Portinari e Vale Cultura: presidente do Ibram cumpre agenda em Belo Horizonte

O presidente do Ibram/MinC, Angelo Oswaldo, está em Belo Horizonte (MG), nos dias 18 e 19, cumprindo agenda oficial em eventos em dois museus mineiros.

Grupo de meninas brincando (1940), de Portinari, integra exposição

A pintura “Grupo de meninas brincando” (1940), de Portinari, integra exposição

Na noite de hoje (18), no Museu Inimá de Paula ( Rua da Bahia, 1201 – Centro), Oswaldo participa com a secretária de Cultura do Estado de Minas Gerais, Eliane Parreiras, da abertura da exposição Portinari na Coleção Castro Maya, com 59 obras em pinturas, desenhos e gravuras realizadas entre 1938 e 1958 pelo pintor modernista brasileiro – que fazem parte de acervos dos museus Castro Maya/Ibram, no Rio de Janeiro (RJ).

Além da obra gráfica, a mostra apresenta ainda correspondências, documentos e fotos que contam a história entre Candido Portinari e Raymundo Ottoni de Castro Maya.

“A exposição enfoca a obra de Portinari pelo viés das relações tecidas entre o artista e o colecionador, dois importantes atores do cenário artístico brasileiro do século 20”, explica Vera Alencar, diretora dos museus Castro Maya – que também comparece ao evento na capital mineira.

Com patrocínio da Petrobras, por meio do Edital de Circulação de Exposições, a exposição itinerante, antes de chegar a Belo Horizonte, já pasou por Brasília, Salvador, Rio de Janeiro, Curitiba, São Paulo, Porto Alegre, Vitória e Belém.

Vale-Cultura
Amanhã (19), às 10h, no Museu de Artes e Ofícios (Praça da Estação – Centro), o presidente do Ibram participa, ao lado da ministra da Cultura, Marta Suplicy, da entrega simbólica de cartões Vale-Cultura da Caixa.

O banco é tanto empresa beneficiária quanto operadora do programa. Como beneficiária, foi uma das primeiras a se cadastrar no Vale-Cultura para proporcionar, aos seus empregados, acesso a eventos e produtos culturais. Como operador, o banco tem mais de 40 mil estabelecimentos comerciais, em todo o Brasil, habilitados a receber os cartões emitidos às empresas cadastradas. Saiba mais sobre o Vale-Cultura.

Texto: Ascom/Ibram
Imagem: Divulgação museus Castro Maya

Museu da Inconfidência (MG) expõe Inimá de Paula

Considerado um dos mais genuínos valores da pintura brasileira do século XX, o pintor mineiro Inimá de Paula (1918-1999) ganha mostra a partir da próxima sexta-feira (12) no Museu da Inconfidência/Ibram, em Ouro Preto (MG).

Organizada em parceria com a Fundação Inimá de Paula, a exposição Inimá no Tricentenário de Ouro Preto apresenta obras inéditas do artista mineiro, como Naturezas Mortas e Retratos, incluindo o seu famoso Autorretrato. Objetos pessoais e telas de diversas fases, com ênfase no Expressionismo, também integram a mostra, que estará em cartaz na Sala Manoel da Costa Athaide até 18 de setembro. 

As obras foram selecionadas especialmente para a comemoração dos 300 anos da cidade histórica mineira, que tanto inspirou o pintor ao longo de sua trajetória. Dotada de elevado teor poético-emocional, a obra de Inimá é considerada tributária do fauvismo, estilo cuja principal característica é dar margem ao instinto e às sensações por meio de pinceladas rígidas e cores selvagens.

Serviço

O quê: Inauguração da exposição Inimá no Tricentenário de Ouro Preto.
Quando: 12 de agosto, sexta-feira, às 20h30. A mostra permanece em cartaz até 18 de setembro.
Onde: Sala Manoel da Costa Athaide, Anexo I do Museu da Inconfidência. Rua Vereador Antônio Pereira, 33 – Centro Histórico, Ouro Preto (MG).
Visitação: De terça a domingo, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

Fonte: Museu da Inconfidência/Ibram