Página 1 de 612345...Última »

Chile assume a Presidência do Conselho do Ibermuseus no triênio 2019-2021

Reuniao_Ibermuseus_Quito_2018A reunião da 14ª reunião ordinária do Conselho Intergovernamental do Ibermuseus, realizada nos dias 22 e 23 de novembro, em Quito, Equador, aprovou o nome do coordenador do Sistema Nacional de Museus do Chile, Alan Trampe, para a Presidência do Programa Ibermuseus no triênio 2019-2021.

Trampe assume o posto que atualmente ocupa Magdalena Zavala, Coordenadora Nacional de Belas Artes do México, que preside o Conselho desde 2016. O Chile é o terceiro país a assumir a presidência do Programa Ibermuseus, após o México (2016-2018) e o Brasil (2008-2015).

A vice-presidência do Programa será ocupada por Portugal, na representação de David Santos, Subdiretor Geral do Património Cultural do país europeu, quem demostrou seu interesse em colaborar com o Chile em benefício do Ibermuseus, e teve seu nome aprovado por unanimidade.

Apoio ao Ibram

Na reunião, o Conselho Intergovernamental do Ibermuseus manifestou preocupação com a MP 850 que tramita o parlamento brasileiro e reiterou o apoio ao Instituto Brasileiro de Museus na condução da Política Nacional de Museus.

Participaram Participam da reunião os representantes de 11 dos 12 países que compõem o Conselho – Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Peru, Portugal e Uruguai -, além de representantes da Secretaria Geral Ibero-americana (Segib), da Organização de Estados Ibero-americanos (OEI), da Agencia Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) e da Unidade Técnica do Programa.

Texto: Ascom Ibermuseus 
Edição: Ascom Ibram

Profissionais de 12 países definem plano de atuação do Ibermuseus para 2019

Encontro, que contou com a participação de representantes do Ibram, definiu prioridades do programa para os próximos anos.

Encontro, que contou com a participação de representantes do Ibram, definiu prioridades do programa para os próximos anos.

De 15 a 18 de outubro, mais de quarenta profissionais de 12 países da região ibero-americana estiveram reunidos em Buenos Aires (Argentina) na primeira edição da Semana Ibermuseus, destinada a definir as prioridades do programa para os próximos anos. Representantes do Ibram participaram do encontro.

Divididos em quatro mesas técnicas – Patrimônio, Formação e Capacitação, Sustentabilidade e Observatório Ibero-americano de Museus –, os especialistas revisaram os objetivos de cada linha de ação e avaliaram as ações desenvolvidas nos 10 anos de atuação do programa, buscando reestabelecer as estratégias para que o trabalho alcance um número ainda maior de museus e profissionais, além de fortalecer as políticas públicas para o setor nos países.

A Semana Ibermuseus foi a primeira vez que as reuniões das mesas técnicas foram realizadas todas ao mesmo tempo. Os representantes das linhas de ação trocaram informações e buscaram estabelecer projetos em conjunto para que Ibermuseus promova ações cada vez mais transversais. Saiba mais.

Ibermuseus inscreve até 25 de setembro para bolsas de capacitação

Edital concederá bolsas para participação em atividades de curta duração e realização de residências em museus para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

Edital concederá bolsas para participação em atividades de curta duração e realização de residências em museus para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

O Programa Ibermuseus recebe até 25 de setembro inscrições para o edital Bolsas Ibermuseus de Capacitação 2018, que busca fortalecer as competências e conhecimentos dos profissionais de museus por meio de formações teóricas e práticas.

A terceira edição do edital concederá bolsas em duas categorias: a Categoria I é voltada à participação em atividades de curta duração (entre 2 e 5 dias); e a Categoria II à realização de residências em museus públicos ou mistos para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

Podem candidatar-se trabalhadores de museus e instituições públicas do setor museal dos 12 países membros do Programa Ibermuseus, para realização de atividades em museus públicos ou mistos de qualquer dos 22 países da região ibero-americana.

As bolsas são destinadas ao custeio de transporte, seguro de viagem e alojamento. As atividades poderão ser realizadas até 30 de abril de 2019. Para mais informações, leia a Convocatória Completa e o Guia de Candidatura.

Publicada lista de projetos habilitados ao Prêmio Ibermuseus de Educação 2018

Instituições responsáveis pelos projetos não habilitados poderão apresentar recursos até o dia 5 de setembro.

Instituições responsáveis pelos projetos não habilitados para a convocatória, que oferecerá US$ 75 mil em prêmios, poderão apresentar recursos até o dia 5 de setembro.

O Programa Ibermuseus divulgou nesta quarta-feira (22) a lista de projetos habilitados ao Prêmio Ibermuseus de Educação 2018. A convocatória é voltada ao reconhecimento e fomento de iniciativas consideradas incrementadoras do potencial educativo dos museus nos 22 países da América Latina e na Península Ibérica. Confira a lista.

As instituições responsáveis pelos projetos não habilitados poderão apresentar recurso até o dia 5 de setembro através do endereço eletrônico convocatorias@ibermuseus.org, devendo solicitar o motivo da inabilitação e o formulário correspondente, que deverá ser preenchido e anexado aos documentos observados.

O prazo para a apresentação de recursos encerra no dia 5 de setembro. O resultado final será divulgado até 31 de dezembro, quando serão premiados três projetos na Categoria I (voltada ao reconhecimento de projetos realizados ou em execução) e cinco na Categoria II (fomento a novos projetos), com um total de US$ 75 mil.

Em oito edições já realizadas, o Prêmio Ibermuseus de Educação recebeu um total de 1.043 projetos inscritos, sendo 61 projetos premiados e 131 reconhecidos com Menção Honrosa, com mais de US$ 470 mil distribuídos em premiações.

Projeto brasileiro premiado pelo Ibermuseus vira exposição em Buenos Aires

Projeto premiado pela 4ª edição da convocatória Conversaciones, do Programa Ibermuseus, esxposição conta parte da historia do Brasil por meio de narrativas pessoais.

Projeto premiado pela 4ª edição da convocatória Conversaciones, do Programa Ibermuseus, esxposição conta parte da historia do Brasil por meio de narrativas pessoais.

Fruto de projeto brasileiro premiado pela quarta edição da convocatória Conversaciones, do Programa Ibermuseus, a mostra “Memoria de los Brasileños”, realizada pelo Museu da Pessoa, está sendo exibida desde o último dia 5 no Centro Cultural Borges, em Buenos Aires (Argentina).

A exposição, que fica em cartaz até 2 de setembro com entrada gratuita, resgata e valoriza a história de cada indivíduo como parte de uma construção coletiva da memória social, sendo organizada em cinco módulos construídos a partir de histórias de vida apresentadas em vídeos que contam parte da historia do Brasil por meio de narrativas pessoais.

“Contemporaneidade” relata o processo de urbanização que em menos de 100 anos levou 80% da população brasileira do campo às cidades; “Saberes e Fazeres” apresenta culturas indígenas, africanas, quilombolas e outras que formam a identidade brasileira; “Conflitos” traz histórias e personagens marcados pela violência, preconceitos, direitos negados e exploração sexual e laboral; “Transformação” dá ênfase em pessoas e comunidades que trabalham para melhorar a realidade que vivem; e “Narradores” conta com depoimentos e trajetórias de poetas, escritores e jornalistas brasileiros.

“Memoria de los Brasileños” busca contribuir com o aprofundamento do conhecimento mútuo ao apresentar uma perspectiva da história brasileira muitas vezes ofuscada pelas grandes narrativas, baseadas nos aspectos mais visíveis e nos ícones mais difundidos da cultura nacional. A exposição também pode ser visitada em sua versão virtual.

A mostra foi pensada originalmente para exibição no Musée de la Civilisation, de Quebec (Canadá), onde foi visitada por mais de 100 mil pessoas entre 2016 e 2017. O projeto expográfico é de Marcelo Larrea, um argentino radicado no Brasil há mais de 30 anos e colaborador do Museu da Pessoa em diferentes projetos.

A convocatória Conversaciones tem como objetivo fomentar a circulação de acervos e exposições entre países da comunidade ibero-americana e evidenciar as relações construídas entre museus e comunidades. Saiba mais.

9º Prêmio Ibermuseus de Educação recebe inscrições até 18 de junho

9ª edição da convocatória vai oferecer quatro prêmios em dinheiro em duas categorias.

9ª edição da convocatória vai oferecer quatro prêmios em dinheiro em duas categorias, que abarcam o reconhecimento de ações já realizadas e o fomento a novos projetos.

Estão abertas até o dia 18 de junho as inscrições para o 9º Prêmio Ibermuseus de Educação. A convocatória é voltada ao reconhecimento e fomento de iniciativas consideradas incrementadoras do potencial educativo dos museus nos 22 países da América Latina e na Península Ibérica.

A convocatória vai oferecer quatro prêmios em dinheiro em duas categorias. A Categoria 1 é voltada ao reconhecimento de projetos realizados ou em execução e vai oferecer prêmios de US$ 15 mil, US$ 7 mil e US$ 3 mil, respectivamente, para os três projetos melhor classificados. Na Categoria 2, voltada ao fomento de novos projetos, será oferecida premiação única de US$ 10 mil.

Podem concorrer ao prêmio museus e instituições culturais e afins de países ibero-americanos vinculados à administração pública nas três esferas de governo, ou instituições privadas sem fins lucrativos que atuem na área de interseção entre educação e museus.

As inscrições devem ser realizadas pela plataforma online disponível no portal Ibermuseus até as 23h59 do dia 18 de junho (horário de Brasília). Instituições interessadas podem inscrever-se nas duas categorias, desde que apresentem diferentes projetos. Leia a convocatória na íntegra.

Em oito edições já realizadas, o Prêmio Ibermuseus de Educação recebeu um total de 1.043 projetos inscritos, sendo 61 projetos premiados e 131 reconhecidos com Menção Honrosa, com mais de US$ 470 mil distribuídos em premiações.

Ibermuseus recebe inscrições para bolsas de capacitação até 31 de março

Interessados em apoio para atividades formativas de curta duração podem inscrever suas solicitações por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. As atividades poderão ser realizadas até 30 de junho.

Interessados em apoio para atividades formativas de curta duração podem inscrever suas solicitações por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. As atividades poderão ser realizadas até 30 de junho.

Seguem abertas até 31 de março as inscrições para o Programa de Bolsas Ibermuseus, destinado a promover a qualificação de profissionais de museus, estimular a circulação de conhecimento e facilitar o intercâmbio de conteúdos, experiências, práticas e conceitos entre os países da Comunidade Ibero-americana.

A categoria é direcionada ao apoio à capacitação profissional em atividades de curta duração, tais como jornadas, cursos, oficinas, seminários, conferências e afins, realizadas ou apoiadas por instituições governamentais responsáveis pelas políticas públicas para os museus.

A duração das bolsas oscila entre um mínimo de dois dias e um máximo de cinco dias. As Bolsas de Capacitação Ibermuseus podem financiar: transporte de ida e volta do local de origem ao destino da atividade ou intercâmbio; seguro de viagem; e acomodação.

O valor máximo por solicitação é de US$ 2.750 para atividades com destino em Espanha, Portugal ou Andorra e US$ 2.500 para atividades com destino na América do Sul, no México ou na América Central. O apoio econômico solicitado na candidatura estará sujeito à aprovação do comitê avaliador.

Interessados em apoio para atividades formativas de curta duração podem inscrever suas solicitações por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. As candidaturas devem ser enviadas no prazo mínimo de 60 dias antes do início da capacitação e as atividades poderão ser realizadas até 30 de junho de 2018.

No ato da solicitação, é necessário apresentar um Projeto de Multiplicação que demonstre de forma clara, com indicadores, de que maneira os conhecimentos adquiridos serão multiplicados dentro de sua instituição de origem. Consulte o Guia de Informação Geral – Bolsas Ibermuseus de Capacitação. Dúvidas podem ser enviadas ao e-mail: convocatorias@ibermuseus.org.

Financiamento de museus e sustentabilidade foram temas relevantes

Em um cenário de recursos limitados para o setor cultural, o Ibram vem aprimorando ações com foco nos aspectos da sustentabilidade e financiamento para a área de museus.

Em 2017 houve um trabalho ativo do instituto nas discussões para a elaboração de nova Instrução Normativa da Lei Rouanet, lançada em março, que passou a incluir o segmento Museus e Memória. Neste ano, o valor de captação autorizado pelo mecanismo de incentivo fiscal para projetos no setor superou R$ 135 milhões.

Ibram sediou Mesa Técnica Ibermuseus sobre Sustentabilidade

Ibram sediou Mesa Técnica Ibermuseus sobre Sustentabilidade em 2017

Um diagnóstico sobre gestão e financiamento dos museus brasileiros também está em andamento. O objetivo é identificar as possibilidades jurídicas de institucionalidade e de gestão administrativa e financeira utilizadas por instituições museais, trazendo dados para análise das diferentes formas de modelos de gestão – incluindo limitações, potencialidades, vantagens e desvantagens.

Em outra frente, o Ibram encabeça linha de ação voltada para a Sustentabilidade de Instituições e Processos Museais no âmbito do Programa Ibermuseus.

Neste ano, em encontro em Brasília (DF), houve a discussão e aprovação de um Plano Estratégico, além da definição de atividades de curto e longo prazo. Também está em andamento o mapeamento e diagnóstico de 50 iniciativas em sustentabilidade no setor museal nos 12 países que compõem o Conselho Intergovernamental do Programa Ibermuseus.

Já na perspectiva regional, o Ibram garantiu, pela primeira vez, a participação da área de museus e patrimônios no Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MicSul), que acontece no próximo ano no Brasil. Organizado pelo Ministério da Cultura (MinC), o evento reunirá pequenos, médios e grandes empresários de diversas cadeias da economia da cultura da América do Sul e de outras partes do mundo.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Ibermuseus/Divulgação

Publicação reúne as memórias dos 10 anos do Programa Ibermuseus

O Programa Ibermuseus completou dez anos em julho deste ano e para marcar o trabalho dessa década, lançou a publicação Memória de 10 anos em edição trilíngue: português, espanhol e inglês. A publicação está disponível aqui.

O documento de mais de 50 páginas mostra o histórico de ações que Ibermuseus desenvolveu, além de apresentar reflexões de importantes atores da cooperação ibero-americana sobre as realizações e desafios do Programa.

Em 10 anos, o Programa Ibermuseus promoveu nove Encontros Ibero-americanos de Museus (EIM), 15 encontros técnicos e 12 reuniões intergovernamentais, que se converteram nos principais espaços de discussão e proposição de políticas para o desenvolvimento do setor museal na Ibero-América.

As convocatórias do Ibermuseus capacitaram diretamente a 188 profissionais, fomentaram 53 projetos educativos, apoiaram a recuperação do patrimônio afetado de sete instituições e promoveram noves projetos de circulação de bens entre 22 países.

Com o apoio do Ibermuseus, foram publicadas 14 pesquisas ou ensaios, incluindo importantes documentos como o Panorama de Museus Ibero-americanos, o Estudos de Públicos de Museus na Ibero-América e a reedição bilíngue do Programa para a Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro.

O Programa também promoveu o desenvolvimento de duas ferramentas fundamentais para o conhecimento da situação dos museus – e seu público – na região: o Registro de Museus Ibero-americanos e o Sistema de Coleta de Dados de Público de Museus.

A Memória de 10 anos do Ibermuseus traz em detalhes essas e outras realizações da década de atuação do Programa. O documento finaliza com o artigo coletivo “Que museus queremos para o futuro?”, no qual 18 gestores públicos e profissionais ibero-americanos contribuem para indicar o caminho para outros 10 anos de cooperação e desenvolvimento de políticas públicas para os museus da Ibero-América.

Prêmio Iberoamericano de Educação e Museus tem três vencedores brasileiros

Três museus brasileiros estão entre os vencedores da  8ª edição do Prêmio Ibero-Americano de Educação e Museus. Promovido pelo Programa Ibermuseus anualmente, o prêmio tem o objetivo de identificar, destacar e fortalecer a capacidade educativa dos museus, levando em conta a pluralidade das práticas museológicas ibero-americanas.

O resultado da premiação foi anunciado pelo presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Araujo, durante o Seminário Internacional “10 anos de cooperação entre museus”, realizado pelo Programa Ibermuseus em Brasília (DF), no fim de novembro. O evento celebrou uma década de assinatura da Declaração da Cidade de Salvador, documento que foi marco conceitual para a criação do programa, e debateu durante dois dias seus desdobramentos para a atualidade.

O projeto “El ecomuseo: estrategias educativas para hacer del patrimonio cultural una herramienta inclusiva de desarrollo sostenible”, do Patronato Valle de las Pirámides de Lambayque – Museo de Sitio Túcume (Peru), foi o vencedor da Categoria I do prêmio, que reconhece práticas de ação educativa já concluídas ou em execução. A mesma categoria premiou, na terceira colocação, um projeto brasileiro: “Caminhão Museu Sentimentos da Terra”, do Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Na Categoria II, que estimula a realização de projetos ainda não implementados, foram premiados cinco projetos, provenientes da Colômbia, Argentina e Brasil. Os projetos brasileiros premiados foram “Histórias de Faxinais – exposição itinerante e livro de contos”, da Universidade Federal do Paraná (UFPR); e “Olhar Sensível”, da Associação de Educação Cultura e Arte (SP). Confira a lista completa de projetos premiados.

Página 1 de 612345...Última »