Página 1 de 1212345...10...Última »

A memória institucional de museus Ibram em MG na voz de seus colaboradores

Sede do MRSJDR/Ibram em Minas Gerais

“Depois que eu entrei no museu, toda vez que estou em outra cidade, eu quero visitar um museu”, confessa Cleberson Cunha, vigilante no Museu Regional de São João del-Rei (MRSJDR/Ibram), em Minas Gerais (MG). “O que antes não era comum – fazer visita a um museu – hoje faço com mais naturalidade e vontade”.

O depoimento acima faz parte da iniciativa em vídeo Gente que faz o museu, que coleta impressões, histórias e vivências de novos e antigos colaboradores do MRSJDR.

A partir de perspectivas pessoais, o museu resgata importante aspecto ligado a sua memória institucional – iniciativa que se relaciona ao tema da Primavera dos Museus deste ano, Museus e suas memórias.

Instalado em casarão do século XIX, o prédio foi tombado pelo Governo Federal em 1946 e aberto à visitação, já como museu, em 1963. “Foi difícil manter o prédio de pé”, conta Rui Mourão, diretor do Museu da Inconfidência/Ibram, em Ouro Preto (MG), no documentário Símbolo de resistência – também realizado pela equipe do MRSJDR.

Casarão em São João del-Rei antes da criação do museu regional

Casarão em São João del-Rei antes da criação do museu regional

Com fotos antigas e depoimentos de pesquisadores, o vídeo conta a saga do casarão na cidade até se tornar sede do museu: das tentativas de demolição ao processo que levou ao seu reconhecimento com patrimônio histórico. Assista o documentário.

Mais informações sobre atividades do MRSJDR podem ser obtidas pelo telefone (32) 3371.7663 ou endereço eletrônico mrsjdr@museus.gov.br

Pesquisa e ações educativas
O Museu Regional Casa dos Ottoni (MRCO/Ibram), na cidade do Serro, também tem muitas histórias relacionadas à área que ocupa hoje: o prédio, do final do século XVIII, já foi casa, liceu, patronato agrícola e até maternidade antes da criação do museu em 1949.

“Trabalhamos hoje para que a instituição seja polo de discussão constante sobre o passado, presente e futuro. Nesse sentido, desenvolvemos ações para preservar a memória institucional e cumprir com a missão do museu”, aponta Carlos Xavier, diretor do MRCO.

Uma das frentes é a pesquisa e aquisição de acervo bibliográfico sobre o museu e a família Ottoni – cujos membros foram personagens da política brasileira no século XIX.

Museu Casa dos Ottoni

Museu Casa dos Ottoni no Serro (MG)

Após visitas a diversas instituições, conta o diretor, “foi possível reunir informações que, se não detalham claramente todo o passado do MRCO e do seu prédio, ajudam a elucidar pontos interessantes sobre sua história”.

Além das ações museológicas em torno da organização e preservação do acervo, o Museu Regional Casa dos Ottoni busca em suas ações educativas relacionar história e memória.

Para a 11ª Primavera dos Museus, por exemplo, o museu programou a exposição Minas em Postais, sobre cidades históricas mineiras, e a oficina Memórias do nosso lugar, que se propõe a valorizar a história da cidade a partir da história oral.

Mais informações sobre as atividades do museu pelo telefone (38) 3541.1440 ou endereço eletrônico mrco@museus.gov.br. Assista episódio sobre o MRCO na série Conhecendo Museus.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Divulgação

Matérias relacionadas
Conheça as iniciativas de memória institucional do Museu Victor Meirelles
História oral resgata memória institucional do Museu das Missões
Livros e filmes abordam a memória institucional dos Museus Castro Maya
Conheça o projeto de memória institucional do Museu da República no RJ

Nova exposição e horários especiais no Museu Regional de São João del-Rei

O Museu Regional de São João del-Rei (MRSJDR/Ibram), em Minas Gerais (MG), abre na segunda (14), às 19h, a exposição Paisagens internas e externas, do artista plástico José Renato Sartori Inchausti.

O trabalho apresenta distorções de paisagens, tanto de ambientes interiores quanto exteriores, tendo cidades históricas e litorâneas como tema. O artista projeta em suas paisagens interiores referências geográficas. Segundo Inchausti, essas paisagens possuem uma “exposição frontal de algum sentimento humano”.

Museu Regional de São João del-Rei (MG)

Museu Regional de São João del-Rei (MG)

Trabalhando com artes plásticas há cerca de 40 anos, José Renato já participou de 18 mostras -  entre salões coletivos e exposições individuais. Atualmente mora em São João del-Rei, onde desenvolve um trabalho interessado na abstração do sentimento por meio da paisagem.

A exposição fica em cartaz até 24 de setembro. A visitação é gratuita. O museu funciona de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h30. Sábados, domingos e feriados, de 9h às 16h.

Feriado local
No dia 15 de agosto (terça-feira) é feriado em São João del-Rei (Assunção de Nossa Senhora) e, por isso, o MRSJDR tem horário especial para o feriado prolongado.

No sábado e domingo (dias 12 e 13), funciona das 9h às 13h. Já na segunda e terça (14 e 15) funciona das 9h às 16h. O museu reabre às 19h no dia 14 apenas para receber o público na nova exposição. Já na quarta (16), o museu fecha para manutenção – voltando ao seu horário normal a partir do dia 17 de agosto.

Aberto ao público em 1963,  o Museu Regional de São João del-Rei apresenta, em sua exposição permanente, aspectos dos modos de vida e costumes mineiros dos séculos XVII ao XX, a partir de peças de mobiliário, objetos de arte sacra e imaginária oitocentista.

O MRSJDR está localizado na Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro. Mais informações pelo telefone (32) 3371.7663 ou endereço eletrônico mrsjdr@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: MRSJDR/Divulgação

Ibram convoca candidatos a diretor do Museu da Inconfidência para entrevista

Foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (24), a convocação para entrevista dos seis candidatos melhor pontuados na Chamada Pública para o cargo de Diretor do Museu da Inconfidência/Ibram, localizado em Ouro Preto (MG).

As entrevistas acontecerão no dia 8 de agosto de 2017, no Escritório de Representação Regional do Ibram em Belo Horizonte. Os nomes dos convocados, horários da entrevista e o endereço da Representação estão disponíveis aqui. A comissão de seleção é formada pela Superintendente do Iphan em Minas Gerais, Célia Maria Corsino, pela Diretora de Difusão, Fomento e Economia dos Museus do Ibram, Eneida Braga Rocha de Lemos e pelo Diretor do Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro, Paulo Knauss.

De acordo com a Chamada Pública nº 1, de 7 de abril de 2017, a entrevista é a última fase da seleção, que contou com análise de documentação, de currículo e plano de trabalho. Podiam concorrer ao cargo servidores públicos ou não, com formação acadêmica, conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu, além de experiência comprovada em gestão envolvendo atividades de relacionamento com organizações de governo e entidades da sociedade em geral. O edital completo está disponível aqui.

Casa dos Ottoni comemora número de visitantes no primeiro semestre

Na cidade do Serro (227 km de Belo Horizonte, Minas Gerais), o Museu Regional Casa dos Ottoni/Ibram comemora os números de visitação alcançados durante o primeiro semestre deste ano.

Museu Casa dos Ottoni (MG)

Museu Regional Casa dos Ottoni na cidade de Serro (MG)

“Os resultados foram excelentes e tivemos o 2º melhor primeiro semestre dos últimos anos, ficando atrás apenas do ano de 2013”, explica o diretor do museu Carlos Xavier.

Maio foi o mês em que o museu recebeu o maior número de visitantes. Quintas, sextas e sábados foram os dias mais procurados para visitas. 90% do público é de Minas Gerais – sendo que 61% do próprio Serro. Ou seja, o museu, além de sua característica regional, mostra-se também um espaço de integração com a comunidade local.

E os visitantes estrangeiros também têm aparecido: no primeiro semestre de 2017, 80% deles foram alemães – seguidos de longe por italianos, gregos e norte-americanos.

Mapeamento

O museu finalizou o mapeamento topográfico dos objetos existentes no seu acervo: isto é, todos os objetos tiveram sua localização específica determinada. A ação é considerada essencial tanto para a segurança quanto para o controle do acervo. “Com isso foi possível a elaboração de catálogo ilustrado de todo o acervo museológico”, explica a museóloga Rosalina Assis.

O Museu Regional Casa dos Ottoni ocupa uma construção do século XVIII. Sua origem histórica está ligada aos Ottoni, descendentes de um ramo da família do bandeirante paulista Fernão Dias Paes Leme. Criado em 1949, o museu abriga acervo formado, principalmente, por imagens de arte católica e por objetos que fazem parte da história da família Ottoni e da cidade.

O museu está localizado na Praça Cristiano Ottoni, 72, e funciona de terça a sábado, das 10h às 18h; e domingos e feriados, das 8h às 12h. Outras informações pelo endereço eletrônico mrco@museus.gov.br ou pelo telefone (38) 3541-1440.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Museu Regional de São João del-Rei (MG) recebe o projeto Inverno Cultural

Entre os dias 26 e 28 de julho, o Museu Regional de São João del-Rei/Ibram, em Minas Gerais (MG), integra mais uma edição do projeto Inverno Cultural.

Realizado pela Universidade Federal de São João del-Rei, neste ano o tema será Universidade, arte e resistência: a cultura como bem comum - um chamado pela participação da cidade em busca de uma arte mais democrática e inclusiva.

Museu Regional de São João del-Rei (MG)

Museu Regional de São João del-Rei (MG)

O museu traz uma programação especial, funcionando inclusive com horário estendido para receber os visitantes que estiverem na cidade: entre 22 e 30 de julho, período em que acontece o Inverno Cultural, o horário de funcionamento será de 9h às 21h.

Agenda
No dia, 26, Clebson Cunha apresenta  o espetáculo Mais um Trovador… com canções da banda Legião Urbana. O intuito é rememorar a atemporalidade da poesia musicada.

Já no dia 27 acontece o Recital de Órgão de Tubos por Elisa Freixo. Professora de órgão e organista titular da Sé de Mariana (MG), a musicista se apresenta aproximadamente cinco vezes por ano no museu regional, que tem em seu acervo o histórico instrumento produzido na região no final do século XVIII.

Para finalizar, no dia dia 28 acontece a apresentação do espetáculo Rodas e Gingas. Realizado pela Associação Afro-brasileira Casa do Tesouro, Ponto de Memória Batuques e Associação Meninos do Amanhã, o espetáculo, com direção de Celina Batalha, exibe manifestações culturais afro-brasileiras, através de danças em roda,  com a participação do público e música ao vivo.

Todas as atividades acontecem às 19h e têm entrada gratuita. O Museu Regional de São João del-Rei está localizado na Rua Marechal Deodoro, 12 – Centro. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (32) 3371.7663.

Texto e foto: Divulgação
Edição: Ascom/Ibram

Exposição no Museu do Diamante traz imagens do Vale do Jequitinhonha em MG

O Museu do Diamante, que integra a rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em Diamantina (MG), exibe imagens do fotógrafo e vídeo-documentarista Lori Figueiró entre os dias 22 de março a 4 de abril.

Exposição traz 28  imagens do Vale do Jequitinhonha (MG)

Exposição traz 28 imagens do Vale do Jequitinhonha (MG)

A exposição Memória da Cultura Jequitinhonha é parte do projeto Vale: Vida – memórias da Cultura Jequitinhonha, premiado em 2014 pelo Programa Pontos de Memória do Ibram.

São 28 imagens que, segundo o curador Jorge Dikamba, revelam instantâneos do cotidiano valês, onde o conceito de “mineiridade” se destaca, agregando sentimentos de religiosidade, simplicidade e alegria de viver.

Para Dikamba, o Jequitinhonha seria um “estado de espírito” para os que nele vivem ou dele se originam. Gestos, formas e cores refletem saberes, usos, costumes e crenças que, nas fotografias, compõem um mosaico atemporal das relações societárias da “gente do Vale”.

Lori Figueiró é fotógrafo autodidata, vídeo-documentarista e membro fundador do Centro de Cultura Memorial do Vale. Já realizou outras exposições fotográficas, publicou diversos livros com a temática do Vale do Jequitinhonha e ainda ministra oficinas e promove espetáculos cênicos sobre as manifestações da cultura mineira.

No dia 23 de março, às 18h30, acontece o lançamento de livros de Figueiró, além de uma roda de conversa com a cantora, compositora e escritora Déa Trancoso e a doutora em Literatura Juliana Leal. A entrada é franca.

O Museu do Diamante está localizado na Rua Direita, 14, centro de Diamantina, e funciona de terça a sábado, das 10h às 17h. Domingos e feriados, das 9h às 13h. Mais informações pelo telefone (38) 3531.1382.

Texto: Ascom/Ibram
Foto:  Lori Figueiró/Divulgação

 

Ibram abre licitação para inspeção predial em museus de MG e RJ

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em parceria com a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), publicou na última sexta-feira (27) Aviso de Licitação destinado à contratação de serviços de engenharia voltados à inspeção predial em três unidades museológicas que integram a sua rede.

Instalado em antigo convento que começou a ser edificado no século XVII, o Museu de Arte Tradicional de Cabo Frio (MART), será uma das unidades a passar por inspeção predial.

Instalado em antigo convento que começou a ser edificado no século XVII, o Museu de Arte Tradicional de Cabo Frio (MART) será uma das unidades a passar por inspeção predial.

A consultoria especializada a ser contratada abarca a realização de inspeções prediais no Museu de Arqueologia/Socioambiental de Itaipu (MAI), em Niterói (RJ); no Museu de Arte Tradicional de Cabo Frio (Mart), também no Rio de Janeiro; e na Casa Borba Gato (vinculada ao Museu do Ouro), em Sabará (MG).

O objetivo da contratação é realizar análise técnica de estruturas e instalações das três unidades, a qual permitirá a identificação de possíveis riscos a usuários, meio ambiente e patrimônio cultural envolvido, definindo prioridades para a posterior execução de reparos e manutenção.

Os três museus estão instalados em imóveis históricos tombados e não projetados originalmente para esta finalidade – o que impõe a adoção de princípios rigorosos de preservação dos elementos e materiais originais, assim como de intervenção física mínima, quando necessária.

A licitação será realizada na modalidade pregão presencial com data de abertura programada para o próximo dia 9 de fevereiro, às 10h, na sede da OEI (Setor Hoteleiro Sul, Quadra 06, Bloco C, Sala 919, Ed. Brasil 21) em Brasília (DF).

O edital e seus anexos encontram-se disponíveis na página da OEI. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (61) 3321.9955 ou pelo endereço eletrônico compras@oei.org.br.

Museus da rede Ibram em três estados iniciam obras de requalificação

Tiveram início nesta semana as obras de recuperação emergencial do Museu das Missões, que integra a rede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em São Miguel das Missões (RS), após tornado que atingiu o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo no primeiro semestre deste ano – causando danos à estrutura e acervo do museu.

Operários cercam área do Museu das Missões onde haverá obras emergenciais

Operários cercam área do Museu das Missões para obras emergenciais

Na parte arquitetônica, a empresa responsável pela obra iniciou a montagem de tapumes para isolar o Pavilhão Lucio Costa e a Casa do Zelador durante as obras. A cobertura da Sacristia Velha também será restaurada.

Com recursos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na ordem de R$ 1,6 milhão, o prazo para a conclusão dos trabalhos das obras emergenciais é de aproximadamente três meses, com possibilidade de prorrogação, caso seja necessário, para a devolução do museu ao seu projeto original.

Projetado em 1940 pelo arquiteto Lucio Costa (1902-1998), o Museu das Missões é parte de sítio arqueológico considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Reunindo representativa coleção pública de imagens sacras e fragmentos missioneiros do Mercosul, exibe ao público uma coleção da arte barroca elaborada pelos índios guarani nas reduções jesuíticas (séculos XVI e XVII).

Obras em MG e RJ
Outro museu da rede do Instituto Brasileiro de Museus que iniciou esta semana um processo de restauração integral foi o Museu Regional de Caeté, em Minas Gerais (MG).

A diretora do museu B.Constant com o presidente do Ibram em recente visita

A diretora do museu B.Constant, Eliane Carrilho, com Marcelo Araujo, presidente do Ibram, em recente visita ao museu antes do início das obras

A intervenção física será realizada com o intuito de preservar as características estruturais, formais e estéticas do museu, situado em antigo sobrado de fins do século XVIII, na cidade de Caeté, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1950.

O prazo previsto para a execução dos serviços será de 12 meses e o custo é de aproximadamente R$ 2,7 milhões. Saiba mais.

Já a primeira fase das obras de restauração no Museu Casa de Benjamin Constant, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), também já iniciadas, envolvem dois prédios históricos: a casa onde morou Benjamin Constant e a sede administrativa, a “casa amarela” – construídos nos séculos XIX e XX, respectivamente. Para esta primeira fase estão sendo investidos recursos de R$ 2,1 milhões por parte do Ibram.

O museu, que fica no bairro carioca de Santa Teresa, estará aberto ao público até o dia 30 de dezembro e sem data prevista para a reabertura.

Além desses museus, há atualmente obras em andamento no Museu Victor Meirelles, em Florianópolis (SC), e processos licitatórios para requalificação do Museu Regional de São João del-Rei (MG), Museu Casa Histórica de Alcântara (MA) e Museu Casa da Hera (RJ).

Atualmente, o Ibram conta com 29 museus federais sob sua gestão. Conheça os museus da rede Ibram.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Museu das Missões e Museu Casa de Benjamin Constant/Divulgação

Ibram seleciona para requalificação do Museu Regional de São João del-Rei

MRSJDR

O projeto executivo contratado será utilizado como base para a posterior contratação da obra a ser realizada no museu, que está instalado em antigo imóvel residencial do séc. XIX tombado como patrimônio histórico.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) promove, na próxima sexta-feira (16), pregão eletrônico destinado à contratação de empresa especializada para elaboração de projeto executivo de instalações elétrica e luminotécnica, além de pontos de rede de internet e pontos de telefonia, para o Museu Regional de São João del-Rei, em Minas Gerais.

A licitação é objeto do Edital Nº 24/2016 e será feita na modalidade menor preço global. O pregão eletrônico será realizado no dia 16, a partir das 10h, através do site www.comprasgovernamentais.gov.br. Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail licitacao@museus.gov.br.

O projeto executivo contratado será utilizado como base para a posterior contratação da obra a ser realizada no museu, que está instalado em antigo imóvel residencial do séc. XIX, tombado como patrimônio histórico, e abriga acervo com cerca de 500 objetos que narram a intimidade e modo de viver dos mineiros no período colonial.

A atualização das instalações elétricas e luminotécnicas do Museu Regional de São João del-Rei irá compatibilizá-las com as atividades e ações cotidianas da instituição garantindo a conservação e integridade física do prédio e de seu acervo.

Somada à instalação de rede de internet e telefonia, a intervenção garantirá que as necessidades atuais do museu sejam atendidas de forma segura e satisfatória em termos de expografia.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação

Minas Gerais realiza Encontro Estadual de Museus na próxima semana

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o Museu Mineiro, em Belo Horizonte (MG), recebe a 9ª edição do Encontro Estadual de Museus.

Com o tema Pesquisa: no e para museu, o encontro é aberto a estudantes, professores, profissionais da área museológica e demais interessados. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas online até amanhã (9).

Atividades acontecem no Museu Mineiro - Circuito da Liberdade

Atividades acontecem no Museu Mineiro – Circuito da Liberdade

A programação está dividida em dois módulos no primeiro dia: O museu e a contemporaneidade: pensar os públicos e Objeto, Memória, Museu: uma construção contínua de significados.

Para o dia 13 está programada a atividade Clínica de Museus, que propõe pensar coletivamente alternativas para superar obstáculos no campo da pesquisa em museus.

Também será apresentada a comunidade Museomix, voltada a interações em torno da ideia de museus abertos, conectados e participativos, e acontece ainda o lançamento do livro Conceitos-chave de Museologia – publicação do Conselho Internacional de Museus (Icom).

No encerramento do evento será aberto o Centro de Estudos e Difusão da Arte Mineira (cedam), com o acervo doado ao Estado pelo artista e pesquisador Márcio Sampaio – resultado de meio século de coleta de materiais sobre a arte visual mineira. Confira a programação completa.

Texto e foto: SEC-MG/Divulgação

Página 1 de 1212345...10...Última »