Mais Cultura nas Escolas: eixo Educação Museal foi destaque entre inscrições

Foi divulgada ontem (13), mais uma lista de 447 escolas selecionadas para o Programa Mais Cultura nas Escolas – parceria dos ministérios da Cultura e da Educação. A meta é incluir 5 mil estabelecimentos de ensino no programa.

O Mais Cultura Nas Escolas pretende potencializar processos de ensino e aprendizado por meio da democratização do acesso à cultura e da integração de práticas criativas e da diversidade cultural brasileira à educação integral.

O programa tem investimento de R$ 100 milhões em sua primeira etapa e cada projeto selecionado receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil do Programa Dinheiro Direto na Escola do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para desenvolver as atividades culturais em 2014.

Das 14 mil escolas habilitadas a participar, 63,17% escolheram apenas um eixo, sendo o mais procurado o de Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística, com 10.070 projetos. O segundo eixo que teve mais inscrições foi o de Cultura Afro-brasileira, com 3.937 projetos apresentados. O eixo Promoção Cultural e Pedagógicas em Espaços Culturais foi o terceiro mais procurado, com 2.890 projetos, seguido do eixo Educação Patrimonial, com 2.386 inscrições.

O eixo Tradição Oral foi o quinto mais procurado, com 1.685 projetos inscritos, e em seguida, o eixo Cultura Digital e Comunicação, com 1.580 inscrições. Em sétimo lugar, ficou o eixo Educação Museal, com 982 projetos apresentados, seguido pelo eixo Culturas Indígenas com 834 inscrições. O eixo menos procurado foi o de Residências Artísticas para Pesquisa e Experimentação nas Escolas com 777 projetos inscritos.

Cada um dos projetos inscritos poderia dialogar com um ou mais eixos. Desse modo, o Mais Cultura nas Escolas procura incentivar o diálogo entre as várias linguagens artísticas e a diversidade da cultura brasileira. Continue lendo.

Texto: Ascom/MinC
Edição: Ascom/Ibram

Programa Mais Cultura nas Escolas: inscrições encerram-se dia 10 de agosto

Museus e outros espaços culturais interessados têm até o dia 10 de agosto para inscrever seus projetos no Programa Mais Cultura nas Escolas, iniciativa do Ministério da Cultura (MinC) em parceria com o Ministério da Educação (MEC).

O programa se destina ao desenvolvimento de práticas e pesquisas em artes, patrimônio e cultura popular em parceria com as 34 mil escolas públicas inscritas nos programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador do MEC.

Os projetos devem conter um Plano de Atividade Cultural, desenvolvido em conjunto com uma das escolas participantes, e ser enviados, pelos responsáveis da escola, por meio do SiMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação).

As atividades serão desenvolvidas dentro ou fora da escola, durante o período letivo e em consonância com a proposta pedagógica, por no mínimo seis e no máximo dez meses. Serão investidos R$ 100 milhões para financiar 5 mil projetos. Cada contemplado receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil.

Para mais informações acesse a página web do programa. Dúvidas podem ser encaminhadas ao maisculturanasescolas@cultura.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Mais Cultura nas Escolas: programa prorroga inscrições até 10 de agosto

Museus e outros espaços culturais interessados têm agora até o dia 10 de agosto para inscrever seus projetos no Programa Mais Cultura nas Escolas, iniciativa do Ministério da Cultura (MinC) em parceria com o Ministério da Educação (MEC).

O programa se destina ao desenvolvimento de práticas e pesquisas em artes, patrimônio e cultura popular em parceria com as 34 mil escolas públicas inscritas nos programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador (veja a lista), do MEC.

Os projetos devem conter um Plano de Atividade Cultural, desenvolvido em conjunto com uma das escolas participantes, e ser enviados, pelos responsáveis da escola, por meio do SiMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação).

As atividades serão desenvolvidas dentro ou fora da escola, durante o período letivo e em consonância com a proposta pedagógica, por no mínimo seis e no máximo dez meses. Serão investidos R$ 100 milhões para financiar 5 mil projetos. Cada contemplado receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil.

Nesta quinta-feira (27), foi realizada webconferência aberta à participação dos mais de 3 mil museus brasileiros para tirar dúvidas. Durante o encontro virtual, foi anunciado que o prazo para inscrição de projetos, que encerraria neste domingo (30), foi prorrogado até 10 de agosto.

Para mais informações acesse o manual completo do programa ou a página web http://www.cultura.gov.br/maisculturanasescolas. Dúvidas podem ser encaminhadas ao maisculturanasescolas@cultura.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Mais Cultura nas Escolas: museus são tema de webconferência na quinta (27)

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) participa nesta quinta-feira (27), às 14h30, de webconferência sobre o Programa Mais Cultura nas Escolas, que tem como foco esclarecer dúvidas sobre o eixo voltado  para as instituições museológicas.

Resultado de parceria entre os ministérios da Educação (MEC) e da Cultura (MinC), o programa tem como objetivo fomentar ações que promovam o diálogo entre as escolas públicas e experiências culturais e artísticas desenvolvidas em comunidades locais.

O Mais Cultura nas Escolas selecionará cinco mil projetos em 2013, que receberão entre R$ 20 mil e R$ 22 mil, calculados conforme o número de alunos matriculados na escola. O recurso deverá ser investido na  contratação de serviços culturais relacionados às atividades artísticas e pedagógicas.

Dentre os nove eixos temáticos apresentados, destaca-se o de Educação Museal, no qual serão consideradas atividades de identificação, pesquisa, seleção, coleta, preservação, registro, exposição e divulgação de objetos, expressões culturais materiais e imateriais e de valorização do meio-ambiente e dos saberes da comunidade, bem como a utilização de ferramentas educacionais para a interpretação e difusão do patrimônio cultural.

Também poderão concorrer práticas museais que possibilitam à comunidade escolar e territórios educativos experimentarem situações de ensino/aprendizagem relacionadas à fruição da memória e a construção da cidadania cultural. E, ainda, museus escolares que trabalham como espaços dialógicos interdisciplinares articulados com seu entorno.

Outros públicos
No dia 8 de julho, às 11h, a webconferência será voltada para as secretarias de cultura estaduais e municipais e no dia 11 de julho, às 14h30,  para educadores, artistas, gestores de espaços culturais, Pontos de Memória, Pontos de Cultura e demais iniciativas da sociedade civil. Saiba mais.

Para assistir a webconferência, basta acessar o banner do Programa no Portal do MinC. Para mais informações acesse o manual completo ou a página do programa.

Texto: Ascom/Ibram

Mais Cultura nas Escolas: museus e espaços culturais podem participar

O programa Mais Cultura nas Escolas, lançado pelo Ministério da Cultura (MinC) e pelo Ministério da Educação (MEC) na semana passada, contempla museus e outros espaços culturais, além de indivíduos e grupos que desenvolvem práticas e pesquisas em artes, patrimônio e cultura popular, no desenvolvimento de atividades em parceria com uma das 34 mil escolas públicas inscritas nos programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador.

Os projetos devem conter um Plano de Atividade Cultural, desenvolvido em conjunto com uma das escolas participantes, e serem enviados, pelos responsáveis da escola, por meio do SiMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação), até o dia 30 de junho.

As atividades serão desenvolvidas dentro ou fora da escola, durante o período letivo e em consonância com a proposta pedagógica, por no mínimo seis e no máximo dez meses. Serão investidos R$ 100 milhões para financiar 5 mil projetos. Cada contemplado receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil. Saiba mais.

Texto: Ascom/MinC