MAI em Niterói inaugura exposição e faz mesas redondas

O Museu de Arqueologia de Itaipu/ Museu SocioAmbiental de Itaipu (Ibram/MinC) participa da 5ª Primavera dos Museus com eventos que visam estimular a reflexão e o aprofundamento das discussões acerca da história do recolhimento feminino de Santa Teresa, cujo prédio setecentista abriga o museu.

Dia 20 foi inaugurada a exposição “Representações do feminino: olhares revisitados e contemporâneos”, que fica aberta ao público até 20 de novembro.  A mostra aborda o contexto histórico que permeava a vida das primeiras mulheres a habitar o Recolhimento de Santa Teresa no século XVIII, assim como traz olhares contemporâneos sobre as mulheres a partir da perspectiva de alunos do ensino fundamental do Colégio Municipal Marcos Waldemar (foto).

Nesta quinta-feira, 22 de setembro, às 10h, será realizada mesa redonda “Religiosidade e representações do feminino em perspectiva histórica”, com a participação dos professores William de Souza Martins (UFRJ), Georgina Silva dos Santos (UFF) e Alejandra Saladino (UniRio/Ibram). Às 15h, o tema é “Entre história, antropologia e literatura: estudos de gênero no Brasil” e será debatido em mesa redonda com palestras das professoras Delma Pessanha Neves (UFF), Ceila Maria Ferreira (UFF) e Carla Rodrigues (PUC-Rio).

Fonte: Museu de Arqueologia de Itaipu/Ibram/MinC

Museu Imperial inaugura exposição de retratos femininos

Como parte da programação da 5ª Primavera dos Museus, que este ano traz como tema “Museus, mulheres e memórias”, o Museu Imperial, em Petrópolis (RJ), inaugura na terça-feira (20) uma mostra temporária com os retratos femininos que compõem o acervo da instituição.

Os retratos apresentam mulheres não pertencentes à família imperial, entre elas baronesas, viscondessas, senhoras da aristocracia, anônimas e aquelas que por muito tempo foram “esquecidas”. A exposição permite observar como as figuras femininas eram retratadas no Brasil do século XIX.

Além da mostra, o Museu Imperial e a Casa de Cláudio de Souza, ligada à instituição, promovem outras atividades durante a 5ª Primavera dos Museus. Entre elas,  está disponível para acesso a exposição virtual “Mulheres, Museu Imperial e memória”. São cerca de 60 fotografias e ilustrações que apresentam as mulheres no acervo e na história do Museu Imperial. A exposição pode ser vista no portal www.museuimperial.gov.br/.

Já a exposição “O olhar feminino na literatura de Cláudio de Souza”, também aberta na terça-feira (20), aborda não somente seus livros, mas também seus artigos para a Revista Feminina, na qual escrevia sob o pseudônimo de Anna Rita Malheiros.

SERVIÇO

5ª Primavera dos Museus
Datas: de 19 a 25 de setembro de 2011
Locais: Museu Imperial e Casa de Cláudio de Souza
Entrada franca

Museu Imperial
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ
Telefones: (24) 2245-5550 / (24) 2245-5560
Site: www.museuimperial.gov.br
Visitação: de terça a domingo, das 11h às 18h
Jardins: de terça a domingo, das 8h às 18h

Casa de Cláudio de Souza
Endereço: Praça de Liberdade, 247, Centro, Petrópolis
Telefone: (24)2245-3418
E-mail: mimp.casaclaudiodesouza@museus.gov.br
Visitação: de terça a sexta, das 11h às 18h

Casa da Hera tem mesa redonda sobre Eufrásia Teixeira Leite

O Museu Casa da Hera, em parceria com o curso de História da Universidade Severino Sombra (USS), promove nesta terça-feira (20) a mesa redonda “Eufrásia Teixeira Leite e as questões de gênero”.

Importante personagem histórica brasileira, Eufrásia Teixeira Leite nasceu em Vassouras (RJ) e inspirou a criação do Museu Casa da Hera, localizado em sua antiga residência. O evento, que integra a programação da 5ª Primavera dos Museus, acontece às 19h no auditório da universidade.

Para compor a mesa, foram convidadas as professoras Miridan Britto Knox Falci e Hildete Pereira de Melo, que possuem importantes publicações sobre Eufrásia e a História das Mulheres, além da professora Rogéria Costa de Paula, que falará sobre o gênero na atualidade.

Organizada pelo Ibram, a 5ª Primavera dos Museus conta com a participação de mais de 300 museus brasileiros entre os dias 19 a 25 de setembro. O tema desse ano é “Mulheres, museus e memórias”, tornando a semana um espaço de reflexão sobre como o gênero, a mulher e o feminino estão sendo pensados na contemporaneidade.

Para mais informações, entre em contato com o museu através dos telefones (24) 2471- 2930 ou 2471-2961.

Exposição “Musas de Almanaque”, no Museu Solar Monjardim

A partir da próxima segunda-feira tem início no Museu Solar Monjardim (Ibram/MinC), em Vitória/ES, a exposição “Musas de Almanaque: O feminino na publicidade do início do século XX”. A exposição traz reproduções e alguns originais de anúncios publicitários das primeiras décadas do século XX, com marcante presença feminina, retirados de um dos principais almanaques brasileiros.

A atividade faz parte da programação do Museu Solar Monjardim para a 5ª Primavera dos Museus, que inclui ainda a visita mediada especial “Um olhar feminino sobre o Solar”, onde importantes figuras femininas da história do Brasil são relacionadas aos ambientes e acervo do museu.

Ambas atividades estão abertas ao público em geral, com entrada franca, entre os dias 19 e 25 de setembro, de segunda a sexta-feira das 9h30 às 16h30 e no sábado e domingo das 13h00 às 17h00.

O Museu fica na Av. Paulino Müller, S/Nº, Jucutuquara – Vitória – ES. O telefone é (27) 3223-6609.

Inaugurada exposição “Mulheres na Coleção do Museu Histórico Nacional”

O Museu Histórico Nacional/Ibram/MinC inaugurou, nesta quinta-feira, 1º de setembro,  a exposição MULHERES na coleção do Museu Histórico Nacional. A mostra é parte das comemorações da 5º Primavera de Museus, cujo tema este ano é “Mulheres, Museus e Memória”, e fica em cartaz até 30 de outubro.

A exposição reúne 200 itens, entre os quais a escultura de Minerva, deusa romana da sabedoria, das artes e da estratégia de guerra, mas também da misericórdia e da pátria; iconografia e peças que pertenceram a princesas, imperatrizes e nobres;  rocas e máquinas de costura, utilizadas por gerações de mulheres no sustento da família; fotografias de mulheres indígenas, indumentária e acessórios e medalhas com representações femininas.

Em exposição ainda estão as caricaturas (como a da foto) da artista plástica Nair de Teffé, esposa do Presidente Hermes da Fonseca, que, sob o pseudônimo de RIAN, retratou políticos e personalidades de sua época, e o quadro de Anita Garibaldi, considerada no Brasil e na Itália um exemplo de dedicação e coragem, pela sua participação na Revolução Farroupilha no sul do Brasil e, posteriormente,  na luta pela unificação da Itália.

Em destaque também está uma instalação com leques, que apresenta a iconografia sobre o seu uso e um vaso ritual japonês, em bronze, com figura feminina portando um leque. Há, ainda, um núcleo dedicado ao matrimônio, com vestidos de noiva e acessórios e que demonstram a evolução da indumentária do início do século XX  até 2011.

Como parte da programação do MHN para a 5ª Primavera de Museus será realizada, dia 21 de setembro, às 10h, a mesa redonda A Construção da Cidadania Feminina no Brasil,  com a participação da jornalista Ana Arruda Callado; da delegada Célia Rosa Silva, da Delegacia Legal da Mulher; e da escritora Mary Del Priori. A entrada para o evento é gratuita e, em seguida, será feita visita mediada à exposição.

Serviço:

Museu Histórico Nacional
Local:
Praça Marechal Âncora, s/nº (próximo à Praça XV), Rio de Janeiro (RJ)
Horário: Aberto ao público de  terça a quinta-feira, das 10h às 17h30; sábados, domingos e feriados (exceto Natal, Ano Novo, Carnaval e dias de eleições), das 14h às 18h. Fechado às segundas feiras, mesmo que feriado.
Informações: www.museuhistoriconacional.com.br e (21) 2550-9220�
Ingresso para as exposições: R$ 6,00, de terça a sábado. Aos domingos, a entrada é franca.

Foto: Caricatura do casamento da Princesa Margareth, feita por Nair de Teffé sob pseudônimo de RIAN. Do acervo do Museu Histórico Nacional/Ibram/MinC.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Museu Histórico Nacional