Página 3 de 3123

Museu da Inconfidência (MG) expõe Inimá de Paula

Considerado um dos mais genuínos valores da pintura brasileira do século XX, o pintor mineiro Inimá de Paula (1918-1999) ganha mostra a partir da próxima sexta-feira (12) no Museu da Inconfidência/Ibram, em Ouro Preto (MG).

Organizada em parceria com a Fundação Inimá de Paula, a exposição Inimá no Tricentenário de Ouro Preto apresenta obras inéditas do artista mineiro, como Naturezas Mortas e Retratos, incluindo o seu famoso Autorretrato. Objetos pessoais e telas de diversas fases, com ênfase no Expressionismo, também integram a mostra, que estará em cartaz na Sala Manoel da Costa Athaide até 18 de setembro. 

As obras foram selecionadas especialmente para a comemoração dos 300 anos da cidade histórica mineira, que tanto inspirou o pintor ao longo de sua trajetória. Dotada de elevado teor poético-emocional, a obra de Inimá é considerada tributária do fauvismo, estilo cuja principal característica é dar margem ao instinto e às sensações por meio de pinceladas rígidas e cores selvagens.

Serviço

O quê: Inauguração da exposição Inimá no Tricentenário de Ouro Preto.
Quando: 12 de agosto, sexta-feira, às 20h30. A mostra permanece em cartaz até 18 de setembro.
Onde: Sala Manoel da Costa Athaide, Anexo I do Museu da Inconfidência. Rua Vereador Antônio Pereira, 33 – Centro Histórico, Ouro Preto (MG).
Visitação: De terça a domingo, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

Fonte: Museu da Inconfidência/Ibram

Museu Imperial inaugura exposição virtual sobre o Carnaval

Amantes do Carnaval têm, a partir de agora, uma oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história dessa festa no século XIX e na primeira metade do XX. O Museu Imperial inaugurou nesta semana a exposição virtual “Carnaval no acervo do Museu Imperial”, disponível no portal www.museuimperial.gov.br.

A mostra é composta por 54 imagens, incluindo fotos, recortes de jornais, matérias de revistas, como a Revista Ilustrada, brinquedos e outras peças dos acervos da Biblioteca, do Arquivo Histórico e do setor de Museologia.

Um dos destaques é a prancha Carnaval de Rua, de Jean Baptiste Debret, extraída do livro Voyage pittoresque et historique au Brésil. A obra, de 1834, está preservada na Biblioteca do Museu.

Entre os documentos, encontra-se a edição n° 11 do jornal Correio Imperial, de 21 de fevereiro de 1888, que trazia uma nota sobre uma “batalha d’água”, atividade carnavalesca da época. O jornal era escrito e editado em Petrópolis pelos filhos da princesa Isabel, os príncipes d. Pedro, d. Luis e d. Antônio.

Os três príncipes também aparecem, ainda crianças, em uma das fotografias da exposição. Trata-se da imagem de um baile infantil à fantasia no Palácio de Cristal, em 1888, na qual também é possível observar o Conde D’Eu.

Já com relação ao século XX, a exposição apresenta fotografias de bailes e desfiles de rua, além de trechos de jornais e revistas. É possível conferir, por exemplo, uma edição de 1917 da revista Selecta sobre o Carnaval de rua em Petrópolis.

Carnaval alternativo no Museu Imperial

O Museu Imperial preparou ainda uma programação especial para o período do Carnaval, funcionando como uma alternativa à folia. O palácio estará aberto à visitação durante os quatro dias da festa – incluindo segunda-feira, quando normalmente está fechado -, das 11h às 16h. Na segunda, haverá entrada gratuita para moradores de Petrópolis, mediante apresentação de comprovante de residência e documento de identidade. A instituição não funcionará na Quarta-feira de Cinzas.

Veja a programação.

Página 3 de 3123