetos que compõe a Integral. Saiba mais.

Fonte: Divulgação Museu Villa-Lobos

Museu Cultura Periférica (AL) realiza primeiro Chá de Memória

O Ponto de Memória Museu Cultura Periférica, em Maceió (AL), realiza seu primeiro Chá de Memória entre os dias 24 e 27 de fevereiro. Os chás acontecerão em quatro núcleos de comunidades que integram o museu: Jacintinho, Vergel, Vila Emater e Vila de Pescadores de Jaraguá.

Na ocasião, será formada uma roda em que os moradores e artistas locais compartilharão suas histórias, memórias, fotos e objetos relacionados à formação do bairro, com recorte às manifestações da cultura local: Hip Hop, Bumbas, Coco de Roda, Guerreiro e Capoeira.

De acordo como conselho gestor do museu, a ação, que integra o processo de inventário participativo, tem como objetivo fortalecer a participação da comunidade no desenvolvimento do ponto de memória. Confira a programação a seguir. Saiba mais.

Programação
24 de fevereiro – 19h30
Local: Academia de Fer Know d, Av. Coronel Paranhos, nº 604, Jacintinho.
Participação especial do cordelista Demis Santana

25 de fevereiro – 10h
Local: Núcleo Cultural da Zona Sul, Rua Cabo Reis, nº 200, Vergel.

26 de fevereiro – 9h
Local: Espaço Cultural da Vila Emater, nº 50, São Jorge (Vila Emater)

27 de fevereiro – 19h
Local: Sede da Associação de Moradores da Vila de Pescadores, nº 18, Jaraguá.
Participação especial dos artistas plásticos Ferro Dias e Mirela Oliveira

Fonte: Divulgação Pontos de Memória
Foto: Divulgação Museu Cultura Periférica

Museu Victor Meirelles divulga resultado de edital para exposições temporárias

Museu Victor Meirelles/Ibram, localizado em Florianópolis (SC), divulgou o resultado do edital de seleção para as exposições temporárias do ano de 2012. Os artistas vencedores são Dirnei Prates e Nelton Pellenz, que vivem e trabalham em Porto Alegre, com o trabalho Cinema do Acaso; Bil Lühmann, que vive e trabalha em Florianópolis, com a mostra Tudo Começa com C; e Erica Kaminishi, que vive e trabalha em Paris, com a exposição Palavras Fluidas. Os trabalhos não selecionados devem ser retirados até o dia 27 de abril.

O Edital 2012 teve mais de 50 propostas inscritas e, como acontece todos os anos, a Comissão de Seleção foi composta por profissionais de notório saber, com atuações nos campos da educação, artes visuais e museus.

A reunião aconteceu em 10 de fevereiro, no Museu Victor Meirelles. Estiveram presentes pela Comissão o pesquisador e professor do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina, José Luiz Kinceler; a presidente e representante da Associação dos Amigos do Museu Victor Meirelles, Maria Costa de Araujo; a arte-educadora Marion Batista de Martino, o curador e diretor executivo da Fundação Cultural de Joinville, Charles Narloch, e o diretor-substituto do MVM, Fernando Boppré. Saiba mais.

Fonte: Divulgação Museu Victor Meirelles

Página 6 de 13« Primeira...45678...Última »