Página 19 de 30« Primeira...10...1718192021...30...Última »

Chuvas: Ibram solicita R$ 15 milhões para museus em situação de risco

Muro parcialmente danificado no Museu do Diamante (MG)

Estudo do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) aponta a necessidade de crédito extra-orçamentário de R$ 15 milhões para fazer as reformas necessárias em instituições museológicas da região Sudeste atingidas pelas chuvas nas últimas semanas. O levantamento foi encaminhado ao Ministério da Cultura, ao qual o Ibram é vinculado, para que sejam tomadas as providências cabíveis. 

Foram identificados problemas em 29 museus, sendo que a maioria deles relatou casos de infiltrações e goteiras. No Espírito Santo (ES) e Rio de Janeiro (RJ) houve casos de inundações e alguns acervos precisaram ser removidos. O Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, em Araponga (MG), relatou o desmoronamento de duas rampas de acesso e o destelhamento de um edifício.

Na maioria das instituições contatadas na região, no entanto, não houve relatos de problemas significativos causados pelas chuvas. Também foram detectados casos de museus localizadas em municípios que se encontram em estado de alerta e que não atenderam às ligações e nem responderam aos e-mails.

O levantamento foi realizado entre os dias 5 e 10 de janeiro e considerou as informações prestadas pelas instituições museológicas, pela Defesa Civil, pelas secretarias estaduais de Cultura, pelos Sistemas de Museus nos estados e pelo Cadastro Nacional de Museus (Ibram/MinC).

Para ajudar nas medidas de prevenção e no salvamento do patrimônio museológico em situação de risco, devido a situações climáticas ou outros tipos de incidentes, como incêndios, o Ibram também está desenvolvendo um cadastro de voluntários que deve ser lançado ainda no primeiro semestre.

Os dados identificados pelo levantamento de patrimônio museológico em situação de riscos devido às chuvas estão detalhados a seguir:

São Paulo
A Defesa Civil do Estado de São Paulo indicou apenas um município – Paulínia – em estado de alerta. Em Paulínia há dois museus, mas nenhum deles atendeu as tentativas de contato. O Sistema Estadual de Museus de SP, no entanto, informou que não recebeu notícias de instituições com danos causados pelas chuvas.

Rio de Janeiro
Na Casa de Cultura de Aperibé houve uma inundação, atingindo 15 cm de altura no interior do museu, e por isso a instituição está fechada. Não houve danos ao acervo ou aos equipamentos.

Foram identificadas ocorrências de inundações no Museu Francisco Alves, em Miguel Pereira, e no Centro Cultural Melchíades Cardoso, em Miracema, sem danos aos museus ou aos acervos.

Inundação na Casa de Cultura de Aperibé (RJ)

A Casa de Cultura de Laje do Muriaé (em construção) não sofreu danos, apesar de o município estar totalmente alagado; o Centro Cultural de São José de Ubá sofre com as chuvas devido a rachaduras já existentes; o Centro Cultural de Cardoso Moreira teve seu acervo retirado sem maiores prejuízos, pois o problema com as chuvas é recorrente.

Em Paraty, o risco de desmoronamento de encostas preocupa a administração do Museu Forte Defensor Perpétuo, que integra a rede de museus Ibram/MinC. Ali foi identificado o aumento de infiltrações devido às recentes chuvas.

O Instituto Brasileiro de Museus também identificou problemas com infiltrações nos telhados em outros seis museus que integram sua estrutura e localizam-se no Rio de Janeiro: Museu de Arte Religiosa e Tradicional, em Cabo Frio; Museu Imperial (com problemas menos graves) e Palácio Rio Negro, em Petrópolis; Museu Casa da Hera, em Vassouras; e Museu da República e Museu Villa-Lobos, na capital.

De acordo com tabela enviada pela Superintendência de Museus do RJ, não foram identificados problemas no patrimônio museológico dos municípios de ItaIva, Itaperuna, Santo Antônio de Pádua, Bom Jesus de Itabapoana, Itaocara, Natividade, Porciúncula, Varre-Sai, Campos dos Goytacazes e São Fidélis.

Minas Gerais
O Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, no município de Araponga, informou que houve o desmoronamento de duas rampas de acesso e o destelhamento de um edifício. O Museu de Minerais e Rochas de Uberlândia está com sérias infiltrações, com a penetração de águas das chuvas no edifício, descendo pela parte elétrica.

Alguns museus relataram infiltrações pelos telhados: Museu de Arte da Pampulha e Museu de Artes e Ofícios, em Belo Horizonte; Museu Histórico e Artístico de Claudio (antiga estação ferroviária) e o Museu Arquidiocesano de Mariana.

As infiltrações pioraram no Museu Regional de Caeté (MG)

Entre os museus integrantes da estrutura do Ibram, foram identificados problemas no Museu Regional de Caeté, no qual as infiltrações ficaram piores e cujo muro de arrimo está parcialmente desmoronado, e no Museu do Diamante (Diamantina), onde houve queda de um muro e infiltrações no subsolo e no telhado.

No Museu da Inconfidência (Ouro Preto), Museu do Ouro (Sabará) e Museu Regional Casa dos Ottoni (Serro) houve agravamento de infiltrações. A Superintendência de Museus e Artes Visuais não registrou outras ocorrências nos museus do estado.

Espírito Santo
A Secretaria de Cultura informou que há, no estado, 16 municípios em situação de emergência, sete dos quais possuem museus.

Infiltrações e muro de contenção de encosta ameaça cair no Solar Monjardim (ES)

 No município de Santa Maria de Jetibá, não houve qualquer problema com o Museu da Imigração Pomerana; em Cachoeiro do Itapemirim, Santa Leopoldina, Domingos Martins e São Mateus ocorreram apenas goteiras.

Em Ibatiba, o Museu do Tropeiro sofreu goteiras e aumento da infestação por cupins; no município de Linhares, o Museu Elias Lorenzutti (o único que foi possível contatar) apresentou goteiras e acúmulo de água no forro, infiltrando pela parede. O acervo deste museu foi deslocado para o prédio da Secretaria de Cultura até que a temporada de chuvas acabe e os problemas sejam solucionados.

A pesquisa do Ibram identificou, ainda, os seguintes problemas na capital Vitória: no Museu Histórico da Ilha das Caieiras a água penetrou pelas esquadrias e escorreu pelas paredes, afetando o piso de madeira do 2º andar, uma caixa de livros e a sala de exposições no andar térreo, que apresenta infiltração de umidade na parede lateral direita.

O Museu do Telefone encontra-se alagado em razão de sobrecarga nas calhas, causada pelas chuvas, e do acúmulo de folhas na cobertura do museu. Integrante da estrutura do Ibram, o Museu Solar Monjardim também apresenta situação delicada, pois galhos grandes deslizaram pelo terreno e o muro de contenção da encosta ameaça cair.

No Museu de Biologia Professor Mello Leitão (Ibram/MinC), em Santa Teresa, houve queda de árvores e o nível do rio passou a transbordar no terreno do museu.

Além disso, a Secretaria de Cultura do Estado do ES informou também que há goteiras em museus situados nas cidades de Cachoeiro do Itapemirim, onde, de acordo com dados do Cadastro Nacional de Museus (Ibram/MinC) existem quatro museus; Santa Leopoldina com um museu; Domingos Martins com três museus; São Mateus com cinco museus) e Linhares com 7 museus. Na cidade de Ibatiba não há indicação de museus segundo o CNM.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Divulgação

Museu Histórico Nacional (RJ) retoma concertos mensais gratuitos

Dando continuidade à série Música no Museu, promovida pela Carpex Empreendimentos, o Museu Histórico Nacional/Ibram abrigará toda última sexta-feira do mês, sempre às 12h30, um concerto aberto ao público com entrada franca.

Em janeiro, a série privilegia concertos dedicados aos blues e derivados. O estilo está na base de grande parte da música pop moderna, podendo ser muito simples e direto, com o som de voz e violão, ou muito sofisticado e orquestrado. No dia 27 de janeiro, acontece o Concerto do duo In The Mood, com os músicos Jolt (voz guitarra, gaita e flauta) e Damu Shiva (contrabaixo acústico).

Já em fevereiro, os clássicos do carnaval movimentarão a agenda do projeto Música no Museu. No dia 24 de fevereiro será o dia da apresentação de teclado com Newton Nazareth executando peças de Carlos Gomes, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Noel Rosa, entre outros. Saiba mais.

Texto e foto: Divulgação MHN/Ibram

Cultura tem recursos ampliados em mais de R$ 270 mi para 2012

O Ministério da Cultura (MinC) informou que terá este ano mais recursos do que em 2011. Segundo o ministro interino da Cultura, Vítor Ortiz, a expectativa é de um total de pouco mais de R$ 2 bilhões. No ano passado, a pasta obteve R$ 1,7 bilhão executado (utilizado). Para ele, o salto orçamentário foi gerado pelo fato de 99% do programado para 2011 terem sido utilizados.

“É, sem dúvida alguma, um dos melhores resultados do governo [no que diz respeito à execução orçamentária]. Também representa um medidor de eficiência de gestão, o que nos capacita a receber cerca de R$ 270 milhões a mais neste ano”, disse Ortiz.

O total bruto de R$ 2,3 bilhões previstos para 2012, segundo o ministro, não inclui os recursos da Lei Rouanet (de incentivo à cultura) – que permite que pessoas físicas ou jurídicas apliquem parte do Imposto de Renda em ações culturais.

A aplicação do orçamento do Ministério da Cultura para 2012 já está definida, com uma série de prioridades. Pelo menos 400 praças de esporte e cultura serão construídas em todo o País, a leitura ganhará incentivos com programas específicos e serão ampliados os investimentos em artes visuais, dança, teatro, música, além de melhorias na infraestrutura das casas de espetáculos. Continue lendo.

Fonte: Portal Brasil

Mês do Museólogo nas Redes Sociais: conheça os ganhadores

Por conta das celebrações em torno do Dia do Museólogo, cuja data nacional é 18 de dezembro, o Ibram/MinC lançou no final de 2011 uma ação voltada a divulgar as publicações do instituto nas redes sociais.

Para participar, bastava seguir o perfil do Ibram no microblogue Twitter , na página de relacionamento no Facebook ou no canal de vídeo no Youtube e compartilhar um conteúdo relacionado à profissão de museólogo, aos museus da rede Ibram/MinC ou museus brasileiros de forma geral.

A intenção foi ampliar o conhecimento do público sobre a presença do instituto nas redes sociais digitais, assim como dar visibilidade para publicações como livros, revistas e guias, realizadas pelo Ibram – disponíveis para baixar gratuitamente .

Segue a lista dos ganhadores. Não houve premiação para participações no canal Youtube. Após contato com os selecionados, as publicações serão enviadas via Correios, de acordo com o regulamento. Outras informações pelo endereço eletrônico ascom@museus.gov.br.

Ganhadores Twitter Publicações
Guia Mutz Museus em Números
Museu das Minas e do Metal Segurança em Museus
Fernanda Porto Revistas Museália
Rhayza Morganna Revistas Musas

 

Ganhadores Facebook Publicações
Marta Amato Museus em Números
Eibby Rosillo Guia dos Museus Brasileiros
Carolina Biberg Política Nacional de Museus

Museu Lasar Segall (SP) exibe Fayga Ostrower e Manuel Ballester

O Museu Lasar Segall/Ibram, em parceria com o Instituto Moreira Salles (IMS), apresenta a exposição Fayga Ostrower – Ilustradora, com aproximadamente 100 obras que revelam uma faceta pouco conhecida de ilustradora de livros da artista considerada uma das principais gravadoras do país.

A exposição, que esteve  anteriormente em cartaz no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro, apresenta gravuras, instrumentos de trabalho, fotografias, livros e documentos produzidos entre os anos 1940 e 1970, mostrando a transição de Ostrower do expressionismo figurativo à abstração.

Arquitetura e Simulacros é o título da intervenção de José Manuel Ballester nos jardins externos do Museu Lasar Segall. Utilizando da técnica do “trompe-l´oeil” (ilusão de ótica), Ballester desloca a estrutura da janela do Atelier de Segall, espaço tombado no Museu, para reconstrui-la nos espaços do Jardim.

Ambas exposições podem ser visitadas até 19 de fevereiro de 2012. A entrada é gratuita. O Museu Lasar Segall localiza-se na capital paulista à Rua Berta, 111. Mais informações aqui.

Fonte: Divulgação Museu Lasar Segall

Arquivo Nacional, FBN e Ibram assinam Acordo de Cooperação Técnica

Nascimento Jr, Galeno Amorim e Jaime Antunes comemoram o Termo de Cooperação

O Arquivo Nacional, a Fundação Biblioteca Nacional (FBN) e o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) assinaram neste dia 21 de dezembro, Acordo de Cooperação Técnica em prol da preservação, valorização e divulgação do patrimônio documental arquivístico, bibliográfico e museológico do país. A cerimônia ocorreu no auditório da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro.

O acordo entre o Ministério da Cultura – através do Ibram e da FBN – e o Ministério da Justiça, por meio do Arquivo Nacional, irá promover ações de cooperação técnica entre as instituições, geridas pelo Programa de Integração de Instituições de Memória Social. Todas as instituições dos sistemas das três áreas (Biblioteconomia, Museologia e Arquivologia) estarão integradas.

Também se pretende integrar o cadastro de profissionais e especialistas em áreas de interesse comum que atuem nos três segmentos. Com o acordo será possível também atender à meta do Plano Nacional de Cultura (PNC) de, até 2020, 50% das bibliotecas públicas e museus estarem modernizados. O acordo irá vigorar por quatro anos, podendo ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos.

José do Nascimento Júnior, Presidente do Ibram/MinC, ressaltou que o acordo vai integrar as ações das três instituições, que já possuem vários projetos de natureza semelhante, mas que agora vão trabalhar de forma mais integrada. “Os esforços que vamos promover potencializam a capacitação técnica de funcionários e a integração de bases de dados”, disse.

De acordo com Galeno Amorim, Presidente da FBN/MinC, a integração de trabalhos ajudará a aumentar a dimensão pública dos acervos, reunindo em um só lugar dados sobre biblioteconomia, museologia e arquivologia: “O que estamos fazendo vai permitir que as pessoas tenham acesso à nossa memória social”, disse.

Para o diretor do Arquivo Nacional, Jaime Antunes da Silva, o país encontra-se em um momento importante em termos de acesso público a documentos. Ele citou como exemplo a Lei de Acesso à Informação, sancionada em novembro pela Presidenta Dilma Rousseff, e chamou atenção para a importância de se criarem equipamentos de guarda em âmbito municipal, já que apenas 5% dos municípios possuem instituições do gênero. Continue lendo.

Texto e foto: Ascom/MinC
Edição: Ascom/Ibram

Instituto Brasileiro de Museus cria Comitê de Pesquisa

Foi publicada no Diário Oficial da União do dia 29 de dezembro, Portaria que cria o Comitê de Pesquisa no âmbito do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

O Comitê de Pesquisa irá definir parâmetros institucionais e éticos para o desenvolvimento de pesquisas no Ibram, assim como subsidiar e assessorar as diretorias e a presidência do Instituto e propor ações que garantam maior visibilidade aos resultados das pesquisas realizadas.

Entre seus objetivos, também está apoiar e estimular parcerias entre o Ibram e instituições de pesquisa, ensino e inovação e fazer articulações para o fomento às pesquisas.

Leia a Portaria na íntegra aqui.

Fonte: Ascom/Ibram

Museu Imperial/Ibram recebeu mais de 250 mil visitantes em 2011

Desde o início de 2011 até 23 de dezembro, o Museu Imperial/Ibram recebeu 255.600 visitantes. O número é considerado positivo pela direção do museu, apesar de ser menor que o público recebido em 2010, que foi de 331.347 pessoas.

Contudo, informa o museu, ”é preciso levar em conta a redução de visitantes em Petrópolis (RJ) nos primeiros meses deste ano em virtude das chuvas em 12 de janeiro.”

“Em 2011, o Museu Imperial buscou otimizar o desempenho de suas atividades básicas: a preservação, o estudo e a comunicação do acervo histórico, artístico e paisagístico sob sua responsabilidade, bem como dinamizar a oferta de serviços de qualidade para um público cada vez maior”, afirma Maurício Vicente Ferreira Júnior, diretor do Museu Imperial.

“Em 2012, pretendemos fazer ainda mais, oferecendo aos petropolitanos e turistas do Brasil e do mundo novas formas de apropriação do patrimônio nacional preservado no Museu Imperial”, conclui o diretor. Conheça o balanço de atividades realizadas neste ano pelo Museu Imperial.

Fonte: Divulgação Museu Imperial

Resultado 2011 do Programa de Fomento aos Museus

O Programa de Fomento aos Museus Ibram consiste em prêmios e projetos relacionados à construção e modernização de museus, ao incentivo a artistas contemporâneos, à divulgação do tema museu em diversas mídias e ao apoio a iniciativas e experiências de memória social desenvolvidas por comunidades e grupos populares.

Foram mais de 16 milhões de reais em recursos financeiros para dez editais. Conheça todos os premiados no caderno Resultado da Seleção aqui.

Últimos dias: Ibram/MinC está com inscrições abertas para a 10ª Semana de Museus

A 10ª Semana de Museus acontece entre os dias 14 e 20 de maio de 2012. O evento, que acontece anualmente na semana do dia 18 de maio (Dia Internacional dos Museus) e é coordenado pelo Ibram, tem como objetivo sensibilizar os museus e a comunidade para o debate sobre temas da atualidade.

Para esta edição, o tema definido pelo Conselho Internacional de Museologia (ICOM) é Museus em um Mundo em Transformação – novos desafios, novas inspirações. As instituições interessadas em participar da 10ª Semana de Museus devem inscrever seus eventos na página do Ibram até o dia 31 de janeiro. Não há limite para o número de eventos inscritos.

A instituição que tiver alguma dúvida ou quiser mais informações pode mandar email para cpgii@museus.gov.br ou ligar para (61) 2024.4122/4135.

Página 19 de 30« Primeira...10...1718192021...30...Última »