Marcelo Araujo realiza visitas técnicas a museus Ibram no Rio de Janeiro

O Presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Araujo está em viagem ao Rio de Janeiro, onde realiza visitas técnicas ao Museu Casa de Benjamin Constant, no Rio, e aos museus Imperial e Palácio Rio Negro, em Petrópolis, e se reúne com os diretores e equipes das instituições.

Marcelo Araujo em visita, hoje pela manhã, ao Museu Casa de Benjamin Constant, no bairro de Santa Teresa (Rio)

Para Araujo, é fundamental conhecer de perto a realidade dos museus que integram a rede Ibram e pensar o instituto como uma “equipe única e integrada”, capaz de desenvolver projetos transversais.

“Busco uma gestão mais próxima e forte entre as equipes. Essas visitas são importantes para conhecer de perto e conversar com os servidores de cada museu”, acredita o presidente do Ibram.

Esta é a segunda viagem de Marcelo Araujo aos museus federais da rede após assumir a presidência do Ibram.

No mês passado, ele esteve em Minas Gerais, onde conheceu e conversou com os servidores do Museu do Ouro, em Sabará, Museu Regional de Caeté e Museu da Inconfidência, em Ouro Preto.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Museu Casa de Benjamin Constant/Divulgação

Museu Histórico Nacional tem visitação extraordinária durante Olimpíadas

Sede da Casa México durante os Jogos Olímpicos, o Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram) recebeu entre os entre os dias 5 e 21 de agosto de 2016 mais de 17 mil visitantes, número maior que o dobro da média mensal de visitação em 2015 que foi de cerca de 7.500 visitantes/mês. De acordo com o diretor do museu, Paulo Knauss, o número é ainda maior se considerarmos a quantidade não contabilizada de crianças com menos de 5 anos, que visitou a exposição Frida e Eu, dirigida ao público infantil e criada em colaboração com Ministério da Cultura do Estado de Guerrero (México) e do Centro George Pompidou. Diogo Tubbs_MHN_Casa Mexico

Localizado no chamado Corredor Cultural dos Jogos Olímpicos, parte revitalizada do centro da cidade do Rio de Janeiro, o Museu Histórico Nacional abriga outras duas exposições com a temática da cultura mexicana: Jogos Olímpicos México 68-Rio 2016 e A Magia do Sorriso – composta por um acervo de 114 itens de objetos provenientes de sítios arqueológicos na região de Remojadas, atual estado de Veracruz, no México –, além das exposições O Brasil na Arte Popular- 40 Anos Casa do Pontal e Guerra do Contestado, Arte e Histórica por Hassis. Todas elas continuam abertas à visitação até o início do mês de outubro. Confira aqui a programação dos museus Ibram durante Olimpíadas.

Museu Casa de Benjamin Constant

Localizado no bairro de Santa Tereza, o Museu Casa de Benjamin Constant – que teve em sua programação a Caminhada Olímpica Republicana, realizada em parceria com o Museu da República -, também apresentou um aumento no número de visitantes durante as Olimpíadas, registrando um crescimento de 46% se comparado ao mesmo período no ano anterior. Além do elevado número de turistas na cidade do Rio de Janeiro na ocasião dos Jogos Olímpicos, este ano o mês de agosto coincidiu com o período de recesso escolar, alterado exatamente em função dos Jogos.

Foto: Diogo Tubbs/MHN

Casa de Benjamin Constant comemora Proclamação da República

O Museu Casa de Benjamin Constant/Ibram, no Rio de Janeiro, irá comemorar os 126 anos da Proclamação da República com uma apresentação do espetáculo Rio, Histórias Além Mar, do grupo História Através da Música. O show acontece às 14h30, no parque do Museu.

Grupo

Grupo “História Através da Música”. Divulgação Museu Casa de Benjamin Constant

Nascido em 2001 no Rio de Janeiro, o “História Através da Música” é fruto de encontros, reflexões e debates entre professores de História que têm a Música Popular Brasileira – especialmente o samba e o choro – como objeto de estudo e pesquisa. A proposta inicial foi a de ensinar História do Brasil tendo a música como principal ferramenta didática e motivadora de aprendizagem. Mas este pensamento cresceu, transformando-se em um projeto educativo cultural que conta atualmente com nove integrantes, a maior parte músicos e dois professores de história.

Trata-se de uma verdadeira aula espetáculo que tem a História do Brasil como tema. O trabalho do grupo preza pela teatralidade, com a inclusão de literatura, poesia e até artes plásticas na construção dos espetáculos. Em cerca de 80 minutos o grupo toca sambas e choros que seguem uma linha temática dentro da História de nosso país, com a participação do público, inclusive.

“Rio, histórias além do mar” vai da história da cidade – lembrando a comemoração de seus 450 anos – aos herois da república. O personagem “Crioulo Doido” (interpretado por Gustavo Arthiddoro) é o cicerone do espetáculo: símbolo do carioca de espírito alegre, que faz troça com a própria desgraça, questiona e critica pelo humor, como fazem a maioria dos compositores escolhidos para o repertório apresentado. Mas muitos outros personagens virão ter com o público durante o espetáculo.

Serviço:
Espetáculo “Rio, Histórias Além do Mar”, com o grupo História Através da Música
Dia 15/11/2015 – às 14h30
Parque do Museu Casa de Benjamin Constant – Rua Monte Alegre, 255. Santa Teresa – Rio de Janeiro – RJ
Tels.: (21) 3970-1177 – 3970-1168

Museu Casa Benjamin Constant integra projeto Arte de Portas Abertas

O Museu Casa de Benjamin Constant/Ibram, no Rio de Janeiro (RJ), participa entre os dias 6 e 8 de julho, da 22ª edição do projeto Arte de Portas Abertas.

Exposição está aberta ao público até 8 de agosto

O evento reúne artistas do bairro de Santa Teresa que abrem seus ateliês aos visitantes, promovendo o diálogo, a democratização da arte e a educação do olhar. Além da visita aos ateliês, também acontecem exposições, integrando assim os museus do bairro ao evento.

Até o dia 8 de agosto, o museu casa abriga, em sua área verde, esculturas e instalações de quatro artistas: Alex Brazil, Ascensión Chanqués, Edson Silveira e Pedro Grapiúna. A exposição tem entrada gratuita.

O Museu Casa de Benjamin Constant localiza-se à Rua Monte Alegre, 255  – Santa Teresa – e funciona de quarta a sexta-feira, das 10h às 17h, sábados e domingos, das 13h às 17h. O parque abre das 8h às 17h. Mais informações: (21) 3970.1177/1168.

Texto e foto: Divulgação MCBC