Casa da Hera promoveu Férias no Museu em Vassouras (RJ)

A última semana de férias escolares foi movimentada no Museu Casa da Hera/Ibram.  Entre os dias 24 e 27 de janeiro, aconteceu a primeira edição do projeto Férias no Museu. Os projetos educativos que ocorrem mensalmente na Casa da Hera foram condensados na mesma semana e as atividades foram voltadas para o público infantil. Assim, as crianças de Vassouras (RJ) e região tiveram mais uma opção de lazer nessas férias.

Para a arte educadora e diretora do Museu Casa da Hera, Daniele de Sá Alves, “é uma grande alegria poder oferecer à comunidade de Vassouras um espaço privilegiado de lazer e cultura, com uma programação multidisciplinar de qualidade e sem nenhum custo para o público”.

Para que essas atividades possam ocorrer, informa a diretora, ”é importante ressaltar o papel dos parceiros” do Museu Casa da Hera, como o Mercado Nova União, por exemplo, que doa uma cota semanal de produtos que contribuem para o lanche da criançada. Continue lendo.

Museu Imperial oferece visitas guiadas no período de férias

Durante os meses de janeiro e fevereiro, o Museu Imperial/Ibram conta com uma novidade para o público: de terça-feira a sábado são oferecidas visitas guiadas de hora em hora, das 11h às 16h.

As visitas são conduzidas por monitoras capacitadas pelo setor de Educação do Museu Imperial. Ao longo do ano, elas são responsáveis por acompanhar grupos de estudantes e, no período de férias escolares, atendem ao público visitante. O serviço está incluído do valor do ingresso de visitação, sem custo adicional. Mais informações aqui.

Recesso em janeiro
Durante este mês, o espetáculo Um Sarau Imperial não terá apresentações. A dramatização, que recria um sarau oferecido pela princesa Isabel em 1878, voltará a ser apresentada normalmente em fevereiro.

O espetáculo, com duração de 45 minutos, conta com a participação de quatro atrizes, sendo uma também cantora lírica, e um pianista. Eles interpretam a princesa Isabel, a condessa de Barral, a baronesa da Loreto, Adelaide Taunay e Isidoro Bevilacqua, professor de piano da princesa.

Ao longo da dramatização, o público tem a oportunidade de acompanhar diálogos baseados na correspondência da família imperial, que abordam aspectos políticos, econômicos, culturais e sociais do século XIX. Tudo isso é embalado por modinhas imperiais e declamação de poesias.

A partir de fevereiro, Um Sarau Imperial voltará a ser apresentado às sextas-feiras, às 18h30. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), com oferecimento ainda de pacotes promocionais. Mais detalhes aqui.

Fonte: Divulgação Museu Imperial