Página 3 de 41234

5º Fórum Nacional de Museus discute conquistas e desafios para o setor

Começa na próxima semana, em Petrópolis (RJ), o 5º Fórum Nacional de Museus (FNM). O evento, que será realizado de 19 a 23 de novembro, no Sesc Quitandinha, reunirá profissionais, gestores, pesquisadores e estudantes ligados à área de museus e memória, além de interessados em geral, para discutir conquistas e desafios do setor para o próximo biênio.

Promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), autarquia vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), e pela Associação Brasileira de Museologia (ABM), o 5º FNM traz como tema 40 anos da Mesa Redonda de Santiago do Chile: entre o idealismo e a contemporaneidade.

A proposta é debater o legado da Mesa Redonda de Santiago do Chile, realizada pela Unesco em 1972, e considerada marco no campo da museologia, com repercussões sobre o papel dos museus como agentes de inclusão cultural, afirmação da identidade de grupos sociais, reconhecimento da diversidade e desenvolvimento econômico.

Programação
Diversas atividades estão previstas para os cinco dias do evento. A programação inclui conferências, painéis, comunicações coordenadas, minicursos, grupos de trabalho e reuniões temáticas, visitas a museus, além do encontro de representantes dos Pontos de Memória – programa apoiado pelo Ibram que objetiva reconstruir e fortalecer a memória social e coletiva de comunidades.

Ministra da Cultura participa de homenagem em Petrópolis dia 22

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, também tem participação confirmada no 5º FNM. Ela fará, na tarde do dia 22, pronunciamento ao público em homenagem aos 80 anos do curso de Museologia da UNIRIO, pioneiro no Brasil.

Durante o 5º Fórum Nacional de Museus irá acontecer ainda a eleição de entidades da sociedade civil, da área de museus e memória, que irão indicar representantes para o Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC). Saiba mais sobre a eleição.

Apresentações musicais, exposições, lançamentos de livros e outras atividades também estão incluídas na programação paralela do evento. A programação completa está disponível no blogue do 5º FNM.

Entenda o FNM
Com periodicidade bienal, o Fórum Nacional de Museus (FNM) é o principal evento do setor museal brasileiro e uma oportunidade para promover o intercâmbio de experiências.

O fórum tem como objetivo legitimar as ações da Política Nacional de Museus (PNM), consolidar os trabalhos do Sistema Brasileiro de Museus (SBM), estimular a criação de redes de informação entre os profissionais do setor, ampliar o intercâmbio entre os profissionais da área e entre os estudantes de museologia e áreas afins, além de divulgar os museus brasileiros.

As quatro primeiras edições do evento, realizadas em 2004, 2006, 2008 e 2010 nas cidades de Salvador (BA), Ouro Preto (MG), Florianópolis (SC) e Brasília (DF), respectivamente, tiveram papel essencial no processo de desenvolvimento e enraizamento social da Política Nacional de Museus, lançada pelo Ministério da Cultura em 2003.

O 5º Fórum Nacional de Museus conta com o apoio do Sesc Rio, da TAM, Infraero, Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, Ciência e Cultura (OEI) e Prefeitura de Petrópolis. O evento tem o patrocínio da Petrobras, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação MinC

Encontro de Estudantes de Museologia integra programação paralela do 5º FNM

A quinta edição do Encontro Nacional dos Estudantes de Museologia (ENEMU) acontece na cidade de Petrópolis (RJ), entre 16 e 18 de novembro, como parte da programação paralela do 5º Fórum Nacional de Museus (FNM).

O tema do encontro será Museologia em Três Tempos: As trajetórias de um campo em (trans) formação. A programação inclui conferências, grupos de discussão, mesas redondas e minicurso. No último dia, também será realizada assembleia geral dos estudantes. Acesse a programação completa.

As inscrições prévias para ouvintes e comunicações foram encerradas no dia 31 de outubro. De acordo com a organização do ENEMU, durante o primeiro dia do evento estarão abertas inscrições para ouvintes. Mais informações no blogue do evento ou pelo e-mail venemu2012@gmail.com.

Texto: Ascom/Ibram

Profissionais cubanos de museologia chegam ao Brasil para capacitação

No dia 10 de outubro, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) inicia a segunda fase do acordo de Cooperação Técnica com o Centro Provincial de Patrimônio Cultural (CPPC) de Granma, em Cuba – assinado em fevereiro de 2010. Trate-se de intercâmbio entre dois profissionais cubanos da área de museologia social com projetos e museus brasileiros.

Os museólogos cubanos devem ficar um mês na cidade do Rio de Janeiro para conhecer o trabalho do Museu da Maré e do Museu de Favela, que desenvolvem ações em torno da museologia social, e o setor de conservação do Museu Histórico Nacional e Museu Nacional de Belas Artes – ambos ligados ao Ibram/MinC.

O objetivo do intercâmbio é capacitar os dois profissionais em conservação e criação de Pontos de Memória, a partir das experiências desenvolvidas pelo Ibram.

O acordo entre as duas instituições prevê o desenvolvimento de ações relativas à promoção da Museologia nos dois países, como intercâmbios de profissionais, estágios para estudantes, projetos de investigação comparadas, dentre outras atividades.

A cooperação entre o instituto brasileiro e o CPPC está sendo realizada com o apoio e incentivo do Programa Ibermuseus e do PRODOC dos Pontos de Memória.

Texto: Programa Ibermuseus

 

 

Universidade Federal de Ouro Preto forma 1ª turma de museologia de MG

Minas Gerais forma seus primeiros museólogos esta semana. Os futuros profissionais fazem parte da primeira turma de museologia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Missa em ação de graças será na Igreja do Rosário em Ouro Preto

No dia 17 de agosto (sexta-feira), na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, às 17h, acontece a missa em ação de graças – seguida da colação de grau, às 19h, no Centro de Convenções da universidade.

O Presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), José do Nascimento Jr., e o reitor da UFOP,  João Luiz Martins, são os paraninfos da turma. A Patronesse será a museóloga e professora Yara Mattos.

O curso, que tem conceito 4, em um máximo de 5, do Ministério da Educação (MEC), é o primeiro da área oferecido no período noturno no país. Ele aproveita a vocação cultural da cidade de Ouro Preto, que possui um significativo conjunto de museus e tem um sistema municipal de museus criado em 2006. Saiba mais sobre o curso de museologia da UFOP.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação

Representantes de cursos superiores de Museologia reuniram-se em Brasília

15 representantes de cursos superiores de Museologia brasileiros estiveram reunidos no Ibram

Aconteceu no dia 10 de maio, em Brasília (DF), a primeira reunião do Instituto Brasileiro de Museus com representantes dos cursos de Museologia brasileiros. Participaram do encontro 15 representantes de faculdades e universidades, além de um representante da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC).

A reunião serviu como oportunidade para implementar uma agenda de trabalho e abrir caminho para discutir uma estratégia para os museus universitários. Os representantes fizeram um breve diagnóstico de cada curso e avaliaram os principais desafios atuais. 

O Presidente do Ibram, José do Nascimento Jr., enfatizou que a instituição se preocupa com a área da educação e falou sobre as iniciativas do instituto para aproximar a área educacional e o setor museal brasileiro.

Os participantes finalizaram o encontro trocando informações sobre a prática do ensino à distância, uma alternativa possível para ampliar o acesso aos cursos. A criação de museus institucionais para os cursos de graduação em Museologia e de laboratórios específicos para as práticas de ensino na área foram algumas das reivindicações apresentadas.

Texto e foto: Ascom/Ibram

USP oferece Programa de Pós-graduação Interunidades em Museologia

A Universidade de São Paulo (USP) lançou o Edital 2012 do Programa de Pós-graduação Interunidades em Museologia. Leia o edital aqui.

O programa está estruturado em duas linhas de pesquisa: Teoria e método da gestão patrimonial e dos processos museológicos e História dos processos museológicos, coleções e acervos. O corpo docente conta com professores do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE), do Museu de Arte Contemporânea (MAC), do Museu Paulista e do Museu de Zoologia.

Os interessados podem se inscrever na Seção Acadêmica do MAE-USP entre os dias 21 e 30 de maio. Os candidatos passaram por exame de proficiência em língua estrangeira e em língua portuguesa, provas de conhecimento em Museologia, analise de curriculum e projeto de pesquisa.

Mais informações pelo telefone: (11) 3091-4906 ou pelos e-mails sacadmae@usp.br e museus.cpg@usp.br.

Fonte: Divulgação USP

Minas Gerais discute projeto de lei que institui Estatuto de Museus

Discussão sobre Estatuto de Museus aconteceu na ALMG no último dia 2

Representantes de órgãos da cultura nacionais, estaduais e do município de Belo Horizonte (MG), que lidam com a gestão de museus, apresentaram sugestões para aperfeiçoar o Projeto de Lei (PL) 1.066/11, que institui o Estatuto Estadual dos museus.

As propostas foram trazidas à reunião da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no dia 2 de dezembro.

De autoria do presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), o PL 1.066/11 procura definir os museus, além de tratar do seu regime jurídico, regimento, acervo, do sistema mineiro de museus e de um plano museológico.

A proposição possibilita a qualquer entidade a criação de museu, independentemente do regime jurídico, e prevê que sua criação, fusão e extinção devem se dar por meio de documento público.

A matéria trata ainda do Plano Museológico, que define a missão dos museus e sua função junto à sociedade, devendo ser elaborado com a participação dos servidores dos museus, especialistas, parceiros sociais, usuários e consultores externos, levando em conta suas habilidades e especificidades.

Ineditismo 
O presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), José do Nascimento Júnior, saudou a iniciativa da ALMG, qualificando o projeto como “primordial e primogênito”. “Minas Gerais será o primeiro estado a ter seu Estatuto dos Museus”, elogiou, sugerindo que o documento mineiro seja feito de forma consensuada. Ele lembrou ainda que o estatuto é uma lei de caráter regulatório, que vai oferecer ao Estado instrumentos adequados para a gestão de seu acervo de seus mais de 300 museus. Continue lendo.

Texto e foto: Assembléia Legislativa de Minas Gerais

Oficinas do Programa de Qualificação em Museologia seguem pelo país

O Programa de Qualificação em Museologia 2011, desenvolvido pelo Ibram/MinC em parceria com as secretarias de cultura dos estados, segue em dezembro com seis oficinas pelo país – todas com inscrições gratuitas.

Entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro, acontece a oficina de Planejamento Museológico em Natal (RN), ministrada pelo museólogo Rafael Azevedo Fontenelle – Diretor do Departamento de Apoio a Projetos de Preservação do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (RJ).

Qualificação: oficina Museu, Memória e Cidadania aconteceu em Cuiabá (MT) em novembro

No mesmo período, em Bananeiras (PB), o tema da formação será Museus e Turismo. A ministrante, Elisiane Dondé Dal Molin, é especialista nas áreas de lazer, patrimônio histórico, identidade cultural e museologia. As inscrições já se encontram encerradas.

O tema Planejamento Museológico também é o mote da oficina em Aracaju (SE) entre os dias 12 e 14 deste mês. Ministrada pela museóloga do Ibram/MinC Mirela Araujo, o evento acontece no Auditório do Memorial do Poder Judiciário. Inscrições e outras informações pelo telefone (79) 3179.1916.

Em Salvador (BA), dias 14, 15 e 16 de dezembro, a oficina Plano Museológico: implantação, gestão e organização de museus terá lugar no Museu de Arte da Bahia. A oficina será ministrada por Rafael Azevedo Fontenelle. Os interessados devem acessar formulário  para se inscreverem

Já a professora e coordenadora do Bacharelado em Museologia da Universidade Federal de Pelotas, Noris Leal, trata do tema Gestão e Documentação de Acervos na oficina que acontece em Porto Velho (RO), entre os dias 13 e 15 de dezembro. Mais detalhes pelo telefone (69) 3216.7301.

A última oficina programada para este ano será em São Caetano do Sul (SP) sobre Elaboração de Projetos e Fomento para a Área Museológica nos dias 14, 15 e 16 de dezembro. A ministrante será Vera Rangel, doutoranda em Museologia pela Universidade Lusófona (Portugal) e membro da equipe para constituição do Museu das Águas de Porto Alegre (RS).

As inscrições estão sendo feitas pelo endereço eletrônico fpm@fpm.org.br até o dia 9 de dezembro. Saiba mais sobre o Programa de Qualificação em Museologia.

Fonte: Ascom/Ibram

Pontos de Memória: Ibram leva Oficina de Trabalho para a Bolívia

O Diretor do Departamento de Processos Museais do Ibram/MinC, Mário Chagas, e a museóloga Marijara Queiroz, estão na Bolívia, de 27 de novembro e 1º de dezembro, para realizar a Oficina de Trabalho para o desenvolvimento do Museu Comunitário/Pontos de Memória, adaptado à realidade daquele país.

A viagem faz parte do projeto Intercâmbio de Experiências e Conhecimentos para a Gestão das Culturas, que envolve o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), vinculados ao Ministério da Cultura, e coordenado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

A oficina ministrada na Bolívia dá seguimento às atividades previamente acordadas em projeto de cooperação e constitui atividade  relevante para a cooperação bilateral entre Bolívia e Brasil no campo do patrimônio e dos museus. Uma comitiva boliviana esteve em junho deste ano no Brasil e demonstrou interesse na proposta de Museologia Social e na metodologia de trabalho do Programa Pontos de Memória.

Texto: Ascom/Ibram

Página 3 de 41234