Página 2 de 212

Museu do Ouro (MG) lança blog com serviço de pré-agendamento de visitas

Agora é possível acessar as informações sobre o Museu do Ouro (Ibram/MinC), localizado em Sabará – MG, com mais facilidade a partir do novo blog da instituição: http://museudoouro.wordpress.com.

Neste novo espaço virtual é possível fazer o pré-agendamento online da visita, visualizar imagens do acervo e conseguir mais informações sobre o Museu e seus horários e serviços. Também é possível ver vídeos diversos e fotos antigas do edifício histórico, que era a antiga Casa de Intendência e Fundição do Ouro da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará e foi transformado em museu em 1945.

O Museu do Ouro possui um acervo de 749 objetos, constituídos de mobiliário, armaria, porcelanas, imaginária religiosa e objetos ligados à prática da mineração (séculos XVIII e XIX). Há também um arquivo histórico e uma biblioteca, localizados na Casa de Borba Gato, edificação do século XVIII. Fica aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados e domingos, das 12h às 17h. Visite o blog do Museu do Ouro.

Texto: Divulgação Ibram

Museu do Ouro realiza oficina de repasse de técnicas de tapeçaria em Sabará

Nos meses de outubro e novembro, ainda como parte das atividades programadas para a 6ª Primavera dos Museus, o Museu do Ouro/Ibram, localizado em Sabará (MG), realiza o projeto Preservação da Memória e dos Saberes – Técnicas de Confecção de Tapetes.

Museu do Ouro: preservação da memória da produção de tapetes de Sabará

O objetivo do projeto é estreitar o diálogo entre a instituição, a população sabarense e as suas manifestações sócio-culturais, no caso, os tapetes que ornamentam as ruas da cidade, incluídas no trajeto da Procissão de Corpus Christi.

A oficina está sendo realizada na Casa Borba Gato, unidade do Museu do Ouro, às segundas e sextas-feiras, no horário das 14 às 18h. O Museu do Ouro localiza-se à Rua da Intendência, S/Nº – Centro. Outras informações pelo telefone (31) 3671.1848 ou e-mail: mdo@museus.gov.br.

Texto: Divulgação Museu do Ouro

Inauguração do primeiro Ponto de Memória de Sabará nesta sexta (24)

O Ponto Memórias do Pompéu será inaugurado na sexta-feira (24), às 19 horas, no pátio da Escola Municipal Rosalina Alves Nogueira, no Pompéu, município de Sabará (MG).

Durante o evento, coordenado pelos artistas Aline Cântia e Chicó do Céu, e pela historiadora Isabella Menezes, do Museu do Ouro/Ibram, será lançado o edital Seja um contador de histórias, para formação de um grupo local de narradores. O edital é fruto de do prêmio Pontos de Memória do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), que já contemplou 45 iniciativas de memória social no Brasil e três no exterior.

O evento é uma realização do Ibram com o Instituto Imersão Latina, em parceria com o Museu do Ouro, apoio da Escola Municipal Rosalina Alves Nogueira e do município de Sabará.

Os Pontos de Memória
Para atender aos diferentes grupos sociais do Brasil, o Ibram reconhece e apóia ações de memória em comunidades populares das cinco regiões do país.

O programa Pontos de Memória tem por concepção, reconstruir e fortalecer a memória social e coletiva de comunidades a partir do cidadão e de suas origens, histórias e valores. Com metodologia participativa e dialógica, trabalha a memória de forma viva e dinâmica como ferramenta de transformação social.

A dupla Aline Cântia e Chicó do Céu
O trabalho dos artistas começou em 2007, na cidade de Belo Horizonte. Desde então, já percorreram mais de 100 escolas em parcerias com Secretarias Municipais de Educação e Cultura. Em 2011, receberam o prêmio Bolsa de Circulação Literária da Fundação Nacional de Artes (Funarte/MinC).

Além do projeto Ponto de Memória, estão envolvidos com a formação de mediadores comunitários e apresentações pelo Brasil. Também acumulam experiências internacionais em encontros e festivais de Narração de História na Venezuela, Bolívia, Argentina, Cuba e Costa Rica.

Texto e foto: Divulgação Museu do Ouro

Museu do Ouro participa de atividade com foco na capacitação de mulheres

Visita mediada ao Museu do Ouro para participantes do projeto

No mês de julho, o Museu do Ouro/Ibram, localizado em Sabará (MG),  participou do projeto Com Licença, vou à luta, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O objetivo é inserir 60 mulheres do município no mercado de trabalho, por meio de palestras e cursos profissionalizantes.

A participação ocorreu por meio da palestra Ética e Cidadania, ministrada por técnica em Assuntos Educacionais do Museu do Ouro, no dia 9 de julho. Além da palestra,  uma visita mediada, seguida de dinâmica em grupo, foi realizada no Museu do Ouro, no dia 27, para os participante do projeto.

Diante dos resultados, o museu foi convidado pela prefeitura municipal a ampliar a atividade, no  mês de agosto, para a Coordenadoria do Idoso de Sabará.

O Museu do Ouro localiza-se à Rua da Intendência, S/Nº – Centro. Outras informações pelo telefone (31) 3671.1848.

Texto e foto: Divulgação Museu do Ouro

 

Museu do Ouro organizou seminário sobre mídias digitais, cultura e educação

Discussão sobre mídias digitais mobilizou cerca de 60 pessoas em Sabará

A aproximação entre mídias digitais, educação e cultura levou 54 pessoas a participar de seminário organizado pelo Museu do Ouro/Ibram, em Sabará (MG), nos dias 15 e 16 de maio.

A atividade, que teve lugar na biblioteca da cidade, foi programada como ação para a 10ª Semana de Museus, dialogando com o tema deste ano: Museus em um Mundo em Transformação – novos desafios, novas inspirações.

O papel da internet na difusão da cultura na atualidade, sua história e as perspectivas de maior participação social foram abordados pelo ministrante Geyzon Dantas, o ‘Zonda’, jornalista que integra a equipe da Assessoria de Comunicação do Ibram/MinC, e pela convidada Adriana Veloso – também jornalista e responsável pela gestão do portal PUC Minas Virtual.

Alguns ‘estudos de caso’ serviram para contextualizar o papel das redes sociais na mobilização social, como a Primavera Árabe e, mais próximo ao mineiros, o caso da ‘praia’ na Praça da Estação em Belo Horizonte.

“Um dos desafios que o Museu do Ouro enfrenta é o uso das redes sociais para a promoção de suas atividades. Daí surgiu a ideia do seminário para envolvermos a comunidade nesta discussão”, explica Isabella Carvalho de Menezes, Técnica em Assuntos Educacionais do museu.

Perfil e sugestões
Professores, educadores da área de inclusão digital, funcionários públicos, estudantes e funcionários do Museu do Ouro compuseram o público que participou dos dois dias do seminário. A totalidade está presente nas redes sociais – 80% deles estão na rede Facebook, por exemplo. Fotos, textos e vídeos são os conteúdos mais consumidos pelo público de Sabará.

Segundo resultado de questionário preeenchido pelos presentes, houve 100% de satisfação em relação à atividade organizada pelo museu. 78% dos participantes conhecem o Museu do Ouro e muitos sugeriram a realização de mais eventos com a participação da comunidade local, como saraus, formação nas áreas de arte e turismo sustentável como estímulo à população para conhecer o Museu do Ouro.

“O seminário foi um momento de troca e acreditamos que haverá desdobramentos importantes a partir dele, seja ao colocarmos em prática o uso das ferramentas, seja pela consolidação de parcerias que brotaram ali durante o evento”, conclui a técnica.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Última atualização: 21.5.2012

Museu do Ouro (Sabará, MG) amplia horário de visitação

O Museu do Ouro, em Sabará (MG), integrado ao Ibram/MinC, ampliou seu horário de visitação. Agora ele fica aberto ao público de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e sábados e domingos, das 12h às 17h. Nas segundas-feiras, a instituição permanece fechada.

Instalado na antiga Casa de Intendência e Fundição do Ouro da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará, o Museu do Ouro tem um acervo de 749 objetos entre mobiliário, armaria, porcelanas, imaginária religiosa e objetos ligados à prática da mineração (séculos XVIII e XIX).

Possui, ainda, um arquivo histórico e uma biblioteca, localizados na Casa de Borba Gato, edificação do século XVIII. A biblioteca possui 4.972 títulos registrados, entre os quais se encontram obras referentes a formação do Estado de Minas Gerais e do Brasil, arquitetura, história da arte, incluindo valiosa coleção de obras raras com edições que datam do século XVIII.

Serviço:
Museu do Ouro (Sabará, MG)
Onde: Rua da Intendência, S/Nº – Centro – Sabará – MG. Tel: (31) 3671-1848
Horários: De terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados e domingos, das 12h às 17h

Fonte: Museu do Ouro

Museu do Ouro integra roteiro cultural para a Copa do Mundo de 2014

O Museu do Ouro, em Sabará (MG), prepara-se para se tornar um dos roteiros culturais da Copa do Mundo de 2014. A prefeitura municipal e a Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais pretendem criar o Caminho da Rua da Intendência, que conduzirá turistas ao museu, antiga Casa da Real Intendência e Fundição do Ouro de Sabará.

Ao todo serão criados quatro caminhos turísticos na cidade e todos guiarão os visitantes às principais referências de seu patrimônio histórico. Até 2013, serão aplicados R$ 30,4 milhões do PAC – Cidades Históricas no plano de requalificação urbana e arquitetônica do centro histórico. A ideia é aproveitar a proximidade com a capital (Belo Horizonte, uma das cidades-sede da Copa de 2014) para impulsionar a atividade turística no município.

O Museu do Ouro é o único exemplar de casa de fundição preservado em Minas Gerais e tem como acervo objetos e instrumentos originais do serviço de fundição, mobiliário, prataria, armaria, arte sacra, que ilustram a cultura e a história mineira nos séculos XVIII e XIX.

Página 2 de 212