Página 10 de 13« Primeira...89101112...Última »

Videoarte ocupa Museu Nacional de Belas Artes (RJ) até dezembro

A mostra coletiva O Circo dos Sonhos, dos artistas Andrei Muller, Flávio Vasconcellos e Gustavo Speridião, que formam o trio artístico Gráfica Utópica, abre dia 29 de outubro, às 12h, no Museu Nacional de Belas Artes (RJ). A exposição segue até 11 de dezembro.

O coletivo, formado em 2001 por três artistas da Escola de Belas Artes da UFRJ, apresenta o filme O circo dos Sonhos, média-metragem que sintetiza o trabalho do grupo e os meios disponíveis para a produção de vídeo arte -  que recebeu o Prêmio Rumos do Itaú Cultural em 2009. A mostra contará também com uma sequência de 26 fotografias digitais em preto e branco.

Em paralelo, haverá o projeto 8 Domingos de Vídeo Arte no MNBA, que contará com exibição no auditório do museu. Mais informações aqui.

Salão de artes
Também em cartaz no museu de 28 de outubro até 3 de novembro, o XVIII Salão de Artes Plásticas do Corpo de Fuzileiros Navais vai exibir pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e peças de arte decorativa. O evento busca estimular e difundir manifestações de artes plásticas e seus participantes são artistas da comunidade em geral e da Marinha do Brasil em particular.

Fonte: Divulgação MNBA/MinC

Museu Victor Meirelles (SC) estende horário de funcionamento

A partir do dia 27 de outubro, e em todas as demais quintas-feiras, o Museu Victor Meirelles/Ibram terá um horário especial de funcionamento, estendendo o encerramento das suas atividades das 18h para 20h. 

A medida visa possibilitar ao público um horário alternativo para a visitação, ampliando o período em duas horas em todas as quintas-feiras, de modo a receber aquelas pessoas que, por razões de cumprimento de jornada profissional, não encontravam o museu aberto. O Museu Victor Meirelles, localizado em Florianópolis (SC), está buscando alternativas para a abertura também aos finais de semana.

Visita virtual
Outra opção para conhecer o museu está disponível na internet. A visitação virtual a diversas instituições culturais brasileiras, dentre elas, o Museu Victor Meirelles, está acessível ao público por meio da plataforma Era Virtual. Visite.

No processo de transposição do museu real para a sua versão virtual buscou-se um modelo no qual o internauta possa “entrar” no espaço a ser experienciado, além de brincar e jogar.

O Museu Victor Meirelles funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 18h, com horário estendido às quintas-feiras, a entrada custa 2 reais.

Fonte: Divulgação Victor Meirelles

Estudantes de moda fazem visita técnica ao Museu Casa da Hera (RJ)

No dia 22 de outubro, o Museu Casa da Hera/Ibram recebeu cerca de 50 alunos e professores do Curso de Especialização em Moda, Cultura de Moda e Arte, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e do Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda, do Centro de Educação Superior de Juiz de Fora (CES/JF).

A visita técnica, organizada pela Coordenação do curso de Pós-Graduação da UFJF teve por objetivo conhecer o museu e, em especial, parte de sua coleção de indumentária, que conta com peças assinadas por grandes mestres do século XIX, como A. Felix Breveté e Charles Worth – considerado o “pai da alta costura” e dos desfiles de moda com modelos.

A coleção de indumentária da Casa da Hera é constituída por peças variadas, que vão desde trajes para passeio, montaria, festas e roupas para dormir, além de acessórios como sapatos, sombrinhas, chapéu e leques.

Segundo a diretora do Museu Casa da Hera, Daniele de Sá, essa abertura às instituições e grupos especializados faz parte do programa de incentivo à pesquisa sobre o repertório temático do museu. Para que outros grupos também possam ter acesso ao acervo é necessário o agendamento prévio. Leia mais sobre a visita.

O Museu Casa da Hera fica aberto ao público nos dias úteis, das 10h às 17h, e nos finais de semana e feriados, das 13h às 17h. A entrada é gratuita.

Fonte: Divulgação Museu Casa da Hera

Museu Chácara do Céu (RJ) inicia projeto Circuitos de Santa

O setor educativo do Museu da Chácara do Céu/Ibram, que integra os Museus Castro Maya (RJ), inaugurou neste mês de outubro, o Projeto Circuitos de Santa. Trata-se de uma ação voltada à educação patrimonial e valorização da comunidade de Santa Teresa, onde visitantes e membros da comunidade realizam visitas mediadas pelas ruas do bairro, conhecendo e sendo incentivados a valorizar o patrimônio histórico e cultural local.

No dia 8 de outubro, os educadores do museu receberam o projeto Periferias em Cena, com um grupo de integrantes  de uma ONG sediada no Complexo do Alemão. Já no dia 20, dois grupos de jovens da comunidade realizam atividades na Biblioteca Municipal de Santa Teresa.

As visitas são realizadas mediante agendamento, pelo endereço eletrônico comunicacao@museuscastromaya.gov.br ou pelo telefone (21) 3970.1198. Mais informações.

Fonte: Divulgação Museus Castro Maya

Visita virtual ao Museu do Diamante (MG) já está disponível

Foi lançada, no dia 17 de outubro, a visita virtual ao Museu do Diamante/Ibram por meio do portal Era Virtual. A plataforma interativa de visitação a museus tem como principal objetivo ampliar o alcance sociocultural dos acervos e das exposições.

No processo de transposição do conteúdo real para o virtual, os coordenadores do projeto buscaram um modelo de visitação no qual o internauta pode “entrar” no espaço a ser experienciado, além de brincar e jogar. O Museu do Diamante, localizado na cidade de Diamantina (MG), pode ser visitado aqui.

Dois outros museus integrantes da rede de museus Ibram/MinC também já estão acessíveis para visitas virtuais na plataforma Era Virtual: o Museu da República (RJ) e o Museu Victor Meirelles (SC).

Representantes de institutos históricos brasileiros foram ao Museu Imperial (RJ)

No dia 22 de outubro, o Museu Imperial/Ibram recebeu representantes de institutos históricos de todo o país, incluindo o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), para uma palestra sobre o Projeto Digitalização do Acervo do Museu Imperial (DAMI) e uma visita ao museu. 

Os acadêmicos estavam no Rio de Janeiro para participar do V Colóquio dos Institutos Históricos Brasileiros, que ocorreu entre os dias 19 e 21. O encontro no Museu Imperial foi considerado um “pós-encontro”, pois permitiu que dessem continuidade aos debates e reflexões.

O diretor do Museu, Maurício Vicente Ferreira Jr., deu as boas-vindas aos representantes dos institutos e apresentou o Museu Imperial e seu acervo. Ele ressaltou ainda a profunda ligação entre o Museu e o IHGB. “Dom Pedro II, que viveu parte de sua vida neste palácio, foi também fundador e patrono do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, ponto de partida para os institutos regionais”.

O professor Arno Wehling, diretor do IHGB, lembrou que essa relação histórica se dá até os dias de hoje, referindo-se, entre outras parcerias, à realização de reuniões anuais da Comissão de Estudos e Pesquisas Históricas (CEPHAS), do IHGB, no Museu Imperial, sempre próximas ao dia 2 de dezembro, em comemoração ao aniversário de D. Pedro II.

Em seguida, o coordenador administrativo do Museu Imperial e Coordenador Geral do DAMI, Sérgio Abrahão, apresentou o projeto. “A difusão e a valorização do acervo cultural são considerados indispensáveis para o cumprimento do papel social pertinente aos museus. Por isso, o Projeto DAMI tem o objetivo de digitalizar os cerca de 300 mil itens do acervo do Museu Imperial, visando à preservação, difusão e gestão desse acervo”, explicou.

O coordenador técnico do Projeto DAMI, Plácido Rios Moreira Júnior, também falou ao público, apresentando o trabalho desenvolvido. “Um dos aspectos importantes do projeto, e também um desafio, foi a integração das bases de dados dos três setores: Museologia, Arquivo Histórico e Biblioteca. Cada tipo de acervo tem suas especificidades e nomenclaturas próprias, então, tivemos que encontrar campos em comum para facilitar ao usuário na hora de realizar uma busca”.

Fonte: Divulgação Museu Imperial

Museu Regional de São João del-Rei (MG) finaliza restauro de fachada

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram, localizado na histórica cidade mineira,  finalizou com recursos do governo federal, neste mês de outubro, as obras de restauração da fachada e readequação dos espaços internos.

As obras iniciadas em 25 de abril  foram executadas, principalmente, em função do aumento no quadro de funcionários e da conservação do prédio. Ampliaram-se as salas de administração, de vigilância, serviços e foi feita também a recuperaçõ dos estuques decorativos e as cores da pintura original da fachada.

 Fonte: Divulgação Museu Regional de São João del-Rei

Prorrogada a exposição Rio no Museu Nacional de Belas Artes (RJ)

Devido ao grande sucesso de público, o Museu Nacional de Belas Artes/Ibram prorrogou a exposição Rio: a arte da animação até o dia 6 de novembro.

Está em exibição na Sala Bernradelli um acervo relativo à produção do longa-metragem de animação Rio, dirigido pelo carioca Carlos Saldanha, incluindo desde as primeiras páginas do roteiro até o resultado final. Storyboards, esboços dos personagens e cenários, além de todo processo de montagem computadorizada do filme estão à mostra.

A visitação pode ser feita de terça a sexta, das 10h às 18h. Aos sabados, domingos e feriados, das 12h às 17h. No domingo a entrada é franca e nos outros dias custa 8 reiais. A bilheteria funciona até 30 minutos antes do fechamento. Saiba mais.

Fonte: Divulgação MNBA/Ibram

Museu da Inconfidência (MG) abre a mostra Segunda Pele

O Museu da Inconfidência/Ibram, localizado na cidade de Ouro Preto (MG), inaugura na sexta-feira (21), às 20h30, a exposição Segunda Pele, com telas do artista mineiro Luiz Lopez. Em simultâneo, acontece o lançamento do livro Luiz Lopez: 30 anos de arte, que aborda a trajetória do artista ao longo das décadas.

As obras em exibição foram criadas a partir de sobras de tecido descartados pela indústria. A partir da pintura, sobreposições, raspagens e novas gravações, o artista mostra sua visão artística do mundo, fazendo com que pintura e gravação se confundam e se complementem.

A mostra permanece em cartaz na Sala Manoel da Costa Athaide (Anexo I, Rua Vereador Antônio Pereira, 33, Centro Histórico) até o dia 20 de novembro. A visitação, gratuita, ocorre de terça a domingo, das 12h às 18h.

Fonte: Divulgação Museu da Incofidência/Ibram

Flávia Metzler expõe no Museu Victor Meirelles (SC)

O Museu Victor Meirelles/Ibram, localizado em Florianópolis (SC), inaugura no dia 19 de outubro, às 19h, a exposição Corpos Associados, de Flávia Metzler. Às 18h, ocorre um Encontro com a Artista. A entrada é franca.

Segundo críticos e curadores, “a pintura de Flávia Metzler se encontra constantemente com a historia da arte e muitos de seus ícones. Sua obra desafia e suporta as intenções narrativas da pintura e, a partir deste mesmo estágio, procura mudar os padrões da lógica que conta as histórias”.

A exposição estará aberta ao público até  1º de dezembro. Visitas de grupos podem ser agendadas junto ao Programa Educativo pelo telefone (48) 3222-0692 ou pelo endereço eletrônico mvm.educativo@museus.gov.br/.

Sobre a artista
Flávia Metzler nasceu no Rio de Janeiro em 1974, onde vive e trabalha. Em 2004 ingressou na graduação em Pintura da UFRJ, curso que deixou inconcluso, mas onde iniciou sua produção. A partir de 2006 começou a participar de mostras coletivas nacionais e em 2007 foi escolhida pela crítica Rebecca Wilson entre artistas de destaque da Your Gallery – galeria virtual da Saatchi Gallery (Londres, Reino Unido). Saiba mais.

Fonte: Divulgação Museu Victor Meirelles

Página 10 de 13« Primeira...89101112...Última »