Página 1 de 212

Férias movimentam os museus Solar Monjardim (ES) e República (RJ)

Brincadeiras de antigamente no Museu Solar Monjardim

Brincadeiras de antigamente no Museu Solar Monjardim

Os museus Solar Monjardim, em Vitória (ES) e República, no Rio de Janeiro, tiveram programações especiais para as crianças no período de férias escolares.

No Museu Solar Monjardim, as crianças tiveram à sua disposição um cardápio de brincadeiras à moda antiga. Numa iniciativa do Setor Educativo do museu, diversos jogos tradicionais foram disponibilizados ao público infantil e várias atividades lúdicas foram realizadas.

Seja jogando bola de gude ou peteca, pulando corda, amarelinha ou brincando com elásticos, as crianças puderam ter um gostinho de como seus pais e avós se divertiam na sua idade. As atividades foram realizadas no terreiro e no anfiteatro existentes na chácara onde está implantado o museu, sob a sombra das mangueiras centenárias do local. Além dos jogos e brincadeiras os pequenos visitantes participaram ainda de visitas mediadas especiais.

A resposta à iniciativa foi positiva e a direção do museu decidiu manter os brinquedos e objetos usados nas atividades disponíveis para os visitantes que queiram aproveitar a infraestrutura e segurança do local para se divertirem em família. O objetivo da ação é não apenas trazer a comunidade do entorno e turistas para dentro do museu, mas ampliar as possibilidades de uso e fruição do espaço público e seus equipamentos.

Colônia de Férias no Museu da República

Colônia de Férias no Museu da República

Já o Museu da República realizou, no período de 15 a 19 de janeiro, a sua tradicional Colônia de Férias, atendendo crianças de 8 a 10 anos. A Colônia recebeu 30 crianças, sendo a maioria moradoras dos bairros do entorno do Museu.

Foram realizadas diversas atividades lúdico-pedagógicas, destacando oficinas de pintura, escultura, música, além de brincadeiras livres, tanto dentro, quanto nos jardins do Museu.

Empossado o novo diretor do Museu Solar Monjardim

Novo diretor foi escolhido por meio de seleção pública realizada mediante critérios técnicos e objetivos de qualificação, avaliados por Comissão de Seleção através de análise de currículo, declaração de interesse e plano de trabalho.

Novo diretor foi escolhido por meio de seleção pública que incluiu análise de currículo, declaração de interesse e plano de trabalho.

Tomou posse nesta sexta-feira (8) o novo diretor do Museu Solar Monjardim, situado em Vitória (ES). O museólogo Evaldo Pereira Portela (foto) assumiu o cargo em cerimônia que contou com a presença do presidente do Ibram, Marcelo Araujo, além de autoridades locais.

Graduado em Museologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e em História pela Universidade Cândido Mendes (UCAM), além de mestre em Estudos do Lazer pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Evaldo Pereira Portela chefiou por quatro anos a reserva técnica do Museu Aeroespacial (MUSAL) e coordenou por três anos o setor de restauração do Arquivo Público de Campos dos Goytacazes, ambos no Rio de Janeiro.

Foi também professor no curso de Pós-Graduação “História: Gestão em arquivologia, arqueologia, museologia e educação patrimonial”, da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Como consultor autônomo na área de Museologia, revitalizou e implantou vários museus em diferentes regiões do país. Servidor do Ibram desde 2010, atuou no Museu Regional de Caeté (MG) e no Museu Imperial (RJ).

A seleção

O novo diretor foi escolhido por meio de seleção pública aberta em abril deste ano, da qual puderam participar servidores públicos ou não, com formação acadêmica, conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu, além de experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações de governo e entidades da sociedade em geral.

A seleção foi realizada mediante critérios técnicos e objetivos de qualificação, avaliados por Comissão de Seleção através de análise de currículo, declaração de interesse e plano de trabalho. Realizado em três etapas, o processo seletivo incluiu ainda entrevista oral, de caráter classificatório.

O museu

Situado em uma casa histórica do início do século XIX, o Museu Solar Monjardim recria a ambientação de uma residência rural de família abastada do período, abordando elementos marcantes da história regional e nacional através de um acervo eclético. Sucessor dos antigos Museu Capixaba e Museu de Arte Religiosa de Vitória, o Museu Solar Monjardim foi criado em 1980 e hoje integra a rede de museus do Ibram.

Mostra reúne peças do acervo do Museu Solar Monjardim

André Carloni - Acervo MSM

André Carloni – Acervo MSM

Obras do acervo do Museu Solar Monjardim/Ibram, em Vitória, fazem parte da exposição “André Carloni – a arte como memória”, que entra em cartaz no Arquivo Público do Estado do Espírito Santo nesta quinta-feira (31).

A mostra, realizada em parceria com a Superintendência do Iphan no estado, reúne diversos desenhos de bico de pena do arquiteto ítalo-capixaba André Carloni, pertencentes aos acervos do próprio Arquivo, do Iphan, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e do Museu Solar Monjardim/Ibram.

A exposição faz parte dos eventos de comemoração dos 80 anos do Iphan e fica em cartaz por cerca de 2 meses, podendo ser visitada gratuitamente dentro do horário de funcionamento do Arquivo Público do Estado do Espírito Santo: segundas a sextas das 10h00 às 17h30.

Museu Solar Monjardim recebe presidente do Ibram

94d081be-4702-4f69-9c00-0a4dfe220d7fO Presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Araujo, realizou nesta quinta-feira (29) visita técnica ao Museu Solar Monjardim em Vitória/ES, dando continuidade à série de visitas às unidades museológicas do Ibram espalhadas pelo Brasil.

Araujo foi recepcionado pelo Diretor do Museu Solar Monjardim, Rogério Magalhães Coutinho, que destacou a iniciativa como “uma excelente oportunidade de conhecer as potencialidades do Solar Monjardim, tanto em relação à sua equipe quanto à sua estrutura física”.

Também participou da visita a Superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Espírito Santo, Elisa Taveira. Na pauta estavam questões ligadas à preservação do patrimônio histórico-cultural e difusão do acervo museológico.

O museu

Situado em uma casa histórica do início do século XIX, o Museu Solar Monjardim recria a ambientação de uma residência rural de família abastada do período, abordando elementos marcantes da história regional e nacional através de um acervo eclético. Sucessor dos antigos Museu Capixaba e Museu de Arte Religiosa de Vitória, o Museu Solar Monjardim foi criado em 1980 e hoje integra a rede de museus do Ibram.

Texto e foto: Museu Solar Monjardim

Últimos dias de processos seletivos para diretores de museus Ibram

Museu da Inconfidência (MG)

Museu da Inconfidência (MG)

Candidatos interessados em concorrer ao cargo de diretor do Museu da Inconfidência/Ibram, situado em Ouro Preto (MG), têm até o dia 24 de junho para fazer sua inscrição. Já aqueles que desejam concorrer ao cargo de diretor do Museu Solar Monjardim, em Vitória (ES), poderão fazê-lo até do dia 30 de junho.

Para realizar a inscrição o candidato deverá encaminhar a documentação exigida nos respectivos editais para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, indicando no assunto a qual processo seletivo deseja concorrer.

Podem concorrer aos cargos servidores públicos ou não, com formação acadêmica, conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu, além de experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações de governo e entidades da sociedade em geral.

A seleção será realizada mediante critérios técnicos e objetivos de qualificação, avaliados por Comissão de Seleção através de análise de currículo, declaração de interesse e plano de trabalho. Realizado em três etapas, o processo seletivo inclui ainda entrevista oral, de caráter classificatório. Mais informações no site do Ibram.

Ibram abre seleção para diretor do Museu Solar Monjardim

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) tornou pública, nesta segunda-feira (17), a abertura de inscrições para edital destinado à seleção de novo diretor, em caráter de cargo comissionado, para o Museu Solar Monjardim, em Vitória (ES).

A seleção pública será realizada mediante critérios técnicos e objetivos de qualificação, avaliados por Comissão de Seleção através de análise de currículo, declaração de interesse e plano de trabalho. Realizado em três etapas, o processo seletivo inclui ainda entrevista oral, de caráter classificatório.

Poderão concorrer ao cargo servidores públicos ou não, com formação acadêmica, conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu, além de experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações de governo e entidades da sociedade em geral. Confira todas as condições no edital.

Interessados em candidatar-se ao cargo devem encaminhar os documentos requisitados no edital para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, informando no assunto “Chamada Pública Museu Solar Monjardim”, até as 23h59 do próximo dia 30 de junho.

Solar Monjardim recebe Seminário de Música

Museu Solar Monjardim (ES)

Museu Solar Monjardim (ES)

A partir da próxima sexta-feira (4),  o Museu Solar Monjardim, em Vitória (ES) recebe o Seminário de Música 2016. Coletivos de arte, produtores culturais, ativistas digitais e artistas discutirão a descentralização do cenário musical brasileiro nos últimos anos e os desafios de quem pensa, ama e faz cultura.

O Seminário da Música 2016, com o tema Jogo das Cenas, é parte da programação do RECONECTA, evento que acontece entre os dias 3 e 6 de março na capital capixaba. Ao mesmo tempo em que apresenta um recorte da produção cultural contemporânea que pulsa aqui no Espírito Santo e Brasil a fora, o evento investiga algumas experiências que apontam para novas possibilidades de compreender o mundo contemporâneo, tendo a cultura como gatilho para as transformações sociais do novo mundo possível. Em uma série de encontros e rodas de conversa, distintos pontos da cidade estarão conectados pelo desejo de compartilhar arte, cultura e pensamento.

As atividades no Solar Monjardim começam às 16h e vão até às 21h. Mais informações pelo e-mail producao@labmuy.cc ou pelo telefone (27) 3345-9148.

Solar Monjardim tem aumento expressivo de visitação no primeiro trimestre

O Museu Solar Monjardim (Ibram/MinC) obteve no primeiro trimestre deste ano um desempenho superior ao de anos anteriores, conseguindo manter um bom nível de atividade no museu durante época considera de baixa temporada.

O museu realizou, neste período, uma série de ações voltadas para a comunidade do entorno e para os turistas que visitavam Vitória, capital do Espírito Santo.

grafico

Visitação no Solar Monjardim tem crescido em 2015

Dentre os fatores que possibilitaram o aumento de quase 86% no número de visitantes, em relação ao primeiro trimestre de 2014, destacam-se a ampliação do horário de visitação ao museu e atividades como as aulas abertas de capoeira (que acontecem todos os domingos na chácara onde se encontra o Solar).

A reabertura da exposição temporária Modernidade e Preservação: Vitória por André Carloni, além da realização de eventos como o Encontro do Dia Internacional da Mulher também são considerados fatores positivos para o crescimento de público.

Apesar de avaliar que ainda existe um longo caminho pela frente, o Diretor interino do Museu Solar Monjardim, Rogério Coutinho, acredita que a instituição esteja no caminho certo.

“Para contornar as limitações habituais dos museus de pequeno e médio porte e conseguir expandir sua penetração na sociedade, precisamos acima de tudo de duas coisas: criatividade e proatividade”. Segundo Rogério, novas ações já estão sendo planejadas para os próximos meses no Solar.

Texto e gráfico: Divulgação Museu Solar Monjardim
Edição: Ascom/Ibram

MHN funciona normalmente mesmo com obras no entorno

O Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram), localizado entre a Praça XV e o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ), está funcionando normalmente, mesmo com obras de urbanização no entorno do museu.

Museu Histórico Nacional (RJ)

Museu Histórico Nacional (RJ)

Além das exposições de longa duração, que abrangem dos primórdios da história do Brasil até os dias atuais, está em cartaz, até 8 de fevereiro, a exposição Bienal Europeia e Latino Americana de Arte Contemporânea (BELA Bienal), reunindo obras de 90 artistas de oito países: Alemanha, Argentina, Brasil, Dinamarca, Finlândia, França, Noruega e Suécia.

Para quem for de carro, o estacionamento do MHN, gratuito e com 23 vagas, fica aberto normalmente nos horários de funcionamento do museu: de terça a sexta-feira, das 10h às 17h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h.

Dúvidas e outras questões podem ser tratadas pelos telefones (21) 3299.0324 ou 0311. Veja os acessos disponíveis e saiba mais sobre Museu Histórico Nacional.

Solar Monjardim
O Museu Solar Monjardim (MSM), que fica em Vitória (ES) e também integra a rede de museus Ibram,  passa a funcionar com novo horário, a partir de 3 de fevereiro, devido à readequação do novo contrato da empresa responsável pelo serviço de recepção aos visitantes.

De terça a sexta-feira, o museu abrirá meia hora mais cedo: das 9h às 16h30. Já aos sábados, domingos e feriados (exceto Carnaval, Natal e Ano Novo), continuará funcionando no mesmo horário: das 13h às 17h.

A entrada no museu é franca e todas as visitas são monitoradas. O agendamento prévio é necessário para grupos de 10 ou mais visitantes e pode ser feito pelo telefone (27) 3223.6609. Mais informações pelo endereço eletrônico msm@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Banco de Imagens Ibram

Museu Solar Monjardim inclui novidades históricas em sua exposição permanente

Réplica da Lei Áurea pode ser vista no museu capixaba

Cartas de alforria  e recibos referentes ao aluguel de escravos são documentos que agora fazem parte da exposição do Museu Solar Monjardim, situado em Vitória (ES). Lá também pode ser vista uma reprodução da Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel, que extinguiu oficialmente a escravidão no Brasil em 1888.

As peças que já pertenciam ao acervo – que tratam sobre como se dava a escravidão na Fazenda Jucutuquara, propriedade que deu origem ao Solar Monjardim – foram incluídas na exposição atual por ser essa uma das questões que mais intrigam os visitantes do museu.

A instituição encontra-se em um processo de ‘oxigenação’ da sua atual exposição de longa duração, buscando incluir objetos e informações que até então não estavam disponíveis ao grande público.

Acervo diverso
O Museu Capixaba foi criado em junho de 1939, no Quartel da Polícia Militar, com acervo multidisciplinar e eclético. Em 1952, foi transferido para a residência dos herdeiros do Barão de Monjardim e, em 1966, recebeu acervo do Museu de Arte Religiosa. Na década de 1980, a instituição foi requalificada e renomeada pela então Fundação Pró-Memória e passou a se chamar Museu Solar Monjardim.

No total, o acervo do Museu Solar Monjardim é composto por 2.718 itens das mais variadas tipologias (mobiliário, armaria, fotografia, numismática, utensílios domésticos, arte sacra, dentre outras).

A mostra permanente pode ser vista de terça-feira a sexta-feira, das 9h30 às 16h30, ou aos sábados, domingos e feriados das 13h às 17h, sempre com entrada gratuita. O agendamento prévio se faz necessário apenas para grupos com mais de 10 visitantes e pode ser feito pelo telefone (27) 3223-6609. O Museu Solar Monjardim fica na Avenida Paulino Müller, s/nº, bairro Jucutuquara, em Vitória.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação Museu Solar Monjardim

Página 1 de 212