Página 1 de 212

Museu da Inconfidência celebra 74 anos de existência

Situado em prédio histórico que abrigou originalmente a antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, Museu da Inconfidência é um doas museus históricos mais importantes e visitados do Brasil.

Situado em prédio histórico que abrigou originalmente a antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, Museu da Inconfidência é um dos museus históricos mais importantes e visitados do Brasil.

O Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), completa neste sábado (11) seus 74 anos de existência. Um dos museus históricos mais importantes e visitados do Brasil celebrará o aniversário com programação que inclui bate papo, exibição de filmes e lançamento de livro.

A programação terá início na manhã desta sexta-feira (10), a partir das 10h30, com o bate-papo aberto ao público “Sete décadas do Museu da Inconfidência”, que reunirá ex-servidores da instituição; e prossegue a partir das 14h, no cinema anexo ao museu, com exibição de filmes.

No sábado, das 10h às 17h, o museu comemora seu aniversário oferecendo entrada gratuita a todos os visitantes. A partir das 15h, oferece exibição de filmes para o público infantil, com distribuição de pipoca. Fechando a programação, recebe o lançamento do livro “Caminho do Ouro, Caminho do Mar”, do escritor Flávio Leão.

O museu

Inaugurado em 11 de agosto de 1944 após reformas que adaptaram o edifício à nova função, o Museu da Inconfidência está situado em prédio histórico que abrigou originalmente a antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, que teve sua construção iniciada em 1785.

Primeira do gênero a se instalar fora do litoral, a instituição foi criada no bojo de uma política de resgate da memória brasileira e constituição de uma identidade nacional, e abriga restos mortais de participantes da Inconfidência Mineira que foram degredados para a África – exumados e trazidos de volta ao Brasil, em 1937, por determinação do então presidente Getúlio Vargas.

O museu reúne ainda mais de quatro mil peças com exemplares de praticamente todas as esferas da vida sociocultural mineira dos séculos XVIII e XIX, de relevante conteúdo histórico e iconográfico, que incluem objetos diversos e obras de autores como Antônio Francisco Lisboa (Aleijadinho), Francisco Vieira Servas, Francisco Xavier de Brito, Manoel da Costa Athaide, João Nepomuceno e Armand Julien Pallière, dentre outros.

Reaberto em 2006 após obras de modernização e de reformulação expositiva, o Museu da Inconfidência recebeu em 2011 as ossadas de mais três inconfidentes, identificadas mais de 200 anos após suas mortes através de pesquisa. Desde o final de 2017, o museu conta com nova diretora, escolhida através de seleção pública promovida pelo Ibram. Saiba mais.

Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos lança campanha de financiamento

Instituição se volta às memórias narradas pelos moradores de favelas e quilombos urbanos, promovendo exposições, debates e oficinas.

Instituição se dedica às memórias narradas por moradores de favelas e quilombos urbanos, promovendo exposições, debates e oficinas.

O Muquifu – Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos, iniciativa pioneira de museologia social em Belo Horizonte (MG), abriu a campanha “Seja amigo e parceiro do Muquifu!”, voltada ao recebimento de contribuições para a manutenção da instituição.

Criado em 2012 no Morro do Papagaio, o Muquifu tem como vocação garantir o reconhecimento e a salvaguarda das favelas, enquanto “verdadeiros quilombos urbanos do Brasil”: lugares não apenas de sofrimento e de privações, mas, também, de memória coletiva digna de ser cuidada. A instituição reúne como acervo fotografias, objetos, imagens de festas, danças, celebrações, tradições e histórias que representam a tradição e a vida cultural dos moradores das diversas favelas e quilombos urbanos.

Museu de território e comunitário, o Muquifu atua como instrumento de resistência diante do risco iminente de expulsão dos favelados dos centros urbanos; e pelo reconhecimento e preservação do patrimônio, histórias, memórias e bens culturais dos moradores dos quilombos urbanos e favelas de Belo Horizonte.
Tocada basicamente por voluntários, a instituição se volta às memórias narradas pelos moradores dessas comunidades, habitadas predominantemente por pessoas negras, promovendo exposições, debates e oficinas. Conheça melhor o trabalho realizado pelo Muquifu.

Interessados em ser amigos do museu podem colaborar mensalmente por meio da plataforma Padrim com valores iniciados em R$ 1. Todo o dinheiro arrecadado será usado para a manutenção do espaço. Colabore aqui.

Minas Gerais realiza Encontro Estadual de Museus na próxima semana

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o Museu Mineiro, em Belo Horizonte (MG), recebe a 9ª edição do Encontro Estadual de Museus.

Com o tema Pesquisa: no e para museu, o encontro é aberto a estudantes, professores, profissionais da área museológica e demais interessados. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas online até amanhã (9).

Atividades acontecem no Museu Mineiro - Circuito da Liberdade

Atividades acontecem no Museu Mineiro – Circuito da Liberdade

A programação está dividida em dois módulos no primeiro dia: O museu e a contemporaneidade: pensar os públicos e Objeto, Memória, Museu: uma construção contínua de significados.

Para o dia 13 está programada a atividade Clínica de Museus, que propõe pensar coletivamente alternativas para superar obstáculos no campo da pesquisa em museus.

Também será apresentada a comunidade Museomix, voltada a interações em torno da ideia de museus abertos, conectados e participativos, e acontece ainda o lançamento do livro Conceitos-chave de Museologia – publicação do Conselho Internacional de Museus (Icom).

No encerramento do evento será aberto o Centro de Estudos e Difusão da Arte Mineira (cedam), com o acervo doado ao Estado pelo artista e pesquisador Márcio Sampaio – resultado de meio século de coleta de materiais sobre a arte visual mineira. Confira a programação completa.

Texto e foto: SEC-MG/Divulgação

Museu do Ouro (MG) lança blog com serviço de pré-agendamento de visitas

Agora é possível acessar as informações sobre o Museu do Ouro (Ibram/MinC), localizado em Sabará – MG, com mais facilidade a partir do novo blog da instituição: http://museudoouro.wordpress.com.

Neste novo espaço virtual é possível fazer o pré-agendamento online da visita, visualizar imagens do acervo e conseguir mais informações sobre o Museu e seus horários e serviços. Também é possível ver vídeos diversos e fotos antigas do edifício histórico, que era a antiga Casa de Intendência e Fundição do Ouro da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará e foi transformado em museu em 1945.

O Museu do Ouro possui um acervo de 749 objetos, constituídos de mobiliário, armaria, porcelanas, imaginária religiosa e objetos ligados à prática da mineração (séculos XVIII e XIX). Há também um arquivo histórico e uma biblioteca, localizados na Casa de Borba Gato, edificação do século XVIII. Fica aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados e domingos, das 12h às 17h. Visite o blog do Museu do Ouro.

Texto: Divulgação Ibram

UFOP abre concurso para docentes em Museologia e outras áreas

O Departamento de Provimento e Movimentação de Pessoal (APMP) da UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto – divulgou, em dezembro, edital sobre Concurso Público de provas e Títulos para Seleção de Professor Integrante da Carreira do Magistério Superior do Quadro de Pessoal. São oito vagas disponíveis em diversos departamentos da Universidade. Há uma vaga para o Departamento de Museologia no Campus Ouro Preto.

Os candidatos interessados deverão preencher o formulário eletrônico no site www.concurso.ufop.br.

As inscrições serão realizadas a partir das 9h do dia 02 de janeiro de 2013 até o dia 31 de janeiro de 2013.

Leia o edital completo

Texto: Departamento de Museologia/ Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas
Edição: ASCOM/Ibram

Ofício da Música no Museu de Artes e Ofícios (BH)

O Museu de Artes e Ofícios recebe o cantor e compositor Lula Ribeiro para apresentação no projeto Ofício da Música. O show integra a turnê “Palavras Que Não Dizem Tudo”, que resultou em um CD e DVD, gravado ao vivo. A obra é uma celebração musical e traz, além de canções inéditas, uma retrospectiva dos 28 anos de carreira do músico.
O evento tem entrada franca e acontece no dia 13 de setembro, às 19h30.
O Museu de Artes e Ofícios fica na Praça Rui Barbosa s/n, Centro – Belo Horizonte.
Informações: [31] 3248 8600 ou www.mao.org.br

Cineclube Museu da Inconfidência (MG) faz dois anos

O Cineclube Museu da Inconfidência completa dois anos de atividades no mês de agosto. Para comemorar, os espectadores serão presenteados com dois filmes sob a temática “O Cinema como filtro da vida”. Trata-se de celebrar o prazer de viver e ver a vida passar na tela.

No dia 19, sexta-feira, será exibida a comédia O Pequeno Nicolau, do diretor francês Laurent Tirard. Já no dia 26, será a vez de Contos da Era Dourada, de vários diretores – franceses e romenos. A comédia recria alguns dos mitos urbanos mais populares da Romênia durante os últimos 15 anos de regime ditatorial.

As sessões, gratuitas, são comentadas e ocorrem sempre às 19h, no auditório do Museu da Inconfidência (Anexo I. Rua Vereador Antônio Pereira, 33, Centro Histórico, Ouro Preto-MG). Sinopses e mais informações no blog www.cineclubemuseu.blogspot.com .

Fonte: Museu da Inconfidência (Ibram/MinC)

Museu da Inconfidência (MG) expõe Inimá de Paula

Considerado um dos mais genuínos valores da pintura brasileira do século XX, o pintor mineiro Inimá de Paula (1918-1999) ganha mostra a partir da próxima sexta-feira (12) no Museu da Inconfidência/Ibram, em Ouro Preto (MG).

Organizada em parceria com a Fundação Inimá de Paula, a exposição Inimá no Tricentenário de Ouro Preto apresenta obras inéditas do artista mineiro, como Naturezas Mortas e Retratos, incluindo o seu famoso Autorretrato. Objetos pessoais e telas de diversas fases, com ênfase no Expressionismo, também integram a mostra, que estará em cartaz na Sala Manoel da Costa Athaide até 18 de setembro. 

As obras foram selecionadas especialmente para a comemoração dos 300 anos da cidade histórica mineira, que tanto inspirou o pintor ao longo de sua trajetória. Dotada de elevado teor poético-emocional, a obra de Inimá é considerada tributária do fauvismo, estilo cuja principal característica é dar margem ao instinto e às sensações por meio de pinceladas rígidas e cores selvagens.

Serviço

O quê: Inauguração da exposição Inimá no Tricentenário de Ouro Preto.
Quando: 12 de agosto, sexta-feira, às 20h30. A mostra permanece em cartaz até 18 de setembro.
Onde: Sala Manoel da Costa Athaide, Anexo I do Museu da Inconfidência. Rua Vereador Antônio Pereira, 33 – Centro Histórico, Ouro Preto (MG).
Visitação: De terça a domingo, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

Fonte: Museu da Inconfidência/Ibram

Lançamento: suplemento especial aborda museus e literatura

Neste sábado, 2 de julho, acontece o lançamento da edição especial do Suplemento Literário de Minas Gerais que tem como título “A literatura vai aos museus”. O evento será realizado de 11h a 13h, na Livraria Scriptum (Rua Fernandes Tourinho, 99, Savassi), em Belo Horizonte, MG.

Os textos, selecionados e organizados por Mario Chagas e Álvaro Marins, integrantes do Instituto Brasileiro de Museus, propõem uma reflexão sobre o lugar que a literatura pode ocupar na museologia contemporânea.

“Museu e literatura transitam pelo campo da memória, da criação, da imaginação, da coleção e do patrimônio cultural. A experiência museal, especialmente no que se refere à comunicação, é uma forma de experiência poética”, destaca o diretor do Departamento de Processos Museais, Mario Chagas, em um dos artigos da publicação.

Os exemplares do Suplemento são distribuídos gratuitamente e também estão disponíveis em versão digital.

Fonte: Ascom/Ibram

Corpus Christi nos museus de Minas

O feriado prolongado de Corpus Chiristi é uma boa oportunidade para conhecer ou revisitar os museus das cidades históricas de Minas: Ouro Preto, Mariana, Sabará, Diamantina e S. João del-Rei.

Em Ouro Preto, o Museu da Inconfidência apresenta na sexta-feira e no sábado o Cineclube em homenagem ao cineasta chinês Zhang Yimou (veja programação). As sessões, no Auditório do Museu da Inconfidência, são gratuitas e começam pontualmente às 19h. Sinopses, fotos e mais informações no blog www.cineclubemuseu.blogspot.com .

Também em Ouro Preto, o Museu do Oratório oferece aos visitantes uma apresentação do Quarteto Ouro Preto, que tocará obras de Bach, Vivaldi, Haydn, dentre outros. A programação integra a Série de Concertos no Museu do Oratório.

O Museu Regional de São João del-Rei não abrirá na quinta-feira (23), mas estará funcionando de sexta à domingo das 9h às 17h30 com as exposições “Biodiversidade no Campo das Vertentes – Libélulas, abelhas e outros insetos” e a de longa duração que apresenta panorama do traçado urbano e transformações artísticas no século XIX, além de cópias em gesso de peças do Aleijadinho, peças de mobiliário, equipamentos da era pré-industrial e de transporte, além da coleção de arte sacra.

O Museu do Diamante, em Diamantina, abrirá na quinta-feira de 9h as 12h , e o Museu do Ouro, em Sabará, não abrirá na quinta-feira, apenas na sexta, com programação normal.

Concerto Especial ao Órgão da Sé de Mariana

Em Mariana, a Catedral da Sé apresenta programação especial, com dois concertos no órgão da Sé. As apresentações serão no dia 24 (sexta-feira), às 11h30 e no dia 26 de junho (domingo), às 12h15, na Catedral da Sé em Mariana/MG. No repertório, obras de Charpentier, Albinoni, Bach/ Vivaldi, Purcell, dentre outros. Os ingressos são vendidos no local, a partir de R$ 18,00.

Página 1 de 212