Exposições marcam abertura da Casa Kubitschek em Belo Horizonte (MG)

A Prefeitura de Belo Horizonte (MG) inaugura neste dia 10, a Casa Kubitschek, com duas exposições: Casa Kubitschek: Uma Invenção Modernista do Morar e Pampulha: Território da Modernidade.

Novo espaço museológico na capital mineira valoriza o período Modernista

O novo espaço museológico da cidade, às margens da Lagoa da Pampulha, faz parte do projeto Pampulha: Patrimônio da Humanidade.

A casa modernista irá mostrar ao visitante os modos de habitar dos anos 1940, 1950 e 1960 – período singular para consolidação do pensamento modernista em Minas Gerais.

A mostra Casa Kubitschek: uma invenção modernista do morar, com curadoria de Denise Bahia e Mariana Brandão, apresenta em sua narrativa dois eixos principais que se interpenetram: um referente à história e outro que remete à memória.

A proposta é de uma “casa museu”, com um percurso que parte da referência histórica do ambiente político e cultural em que surge o Modernismo e, no qual, a Casa Kubitschek foi criada. A outra exposição, Pampulha: Território da Modernidade, com curadoria de Luana Maia, instalada no andar térreo, traz um viés mais histórico.

A Casa Kubitschek pode ser visitada a partir do dia 11 de setembro e funcionará de terça a sábado de 10h às 17h. A entrada é gratuita. Outras informações pelo telefone (31) 3277.1586.

Texto e foto: Divulgação
Última atualização: 10.9.2013

Representantes do Ibram estiveram na inauguração do Museu de Arte do Rio

O presidente do Ibram, José do Nascimento Junior, os diretores Eneida Braga (DDFEM) e Cícero de Almeida (DPMUS), e alguns diretores de museus Ibram, participaram da cerimônia de abertura do Museu de Arte do Rio (MAR), na última sexta-feira (1º de março).

Dilma Rousseff e autoridades na abertura do MAR

O evento, que contou com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff, e da Ministra da Cultura, Marta Suplicy, dentre outras autoridades, aconteceu no dia em que a cidade do Rio de Janeiro completou 448 anos.

Dilma Rousseff, que puxou um “parabéns para você”, destacou a importância da revitalização da zona portuária da cidade e a riqueza de se ter um museu do porte do MAR exibindo obras de grandes nomes da arte.

Em seu discurso, a presidenta também afirmou que o novo museu apresentará a alma e a história do Brasil aos turistas que visitam a cidade, além de atender a todos os brasileiros. “É elitista supor que o povo não entende de cultura. Vejo com encantamento as filas que se formam nos museus de nosso país porque as pessoas têm sede de cultura”, acrescentou a presidenta.

Marta Suplicy discursa na cerimônia de abertura do MAR

A ministra Marta Suplicy também ressaltou a importância do acesso à cultura com a promulgação do Sistema Nacional de Cultura (SNC), lembrando que graças ao Vale-Cultura, os trabalhadores poderão visitar o museu em qualquer dia da semana e não apenas nos dias de acesso gratuito.

Após a cerimônia, as autoridades e os convidados puderam conhecer as instalações do museu. A abertura ao público será nesta terça-feira (5). Continue lendo sobre a abertura do MAR na página do Ministério da Cultura.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: Divulgação MinC

Matéria relacionada
Museu de Arte do Rio abre hoje e expõe peças de acervo dos museus Ibram

Inauguração do primeiro Ponto de Memória de Sabará nesta sexta (24)

O Ponto Memórias do Pompéu será inaugurado na sexta-feira (24), às 19 horas, no pátio da Escola Municipal Rosalina Alves Nogueira, no Pompéu, município de Sabará (MG).

Durante o evento, coordenado pelos artistas Aline Cântia e Chicó do Céu, e pela historiadora Isabella Menezes, do Museu do Ouro/Ibram, será lançado o edital Seja um contador de histórias, para formação de um grupo local de narradores. O edital é fruto de do prêmio Pontos de Memória do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), que já contemplou 45 iniciativas de memória social no Brasil e três no exterior.

O evento é uma realização do Ibram com o Instituto Imersão Latina, em parceria com o Museu do Ouro, apoio da Escola Municipal Rosalina Alves Nogueira e do município de Sabará.

Os Pontos de Memória
Para atender aos diferentes grupos sociais do Brasil, o Ibram reconhece e apóia ações de memória em comunidades populares das cinco regiões do país.

O programa Pontos de Memória tem por concepção, reconstruir e fortalecer a memória social e coletiva de comunidades a partir do cidadão e de suas origens, histórias e valores. Com metodologia participativa e dialógica, trabalha a memória de forma viva e dinâmica como ferramenta de transformação social.

A dupla Aline Cântia e Chicó do Céu
O trabalho dos artistas começou em 2007, na cidade de Belo Horizonte. Desde então, já percorreram mais de 100 escolas em parcerias com Secretarias Municipais de Educação e Cultura. Em 2011, receberam o prêmio Bolsa de Circulação Literária da Fundação Nacional de Artes (Funarte/MinC).

Além do projeto Ponto de Memória, estão envolvidos com a formação de mediadores comunitários e apresentações pelo Brasil. Também acumulam experiências internacionais em encontros e festivais de Narração de História na Venezuela, Bolívia, Argentina, Cuba e Costa Rica.

Texto e foto: Divulgação Museu do Ouro

Rio Grande do Norte inagura museu em homenagem a Nísia Floresta

Será inaugurado no dia 28 de março, no município de Nísia Floresta (RN), a mais nova unidade museal do Rio Grande do Norte. Com enfoque educativo, o Museu de Nísia Floresta homenageia a intelectual potiguar que se destacou no século XIX nas áreas de educação, literatura, emancipação da mulher, luta contra a escravidão e a favor das causas indígenas.

Iniciativa do Centro de Documentação e Comunicação Popular (CECOP), vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a criação do museu tem o apoio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), através do Edital do Programa Mais Museus, e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC).

A iniciativa conta ainda com a parceria da Paróquia Nossa Senhora do Ó, da Prefeitura do Município, do Fórum de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Local e da Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte. Outras informações podem ser obtidas na CECOP pelo telefone (84) 9950.4984.

Texto: Divulgação CECOP

Museu Imperial inaugura biblioteca infantil

O Museu Imperial inaugura, na próxima quarta-feira, 18 de maio, a biblioteca infantil Rocambole. A atividade – integrante da 9ª Semana Nacional de Museus – ocorrerá às 10h e terá uma “contação de história” a partir do livro “Aventuras da Memória”, de autoria de Patrícia Engel Secco e editado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

O nome da biblioteca é uma referência a um dos cachorros de estimação da princesa Isabel, o Rocambole, citado em registros documentais. Criada a partir de um esforço conjunto entre a Biblioteca e o setor de Educação do Museu Imperial, tem como objetivo incentivar as crianças à leitura, apresentada como uma experiência valiosa e prazerosa.

A partir da inauguração, a biblioteca Rocambole ficará aberta ao público às quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h às 12h. Na parte da tarde, será reservado o horário de 14h às 17h para atendimento a grupos escolares, mediante agendamento junto ao setor de Educação.

Serão desenvolvidas, ainda, atividades educativas e culturais que colaborem com a difusão da literatura infantil e, consequentemente, com a formação de leitores. Entre elas, estão a “Hora do conto”, empréstimo de livros para associados, oficinas criativas, comemoração de datas especiais e exibição de vídeos.

Além da inauguração, está agendada uma atividade para a próxima quinta-feira, 19, às 14h30. Na data, será lançado o livro “A princesa Isabel, o gato e a fotografia”, de Pedro Afonso Vasquez, com presença do autor e “contação de história”.

Como forma de divulgar a nova biblioteca e fornecer informações a crianças, pais e professores, foi criado ainda o blog da biblioteca Rocambole, disponível no endereço http://bibliotecarocambole.blogspot.com. Na página, é possível encontrar a programação da biblioteca, horários de funcionamento, contatos e conteúdo voltado ao público infantil.

SERVIÇOS

 Biblioteca infantil Rocambole

Inauguração: 18 de maio de 2011 – 10h

Local: Biblioteca Rocambole – Museu Imperial

Informações: (24) 2245-4182 / (24) 2245-4162

Agendamento para grupos escolares: (24) 2245-7735 (setor de Educação)

Comunidade do Horto convida para inauguração de museu

Moradores e amigos do Horto Florestal, no Rio de Janeiro, inauguram no dia 7 de novembro o Museu do Horto. A programação vai das 12h às 18h30, com caminhada pela ruína da Senzala, exposição de artesanato do Projeto Ateliê de Costura do Horto, Quiosque da Memória, brincadeiras para crianças, roda de samba, apresentação da banda de rap Badalo Consciente e feijoada.

O museu comunitário apresenta os patrimônios materiais e imateriais do Horto por meio de percursos históricos, nos quais o território, os moradores e os lugares de memória se configuram como acervo.  

A região, cercada por parques ambientais,  tem  cerca de 600 famílias de baixa renda, formada, em sua maior parte, por idosos. Mas no séc. XV foi habitada por trabalhadores de engenhos de cana-de-açúcar e ainda possui monumentos e vestígios de senzalas e quilombos.

O Museu do Horto é  iniciativa da Associação de Moradores e Amigos do Horto (AMAHOR) e ponto de memória parceiro do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

O evento será no Clube Caxinguelê, no Horto Florestal. Mais informações no contato@museudohorto.org.br / www.museudohorto.org.br