9º Prêmio Ibermuseus de Educação recebe inscrições até 18 de junho

9ª edição da convocatória vai oferecer quatro prêmios em dinheiro em duas categorias.

9ª edição da convocatória vai oferecer quatro prêmios em dinheiro em duas categorias, que abarcam o reconhecimento de ações já realizadas e o fomento a novos projetos.

Estão abertas até o dia 18 de junho as inscrições para o 9º Prêmio Ibermuseus de Educação. A convocatória é voltada ao reconhecimento e fomento de iniciativas consideradas incrementadoras do potencial educativo dos museus nos 22 países da América Latina e na Península Ibérica.

A convocatória vai oferecer quatro prêmios em dinheiro em duas categorias. A Categoria 1 é voltada ao reconhecimento de projetos realizados ou em execução e vai oferecer prêmios de US$ 15 mil, US$ 7 mil e US$ 3 mil, respectivamente, para os três projetos melhor classificados. Na Categoria 2, voltada ao fomento de novos projetos, será oferecida premiação única de US$ 10 mil.

Podem concorrer ao prêmio museus e instituições culturais e afins de países ibero-americanos vinculados à administração pública nas três esferas de governo, ou instituições privadas sem fins lucrativos que atuem na área de interseção entre educação e museus.

As inscrições devem ser realizadas pela plataforma online disponível no portal Ibermuseus até as 23h59 do dia 18 de junho (horário de Brasília). Instituições interessadas podem inscrever-se nas duas categorias, desde que apresentem diferentes projetos. Leia a convocatória na íntegra.

Em oito edições já realizadas, o Prêmio Ibermuseus de Educação recebeu um total de 1.043 projetos inscritos, sendo 61 projetos premiados e 131 reconhecidos com Menção Honrosa, com mais de US$ 470 mil distribuídos em premiações.

Ibermuseus lança 7º Prêmio Ibero-Americano de Educação e Museus

Em sua sétima edição, o Prêmio Ibero-Americano de Educação e Museus, promovido anualmente pelo Programa Ibermuseus, premiará oito projetos educativos provenientes das instituições museológicas dos 22 países da região. O objetivo da iniciativa é reafirmar e ampliar a capacidade educativa dos museus e do patrimônio cultural como estratégias de transformação da realidade social.

As inscrições para o Prêmio estão abertas de 18/5, Dia Internacional dos Museus a 18/6.  Para participar, os interessados devem inscrever-se por meio da sessão Convocatórias no portal Ibermuseus.

Pelo sétimo ano consecutivo, o Programa Ibermuseus celebra o importante papel dos museus no desenvolvimento sociocultural, no fortalecimento dos direitos humanos e de uma cultura de paz, no estímulo à coesão social e à diversidade cultural e das distintas identidades que compõem a realidade ibero-americana. Durante esse tempo, o Prêmio vem revelando ações transformadoras, tais como o projeto Jovem Explorador. Primeiro lugar em 2015 na categoria I, o projeto propõe a criação do Ecomuseu de Pacoti (comunidade de 11,7 mil habitantes, localizada no Ceará-Brasil). Segundo o coordenador do projeto, Levi Jucá, a premiação e o reconhecimento pelo Programa Ibermuseus, trouxe visibilidade para o município de Pacoti e elevou o sentimento de pertencimento dos moradores da região.

Como nas edições anteriores, o Prêmio se divide em duas categorias: Categoria I – Projetos realizados ou em andamento; e Categoria II – Fomento a projetos em fase de elaboração e/ou planejamento. Para a primeira delas, serão outorgados três prêmios, e para a segunda, cinco, totalizando US$ 75 mil em prêmios. Além disso, serão concedidas menções honrosas aos primeiros 20 classificados.

Para concorrer, as instituições devem ter caráter cultural, educativo ou afim, além de estarem ligadas à administração pública (municipal, regional ou nacional) ou serem empresas privadas sem fins lucrativos.

O processo de avaliação das propostas é realizado em duas etapas: a primeira pelas Comissões Nacionais e a segunda pelo Comitê Técnico, formado por 12 especialistas em educação e museus no âmbito do Ibermuseus.

Os projetos serão analisados de acordo com os seguintes critérios: coerência; abrangência, capacidade de transformação social; dinamização da memória social; valorização da memória social; atenção à diversidade (étnica, de gênero, social e cultural) e à acessibilidade; envolvimento de agentes internos e externos (museus e comunidades) no projeto; e capacidade institucional para a manutenção das ações empreendidas.

Nas últimas seis edições, o Programa Ibermuseus premiou 45 projetos educativos na Ibero-América, com um total de US$ 320 mil. Além disso, todas as ações contempladas, seja financeiramente ou com menções honrosas, compõem o Banco de Boas Práticas em Ação Educativa, disponível no site do Ibermuseus, que já acumula 125 projetos e é considerado uma ferramenta de referência sobre educação em museus tanto na Ibero-América como em outros países do mundo.

O Edital e o formulário de inscrição ao Prêmio estão disponíveis para download em www.ibermuseus.org/convocatorias.