Página 2 de 212

Museu Casa Histórica de Alcântara realiza atividades com escolas em junho

O Museu Casa Histórica de Alcântara (MCHA/Ibram) realiza no mês de junho duas atividades principais: a palestra Museu Anfitrião e a mostra itinerante Museu e Consciência Ambiental.

Em parceria com a escola Inácio de Viveiros Raposo, a proposta da palestra Museu Anfitrião é apresentar o universo dos museus para estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental.

Após a conversa, os estudantes realizam visita guida ao MCHA para uma melhor compreensão dos espaços e trabalhos que são desenvolvidos nos museus. O evento acontece dia 4 de junho, das 14h às 16h

Já a mostra itinerante Museu e Consciência Ambiental apresenta fotografias, cartazes informativos, vídeos, peças de teatro e outros materiais que têm o lixo como tema. Será destacada a história do lixo, a proposta do Plano Nacional de Resíduos Sólidos e o contexto do lixo na cidade histórica de Alcântara (MA).

A mostra percorrerá escolas da sede do município nos dias 6, 8 12 e 14 de junho, das 8h30 às 18h. A mostra será realizada em parceria com o Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Maranhão (IFMA), Campus Alcântara. Saiba mais.

Texto: Divulgação MCHA
Foto: Acervo Ibram

Vitrine Temática no Museu Casa Histórica de Alcântara (MA)

O Museu Casa Histórica de Alcântara/Ibram exibe até 1º de março,  a terceira edição do projeto Vitrine Temática, intitulada Excreções e Secreções: do público ao privado.

Inspirado no trabalho da pesquisadora Tânia Andrade Lima, o projeto reúne objetos ligados às funções excretoras, como urinóis e escarradeiras, e um conjunto de frascos de fármacos expectorantes, purgativos e laxantes, elementos datados da virada do século XX. A proposta é discutir as modificações nos hábitos sociais e culturais ligados às funções fisiológicas, ressaltando sua gradual privatização. Saiba mais sobre a exposição.

O museu maranhense funciona de segunda a sexta, das 10h às 16h. Outras informações pelo telefone (98) 3337.1515. 

Fonte: Divulgação MCHA

Educação Patrimonial no Museu Casa Histórica de Alcântara (MA)

Realizou-se no auditório do Museu Casa Histórica de Alcântara/Ibram, nos dias 22 e 23 de novembro, o 2º Encontro do Programa de Formação Continuada em Educação Patrimonial no Município de Alcântara (MA).

O evento, organizado pela Secretaria Municipal de Educação, teve como objetivo retomar discussões sobre o Patrimônio Histórico de Alcântara junto aos professores, com o objetivo de sistematizar a inserção do tema no currículo escolar do Município.

E no dia 29 de novembro, o museu realiza a segunda etapa da construção do seu Plano Museológico, que será realizado de forma coletiva com a participação de entidades e pessoas interessadas. Outras informações aqui.

Texto e foto: Divulgação MCHA

Museu Casa Histórica de Alcântara (MA) comemora sete anos de criação

Inaugurado no dia 8 de novembro de 2004, o Museu Casa Histórica de Alcântara/Ibram completa sete anos de criação em 2011.

Para celebrar a data, o museu homenageou a sua primeira visitante, Neta Boueres, com a entrega de um kit com materiais referentes à instituição. No dia do aniversário, também serão entregues brindes para os primeiros visitantes do dia.

O museu, localizado na cidade litorânea de Alcântara (MA), tem por missão remontar aos tempos do Brasil Imperial através de sua arquitetura colonial e de seu acervo, expondo a opulência dos hábitos e costumes do século XIX da aristocracia rural da cidade.

As 958 peças e obras do Museu Casa Histórica de Alcântara (MCHA) pertenceram a famílias que residiram na casa. Mobiliário, indumentárias, acessórios, louças, iconografias, cerâmicas e azulejos do acervo têm o objetivo de retratar a história doméstica do Brasil Monárquico para os alunos da educação básica, a comunidade em geral e os visitantes externos. Saiba mais sobre o museu aqui.

Novo Plano Museológico
Buscando construir um plano museológico participativo, o MCHA/Ibram convidou representantes de instituições locais para colaborar na reformulação do seu plano atual. A equipe técnica do museu reuniu-se em setembro com a comunidade para repensar a missão e construir um diagnóstico do museu – primeira etapa de reformulação do plano.

O processo de planejamento participativo foi dividido em três etapas: apresentação dos objetivos do encontro e do plano atual pela diretora da instituição, discussão em grupos sobre a missão e diagnóstico e posteriormente apresentação das propostas de cada grupo.

A próxima etapa de reformulação do plano está voltada para discussão dos objetivos e dos programas do MCHA. A previsão é de que ocorra até o final do ano.

Fonte: Divulgação MCHA/Ibram

Atividades educativas no Museu Casa Histórica de Alcântara (MA)

Tendo como tema a exploração sexual de crianças e adolescentes, entre os dias 10 e 21 de outubro, o Museu Casa Histórica de Alcântara (MA), que integra a rede de museus Ibram/MinC,  promove o evento Criança: uma vida, uma inocência, um futuro.

A atividade reúne ações educativas, de lazer e uma mostra expositiva realizadas em parceria com o Conselho Tutelar de Alcântara. Veja folder da programação.

Já a exposição fotográfica “Alma” esteve em cartaz de 3 e 10 de outubro. A mostra foi resultado de um projeto desenvolvido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) junto à comunidade de Alcântara a partir da coleta de fatos e manifestações locais.

Outras informações pelo telefone (98) 3337.1515 ou pelo endereço eletrônico mcha@museus.gov.br/.

Fonte: Divulgação MCHA/Ibram

Música e Memória no Museu Histórico e Artístico do Maranhão

Inaugurado dia 25 de agosto, o projeto “Música e Memória: Quintas Culturais” será realizado no Museu Histórico e Artístico do Maranhão todas as quintas-feiras de cada mês. Os alunos da Escola de Música do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo (Emem) fazem apresentações com violão, piano, sopro, cordas, percussão e canto.

 O projeto tem o objetivo de relacionar música e memória. O passado e o presente se unem e se mostram como forma de preservação da história e dos costumes. Para os alunos é a chance de praticar e mostrar o trabalho diante de uma platéia.

A programação será apresentada com audição de alunos da Emem e contará com repertório erudito instrumental com peças de Fernando Carulli, Fernando Sor, Mateo Carcassi, John Dawland, Marco Gammanossi, Américo Jacomino, Leo Brouwer, Josquin Desprez / Luys de Narvaes e Johann Sebastian Bach, interpretados pelos alunos: Jesraella Musayara Almone da Silva, Thyelson França Alencar Silva, Mosaniel dos Santos Ribeiro, José Bernardo de Sávio Ribeiro Holanda, Márcio Boas, Átila Martins e Rafael Meneses (violão) e Saulo Galtri (canto).

Música e Memória é uma parceria entre o Museu Histórico e Artístico do Maranhão e a Escola de Música do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo. A entrada é franca.

Fonte e foto: Ascom Secma

Página 2 de 212