Ibermuseus lança publicação em memória da Mesa Redonda de Santiago

Amanhã (18), é celebrado o Dia Internacional de Museus, que neste ano tem como tema Museus (memória + criatividade = mudança social).

O Programa Ibermuseus , em comemoração à data, lançou, nesta sexta-feira (17), uma  publicação online em memória da Mesa Redonda de Santiago do Chile de 1972, que tratou sobre o papel dos museus no desenvolvimento da sociedade. Com esta publicação, o Ibermuseus quer promover os princípios de renovação da museologia que o encontro inspirou.

O volume duplo reúne os textos originais em formato facsímile da Mesa Redonda e o número da Museum da Unesco, que em 1973 centralizou-se na histórica reunião. Neles, textos de especialistas atuais acompanham as palavras de Hugues de Varine, museólogo francês que participou da Mesa Redonda como presidente do Conselho Internacional de Museus (Icom). O arquivo está disponível para leitura e download no sítio do Ibermuseus.

O 5º Fórum Nacional de Museus (2012) também teve como tema os 40 anos da Mesa Redonda de Santiago. Saiba mais.

Texto: Divulgação Ibermuseus

5º Fórum Nacional de Museus encerra-se hoje (23) em Petrópolis

5º FNM abordou, durante cinco dias, temas relacionados aos 40 anos da Mesa Redonda de Santiago do Chile

Chega ao fim nesta sexta-feira (23), em Petrópolis (RJ), o 5º Fórum Nacional de Museus (FNM). Durante cinco dias, o evento reuniu, no Sesc Quitandinha, cerca de mil participantes, entre profissionais, gestores, estudantes, e interessados na área de museus e memória sob o tema 40 anos da mesa de Santiago do Chile: entre o idealismo e a contemporaneidade.

Conferências, painéis, minicursos, comunicações coordenadas e grupos de trabalho, além de encontro dos Pontos de Memória, reuniões paralelas e uma programação cultural que incluiu apresentações de música, teatro e exposições, integraram a programação geral do evento, na qual o a função social dos museus esteve em foco.

A quinta edição do FNM, principal evento do setor museal brasileiro, contou com a participação de referências nacionais e internacionais da área de museus e da ministra da Cultura, Marta Suplicy. Leia mais a respeito. O evento produziu diretrizes para a Política Nacional de Museus nos próximos biênio e define, até o final do dia, os representantes do setor museal no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC).

Principal evento do setor museal brasileiro, o Fórum Nacional de Museus confirmou, em sua quinta edição, sua vocação de espaço de debate, deliberação, intercâmbio, troca de experiências e circulação do conhecimento produzido no campo museal brasileiro.

“O fórum veio para qualificar e aprofundar a Política Nacional de Museus, que foi discutida democraticamente durante estes cinco dias”, avalia o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), José do Nascimento Jr. “Foi muito importante a presença da ministra, que reafirma o compromisso do MinC com a área de museus e a política que o Ibram vem desenvolvendo. Ela aponta para a possibilidade de melhorias e ampliação da PNM”. Saiba mais sobre o 5º FNM no blogue do evento.

Texto: Ascom/Ibram

 

Abertura do 5º Fórum Nacional de Museus celebra 40 anos da Mesa de Santiago

O 5º Fórum Nacional de Museus (FNM) foi aberto oficialmente na noite dessa segunda-feira (19), em Petrópolis (RJ). Cerca de 800 pessoas estiveram presentes ao auditório do Sesc Quitandinha, onde o evento acontece, entre autoridades, estudantes, profissionais ligados à área de museus e público em geral.

Participantes do 5º FNM após a abertura ontem (19) no Palácio Sesc Quitandinha

A cerimônia contou com a presença do presidente do Ibram, José do Nascimento Junior; do presidente da Associação Brasileira de Museologia (ABM), Antonio Carlos Pinto Vieira; da superintedente de Museus da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro, Mariana Várzea; do presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, Gilson Domingues; da vice-presidente do Conselho Internacional de Museus (ICOM), Tereza Scheiner; e da presidente do Comitê Brasileiro do ICOM, Maria Ignez Franco Montovani, dentre outras autoridades.

Em falas ao público presente, os representantes ressaltaram a importância do FNM para o setor museal e o significado de abordar os 40 anos da Mesa de Santiago do Chile. Destacaram também o papel do Ibram/MinC na criação de políticas políticas públicas para o setor de museus.

Estudantes e Canarinhos
Durante a cerimônia, também foi apresentada ao público a Carta Aberta resultante do Encontro Nacional de Estudantes de Museologia (ENEMU), que aconteceu entre os dias 16 e 18 de novembro, também em Petrópolis.

O documento, que foi lido pelo estudante Hitalo Montefusco, da Universidade Federal de Goiás (UFG), pede o apoio do Ibram na busca de uma formação acadêmica condizente com as necessidades requeridas pela ética profissional e o Estatuto de Museus.

apresentação do coral Canarinhos de Petrópolis na abertura do 5º FNM

Após uma tarde que contou com a realização de vários minicursos, os presentes puderam ouvir o Coral Canarinhos de Petrópolis, o mais antigo do Brasil, fundado em 1942.

O presidente do Ibram, José do Nascimento Jr., encerrou a cerimônia ressaltando o “compromisso prático” do órgão com os preceitos da Mesa de Santiago. Nascimento destacou a atuação dos Pontos de Memória, que reflete uma concepção de museu voltada para a mediação, a transformação e o desenvolvimento social. O programa  desenvolvido pelo Ibram teve seu segundo edital lançado ontem. Saiba mais.

Após a cerimônia de abertura, o público presente aproveitou o show do grupo de samba Sururu na Roda. Toda a programação do 5º FNM, que segue até sexta (23) está disponível no blogue do evento.

Texto e fotos: Ascom/Ibram

5º Fórum Nacional de Museus: inscrições abertas a partir de maio

O 5º Fórum Nacional de Museus já tem data, local e tema definidos. A quinta edição do evento acontecerá de 16 a 20 de julho no Rio de Janeiro (RJ) e vai trazer como tema os 40 anos da Declaração da Mesa-Redonda de Santiago do Chile, documento que impulsionou os museus e a museologia social nos países Ibero-Americanos.

A exemplo do que aconteceu nas edições anteriores, parte da programação do evento será dedicada à apresentação de trabalhos acadêmicos da área de Museologia. As chamadas Comunicações Coordenadas têm como objetivo fomentar e valorizar a produção científica e acadêmica do setor.

Nesta edição, serão selecionados 24 trabalhos para apresentação oral e 40 para a apresentação de pôsteres. O edital de seleção e o período de inscrição estão previstos para a primeira quinzena de maio e serão divulgados aqui na página do Ibram.

O Fórum Nacional de Museus (FNM) é um evento bienal criado com o objetivo de refletir, avaliar e estabelecer diretrizes para a Política Nacional de Museus (PNM) e para o Sistema Brasileiro de Museus (SBM). Além da apresentação de trabalhos acadêmicos, a programação inclui painéis, minicursos e outras atividades.

Texto: Ascom/Ibram