Conexões Ibram: assinatura de termo de cooperação e palestras em Sergipe

Com apresentação do Quinteto de Metais da Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE), foi aberta na manhã desta terça-feira (27), em Aracaju (SE), a edição sergipana do projeto Conexões Ibram.

Eloísa Galdino, secretária de Cultura de Sergipe, reforçou a importância do projeto no estado

A abertura, que acontece no Museu da Gente Sergipana, foi marcada pela assinatura de Termo de Cooperação entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), representado pela presidente-substituta Cássia Ribeiro, e pela Secretaria de Estado da Cultura de Sergipe (Secult/SE), que tem à frente Eloísa Galdino.

Dentre as ações previstas na cooperação estão a criação de uma rede de informações museais, voltada para a formulação de políticas públicas para o setor museal, a implantação de marcos legais do setor museal em Sergipe, assim como do Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM).

A parceria inclui ainda o desenvolvimento de políticas de fomento e financiamento, ações de incentivo à museologia social e a criação de um programa de proteção ao patrimônio musealizado em risco, ações para as quais o Ibram vai prestar apoio técnico à Secult-SE.

“A Política Nacional de Museus trouxe uma nova forma de tratar a política cultural voltada para o setor de museus, e nossa expectativa é que o Conexões Ibram aprofunde esta política em Sergipe, onde ela já vinha sendo seguida”, disse durante a cerimônia a secretária de Cultura, Eloísa Galdino. Leia matéria completa no blogue Conexões Ibram.

Palestras
A necessidade de colher e sistematizar informações sobre o campo museal, os marcos legais do setor e os riscos ao patrimônio musealizado estiveram no centro do debate no primeiro dia do Projeto Conexões Ibram em Sergipe.

Cerca de 40 representantes do setor museal sergipano participaram das três apresentações iniciais do evento, que acontece no Museu da Gente Sergipana, em Aracaju.

A programação foi aberta com fala da chefe do Cadastro Nacional de Museus, Karla Uzêda, sobre o programa iMuseus, que objetiva o levantamento e sistematização de informações sobre o setor museal. Continue lendo.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Denisson Alves/Secult-SE

Ibram aposta em novo sistema para melhorar acesso a dados sobre os museus

Karla Uzeda, chefe do Cadastro Nacional de Museus (CNM/Ibram), apresentou o projeto iMuseus na primeira palestra do Conexões Ibram ontem (21), em Porto Alegre (RS).

O projeto consiste em disponibilizar informações de qualidade “sobre os museus e para os museus”.

Além dos dados que constam no Informativo Temático RS, com um recorte da publicação Museus em Números sobre a realidade do estado, Uzeda (foto) falou ainda sobre o novo sistema que o Ibram desenvolve para as instituições museais.

“O novo cadastro vai possibilitar uma busca ágil por informações, além de permitir exportação de dados, geração de gráficos etc, ampliando o acesso de pesquisadores e interessados na área”, esclareceu. Ainda não há data para o nova versão do CNM entrar no ar. Continue lendo.