Página 2 de 41234

CNIC aprova mais de 128 milhões para captação na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 238ª Reunião da CNIC ocorrida no Rio de Janeiro, entre os dias 10 e 12 de novembro, autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de mais de R$ 128 milhões para projetos na área de museus.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou 28 projetos, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram outras 10 propostas. A maior parte dos projetos analisados e aprovados, são referentes aos planos anuais de trabalho das instituições. Leia mais sobre os projetos aprovados na reunião de CNIC de outubro na página do MinC.


Sobre a CNIC

Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público.

A comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet.

Mais de R$ 77 milhões aprovados para captação na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 237ª Reunião da CNIC ocorrida em Brasília (DF), entre os dias 06 e 08 de outubro de 2015 autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de R$ 77.842.932,06 para projetos na área de museus.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou dez projetos, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram outras quinze propostas.

Os projetos analisados pelo Ibram, que tiveram captação autorizada são: Plano Anual de Atividades Museu WEG de Ciência e Tecnologia; Quaresma e Semana Santa em São João del-Rei: identidades preservadas; Museu de Sant´Ana – Plano Anual de Manutenção 2016; Plano Anual de Atividades – MAM/SP 2016; Mestres da gravura do século XVI ao século XX – Museu Nacional de Belas Artes; Plano Anual do MASP 2016; Exposições – 10 anos do Museu da Língua Portuguesa; Plano Anual da Fundação Oscar Niemeyer e Criança no Museu.

Dentre os outros projetos analisados estão: Exposição Entre selva e jardim: a ecologia da escrita de uma viajante;  Contadores de Histórias – Narrativas na Arte Contemporânea; Olhar o MAR; Exposição de Carlos Vergara – Projeto Imersões, Expedições ao Mato Grosso do Sul; Khora.

Leia mais sobre os projetos aprovados na reunião de CNIC de outubro na página do MinC.

Sobre a CNIC

Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público.

A comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet.

Mais de R$ 15 milhões aprovados para captação na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 235ª Reunião da CNIC ocorrida em Brasília (DF), entre os dias 04 e 06 de agosto de 2015 autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de R$ 15.612.410,10 para 11 projetos na área de museus.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou quatro projetos, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram as outras 7 propostas.

Os projetos analisados pelo Ibram são: exposição internacional composta por obras do acervo do Museu de Arte Sacra de São Paulo a ser exposta no Museu de São Roque, pertencente à Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa, com o apoio da Embaixada do Brasil em Lisboa; a instalação do Centro de Cultura, Pesquisa, História e Memória sobre a água no Estado do Rio de Janeiro; preservação do acervo do Museu IBS – Instituto Bruno Segalla e a implantação do Projeto Legatus, que consiste em uma plataforma interativa voltada ao público Feminino, que resgata historicamente, a importância da mulher dentro do contexto cultural, social, educacional, corporativo, histórico e ambiental.

Dentre os outros projetos analisados estão: comemoração do centenário do escritor Adonias Filho; 1º Festival Internacional de arte e realidade aumentada e PopCine – Circuito Popular de Cinema.

Leia mais sobre os projetos aprovados na reunião de CNIC de agosto na página do MinC.

Sobre a CNIC
Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público,

A comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet.

CNIC de julho autoriza mais de R$ 5 mi para projetos na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 234ª reunião, ocorrida em Brasília (DF),  entre os dias 07 e 09 de julho,  autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de R$ 5.279.707,00 para 9 projetos na área de museus. O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou três projetos, sendo dois deles com pedidos de readequação nos processos em execução, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram as outras 6 propostas.

O novo projeto analisado pelo Ibram prevê a aquisição de equipamentos de reserva técnica e material expográfico para o Museu Municipal Edward Coruripe Costa e aquisição de acervo literário para a Biblioteca Castro, em Votuporanga (SP).

Dentre exposições estão o projeto Manoel de Barros – O Encantador de Poemas, exposição a ser realizada no Museu da Língua Portuguesa e Brésil – Corps et Culture, exposição a ser realizada no The Olympic Museum / TOM (Museu Olímpico) em Lausanne Suíça, revelando a cultura do Brasil no ano dos Jogos Olímpicos de 2016.

Sobre a CNIC

Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público, a comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet. Saiba mais sobre a CNIC de julho na página do MinC.

Lei Rouanet: CNIC autoriza mais de R$ 28 mi para projetos na área de museus

A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), em sua 233ª reunião, ocorrida em Brasília (DF), entre os dias 9 e 11 de junho, autorizou a captação via renúncia fiscal (Lei Rouanet) de R$ 28.739.255,95 para 17 projetos na área de museus.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) analisou sete projetos, sendo três deles com pedidos de readequação nos processos em execução, enquanto outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC) analisaram as outras 10 propostas.

Dentre os novos projetos estão a criação de laboratório digital para captura, tratamento, digitalização e armazenamento de acervos do Museu da Indumentária e da Moda; a continuidade de projeto de digitalização do Acervo do Museu Imperial e a recuperação e revitalização dos prédios que abrigam a Estação de Tratamento de Água do município de Bagé (RS), onde serão implementados a Escola Ambiental e o Museu das Águas.

Dentre exposições estão os projetos No coração do mundo, exposição fotográfica composta por obras de Marcos Lopes sobre o povo indígena Yawanawa e sobre seu Festival Yawa; e a exposição retrospectiva da obra de Jean Manzon (1915-1990), reconhecido mundialmente por sua criação fotográfica e cinematográfica, com curadoria de seu neto, o cineasta Jean-Louis Manzon.

Sobre a CNIC
Com uma agenda mensal de reuniões que se revezam entre a capital federal e encontros itinerantes em cidades de diferentes regiões do país, a CNIC é um colegiado formado por representantes dos setores culturais e empresariais, da sociedade civil e do poder público,

a comissão é responsável por analisar e dar parecer final sobre aprovação de projetos culturais que se candidatam à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet. Saiba mais sobre a CNIC de junho na página do MinC.

Texto: Geyzon Dantas (Ascom/Ibram)

CNIC aprova captação de R$ 5,3 milhões para projetos na área de museus

Realizada em Brasília (DF) entre os dias 14 e 16 deste mês, a 213ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou a captação de um valor total de R$ 5.312.559,95 para projetos na área de museus.

Foram analisados pela comissão cinco projetos, sendo quatro deles aprovados. Duas das propostas foram analisadas e encaminhadas à reunião pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e as demais analisadas por outras instituições vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC).

Os projetos aprovados contemplam o apoio à realização de exposições e execução de plano anual de atividades. Saiba mais.

Última CNIC do ano aprova captação de R$ 99,5 milhões para a área de museus

A 227ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), ocorrida em Brasília (DF), entre os dias 2 e 4 de dezembro, aprovou a captação de cerca de R$ 99,5 milhões para o financiamento de projetos na área de museus.

Foram analisados 43 projetos no total, sendo 27 encaminhados à reunião e avaliados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e 16 por outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC). Todas as propostas foram aprovadas.

Para os 27 projetos analisados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), seis dos quais sendo pedidos de readequação, foi aprovada a captação de R$ 70.388.378,23.

Já os 16 projetos analisados por outras vinculadas do Sistema do Ministério da Cultura (MinC) tiveram aprovados a captação de R$ 29.133.876,15. O valor total aprovado soma R$ 99.522.254,38.

As propostas contemplam em sua maioria Planos Anuais de Atividades, além da realização de exposições e ações educativas, entre outras, que poderão agora captar recursos via mecanismo de renúncia fiscal da Lei Rouanet. Confira a lista completa dos aprovados.

Formada por representantes da sociedade civil e governo, a CNIC é o órgão colegiado que tem a missão de subsidiar as decisões do Ministério da Cultura (MinC) na aprovação dos projetos culturais com vistas à captação via renúncia fiscal. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

CNIC de novembro aprova R$ 198 milhões para projetos na área de museus

Realizada em Manaus (AM), entre os dias entre os dias 4 e 6 deste mês, a 226ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou a captação de cerca de R$ 198,2 milhões para o financiamento de projetos na área de museus.

Foram analisadas 33 propostas, sendo 27 apreciadas pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e seis por outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC). Todas as propostas foram aprovadas.

O Ibram liberou, para as 27 propostas sob sua análise – duas delas pedidos de readequação – a captação de R$ 186.456.598,38. Para os seis projetos restantes, analisados por outras vinculadas do Sistema MinC, foi aprovada a captação de R$ 11.739.749,48. A soma total liberada totaliza R$ 198.196.347,86.

As propostas aprovadas, que contemplam em sua grande maioria o financiamento de Planos Anuais de Atividades para museus, poderão agora captar recursos via Lei Rouanet.

Formada por representantes da sociedade civil e governo, a CNIC é o órgão colegiado que tem a missão de subsidiar as decisões do Ministério da Cultura (MinC) na aprovação dos projetos culturais com vistas à captação via renúncia fiscal. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

CNIC de outubro aprova 21 projetos na área de museus

Realizada entre os dias 7 e 9 de outubro, em Brasília (DF), a 225ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) aprovou a captação de cerca de R$ 31,1 milhões para o financiamento de projetos na área de museus.

Foram avaliados no total 21 projetos, entre novas propostas e pedidos de readequação. Todos os projetos foram aprovados. Do total mencionado, 12 projetos foram avaliados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), para os quais foi aprovado um valor total de R$ 26.098.799,06. Os demais nove projetos, para os quais foram autorizados R$ 5.003.508,20, foram avaliados por outras vinculadas do Ministério da Cultura (MinC).

Os projetos aprovados, que agora poderão captar recursos via mecanismo de renúncia fiscal (Lei Rouanet), contemplam a realização de exposições, projetos educacionais e obras de readequação, a produção de estudos e publicações e o financiamento de planos anuais para 2015. Veja o resultado completo da CNIC de outubro de 2014.

Formada por representantes da sociedade civil e do Estado, a CNIC é o órgão colegiado que tem a missão de subsidiar as decisões do MinC na aprovação dos projetos culturais, com vistas a captação via renúncia fiscal.

Texto: Ascom/Ibram

 

 

Financiamento: CNIC aprovou captação de recursos para 20 projetos na área museal

A 224ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), que teve lugar em Paulínea (SP), entre os dias 2 e 4 de setembro, aprovou 20 projetos na área de museus, sendo autorizado o valor total de R$ 46.656.067,82 a ser captado via mecanismo de renúncia fiscal da Lei Rouanet.

Os projetos da área museal foram analisados tanto pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) quanto por outras instituições vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC).

Além de planos anuais de manutenção de museus, foram aprovados projetos como a construção e instalação do Museu Histórico e Cultural de Rio Claro (SP); a preservação da memória da dança brasileira, através do portal Museu da Dança; a produção de um livro, em três volumes, sobre os 10 anos do Instituto Inhotim (MG); assim como uma proposta de criação de espaços culturais dentro das escolas ou áreas afins no Estado do Rio de Janeiro (RJ).

Dentre as exposições aprovadas para captar recursos estão duas itinerantes: a evolução da informática no Brasil e no mundo, feita pelo Museu do Computador (SP), e outra com 22 obras do artista Aldemir Martins (1922-2006) sobre futebol.

Há mostras ainda sobre o poeta baiano Gregório de Matos Guerra (1636-1696), no Museu da Língua Portuguesa (SP), e uma exposição fotográfica sobre os hábitos e costumes dos brasileiros nos últimos 100 anos, a ser realizada pelo Museu das Comunicações Hipólito José da Costa (RS), dentre outras.

Confira todos os projetos aprovados na reunião da CNIC de setembro. No mês de outubro, ela irá acontecer em Brasília (DF), entre os dias 7 e 9. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

Página 2 de 41234