História oral resgata memória institucional do Museu das Missões

Museu das Missões/Ibram integra complexo do Sítio Arqueológico de São Miguel das MIssões (RS)

Museu das Missões/Ibram integra Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo (RS)

Instituição com papel fundamental na preservação da memória de um importante capítulo da história do Brasil, o Museu das Missões/Ibram também tem trabalhado em prol de sua memória institucional – que se conecta ao tema Museus e suas memórias abordado pela 11ª Primavera dos Museus.

Localizado na antiga região dos Sete Povos das Missões, o museu, criado em 1940, integra o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo, reconhecido como Patrimônio Mundial pela Unesco, em São Miguel das Missões (RS).

Responsável pela preservação de acervo relacionado às reduções missionais, um dos objetivos do setor de Pesquisa Histórica e Arquivo do museu tem sido também investigar, documentar, preservar e divulgar a trajetória da unidade museológica Ibram.

“Reconhecemos a sua historicidade e buscamos transformar a própria memória institucional em objeto de conhecimento crítico”, explica Diego Luiz Vivian, diretor do Museu das Missões.

Vozes da memória
Entre os anos de 2010 e 2013, por exemplo, desenvolveu-se o Projeto de História Oral do museu. A partir de orientações técnicas e procedimentos metodológicos do campo da história, o objetivo foi tornar acessível as entrevistas realizadas.

A formação e o gerenciamento do acervo museológico foram temas abordados. “A aquisição de acervo ocorreu, especialmente, através da coleta de peças realizada pelo primeiro zelador do museu”, conta Vivian.

Colocação das telhas no Museu das Missões (1939-40)/Arquivo Iphan

Colocação das telhas no Museu das Missões (1939-40)/Arquivo Iphan RJ

A construção de um “repertório biográfico” sobre o museu, entre os anos de 1937 e 1987, revelou informações sobre ‘personagens’ que fizeram parte da sua história: da família do primeiro e inesquecível zelador, que viveu em anexo ao museu por cerca de 60 anos, a técnicos, arquitetos e engenheiros envolvidos nas obras de construção – cujo projeto foi do arquiteto Lucio Costa (1902-1998).

“O museu possui uma trajetória de quase oito décadas na preservação do legado missioneiro”, aponta o diretor, acrescentando que a realização do trabalho de pesquisa também atende demandas de documentação do próprio museu.

Diego Vivian, que é historiador de formação, publicou em 2015 o artigo Estudo sobre a trajetória do Museu das Missões Ibram/MinC, em publicação do Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais.

No mesmo ano, o museu foi tema de um dos volumes da Coleção Museus Ibram, que busca levar ao público o trabalho desenvolvido pelos museus federais que compõem a sua rede. A publicação está disponível para download gratuito.

Assista também episódio da série Conhecendo Museus sobre o Museu das Missões.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Museu das Missões/Divulgação

Matérias relacionadas
Livros e filmes abordam a memória institucional dos Museus Castro Maya
Conheça o projeto de memória institucional do Museu da República no RJ

Conheça o projeto de memória institucional do Museu da República no RJ

Para incentivar a reflexão dos museus sobre suas trajetórias, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) escolheu para  a 11ª Primavera dos Museus o tema “Museus e suas memórias”.

Museu da República no Rio (RJ)

Museu da República no Rio (RJ)

O Museu da República (MR), no Rio de Janeiro (RJ), que integra a rede de 30 museus federais do Ibram, tem a memória institucional como uma de suas preocupações recentes.

Com o objetivo de recuperar e organizar os registros da trajetória do MR, em seus mais de 50 anos de atividades, o Programa de Memória Institucional foi criado em 2010, coordenado pelo Arquivo Histórico e Institucional do museu.

Para além do recolhimento ao arquivo de documentação existente em outros setores do museu, assim como em instituições com as quais o museu já se relacionou, em 2014 teve início a etapa de entrevistas baseada nos métodos de história oral.

A memória contada
De 1960 até hoje, foram dez diretores, em sua maioria mulheres, que marcaram presença à frente do Museu da República.

“Realizamos 12 entrevistas até agora. São cerca de 40 horas gravadas com todos os ex-diretores, a diretora atual e com servidores que, ainda na ativa, estão no Museu da República há mais de 15 anos”, explica Gleise Cruz, arquivista.

Ela conta que, desde que o projeto foi criado, é perceptível o aumento no interesse pelo material, que tem ajudado a complementar informações já conhecidas, assim como preencher lacunas relacionadas à memória institucional.

A memória das colônias de férias do MR também está sendo preservada

A memória das colônias de férias do MR também está sendo preservada

“Estamos agora transcrevendo as entrevistas para facilitar o acesso: são muitas histórias curiosas, divertidas e até emocionantes…”, aponta Gleise Cruz.

Além de recontar a trajetória do museu por meio das histórias de seus servidores, a intenção é também incorporar esse material ao acervo, na forma de documentos históricos audiovisuais, e disponibilizá-lo para consulta.

Mario Chagas, museólogo do museu, aponta a realização da exposição O museu e eu (2013) como representativa para a memória da instituição. O foco da mostra foi a memória dos visitantes no museu, considerados “patrimônio” por Chagas, a partir de fotografias e livros de assinatura. Leia texto escrito para a exposição.

O museólogo ainda cita o trabalho realizado pelo Setor Educativo em prol da memória das colônias de férias do MR, que acontecem anualmente e envolvem centenas de participantes.

Mais informações sobre o projeto de memória institucional do Museu da República podem ser obtidas pelo endereço eletrônico mr.arquivo@museus.gov.br.Visite a página web e assista episódio da série Conhecendo Museus sobre o MR.

Primavera dos Museus
Museus, instituições de memória e centros culturais interessados em participar da 11ª Primavera dos Museus devem acessar a página de Eventos Ibram, até 14 de agosto, e cadastrar online suas atividades programadas -  como exposições, palestras, seminários, shows, exibição de filmes etc. A programação é de inteira responsabilidade dos museus.

A Primavera dos Museus 2017 acontece entre os dias 18 e 24 de setembro. Outras informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico primavera@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Fotos: MR/divulgação

Trajetória do Museu da República no RJ contada pela voz de antigos diretores

Museu da República (RJ)

Museu da República (RJ)

De 1960 até hoje, foram dez diretores, em sua maioria mulheres, que marcaram presença à frente do Museu da República/Ibram, no Rio de Janeiro (RJ). A partir da necessidade de organizar e sistematizar a documentação resultante dos seus mais de 50 anos de atividades,  foi criado o Programa de Memória Institucional do Museu da República (PMI/MR).

Coordenado pelo Arquivo Histórico e Institucional do Museu da República, o programa vem sendo desenvolvido desde 2011. Em 2014, iniciou-se a etapa de entrevistas baseada nos métodos de história oral.

Além de recontar a trajetória histórica do museu, o objetivo dessa tomada de depoimentos é também incorporá-los ao acervo na forma de documentos históricos audiovisuais. E todo esse material, produzido a partir da documentação impressa e das memórias orais dos entrevistados, será disponibilizado para consulta de pesquisadores e estudantes, ampliando a visibilidade e o conhecimento da trajetória da instituição que preserva a memória do período republicano brasileiro.

Outros desdobramentos poderão resultar desse processo. Exemplo disso é a produção de um livro sobre a história do Museu da República. Exposições e outros eventos também já estão sendo pensados a partir da materialização desse programa de resgate da memória e da trajetória do Museu da República.

O museu, que está localizado à Rua do Catete, 153, funciona de terça a sexta, das 10h às 17h; e sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h. Outras informações pelo telefone (21) 2127.0324 e pelo endereço eletrônico mr@museus.gov.br.

Texto: Divulgação Museu da República
Edição: Ascom/Ibram