MinC anuncia investimentos de R$ 2,8 milhões para a Modernização de Museus

O Prêmio de Modernização de Museus vai distribuir 28 prêmios de R$ 100 mil cada, totalizando R$ 2,8 milhões para iniciativas bem-sucedidas de modernização e preservação do patrimônio museológico.

O Prêmio de Modernização de Museus vai distribuir 28 prêmios de R$ 100 mil cada, totalizando R$ 2,8 milhões para iniciativas bem-sucedidas de modernização e preservação do patrimônio museológico.

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Araujo, anunciaram na tarde desta terça-feira (3), no Rio de Janeiro (RJ), o lançamento da 4ª edição do Prêmio de Modernização de Museus, que vai garantir R$ 2,8 milhões em prêmios para iniciativas de modernização e preservação do patrimônio museológico brasileiro.

O anúncio foi feito no evento de lançamento do Programa Leitura Gera Futuro, que prevê investimento de R$ 6 milhões em três editais voltados para a criação de bibliotecas digitais, a realização de feiras literárias e a publicação de livros com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil.

No evento, Sá Leitão destacou a importância do Prêmio de Modernização de Museus. “É uma forma de valorizar iniciativas modelo de preservação de nossos acervos museológicos. Nas edições anteriores, os valores dos prêmios variavam de R$ 10 mil a R$ 50 mil. A 4ª edição passa a oferecer premiação de R$ 100 mil, o que faz desse prêmio um dos maiores da área de museus em todo o território nacional”, afirmou.

Para o presidente do Ibram, Marcelo Araujo, o edital “representa a retomada de uma iniciativa importantíssima que responde à Política Nacional de Museus e oferece uma oportunidade de consolidação para as instituições museológicas brasileiras”.

O prêmio

O Prêmio de Modernização de Museus vai contemplar 28 projetos com R$ 100 mil cada, totalizando R$ 2,8 milhões voltados a iniciativas bem-sucedidas de modernização e preservação do patrimônio museológico implementadas por instituições museológicas ou por mantenedores de museus no período de 2015 a 2018.

A premiação poderá ser utilizada no desenvolvimento de pelo menos uma das seguintes iniciativas: ações e estudos estratégicos para a modernização de instituição museológica, inclusive gestão e sustentabilidade; manutenção das ações/programações museológicas regulares; setor educativo; exposições; preservação e digitalização de acervos museológicos; atividade editorial e curatorial em instituição museológica; e capacitação de funcionários e gestores para atividades específicas no campo museológico.

Também serão contemplados a reforma, reaparelhamento e modernização de museus (infraestrutura); adaptação de espaços para acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e pessoas com deficiência; ações de difusão, divulgação e promoção institucional; e ações para prevenção de riscos ao patrimônio museológico (implementação de plano de gestão de riscos, plano de emergência, plano de segurança para intervenções em bens imóveis).

O edital do 4ª Prêmio de Modernização de Museus, com informações detalhadas, será publicado no Diário Oficial da União nos próximos dias e divulgado na página do Ibram.