Página 11 de 13« Primeira...910111213

Peças do Museu Histórico Nacional (RJ) integram a exposição Índia

Dez peças da coleção do Museu Histórico Nacional/Ibram integram a exposição Índia - em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, de 12 de outubro de 2011 a 29 de janeiro de 2012.

São três peças de mobiliário em madeira do século XIX - mesa de centro, espreguiçadeira e cadeira de braços – e sete esculturas religiosas em marfim, integrantes da coleção Souza Lima, incorporada ao acervo do MHN/Ibram em 1940. Dentre as peças sacras, datadas dos séculos XVII e XVIII, estão imagens de Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora de Guadalupe e Nossa Senhora com o Menino Jesus.

A exposição, que ocupa 18 galerias e apresenta 380 peças, está dividida em quatro módulos – Homem, Deuses, Formação da Índia Moderna e Arte Contemporânea. A exposição Índia tem itinerância prevista para os centros culturais Banco do Brasil em São Paulo (11 de fevereiro a 06 de maio de 2012, e Brasília (21 de maio a 29 de julho de 2012).

Fonte: Divulgação MHN/Ibram

Atividades educativas no Museu Casa Histórica de Alcântara (MA)

Tendo como tema a exploração sexual de crianças e adolescentes, entre os dias 10 e 21 de outubro, o Museu Casa Histórica de Alcântara (MA), que integra a rede de museus Ibram/MinC,  promove o evento Criança: uma vida, uma inocência, um futuro.

A atividade reúne ações educativas, de lazer e uma mostra expositiva realizadas em parceria com o Conselho Tutelar de Alcântara. Veja folder da programação.

Já a exposição fotográfica “Alma” esteve em cartaz de 3 e 10 de outubro. A mostra foi resultado de um projeto desenvolvido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) junto à comunidade de Alcântara a partir da coleta de fatos e manifestações locais.

Outras informações pelo telefone (98) 3337.1515 ou pelo endereço eletrônico mcha@museus.gov.br/.

Fonte: Divulgação MCHA/Ibram

Queda de árvore impede comemoração no Museu Casa de Benjamin Constant

Em razão da queda de uma árvore de grande porte na terça-feira (11),  o evento BrincaRio, programado para celebrar os 29 anos do Museu Casa de Benjamin Constant/Ibram, precisou ser cancelado pela instituição.

Desta forma, o museu permanecerá fechado por tempo indeterminado até que sejam restabelecidos a energia elétrica, o acesso seguro dos visitantes e o muro de contenção danificados pelo acidente.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 3970. 1177. Saiba mais sobre o museu aqui.

Museu Regional de São João del-Rei (MG) apresenta recital

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram realiza no dia 13 de outubro, às 18h30, mais um recital de órgão de tubos com a organista Josinéia Godinho. O evento, aberto ao público, acontece na galeria térrea do museu e faz parte de um conjunto de apresentações de uma das mais importantes peças do seu acervo.

O Órgão de tubos do Museu Regional, recentemente restaurado sob a coordenação técnica de Elisa Freixo, foi fabricado no final do século XVIII, na região de São João del-Rei. O instrumento é o único de origem civil em funcionamento que foi confeccionado no Brasil, com técnicas manuais e matérias-primas locais.

Josinéia Godinho formou-se em Música Sacra e Órgão na Escola Superior de Música e Teatro de Hamburgo (Alemanha). Desde agosto de 2000 está radicada na cidade de Mariana (MG), onde exerce o cargo de organista assistente do órgão Arp Schnitger da Catedral da Sé.

Serviço
Museu Regional de São João del-Rei
Rua Marechal Deodoro, 12, Centro

Museu Casa da Hera abre exposição sobre os 154 anos da cidade de Vassouras

O Museu Casa da Hera/Ibram homenageia a cidade de Vassouras (RJ) a partir do dia 29 de setembro – data em que se comemora 154 anos de sua elevação de Vila à Cidade – com a exposição do artista plástico e professor Sérgio Lima, formado na Escola Nacional de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A exposição segue até 10 de novembro e a entrada é franca.

Nas obras do artista Sérgio Lima chama atenção seu olhar para diferentes e importantes locais da cidade. Sua trajetória profissional é citada na exposição, que mostra alguns de seus trabalhos ao longo de sua vida.

Artista muito ativo na região, criou o troféu Comemorativo do Sesquicentenário de Eufrásia Teixeira Leite e a logomarca da Academia de Letras de Vassouras. Também foi homenageado este ano e recebeu duas grandes honrarias: uma na Galeria de Professores do Curso de Museologia – Segunda Geração Docente – Década de 60, e outra de Homenagem ao Mérito – Personalidade da Museologia e dos Museus, ambos concedidos pela Escola de Museologia da UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Sobre a cidade
Conhecida em seus áureos tempos como Princesinha do Café, Vassouras teve uma rápida ascensão: em 1833, obtém título de Vila e, em 1857, é elevada à categoria de Cidade.

Durante o seu apogeu, destacam-se as famílias Teixeira Leite e Corrêa e Castro, que se unem através do matrimônio entre o Dr. Joaquim José e a Sra. Ana Esméria. Com o casamento, mudam-se para a residência hoje conhecida como Casa da Hera, local onde nasceram e criaram sua duas filhas: Francisca, nascida em 1845, e Eufrásia, nascida em 1850.

Esse período coincide com o momento em que Vassouras é elevada à Cidade – evidência de que as histórias dessa família e da cidade de Vassouras estão profundamente entrelaçadas.

A Casa da Hera funciona de terça a sexta-feira, de 10h as 17h, e sábados, domingos e feriados, de 13h as 17h. Outras informações sobre o museu estão disponíveis aqui.

Museu Casa dos Ottoni (MG) participa da Semana Cultural 2011

Entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro, ocorrerá na cidade do Serro a Semana Cultural, evento organizado pela prefeitura municipal e que contará com apresentações musicais, palestras, oficinas, contação de história, entre outros.

O Museu Casa dos Ottoni integra a programação do evento através da montagem de uma exposição temporária na Chácara do Barão, edificação construída no século XIX para servir de residência ao Barão do Serro, e que hoje pertence ao Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG).

Na ocasião, serão expostas peças significativas para a história da cidade e do Museu Casa dos Ottoni, pertencentes ao acervo da instituição. Pretende-se, através da exposição, tornar o museu dinâmico e itinerante, extrapolando seus limites físicos, dialogando com a cidade e atingindo um maior público durante a Semana Cultural.

Grupo Brincando com Música é atração do Projeto Estação da Música (SC)

O Projeto Estação da Música do Museu Victor Meirelles apresenta nesta quarta-feira, dia 24 de agosto, às 19 horas, o grupo Brincando com a Música. O grupo, criado há quatro anos, é formado por crianças e jovens até 14 anos e tem feito apresentações em Florianópolis, mostrando o seu repertório alegre e estimulante, já que deixa como mensagem a proposta de que tocar um instrumento musical está ao alcance de qualquer pessoa.

Para esta apresentação no Museu Victor Meirelles será mostrado o trabalho desenvolvido deste o início de 2011, que tem como título Música Para Ver e Ouvir. Este trabalho mostra como é possível aproximar diferentes linguagens artísticas no processo de ensino e aprendizado da música. Desde canções até música puramente instrumental, o programa abrange desde conhecidas canções do folclore, brasileiro e também de outros países, até gêneros como o chorinho e a bossa-nova, passando também por autores clássicos do violão, como Robert de Visée.

O grupo Brincando com a Música foi criado pela professora Patrícia Rodovalho como resultado de um trabalho de musicalização desenvolvido no bairro Itaguaçu, em Florianópolis, mas que teve seu início em Salvador, na Bahia, onde Patrícia atuou na produção musical de peças teatrais infanto-juvenis, dava aulas de musicalização e coordenava projetos musicais.

Serviço:

Projeto Estação da Música do Museu Victor Meirelles
Grupo Brincando com a Música
Quando:
24 de agosto de 2011, às 19 horas
Onde: Museu Victor Meirelles (Rua Victor Meirelles, 59, Centro – Florianópolis)
Informações: (48) 3222-0692

Fonte: Museu Victor Meirelles

Museu Imperial recebe doação de carta escrita pelo conde d’Eu em 1889

Recentemente, o Museu Imperial recebeu uma importante doação para seu Arquivo Histórico. O médico Nelson Ribeiro da Luz Lobo Martins doou uma carta escrita em 17 de novembro de 1889 pelo conde d’Eu para Joaquim Delfino Ribeiro da Luz, que foi um magistrado, político e proprietário rural brasileiro. O Dr. Nelson é bisneto de Joaquim Delfino e recebeu a carta de seu pai, após o documento ter sido passado de geração em geração.

Como a data aponta, a carta foi escrita dois dias após a Proclamação da República. O marido da princesa Isabel estava a bordo do navio Parnaíba, que levou a família imperial até o navio Alagoas para partir para a Europa rumo ao exílio.

Na carta, o conde d’Eu solicita que Joaquim Delfino dê procedimento às obras de construção da Igreja de Nossa Senhora da Hungria, em Caxambu (MG). A igreja havia começado a ser construída em 1868, em cumprimento a uma promessa feita pela Princesa Isabel.

A correspondência passará a integrar o acervo do Arquivo Histórico, que conta com mais de 200 mil documentos, incluindo cartas, fotografias, ilustrações e outros. Interessados em consultar documentos podem agendar a visita junto ao Arquivo, através do e-mail mimp.arq.historico@museus.gov.br ou pelos telefones (24) 2245-1627 e 2245-1675.

 Fonte: Ascom Museu Imperial

Ibram pede apoio internacional à proteção do patrimônio museológico

Durante encontro no Rio de Janeiro (RJ), na última segunda-feira (15), o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), José do Nascimento Junior, entregou ao presidente do Conselho Internacional de Museus (ICOM), Hans-Martin Hinz, documento com contribuições do Ibram para a construção de um instrumento normativo internacional sobre patrimônio museológico e coleções.

Iniciativa do Ibram no âmbito da cooperação cultural Ibero-americana, a proposta tem como objetivo buscar soluções para os riscos que ameaçam o patrimônio museológico e as coleções em diversas nações, em especial nos países em desenvolvimento.

O texto destaca que há hoje cerca de 55 mil museus em todo o mundo e muitos deles continuam vulneráveis a situações de risco e perda, que incluem os desastres naturais, a má conservação, a falta de recursos técnicos e humanos, a ação criminosa em furtos, roubos ou atos de vandalismo, as instabilidades políticas nos países que abrigam este patrimônio e conflitos armados.

O documento, que já havia sido apresentado durante a XIV Conferência Ibero-americana de Cultura, ocorrida em Assunção (Paraguai) no início deste mês, foi submetido pela Delegação Permanente do Brasil junto à UNESCO ao secretariado do órgão, que deve deliberar sobre o tema em suas próximas reuniões.

MAST revela os caminhos de Albert Einstein em terras brasileiras

A participação do Brasil na descoberta da Teoria da Relatividade é o assunto de “ASTROmania – Einstein e a relatividade”, que acontece neste domingo (21) no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) a partir das 16h. O evento vai revelar os caminhos do cientista, que visitou as dependências do museu, na época sede do Observatório Nacional, em 1925 – três anos após sua inauguração.

Antes, neste sábado (20), a origem mítica de Saturno será o tema de mais um ”Contando Mitos”. Por meio de esquetes teatrais, o visitante vai conhecer a origem, os mistérios e toda a mitologia que envolve a história do planeta. Um passeio feito com o monitoramento de um guia apresentará todo o conjunto arquitetônico e histórico do museu, a coleção de instrumentos científicos e as cúpulas de observação do espaço.

Mais informações pelo site: www.mast.br

Página 11 de 13« Primeira...910111213